terça-feira, 31 de outubro de 2006

Está quase...

O convite foi feito no sábado - o outro não rejeitou, mas não disse mais nada. A resposta veio hoje: aceito. Em breve a assinatura, escolha de nome e entrega de password. Mais um benfiquista da linha dura a caminho!

Só no Porto

É que a disputa de bola entre Katsouranis e Anderson é vista como agressão e intencional.

Só no Porto é que podem haver homens robustos e que saibam tocar a mesma música do "grego". Jorge Costa, o grande capitão, era o exemplo crónico do que afirmo.

Só no Porto é que há teorias de jogadas planeadas com intuitos maléficos. As viagens ao Brasil e os quinhentos não interessam.

Só no Porto é que a verdade é sempre distorcida e a culpa é da capital.

Só no Porto é que se dizem baboseiras e a comunicação social retrata e apoia incondicionalmente.

Só no Porto...

P.S. Só no Porto é que uma lesão muscular é tratada em semana e meia, passa a entorse no tornozelo e acaba em fractura no perónio...

segunda-feira, 30 de outubro de 2006

Nem sei o que diga...

O pior não foi a derrota nas Antas. Foi perceber, na verdade, que há um campanha para coarctar a carreira de Katsouranis!

domingo, 29 de outubro de 2006

Vai começar a campanha...

Pela punição de Katsouranis! Rui Santos já começou na SIC, Mikel continuou no 442 e assim vai continuar. Uma lesão no perónio que não foi logo detectada no jogo...

A campanha da propaganda é fantástica!

sábado, 28 de outubro de 2006

Situações perfeitamente normais

Um golo obtido na sequência de uma falta não assinalada pelo amigo de Setúbal.

O golo da vitória obtido através de um lançamento feito dentro do terreno de jogo que passou despercebido ao amigo Bertino ( estava longe...).

Um treinador que gosta de colocar em campo jogadores com 2 treinos nas pernas depois de semanas lesionados.

E ainda assim só perdemos no último segundo. Nada mau.

sexta-feira, 27 de outubro de 2006

Números

- 4,4% dos votantes nas eleições do SL Benfica votaram em branco. Dos cerca de 8000 votantes (menos de 10% dos possíveis), ainda houve alguns que não deram a credibilidade necessária ao Presidente do SL Benfica. Eu fui um deles!

- E fi-lo de uma maneira consciente. Porque apesar de um estádio novo, de um centro de estágios novo, de um campeonato, uma taça, uma supertaça e uma presença nos quartos-de-final da Champions League, as constantes incoerências de quem manda é o que mais me repugna num clube como o Benfica. Para além disso, não é necessário recordar o "profissionalismo" de muitos que por lá andam.

- Por falar em números, Buba nunca deveria ter sonhado com o dia de hoje, ao apontar três golos ao Sporting. A um Sporting que padece de vários erros, que os jornalistas parecem ter medo de fazer transparecer. A seu tempo será feita a análise.

- Ainda por falar em Sporting, é impressionante como o jogo frente ao FC Porto não registou lotação esgotada. Esta semana, no Dragão, a casa já está cheia e não há adeptos do Benfica. Porque será?

- Voltando a Aveiro, e juntando Inácio, Jardel, Hermínio Loureiro, Filipe Soares Franco e Vítor Pereira, existe sempre um denominador comum. Parecia que já estava ganho...

Medo

Pela primeira vez nos ultimos anos, não vou ao dragão...

quarta-feira, 25 de outubro de 2006

O Sol

O Sol, o novel semanário que se diz diferente do Expresso, mas que não se nota nenhuma diferença, talvez imbuído por um espírito associado ao FC Porto-Benfica, e numa tentativa de aumentar as vendas, anuncia desde hoje que vai se saber o lado verdadeiro de Pinto da Costa.

A primeira pergunta que apetece fazer é se Pinto da Costa nos tem brindado nestes anos todos com um lado falso. Se sim, porquê?

A segunda pergunta que apetece fazer é se a data escolhida para o lançamento da investigação é propositada? Claramente que a resposta é sim, o que significa que os jornalistas do Sol vão ter o mesmo comportamento por parte do FC Porto do que têm os jornalistas do Expresso, ou seja, nenhum declaração.

A terceira pergunta coloca-se com o facto de se saber se as vendas do Sol, que não é em nada diferente do Expresso, estão a ser colocadas em dúvida e por isso necessitam de um "empurrão".

A quarta pergunta e última é: que lado verdadeiro de Pinto da Costa vão mostrar?

Será que o lado em que ele se mostra verdadeiro é aquele de bajulamento que se vê todos os dias nos jornais desportivos?

Será que o lado verdadeiro é o da nova namorada brasileira que costuma ver os jogos do FC Porto no camarote presidencial?

Será que o lado verdadeiro que vão mostrar de Pinto da Costa são os negócios "sérios" que desenvolve no futebol português?

O que será?

Tudo sob controlo

Um árbitro dourado. Um fiscal de linha amigo. Miccoli de fora. Assunção em jogo.
Tudo a postos para o clássico.

