quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

"... ter na alma a chama imensa...!

Há uma coisa que ainda me emociona: ver na cara de um miúdo de 26 anos a alegria por representar o Benfica.
Pode vir quem quiser, podem dizer o que lhes apetecer. Mas ver um sorriso rasgado, puro e indesmentível, porque passa a usar a mesma camisola do Pantera (dixit!), deixa-me honrado e, como sócio, orgulhoso de pertencer a uma família com esta estirpe!

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Para bom entendedor..

Paulo Bento, no final do jogo da Taça da Liga:
"Se calhar está a existir algum cansaço em relação ao treinador. Eu estou a ficar cansado e desagradado com este tipo de situações."

2009 espera por ti...

E pelas 9 pessoas que votaram no inespugnabile. A avaliação dos leitores do Ndrangheta fez com que um dos nossos capos, fazendo juz ao estatuto, bateu o actual Presidente. Pode até ter ganho mais num sentido de "palhaçada", mas também é interessante notar que Luís Tadeu e Humberto Coelho colhem algumas das preferências dos nossos leitores. Sinal dos tempos?

Adiante!

Temos um capo novo. Astutillo Malgioglio é um dos novos escribas do Ndrangheta e que pretende ser mais uma voz (crítica ou não) do nosso clube e de tudo o que o move e nos move.

Que seja feliz nesta casa!

Adenda - No dia 31 de Janeiro, vai haver uma nova sondagem referente a jogadores que poderiam fazer falta ao Benfica e que poderiam ter sido adquiridos neste período. Por uma questão de respeito quer aos jogadores, quer a quem trabalha no clube, opto por esperar pelo fim do período de transferências para fazer a respectiva sondagem. Espero que compreendam...

A vitória é minha!

Com a entrada de um novo membro, espero que este plantel, onde pontificam grandes opositores de Vieira - excepção aqui ao princípe, claro está -, fique mais equilibrado...
Sob pena da vantagem avassaladora que se comprovou na sondagem aqui do lado, se esvanecer...
PS - o Makukula vai fazer-vos engolir a raiva...

Makukula...

Makukula é um bom jogador e provavelmente seria útil ao benfica, e digo provavelmente porque não considero um bom negócio mesmo considerando que teria lugar na luz (nem que fosse no banco para substituir o Cardozo).

Considero que o jogador embora pudesse ser ùtil, não vem complementar nenhum dos atacantes existentes e por isso nunca será uma mais valia , com um preço de 5 milhões de euros que curiosamente é o preço que custava Fabrizio Miccoli, mas há 8 meses o Benfica não tinha dinheiro (peço desculpa pelo lapso freudiano mas o Sr. Domingos veio dizer 3 meses depois, na entrada do Sr. Camacho para o Benfica que afinal havia dinheiro para contratações).

O que o Benfica precisará mais nesta altura seria um jogado rápido, que jogasse bem de primeiro toque, e de remate fácil e colocado (ou seja um genero de miccoli) pois será essa a lacuna atacante (na zona central), mas será mesmo a lacuna da equipa?

Considero que a aquisição deste activo um manobra de diversão tal como as palavras recentes so Sr. Vieira para a falta de habilidade em reforçar uma equipa com variadissimas lacunas ( e não será a de um defesa central ou esquerdo e muito menos de um atacante centro que será alguma delas) para calar algumas vozes que se pretendem elevar.

O benfica neste defeso gastará cerca de 8 milhões e meio de euros por 3 jogadores que nunca resolverão as lacunas simples desta equipa de futebol ( e provavelmente nunca jogarão) mas ainda bem que o Sr. Vieira já sabe o que se passa no departamento de futebol e já tem as pessoas para levarem o benfica a ser campeão, só tenho pena é que não começe já.

Mas Sr. Vieira tenha atenção ao que diz, como e quando o diz, pois cada vez mais estarei atento as suas palavras, pois as eleições estão já ai e pela sondagem do Blog será melhor ter cuidado...

Oportunidade...

Anda tudo demasiado indignado ultimamente e sinceramente nem entendo muito bem porque será.

Provavelmente serei o ùnico a não me sentir indignado pelos àrbitros porque meus amigos por muito maus que sejam a desempenhar as funções para as quais foram designados, se o Benfica tivesse uma equipa que jogasse bom futebol, que fosse competitiva, entusiasmante futebolisticamente, e com qualidade (e aqui incluio todos desde direcção até ao roupeiro passando pelos jogadores e técnicos) nunca estariamos a discutir as más arbitagens mas sim se tinhamos acertado com alguma coisa no “Boi Preto” que só nos prejudica quando somos muito “bons de bola”.

Faz-me confusão que o Sr. Vieira venha a público falar quando o Benfica chegou a um ilusório estado de graça, porque meu amigo (no fundo até considero que poderia deixa-lo ser meu amigo) jogar convincentemente nos últimos anos têm sido mais exepcção que regra e isso não poderá dizer que a culpa é do sr. de Negro.

Por muito mal que o Sr. de Negro trabalhe, sejamos sinceros, não podemos dizer que jogamos bem ou que fomos avassaladores mesmo não ganhando como num celebre 0-0 de um Benfica-Boavista não muito distante.

Pois então meu caro Sr. Vieira, espero que critique sim mas nunca fora de tempo, pois areia nos olhos já nós temos do vento que se levanta nestas manhãs orvalhais, pois não o pretendia compara-lo a um qualquer político já demitido que fala demais e quando não deve, que promete coisas que ninguem sabe bem o que são (novidades do dep. Futebol para quem não entendeu) só para dizer que não faz nada e está tudo bem no Benfica e os outros é que não nos deixam trabalhar.

Sr. Vieira não se esqueça que foi o sr. que adquiriu a equipa técnica, que reformou o Dep. Médico (que diferença de lesões para o ano passado ou ainda não repararam?..bastou sair o pai e o filho) que comprou todos os jogadores desta equipa principal e das camadas jovens, logo se não ganhamos mais não é por culpa do Sr. de Negro, mas sim SUA pois o sr. Presidente do Benfica é você.

Não venha por favor tratar os benfiquistas menos cultos ou distraidos como anormais ao vir insinuar que o atraso de 8 pontos para o Porto é do Sr. de Negro, que para o ano é que vai ser (já parece o nosso vizinho e espero não ser influência do Sr. Domingos) pois descobriu a pólvora e vai reformular (de novo) o departamento de futebol para o Benfica ser avassalador a todos os niveis.

Eu não me sinto indignado, apenas acho que perdeu uma boa oportunidade de ficar calado.

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Indignante!

A arbitragem de João Ferreira em Guimarães e a de Paulo Costa na Luz é que são de deixar indignado o comum dos mortais. Se, depois disso, o nosso Presidente se calasse, quem ficava indignado era eu!
O bom cristão dá a outra face. O bom beirão diz que quem não se sente, não é filho de boa gente.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Indignação

"Indignação - Do verbo Indignar - do Lat. indignari

v. tr.,
causar indignação a;
revoltar;
v. refl.,
revoltar-se;
irar-se;
não se dignar;
dedignar-se.
"

- Emílio Macedo sente-se indignado. Para quem não sabe, Emílio Macedo é o Presidente do V.Guimarães e sente-se indignado com alguns adeptos de futebol que esfaquearam um adepto do V.Guimarães, antes do jogo com o Benfica. É curioso que quando alguém se dirige a Guimarães nunca se indigne com o comportamento com que os adeptos do V.Guimarães "brindam" os adversários. Também é curioso que a meio da segunda parte da partida na Cidade Berço, houvessem objectos no relvado que faziam com que os jogadores não conseguissem jogar como deve ser, para além dos lamentáveis petardos que alguns energúmenos que se deslocam a um campo de futebol tivessem mandado para o relvado durante a primeira parte.

- Eu também estou indignado. O Cardozo marcou dois golos dignos de um ponta-de-lança e voltou a calar algumas vozes que contra ele se levantavam. Ainda bem que ele os marcou, mas continuo indignado com a tentativa que alguns comentadores fazem quando procuram encontrar bodes expiatórios a jogar. No Benfica, e depois de Nuno Gomes o ano passado, este ano a fava calha a Luís Filipe. "Luis Filipe isto, Luis Filipe aquilo, Luis Filipe o outro". É sempre curioso e por isso me sinto indignado porque o ano passado, quando se falava de alguém que poderia preencher a ala direita do Benfica, o nome que aparecia em primeiro lugar era sempre o de Luis Filipe.