P.S: Porque será que foi Paulo Costa o convidado a apitar (e a ganhar uns trocaditos) na Ucrânia? Já dizia o outro: "Comigo, ingratidão não."

terça-feira, 24 de outubro de 2006

A vergonha não se aprende...

E como tal, Gilberto Madaíl vem a terreno dizer que tanto os dirigentes do Benfica, como do FC Porto têm andado a dar "tiros nos pés". Para quem anda cansado do futebol e da FPF, palavras do próprio, anda a falar muito e quiçá, a dar também tiros nos pés...

Vitor Pereira, depois do curso intensivo que lhe ocupou algum tempo na UEFA, apareceu ao lado de Hermínio Loureiro como a pessoa capaz de lavar a cara à arbitragem tão denegrida no nosso país. Em duas semanas consecutivas, consegue acabar com o estado de graça...

Lucílio Baptista é o árbitro escolhido para o FC Porto - Benfica do próximo sábado. A única coisa que me apetece fazer é rir...

Pinto da Costa disse no passado sábado que Luis Filipe Vieira tinha de vir explicar a derrota de 3-0 frente ao Celtic. Curiosa a afirmação, já que o intérprete não explicou como é que o FC Porto perdeu em casa o ano passado com o Artmedia por 2-3... Curiosa também a atitude dos jornalistas que nem sequer lhe fizeram pergunta alguma...

O azar é a palavra mais utilizada pelos adeptos do Sporting a seguir a roubo. Se o SCP não ganha, é porque foi roubado ou então teve azar. Não existe mais léxico para um clube tão elitista???

Cantam bem, mas não alegram...

Depois da vergonhosa arbitragem e das encomendas que se falam, Luís Filipe Vieira e José Veiga decidiram falar, apenas um dia depois dos acontecimentos.

Já antes Fernando Santos tinha dito aquilo que Vieira e Veiga deviam ter dito.

A música escolhida é a mesma de sempre do Dragão de Ouro: fala de mulheres, de cafés, de fruta e de whiskies. O problema são mesmo os telhados de vidro.

Quando na mesma altura em que critica o facto do FC Porto ter um prejuízo de 30 milhões, ao lado estava a ser votado e aprovado um orçamento com 151 milhões de passivo.

A música é a mesma em semana de derby. Acusações atrás de acusações com o povo a rir, a aplaudir e a pagar...

segunda-feira, 23 de outubro de 2006

vergonha!

O que se passou ontem na Catedral foi uma vergonha. Não pelo resultado final (da arbitragem...), mas pelos meios utilizados. Quando vi a nomeação já antevia algo. Só não antevi que fosse assim... Tenham vergonha!

O Labreca

Quando as coisas correm mal, é normal as pessoas envolvidas avaliarem o desempenho.

O ano passado, sem influência directa nos jornais e nos jornalistas, Ricardo foi massacrado devido às suas exibições.

Este ano, e no espaço de cinco dias, o Labreca sofreu um golo a mais de 30 metros da baliza e ontem fez o favor de dar a Quaresma o empate no clássico.

Ninguém comenta? Ninguém critica?

Quando será?

Quando será o dia em que Carlos Xistra apita na Luz e não é assobiado?

Quando será o dia em que mais Carlos Xistras não façam aquilo que fizeram ontem na Luz, a mando de outros?

Quando será o dia em que a teia que move o futebol português é julgada, condenada e afastada para sempre?

Quando será o dia que os jornalistas portugueses são efectivamente jornalistas e não apenas emplastros que servem para transmitir as baboseiras constantes dos dirigentes desportivos?

Quando será esse dia?

Jogando pelo seguro

O arguido diz num dia que não há equipa maravilha mas, como cautela e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém, joga pelo seguro. Usando a táctica do costume, manda um lacaio fazer os danos necessários antes do embate.
O filme de sempre, em directo e a cores. Para quem quiser ver.

sábado, 21 de outubro de 2006

Gozo

Depois do que passei no Bessa, o que é do conhecimento de alguns dos leitores..., ligar a OliveiraTV e ver que, ao minuto 69, o Rui Alves carrega com 4, dá-me um gozo do caraças!!!

sexta-feira, 20 de outubro de 2006

Quem será? Quem será?

O Sporting habituou-nos nos últimos anos a contratar um avançado ridículo por alturas da reabertura do mercado em Janeiro.
Foi assim que tivemos a hipotese de ver em palcos lusos atletas do calibre de um Nalitzis, Kutuzov, Motta ou Koke.
Acontece que este ano o Sporting contratou logo uma anedota para iniciar a época. Seu nome Bueno, o que torna tudo ainda mais delicioso.
A questão é, quem será o artista que virá em Janeiro que consiga suplantar esta desgraça?

quinta-feira, 19 de outubro de 2006

Quem foi? Quem foi?

Quem foi o treinador que colocou Hilário na equipa B do FC Porto?

E já agora...

... as cores do Benfica são o vermelho e o branco.
Pode parecer uma coisa menor para alguns, ainda para mais se não forem benfiquistas, mas para mim não é.

Adivinha

Não comentei os 4 de Leiria e como tal parece-me mal comentar os 3 de Glasgow. A bem da verdade no entanto não vi grandes diferenças, tirando o adversário. O que por vezes é tudo.

Agora a adivinha:
Quem são os 2 jogadores do Benfica que enterram no Benfica, como na Selecção? Jogam pouquíssimo e não há quem se atreva a dizer. Um tem nas costas dois digitos que somados dão o numero do segundo. Fazem uns carrinhos aparatosos junto às linhas, refilam muito com toda a gente e como há quem confunda espalhafato com atitude são heróis no meu clube.

quarta-feira, 18 de outubro de 2006

Trepidante!

Os duelos Barça - Chelsea (ou melhor, Barça - Mourinho...) ameaçam transformar-se num caso sério na história do futebol. O de hoje foi mais uma batalha de uma guerra sem fim. Ganhou o Chelsea e ganhou Mourinho. Num banho de futebol, numa antologia da periodização táctica.
Dentro de quinze dias, em Camp Nou, tudo será (?) diferente. No mínimo, o Barça terá de defender a honra do convento e não deixar nas mãos de Mourinho a decisão (uma derrota do Chelsea frente ao Werder Bremen poderia baralhar as contas...) da passagem aos oitavos.
E o que dizer de Drogba? Um jogador extraordinário - para mim o melhor africano da actualidade -, que a crítica tem depreciado...
PS - Mourinho deixa ódio por todo o lado que passa. Pelos seus actos, ou pelo abandono?

V & V, Lda

Já há um jogador do Benfica vendido ao Chelsea no próximo mercado de transferências. Não é dificil de adivinhar.

Mais um negócio com a chancela V&V, Lda...

Vai uma aposta?

Mister D, aposto contigo que o Glorioso passa a fase de grupos e entra na fase final. Vai uma aposta?

PS - o jogo até nem foi mau de todo....

terça-feira, 17 de outubro de 2006

Venha a Taça UEFA

Mais uma vez, e não vale a pena chorar sobre o leite derramado, o Benfica não conseguiu vencer, não conseguiu marcar e mesmo assim, mostrou alguma segurança.

Mostrou segurança até aos 55 minutos, na altura em que Miller marcou o primeiro golo numa noite de dois.

Depois? Depois, e Fernando Santos não consegue explicar porque é que a equipa, quando sofre um golo não consegue dar a volta e jogar com cabeça!

A explicação é simples e plausível: carisma e força de vontade! É o que falta...

Um ano

É demasiado tempo para Cech. Prefiro considerar que, por enquanto, é alarme...

segunda-feira, 16 de outubro de 2006

Revendo o Fim de Semana

- O Benfica ganhou e bem em Leiria! Sem António Costa, sem invenções, com paciência, com Miccoli e Nuno Gomes em forma, mas sobretudo uma pessoa me encantou na cidade do Lis e que me fez engolir um valente sapo: Katsouranis. Tem um sentido posicional perfeito, corta bolas e distribui as mesmas com uma simplicidade incrível. Uma grande contratação do Benfica, há que admitir...

- No Dragão, Ulisses Morais fez valer a brilhante prestação do Marítimo nas últimas 22 vezes que se dirigiu à zona do Freixo: 22 derrotas! Por isso mesmo, e para manter a média, deixou Wénio, o jogador mais esclarecido dos insulares no banco. Jesualdo agradeceu, Bruno não comprometeu e Anderson deslumbrou uma vez mais, na sua posição original. Para quê inventar, senhor Ferreira?

- Na Amoreira, Tonel justificou uma chamada à Selecção no próximo mês de Novembro. Se Scolari já levou Ricardo Rocha, Ricardo Costa e José António sem mostras de grande valor, porque não António Leonel não há-de merecer uma oportunidade? Quanto ao resto, o Estrela está a caminhos largos para a 2ª Divisão. Como pagante de jogos de futebol, exigia o meu dinheiro de volta quando uma equipa que se diz profissional não consegue dar dois toques seguidos na bola...

- A Liga reuniu e deliberou que Sporting e Boavista vão ser os principais edificadores da Taça da Liga. Não sei porquê, mas senti-me como se estivesse no início do milénio...

sexta-feira, 13 de outubro de 2006

Pontos de vista

- As contas do Sp.Braga que deram lucro, à conta das transferências a meio da época passada para Moscovo e Alvalade. Quem disse que Salvador só vai ver jogos ao camarote presidencial do FC Porto e não olha pelo seu clube, está bem enganado...

- Também as contas do Sporting deram positivo, e foram aprovadas por uma esmagadora maioria. A mesma maioria que vai dar plenos poderes a Filipe Soares Franco para vender o que falta de património leonino, não podendo no futuro ter onde se agarrar...

- No Dragão, ou no Olival se preferirem, Jesualdo começa a perder a paciência com a conversa das derrotas seguidas. É natural! Quando começa a inventar, é normal que lhe perguntem porquê. Só é pena ele não entender isso. É uma virtude dos casmurros...

- Na Luz, dia após dia, confusão! O digníssimo Director de Comunicação e a sua brilhante equipa de accounts que tomam conta do jornal do clube e da sua comunicação não são capazes de saber lidar com as confusões inerentes às questões médicas. Ontem, a explicação de Fernando Santos para a lesão de Karagounis é simplesmente ridícula...