- Continuo indignado... Porque o Presidente do Benfica, talvez querendo se desviar de alguns petardos (não os dos No Name Boys) que apareçam de alguns sócios, resolveu ontem em Alcochete (talvez influência da Academia) criticar os árbitros. Diz que o Benfica não critica, mas criticou. Diz que o Benfica já escolheu pessoas para a SAD, mas não diz quem são. Diz isto e diz aquilo, quando deveria estar era calado...

- A indignação continua, porque João Ferreira é um mau árbitro. É mau, mas é internacional, porque pertence a uma associação onde o clientelismo e os favores do passado ainda funcionam, nomeadamente na arbitragem, a par da Associação do Porto. Mas é benfiquista, e daqueles que sofrem. Bem sei que vão alegar que "eles são todos benfiquistas, mas quando apitam o Benfica, só o prejudicam". É assim, os do Benfica têm sempre uma certa tendência para ajudar os pequenos.

- Estou indignado ainda porque Pereirinha realmente provou que os incultos da bola continuam a olha apenas para aqueles que bailam à frente dos outros jogadores, que fazem fintas e que jogam para o espectáculo das bancadas. Por isso, via muitos aplaudirem Sabry e Roger...

- E para esses, discordo da contratação de Makukula para o Benfica, tendo lá Cardozo. O problema do Benfica é que precisa de arranjar um substituto para Nuno Gomes, porque já tem 31 anos e vai perdendo a mobilidade de outros tempos. O tipo de avançado tem de ser, forçosamente, diferente. A não ser que a contratação de Makukula (a ser feita) sirva para pagar outros interesses e para vir outro alguém, que não seja jogador...

A confirmar-se Makukula,

estamos perante uma boa notícia...

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Um bom exemplo

A equipa de ciclismo do Sport Lisboa e Benfica entra para a nova época como equipa do ProTour.

Ora cá está uma boa notícia! E, já agora, os nossos parabéns aos responsáveis por tal facto!

4 milhões

Pelo que se fala...

Pelo que não se confirma nem se desmente, ao contrário de outros jogadores...

Pelo que o jogador vale...

Não há dúvidas de que é preciso mesmo alguém tomar conta do barco...

duas histórias, o mesmo destino.

1 - Manucho é alto, forte, agressivo e tem alguma agilidade, que será, certamente, melhorada em Manchester. Remata bem e tem sentido posicional. Condições perfeitas para que se torne um jogador de eleição...

O Sport Lisboa e Benfica, bem como todos os outros clubes portugueses, tinham esta pérola à mão. Desperdiçaram-no, oferecendo-o de mão beijada a Carlos Queirós. Incompetência?

2 - Pelé estava nas camadas jovens do Salgueiros, o grande clube dos benfiquistas do Porto (esqueçamos esse meliante Linhares, que serviu, apenas, para destruir o clube que, em fins da década de 60, ajudou GERMANO a acabar a sua carreira com dignidade!). Nas suas camadas jovens despontava Pelé. O nosso clube decidiu avançar e contratar o jovem, à revelia do Salgueiros. A história, aliás, pode ser vista aqui.

O que interessa é isto: qualquer ceguinho que tenha visto um jogo de Pelé, percebe que o homem é mais do que jogador para o Benfica! Melhor, era, se por Portugal estivesse, titular em qualquer equipa do nosso pobre campeonato - e, saliento, na época passada não o foi na segunda liga...!

Para pior, o Inter contratou-o por meia dúzia de tostões...

O que é que se pode dizer mais?

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

O Papa ajuda!

E. Amadora: salários em causa, jogadores adiam treino

de volta à estrada

Para um gajo que gosta de ciclismo, o início de uma nova época gera, sempre, uma certa ansiedade. Muito mais quando o Benfica (provando que não há, em todo o Portugal, ecletismo como o nosso) está devidamente representado no pelotão internacional.
Para já (este ano, a pedido de algumas famílias, prometo que este blog estará atento ao ciclismo!) sai uma felicitação: Martin Garrido, vestindo a camisola de Tavira, uma das equipas com mais tradição em Portugal, segue em primeiro no Tour de San Luís, após a primeira etapa. É pouco? É. Mas, além de acrescentar pontos no ranking da UCI, deixa marca.

Arsenal

Alguém viu o jogo entre os Spurs e o Arsenal? O que se passou não foi pior do que a situação de Setúbal?

É o que eu digo: há que saber gerir conflitos...

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

há dias assim...