- Havia gente a suspirar por uma candidatura alternativa para a Presidência do Benfica. Eu era um deles, admito! Numa altura como esta, em que existem condições para se discutir o clube, a sua história, a sua estratégia e o seu futuro, as pessoas parecem acomodadas com o rumo dos acontecimentos. O aparecimento de para-quedistas suecos com teorias e promessas eleitorais nunca levariam a nenhum ponto. A discussão é para ser feita com racionalidade e sem a conveniência dos nomes de jogadores ou de treinadores, mas sim com estratégias, planeamentos e opções, que pelos vistos, não são tão bem explicados por quem deveria explicar. E não, não me estou a preparar para uma candidatura daqui a 3 anos. Aliás, não sou eu que acalento essa esperança...

- Acusam-me de xenófobo porque disse que um brasileiro manda os portugueses fazerem qualquer coisa pelo seu bando de rapazes e os portugueses fazem. Pois bem, se isso é um comentário xenófobo, o que seria se eu dissesse que o mesmo brasileiro conseguiu perder com a mesma equipa em casa duas vezes e que a sua cultura táctica para ler um jogo é nula. Xenófobo é insultar uma pessoa de outra raça, credo ou religião de uma forma deliberada e consciente. O que quis dizer é que tem de ser um brasileiro a mostrar aos portugueses não como se vai a uma fase final de duas competições mundiais importantes, mas sim os portugueses se reverem naquela figura... Essa é que é a diferença!

- O Benfica vai a Leiria este fim-de-semana e o positivo da situação é que não é António Costa a apitar o jogo. Era sistemático! Pode ser que assim o Nuno Gomes marque uns golitos e cale de vez a voz de muitos que por aí apregoam o que apregoaram na última quarta-feira...

Adenda: Têm andado muito preocupados com a Selecção e o Scolari e nem sequer falam do Vitória ou do Sporting. Este fim-de-semana é um bom exemplo para a lagartagem voltar à carga com as teorias da conspiração e do sistema. Depois de saber que não vão jogar na Reboleira (onde o Benfica tem três jogadores emprestados), a decisão passa pelo Estoril (onde o Presidente da SAD é benfiquista e onde esteve José Veiga). Não me digam que não tinham aí enredo para falar??? O problema é que Filipe Soares Franco também é muitas vezes visto no campo da Amoreira, não é?

quinta-feira, 12 de outubro de 2006

Notas soltas

1 - Não gosto dos que aplaudem Scolari com ar ciníco e que, à primeira oportunidade, o esfaqueiam pelas costas. Antes os que torcem pela sua eterna derrota...
2 - As palas não deviam ser para os que não podem ver. Deviam, antes, ser utilizadas pelos que não deviam ver... Nesse caso, os adeptos do porto, que continuam a aplaudir a banda enquanto o navio se afunda, não caminhavam com vistas largas...
3 - Há uma semana virei-me para dois amigos e disse: o Karagounis está a jogar tanto que se vai lesionar ao serviço da Grécia... Digam lá que não devia ter ficado calado?
4 - O Mister D pensa que ando ausente. Com tanto trabalho, ter tempo para cá vir já é um milagre... Ainda assim uma posta: Vieira vai sozinho! Nós a pensarmos que o MD ia lançar uma candidatura...

quarta-feira, 11 de outubro de 2006

Jornalistas bem dispostos

Relativamente ao post anterior, os jornalistas desportivos não podiam andar mais satisfeitos.

As suas bulímicas notícias saem sempre que querem, continuam a fazer papel de estúpidos e simples cordeiros e nada se passa, denegrindo uma profissão que deve estar a envergonhar alguns senhores da nossa praça que se dizem jornalistas.

O poder que hoje esses senhores põem e dispõem em folhas de papel, peças de televisão, reportagens de rádio ou simples cobertura multimédia fazem com que sejam levados a sério, quando o que acontece é precisamente o contrário.

São os mesmos jornalistas que acumulam cargos atrás de cargos em rádios e TV's, são os mesmos jornalistas que não podem falar mal dos clubes grandes e da Selecção e são também os mesmos jornalistas que algumas vezes os vejo a tomar partido, quando a imparcialidade é logo a primeira coisa que se pede a um profissional da área.


Fazendo agora uma análise fria ao jogo da Selecção Nacional esta noite na Polónia, o que me apetece dizer é que estou FARTO!
- FARTO de um brasileiro dizer aquilo que os portugueses devem fazer, como por exemplo, colocar uma bandeira na janela
- FARTO de ouvir um treinador de futebol medíocre alegar e incentivar jogadores a conseguirem um ponto, em vez de três
- FARTO do bajulamento jornalístico que não questiona, não pressiona e não sabe avaliar futebol
- FARTO de ver uma Selecção Nacional não imposta por Presidentes de Clubes, mas por caprichos de empresários
- FARTO de ver asneira atrás de asneira de um senhor que ganha 39 mil contos por mês, para fazer umas convocatórias e uns jogos...

Por isso mesmo, a minha atenção para com a Selecção Nacional não é a mesma do que a maioria das pessoas, ao entrarem em histerias colectivas, como se isso resolvesse os principais problemas do país. Para isso não contam comigo, de certeza...