1 - Enquanto os jornais debatem o reforço do plantel benfiquista, a selecção de sub - 19 entrou em campo, ontem, com cinco jovens benfiquistas. Se lhes juntarmos os quatro que jogaram nos sub - 18, tivémos 9 jogadores jovens em acção durante o dia de ontem.
Dando por seguro que André Carvalhas e David Simão têm, como parece, um futuro promissor à sua frente e que Míguel Vítor e Romeu Ribeiro têm tudo para se consolidarem como jogadores de Primeira Liga, falta saber se, a breve trecho, vamos ter unhas para tocar estas guitarras...
NB - acrescem os golos de Carvalhas, Ribeiro e David Simão. Então o deste último parece que foi do outro mundo...
2 - Camacho chega à Portela e diz tudo, sem dizer nada: não conhece o argelino que vem treinar à experiência com João Alves... que, por sua vez, é treinador dos juniores do Benfica... Sucede, porém, que o argelino já é senior... Alguém me pode explicar que raio de merda é esta?

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Tranquilidade...

Ainda bem que o Sr.Camacho se encontra tranquilo, só não sei se será por já saber que não continua e por isso tem a atitude que nunca teve em falar para os jornais de a forma a sacudir a água do capote.

Pois bem Sr. Camacho a sua mais valia que nunca foi técnica e muito menos táctica mas sim a mentalização dos jogadores que parece não funcionar desta vez e nem vale a pena dizer que não tem jogadores, pois pode não ter os que façam ganhar campeonatos mas tem equipa para ganhar bem mais de metade dos jogos, algo que não aconteceu até aqui.

Quando a mentalização não funciona tudo fica evidente, as lacunas, as tácticas (ou falta delas), as (más) opcções, e por ai fora, sendo que quando o Sr. Vieira falou no novo ciclo (como se o anterior tivesse sido bom) espero que também esteja incluido e que não se cometa o mesmo erro de o demitir no fim da 1ª jornada para manter a desculpa do próximo que a equipa não está a sua medida.

O problema está resolvido!

Com Sepsi e Halliche, o Benfica tem até agora resolvido dois problemas com que sempre se debateu desde o início da temporada, ou seja, sempre foi prioritário reforçar a ala esquerda e a zona central da defesa...

ganhar em Guimarães!

o único resultado possível em Guimarães é a vitória! O único admissível!

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Notas soltas

- Katsouranis voltou, e ainda bem, aos treinos. Depois de mais uma vez lidar com os pés situações críticas, Vieira lá deixou a equipa regressar à paz.

- Presidente que ousa dizer que o Benfica saíu há pouco de um ciclo positivo não sabe o que é o Benfica.

- O Benfica achou o seu primeiro reforço de Inverno. É um extremo esquerdo de 21 anos. Realmente a maior lacuna no plantel e responsável pelos 11 pontos de atraso.

- Sem Binya o Benfica não ganha.

-O Benfica foi MUITO roubado no sábado. Não é só o golo. São mais 2 penalties roubadíssimos.

-Desde o primeiro dia de trabalho que saltam à vista as principais limitações deste plantel. A quinze dias do fecho do mercado de Inverno o Benfica não conseguiu mais que um suplente de Léo. Pouco, muito pouco. Andaram 4 meses a fazer o quê?

-Makukula é mais uma negociata. Esperemos que não seja, mais uma vez, à conta do Benfica.

Se a táctica se mantiver...

após a leitura dos matutinos, passamos a saber:

- Que o Sporting conseguiu um novo Liedson;

- Que Katsouranis - até que enfim! - volta aos treinos e, presume-se, à competição;

- Qual a próxima contratação do Porto..

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Ciclos...

Novo ciclo têm as pessoas que se divorciam e recomeçam do zero, esperando eu que após os acontecimentos recentes o Sr. Vieira tenha o discernimento para entender o que terá que mudar.

Há 2 anos ouvi-o dizer, quando algumas vozes internas se elevaram, que o problema se encontrava nos recursos humanos sem nunca explicar se seriam directivos ou desportivos, havendo reajustamentos na estrutura sem a obtenção dos resultados pretendidos.

Será necessário o Sr. Vieira analisar muito bem o que pretende mudar, mas nunca antes de entender a razão dessa mudança, sendo necessário planear uma estratégia e objectivos claros do que pretende e planificá-la com todas as variantes que se conjugarão.