Jornalistas mal dispostos

Li ontem no jornal A Bola a crónica de um senhor, cujo nome não sei e faço gala em não saber, que Scolari andava sempre mal disposto com os jornalistas e partia daí para mais umas criticas alicerçadas num profundo mau gosto e xenofobia que decerto só classificam o autor do texto.
Terminava o texto dizendo que se Scolari não gosta de cá estar poderia fazer as malas e partir que faria muita gente feliz.
A esse senhor cujo nome não sei nem nunca me foi apresentado ( como diria o Papa ) gostaria de dizer que quem nunca me trouxe felicidade nenhuma foram os jornalistas desportivos deste país. Mais. Quem nunca fez nada de positivo por Portugal foram eles. Por isso eu também ficaria muito feliz se fizessem as malas e se pusessem a andar.
A essa corja de escribas subservientes dum sistema mafioso implantado no país nunca li uma linha que fosse de investigação ao caso apito dourado. Nunca houve uma alma que tivesse a ética de denunciar as falcatruas de João Vale e Azevedo antes da Polícia Judiciária entrar em acção, mesmo quando estas eram mais que visíveis.
Também nunca vi uma vontade de investigar as declarações do ex-presidente do Sporting, prémio Stromp e figura de indiscutível credibilidade que é o senhor João Rocha, de que no consulado de José Roquette o conselho leonino debateu um plano cujo fim último era a extinção do Sport Lisboa e Benfica. Esse plano passava por uma aliança com o Porto. A aliança toda a gente sabe que foi posta em prãtica. O resto do plano será que prosseguiu em marcha? Era giro investigar. Mas não. Os nossos jornalistas desportivos só servem para apontar resultados, pontuações, e coisas assim.

Pelo contrário, o senhor Luiz Felipe Scolari em duas fases finais de competições internacionais chegou sempre às meias-finais. Até atingiu uma final. Isto apesar de todo um coro de empregados da Camorra que se uniram em escritos e ditos tentando, de forma ridícula em muitos dos casos, pôr em causa o excelente trabalho que está à vista de todos.

Portugal sempre teve grandes jogadores, com a excepção talvez do final da decada de 80, o que sempre lhe faltou foi um homem independente à frente da sua selecção. Alguém cujo o único interesse fosse o de salvaguardar o melhor para a equipa nacional e não o de valorizar ou queimar jogadores consoante as necessidades dos homens dourados.
Queriam que, depois de tudo o que disseram e por tudo o que representa essa corja, Scolari lhes desse palmadinhas nas costas?
Tenham juízo. Scolari põe a competência de jornalistas e comentadores a nú. E isso é outra coisa que me faz muito feliz.

Queria aqui fazer no entanto uma ressalva.
É com muita pena que vejo Carlos Daniel, um caso ímpar de profissionalismo e ética no panorama nacional, ser afastado dos comentários dos jogos da nossa selecção. Ainda para mais sendo substituído por essa nódoa chamada Hélder Conduto.
No entanto só quem não sabe a revolta que o programa por ele apresentado provocou em toda a comitiva nacional na Alemanha pode estranhar o que se passou depois.
Ter três estarolas a comentar algo do qual muito pouco percebem, ainda por cima num tom arrogante quando não malcriado, põe qualquer um à beira de um ataque de nervos. Isto apesar do bom senso que Carlos Daniel sempre tentou colocar, contrariando muitas vezes os companheiros de programa e saindo algumas vezes até do seu papel de moderador mas que, perante um painel medíocre daqueles, esteve desde o primeiro dia, condenado ao fracasso.

Faltam cerca de 2 horas para o ínicio do jogo. Vou entrar agora em estágio.
Força Portugal!

terça-feira, 10 de outubro de 2006

30,4 Milhões € de prejuízo

É a bonita soma dos resultados dos primeiros seis meses do FC Porto.

Nem um comentário, nem uma notícia com cariz negativo, nada!

O que se passa com este exemplo do FC Porto, passa-se no Benfica e no Sporting. Parece que afinal a experiência dos gestores desportivos portugueses é a melhor...

segunda-feira, 9 de outubro de 2006

O Papa

O Papa falou e para tal, escolheu a referência de sempre.

A referência que lhe disse quando Luís Filipe Vieira ia ser capa de jornal.

A referência que detém e controla as SAD's Multimédia dos 3 grandes.

A referência ao qual o Papa apenas fala, porque tem capas distintas para o Porto e para Lisboa.

E o Papa falou e disse que Jesualdo é treinador para ficar por mais anos, esquecendo-se contudo quando renovou o contrato de Adriaanse até 2008...

E o Papa falou e está contente porque 9 dos 11 processos levantados contra ele já estão arquivados, esquecendo-se que ainda há mais 2 pendentes...

E o Papa falou e disse que as contas do clube terem passivo e elevado são uma opção consciente...

E o Papa falou e disse que comprou mais 15% de Anderson e que recebeu propostas para as pérolas do clube e não as quis vender...

E o Papa falou e disse que o Caso Mateus tem mão do Benfica...

E o Papa falou sobre escutas que mais ninguém sabe...

E o Papa falou e todos ouviram e leram...

E o Papa continua...