Tal como o Mister D escreveu só será possível alcançar o sucesso financeiro se desportivamente houver conquistas, estando estas dependentes de uma boa gestão desportiva. Para que essa gestão funcione será fundamental criar uma equipa equilibrada na sua estrutura posicional com jogadores que se complementam, sendo fundamental (e aqui será onde se erra mais) conterem um alto nível técnico/táctico tal como o mental/emocional para que o próprio jogador em si tenha esse equilíbrio e este se reflita na equipa.Um factor importante será o envolvimento desse mesmo jogador na sua seleção tal como a sua experiência profissional europeia e conquista de títulos, sendo que qualquer jovem (e já temos alguns e bons) terá de ser sempre uma segunda linha onde amaducerá e ganhará a seu tempo o seu espaço (existindo sempre agradáveis exepções, mas nunca regra como se pretende neste momento).

Não consigo entender e muito menos compreender como se consegue chegar a 15 dias das inscrições fecharem e não haver novidades sobre algum tipo de renovação/reajustamento da equipa fazendo transparecer que temos uma equipa equilibrada, com qualidade, com experiência e capacidade de atingir os objectivos que todos os benfiquistas desejam(ou desejavam tal é a miragem desta época), havendo muitos jogadores de segunda linha em clubes de top europeu ansiando por um clube com nível para poderem jogar regularmente e estarem presentes no Euro 2008.

Qualquer bom gestor prepara-se com alguma antecipação, para poder nesta altura do mercado concretizar os negócios e atingir objectivos planeados anteriormente, pois não considero que esperar pela hora de fecho da bolsa seja (numa vertente desportiva) um bom acto de gestão.

Portanto Sr. Vieira espero que pela ultima vez (pois considero que por muito que já possa ter feito a paciência também se esgota) consiga fazer as coisas bem, moderadas, coerentes, ponderadas, explicítas para que todos possamos entender a estratégia sem compararmos a gestão desportiva com uma simples embarcação que navega ao sabor do vento.

Mariano Velasquez...

Gestão desportiva terá de ser coerente em todas as vertentes seja em que modalidade for.

O hóquei venceu ontem mais uma vez, assumindo o segundo lugar mas vendo o primeiro como uma miragem tal é a diferença pontual, algo que me fará pensar porque continua Mariano Velasquez sem proposta de renovação contratual estando a menos de 6 meses do final de contrato.

Isto poderá ser considerado um acto de gestão coerente sendo um activo pouco importante no hóquei do Benfica e mantendo a direcção do Benfica (para as modalidades) solidária com a fantástica gestão desportiva dos últimos 2 anos no futebol do Benfica.

Se alguns acreditam que poderemos ser campeões no futebol eu também posso sonhar em ser campeão de hóquei agora que Velasquez regressou de uma lesão, embora que para o ano possivelmente terei de refazer a frase mas sem Velasquez.

Interessante

Antes de mais, as boas-vindas ao Giuseppe, que será mais um elemento, digamos, "crítico" sobre o que se passa no Sul de Itália e na Catedral da Luz. Não digo que tenha alguma coisa a ver com o problema do lixo em Palermo, mas nunca se sabe e não dizemos que desta água não beberemos.

Depois, as minhas humildes desculpas para aí não ter actualizado a nova sondagem, mas o trabalho tem-me consumido tempo e não pude ainda dedicar-me com alguma atenção a uma futura sondagem.

O título do post é claro.

É interessante dar uma vista de olhos pelos sites e jornais desportivos da ordem portuguesa e espanhola para averiguarmos certos pormenores:

- Hoje, José António Camacho já é referenciado pelo Newcastle, que não sabendo onde gastar o manancial financeiro de que dispõe, segundo os jornais, prefere contratar um espanhol que ganhou uma Taça de Portugal a um ex-jogador do clube que conhece o clube, é formado e tem possibilidades de singrar, como é o caso de Alan Shearer. Escusado será dizer que a histérica comunicação social portuguesa, ávida de uma boa notícia, criou páginas principais e já fez o empresário de Camacho vir desmentir publicamente uma notícia que publicou anonimamente...

- Mas há mais coisas interessantes. Faz-me um bocado de confusão como é que um clube como o Belenenses (um dos maiores do país) não consiga ter um departamento jurídico competente que auxilie o departamento de futebol. Ao invés, a Naval e Rui Santos conseguem ter essa informação disponibilizada para assim retirarem ao Belenenses 6 pontos devido à utilização irregular de Meyong. É certo que o Belenenses não é o Liverpool e Meyong não é o Mascherano, mas assistir a mais um episódio do amadorismo completo de uma suposta SAD é lamentável.

- Como também são lamentáveis as agressões a Carlos Janela. O homem até pode ter tido a sua comissão com Meyong, como teve com João Paulo Oliveira, Roncatto, Gómez e outros. Nessa altura, era um bom trabalho e um homem competente, e nem sequer se ouvia falar no seu relacionamento com o famoso sistema. Do dia para a noite, foi capaz de ser ameaçado com um chapéu de chuva pelo verdadeiro Velho do Restelo...

- Interessantes também as trocas e transferências de meio da época. Quando supostamente se faz um empréstimo de um jogador, ele será para ficar até final da época, a não ser que os estatutos de transferências em Portugal agora assumam que a meio da época é possível andar a saltar, conforme a conveniência. Três exemplos pragmáticos: Hélder Barbosa da Académica para o FC Porto, Luis Aguiar do E.Amadora para a Académica e Celestino do Estoril para o E.Amadora. Vamos supôr que um dos intervenientes seria Bynia. Sim, o tal que estava a treinar no Estrela, mas que depois voltou para o Benfica e lá ficou, mas era suposto não ficar e assim o negócio abortou. Lembram-se do que foi escrito na altura? Pois é...

- Entretanto, a melhor escolha de formação de futebolistas de Alcochete, que é ao mesmo tempo a melhor do Mundo e arredores, não conseguiu, no espaço de três anos, melhor do que arranjar Silvestre Varela e Yannick Djaló para o seu plantel principal. Não é que a qualidade dos dois jovens seja posta em causa, mas destes dois, só um resta. Entretanto, Purovic, Derlei, Alecsandro, Deivid e outros foram sendo os escolhidos para um espaço onde não couberam, entre outros, João Paiva, Diogo Tavares e Carlos Saleiro. Foi necessário até Saleiro começar a marcar uns golitos no Fátima (na altura em estado de graça porque tinha derrotado o FC Porto na Taça da Liga) para se lembrarem do primeiro bebé-proveita português. Hoje, aparece a fazer testes médicos em Alvalade Rodrigo Tiuí, que supostamente, foi formado não em Alcochete, mas no Rio de Janeiro. Será apenas mais um caso interessante...

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Como é que é possível?

1 - Katsouranis ainda não treinar com os restantes colegas?
2 - Paulo Costa deixar, no quadro da primeira categoria, o irmão, sócio da gasolineira?
3 - O fiscal de linha do Benfica - Leixões voltar a apitar um jogo dos escalões profissionais - embora as distritais também mereçam confiança...?
4 - Eugénio Queirós, um jornalista balofo, que escreve mal e num mau jornal, histrião das tertúlias de Leça, que mantém um blog de apoio a Pinto da Costa e à corja de Matosinhos, censurar comentários dos escribas do Ndrangheta, apenas porque lhe provaram que o lance sobre Léo é mesmo grande penalidade? Neste caso particular, o meu amigo José Carlos Soares, que, segundo parece, também escreve no disparatado blog, não vindo a público desfazer a ignomínia, contribui decisivamente para distorcer a verdade dos factos, o que revela uma complacência de meter dó...
NB - nem todos os jornalistas e comentadores têm de saber as regras de futebol. Entre eles está Fernando Seara. Mas as leis são evidentes: as faltas, desde 2005, marcam-se no local onde terminam. É, aliás, uma decorrência da analogia com o crime continuado e da dogmática do Direito Penal. Lamento, profundamente, que os homens que nos defendem na praça pública desconheçam a regra e deixem pusilânimes, como Aguiar, brilhar.
Mais, como é evidente, Cardozo é derrubado pelo defesa do Leixões, que o puxa e impede de prosseguir a jogada. Se fosse com João Pinto, nos seus tempos de verde e branco, ou com o treinador da Académica, nos seus tempos de azul e branco, era penalti na certa! E já não vou falar de Liedson...

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Isto está negro...

Antes de escrever, um abraço ao novo escriba, desejando-lhe uma longa permanência neste blog, que, desde já, também é dele...
Depois, uma dica: Paulo Costa é uma grande merda. Sempre foi e sempre vai ser. Quando vi a sua nomeação, antevi o que se ia passar. Podíamos ter jogado melhor, é certo. Mas com Paulo Costa, o homem das bombas de gasolina do Porto, ganhar, naquele dia, era impossível.
Para acabar, uma saudação especial a um grande benfiquista, Rui Águas, que começou hoje a apresentar trabalho, numa missão que, como já se viu pelos comentários dos escribas deste blog, não será fácil.
Sai, então, um forte abraço a Rui Águas, desejando-lhe um enorme sucesso!