O pequeno mundo dos Loureiros

Ao contrário do prometido, só hoje posso postar sobre a tomada de posse de D. Loureio III.
Estavam presentes todos os cabecilhas do sistema. O Pai, o Filho e o Espírito Santo. E o Papa... Com abraços se cumprimentavam, com sorrisos se ilustravam. E o discurso? Um vazio. Breves alusões ao "Apito dourado", sem nos apercebermos se a crítica consubstanciava uma alusão à existência.
Papel menor atribuído ao Sporting, o bobo que tinha transmitido honestidade ao desfile. Assunção do clubismo, sem se comprometerem. Na verdade, são três os órgãos presididos de verde e branco, sendo certo que esse é o melhor escape...
A irmã de Couto? Nem uma palavra, que a eficiência vai ser a melhor das respostas.
Ao fim e ao cabo, da Boavista ao Freixo é um instante e o Bull e o Bule ficam mesmo a pegar, ali bem junto à Foz. Embora um na Boavista e outro na Avenida do Brasil, mais conhecida por Marginal.
Ausentes? Quem sabe se o Benfica. Embora a espionagem industrial é, de quando em quando, o melhor dos remédios...

sexta-feira, 6 de outubro de 2006

E vão 12...

... lesões musculares já este ano ( que até são só 3 meses ) no Sport Lisboa e Benfica.
Uma por semana. Fantástico!!!
Um trabalho exemplar do sr. Bruno Moura.

Na mouche

"O porting anunciou que vai dar três meses de benefício da dúvida à nova Direcção da Liga. Em termos práticos, quer dizer isto: se, no Natal, o Sporting liderar o campeonato isolado, com mais de 4 pontos de avanço, sobre o mais directo perseguidor, é porque o futebol português está, felizmente, no bom caminho. Mas se, no Natal, estiver colocado do segundo lugar para baixo, então é porque o futebol português está no mau caminho e é preciso fazer qualquer coisa, essa é que é essa."

Leonor Pinhão.

quinta-feira, 5 de outubro de 2006

Reduzida ou redutora...

...tem sido a resposta dos dirigentes do Benfica.
Confesso-vos, defensores da causa ou outros, que ao conhecer os pormenores da nova paragem do Rui fiquei com o dia estragado. Pensei até não comentar visto que já me tinha aqui pronunciado sobre o departamento clinico do Benfica.
No entanto, tal é a vergonha que sinto neste momento, tenho de falar.´

O profissionalismo só se a aplica a gente de Benfica.
Posto de forma clara:
Se um benfiquista ganha dinheiro a trabalhar para o Sport Lisboa e Benfica é chulo. Se é adepto de outro clube é um profissional.
Muito sinceramente já estou farto.
Eu sinto náuseas quando oiço um lagarto (Cunha Vaz) falar em nome do meu clube. Não é nada contra o Sporting. Mas no meu clube NÃO!!!
Sinto-me envergonhado quando tenho um dragão de ouro à frente do futebol do meu clube. Um homem que se tornou conhecido como empregado de INIMIGOS do Benfica (Olivedesportos) e que assumiu protagonismo ao ROUBAR ao Benfica Paulo Sousa.
Esse senhor comigo à frente do Benfica não entrava na Luz quanto mais director da SAD
.
Tenho um tripeiro como fisioterapeuta. Recuperou quem em condiçóes???
Tenho outro tripeiro como preparador físico. Os resultados saltam à vista.
Tenho um lagarto como treinador de guarda-redes.
Tenho jornalistas ANTI-Benfica a trabalhar no jornal do Benfica.
Ao que isto chegou...
Somo tantos. Abrangemos todas as classes sociais. Não se arranja um profissinal ( um caramba!!!! ) que seja benfiquista?????
Quem é que permite isto??
CHEGA!!!!
Estou farto!!!!
Quero o meu Benfica!!!!
Chulos são os adeptos de outros clubes que lá estão.
Isto chega ao cúmulo de eu não acreditar que o que aconteceu ao Rui tenha sido um acidente. São casos a mais e o benefício da duvida já há muito que expirou.
Não admira que o Manuel Fernandes não se quisesse tratar no clube. Tal como o Simão que procurou o benfiquista escorraçado pelo "profissionalismo" este Verão para se tratar.
O Benfica perde o Rui Costa sabe-se lá por quanto tempo. Alguém se lembra de um caso semelhante??? Já nem digo num clube profissional. Que raio (!) nem num amadaor.
Alguém conhece um amigo a quem lhe tenham confundido uma rotura com um edema??? ISTO É RÍDICULO!!!
FALEM PALADINOS DO PROFISSIONALISMO!!!
Quem ganha com isso? E o que dizem os dirigentes? Quantas vezes algum responsável do clube se pronunciou sobre a manifesta incompetência do departamento médico do clube?

Eu não tenho ilusões, a época do meu clube acabou ontem.
Obra do acaso? Não acredito!
Acredite quem quiser...

terça-feira, 3 de outubro de 2006

O custo de agradar

Quando Rui Costa foi apresentado no Estádio da Luz, foi aqui dito no Ndrangheta que Luís Filipe Vieira, independentemente do que seria o futuro, estava automaticamente eleito como Presidente do SLB.

Como que se fosse uma medida para apaziguar as más contratações que o Director-Geral da SAD efectuou de maneira irracional, Rui Costa serviu para tudo. Para vender camisolas, para ser a cara do Kit de Sócio, para fazer anúncios, de tudo foi usado em prol do Marketing e da estratégia comercial do clube.

Se no Marketing e na estratégia comercial do clube, os objectivos foram cumpridos, na questão desportiva, a utilização de Rui Costa tem sido redutora, contribuindo apenas para o apuramento do Benfica na Liga dos Campeões, frente a essa potência que se chama Austria de Viena e a um aparecimento fugaz frente ao Boavista e agora frente ao D.Aves.

As notícias de hoje revelam que Rui Costa agravou a lesão muscular e vão ser mais 4 semanas sem tocar na bola em recuperação.

Para que serve ou serviu a utilização de Rui Costa neste último Domingo?

Para calar os adeptos?
Para mostrar a incompetência do departamento médico?
Para não alimentar mais especulações sobre o seu papel no plantel do clube?
Para que foi afinal a utilização de Rui Costa, se não estava evidentemente em condições?

O custo de agradar tem estes problemas e nunca foi bom conselheiro...

segunda-feira, 2 de outubro de 2006

Na bruma...

"Rui Alves, presidente do Nacional, chegou a ser constituído arguido, mas o seu caso foi arquivado, por não ter sido provado um nexo entre as noitadas com prostitutas e o eventual favorecimento por parte dos árbitros à equipa insular. Segundo os documentos que resultam da investigação criminal que foi realizada em fase de inquérito, liderada pelo procurador Carlos Teixeira, o intermediário seria António Araújo, empresário de futebolistas que fornecia “fruta” (prostitutas) a árbitros “amigos” do FC Porto.Nos mesmos documentos consta, ainda, que, no dia 24 de Março de 2004 – menos de um mês antes das primeiras detenções da operação ‘Apito Dourado’ –, o, na altura, presidente do Belenenses, Sequeira Nunes, telefonou a Pinto de Sousa, líder do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, informando-o de que os “dirigentes do Nacional andavam a encomendar serviços de prostitutas para oferecerem aos árbitros nomeados para os seus jogos”, realizados na Madeira. Sequeira Nunes frisou que tinha sido o presidente do Marítimo, Carlos Pereira, quem lhe forneceu tal informação.E, a 11 de Abril de 2004, as investigações interceptaram uma conversa entre Pinto da Costa e Pinto de Sousa, em que o líder dos portistas contou ao seu interlocutor que Carlos Pereira lhe tinha dito que o Nacional andava a “presentear os árbitros nomeados para os seus jogos com bacanais”, que se “realizavam nas vésperas dos jogos, com a presença de algumas raparigas, presumivelmente sendo prostitutas”.Inquirido pela Polícia Judiciária, Sequeira Nunes confirmou a conversa que teve com Pinto de Sousa, mas não precisou se o presidente do Marítimo lhe mencionou o nome de algum dirigente do Nacional em concreto. Observou, no entanto, que ficou com “a ideia de que Carlos Pereira estaria a referir-se a Rui Alves, presidente do Nacional”.Nessa época, 2003/2004, o Nacional classificou-se em quarto lugar na Super-Liga, com 56 pontos, ficando apurado para a Taça UEFA.As investigações da Polícia Judiciária do Porto concluíram que o empresário António Araújo, que negoceia futebolistas sem licença da FIFA, contactava os árbitros para o Nacional. Um dos jogos investigados foi o Nacional-Benfica (3-2), numa altura (Fevereiro de 2004) em que o clube da Luz ocupava o terceiro lugar. Segundo o MP de Gondomar, “o FC Porto tinha interesse no resultado do Nacional-Benfica”, dado que os ‘encarnados’ “ainda não” estavam arredados “da discussão do título de campeão.” Por isso, para o procurador Carlos Teixeira, titular do processo ‘Apito Dourado’, António Araújo “estava duplamente mandatado pelos presidentes do Nacional e do FC Porto, o primeiro interessado na vitória do Nacional e o segundo interessado na derrota do Benfica”.O CM tentou ontem contactar Rui Alves, mas o presidente do Nacional nunca atendeu o seu habitual telemóvel.
O árbitro assistente Diamantino Costa informou a Liga Portuguesa de Futebol Profissional de que recebeu uma pulseira em ouro quando esteve no Gondomar-Varzim (0-1), jogo a contar para a 3.ª jornada da Divisão de Honra, que se disputou no dia 17 de Setembro.Segundo apurou o CM, Diamantino Costa relatou à Liga que a pulseira lhe foi metida, sem ele dar conta, no bolso de uma camisa. Como só encontrou a pulseira quando chegou a casa, em Évora, o árbitro fez uma participação do caso à PSP daquela cidade alentejana, onde também deixou a pulseira, assegurou ao CM fonte conhecedora do processo, que solicitou o anonimato.Perante o relatório do árbitro assistente, a Comissão Disciplinar da Liga ordenou a “instauração de processo de inquérito, na sequência de participação efectuada pelo sr. Diamantino Costa (...), para averiguação de factos alegadamente ocorridos após o jogo n.º 02.018 Gondomar Sport Clube-Varzim Sport Clube”.Contactado pelo CM, o presidente do Gondomar, Álvaro Cerqueira, assegurou nada saber em relação à pulseira de ouro: “Só sei que a Liga nos instaurou um inquérito, cujos motivos desconheço. Não sei, também, se houve qualquer participação às autoridades.”Álvaro Cerqueira, frisou, no entanto, que se recorda muito bem da actuação da equipa de arbitragem, chefiada por Paulo Pereira, o mesmo que dirigiu ontem o Benfica-Desportivo das Aves: “Perdemos o jogo com o Varzim, por 1-0, por causa de um erro do senhor Diamantino Costa, que não assinalou um fora-de-jogo mais do que evidente no lance que ditou o golo.”O CM contactou ontem Diamantino Costa, que se escusou a prestar qualquer declaração.
Sequeira Nunes, ex- presidente do Belenenses, confirmou ontem ao CM que informou Pinto de Sousa do caso das prostitutas do Nacional: “Já não me lembro se fui eu que liguei a Pinto de Sousa ou se foi ele que me ligou. E mais não posso acrescentar.” Já Carlos Pereira, presidente do Marítimo, disse: “É uma situação que deve ser esclarecida pela Justiça, Liga e FPF. Além disso, este é um momento em que necessitamos de tranquilidade para devolver a credibilidade ao futebol.” APITO DE OURO FALSIFICADOParte do ouro oferecido aos árbitros acusados de corrupção desportiva no âmbito do processo ‘Apito Dourado’ será falso, de acordo com uma peritagem efectuada pela Contrastaria do Porto. As análises revelaram a existência de vários lotes com peças em que não aparecem as marcas de punção e outras relativas a fabricantes que não estão licenciados, situação que impedia tal ouro de ser posto no mercado.O Ministério Público, segundo o ‘JN’ de ontem, terá extraído uma certidão do processo principal, por em causa estar o crime de contrafacção de selos, cunhos, marcas e chancelas, punido com pena entre um e cinco anos de prisão. Para o procurador Carlos Teixeira, o principal suspeito será o ourives, António Ribeiro, que fornecia o ouro que os dirigentes do Gondomar ofereciam aos árbitros. O CM tentou ontem contactar o comerciante, o que não foi possível até ao fecho desta edição.
Agora o senhor que se segue:

"Hermínio Loureiro encarou bem de frente os principais problemas que ultimamente denegriram a imagem do futebol português, ao falar ao final desta tarde no Porto no acto de posse de presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Assumindo ser do Sporting, e frisando que não vê qualquer problema nisso, Hermínio Loureiro, 40 anos, aveirense que rende Valentim Loureiro no cargo, enfrentou bem de frente e de forma perfeitamente clara as principais causas que estiveram na base dos «casos» Apito Dourado e Mateus.«Não gostei do que vi, ouvi e li nos últimas semanas e optei pelo silêncio pelo respeito institucional», afirmou a abrir o longo discurso o novo líder da Liga de Clubes, para acrescentar de pronto que «hoje, já empossado, nada, mesmo nada, ficará por dizer».E perguntou: «Afinal o que ganhou o futebol português desde 10 de Agosto, dia das eleições, até hoje? Nada, o futebol português perdeu sim credibilidade, o futebol profissional perdeu também um patrocinador da II Liga».Loureiro referiu que «esta casa existe para prosseguir o bem do futebol profissional».Mais à frente, o novo presidente da LPFP disse: «Não me acenem com a extinção da Liga. Nos quatro anos próximos vão ver para que serve a Liga».E veio o «caso Apito Dourado», a primeira questão quente abordada por Hermínio Loureiro: «Os factos deste processo em nada dignificam o futebol, este processo é hoje uma vergonha para a Justiça portuguesa. Aguardarei apenas alguns dias para que o novo Procurador-Geral da República tome posse para nesse mesmo dia solicitar uma audiência».Para Hermínio Loureiro «a Liga tem que ser um agente activo. A credibilidade do futebol português tem que ser recuperada. Não vou cair na tentação de criticar os jornalistas por darem notícias. Alguém as transmite, alguém lhes dá as informações. Vamos acabar com estas brincadeiras, sem branqueamentos».E prosseguiu: «Não vou descansar. Quero que a Justiça tenha a palavra, acredito nela, não esperem que fique de braços cruzados pois há muito que fazer».O «caso Mateus» veio a seguir: «Trata-se de uma vergonha que não é da responsabilidade do Gil Vicente nem do Belenenses. Este processo só se transformou num caso porque alguém demorou em estudá-lo. Se fosse resolvido mais cedo pela Justiça Desportiva tudo teria sido diferente».Referindo ter sido desafiado (ou maltratado) por este silêncio, Hermínio Loureiro disse que «era meu dever aguardar e opinar no momento e lugar adequados».O novo presidente da Liga anunciou que «em parceria com a Federação Portuguesa de Futebol pretende a Liga fazer realizar a Taça da Liga porque não é possível a uma indústria como é o futebol profissional estar quatro meses sem competir. Isso não é aceitável»."
Amanhã prometo comentar...