Quem sou eu afinal...

Como devem ter reparado como bom capo que pretendi ser do Ndrangheta fui logo falando sem me apresentar.

Para os amigos serei Giuseppe Morabito, o mais recente escriba, para os outros serei apenas o capo ao serviço do Ndrangheta.

Espero contribuir da melhor forma para o crescimento do Ndrangheta e tentarei não ser demasiado polémico... ou talvez não.

Vista Grossa....

Pensaram vocês ao ler o título que me referia à vista grossa dos árbitros que continuam a não ver golos limpos, entre outras coisas mais, nos jogos do Benfica, sendo bem pior que isso os dirigentes e técnicos fazerem vista grossa aquilo que se passa no próprio Benfica.

Afinal o D. Sebastião não está a conseguir salvar a equipa mas perguntamos todos nós, Porquê? O que ele encontrou diferente?

O nosso murciano (qualquer dia parece mais marciano com o desespero linguístico que entrou neste Sábado) encontrou uma equipa desfeita, coxa e ele próprio sem habilidade e mentalidade para a mudar ao contrário do que todos pensávamos, pois, em 2002 encontrou um plantel com Moreira (antes das lesões que o atiram para fora do futebol), Miguel , Petit , Manuel Fernandes, Zahovic, Roger, Luisão, Andersson, Ricardo Rocha, Helder, Geovanni, Simão , Nuno Gomes, Féher, sendo que deste já poucos se encontram no seixal, e os que veio a encontrar deixam muito a desejar.

Havia defesa e meio-campo defensivo que funcionava muito bem contendo uma equipa recheada de internacionais lusos e não só, mas todos eles de um nível técnico/táctico acima da média, situação que não acontece neste momento com jogadores a entrarem no seu normal declínio profissional tal como Petit, Nuno Gomes, Léo e Rui Costa.

Polémicamente assumo que não gosto do Rodríguez (espero que o tempo não me dê razão), tal como considero Maxi, Luis Filipe,EdCarlos e Bergessio são jogadores fracos que só tem lugar no Benfica tal teve João Manuel Pinto em tempos de que nem quero falar, sendo que destes, 3 jogadores são referenciados do murciano.

As condições financeiras são melhores mas não é por causa disso que vejo o benfica a reforçar o plantel, em lugares fundamentais e nem com uma politica coerente, pois de uma assentada despachou Miguelito (que pelo que se soube nem pagou o Luis Filipe) e não renovou com Léo (o jogador mais titular dos ultimos anos) e vai contratar o Felipe Bastos (vamos ver se daqui a 3 anos ainda estará no Benfica) e o fantástico defesa esquerdo da potência do futebol que será a Roménia (Opcção de markting para incentivar essa cumunidade a ir ao Estádio da Luz) por valores que considero anormais .

Mas a vista grossa a qual me refiro é a que tenho de fazer para fingir que não vejo esta polémica e má gestão desportiva (irei voltar a falar nela) tal como certos árbitros fingem não ver golos do Benfica.

O sucesso desportivo para o Benfica (1ªIdeia – Aliar o sucesso desportivo ao financeiro)

Com o advento das SAD's no futebol, o sucesso desportivo é a chave primordial para alcançar o sucesso financeiro. É assim com tudo, onde existe um investimento, tem de haver um retorno, e neste caso concreto do futebol e das sociedades a ele envolvidas, o sucesso financeiro DEPENDE sempre do sucesso desportivo. Ainda para mais em Portugal, que é um país pequeno e muito direccionado em termos desportivos para uma modalidade: o futebol.
Neste campo, a actividade principal do Benfica está bem identificada e passa naturalmente por utilizar uma modalidade desportiva como alavanca para o sucesso financeiro do clube.

As principais fontes de receita que um clube consegue obter são as seguintes: quotização, venda de bilhetes, merchandising e direitos televisivos. Vamos por partes.

A quotização é uma das grandes batalhas desta direcção através da venda dos kits de sócio. Podemos dizer que foi um sucesso no ano em que o Benfica foi campeão, daí a relação entre vencer no campo e vencer na tesouraria. A onda positiva manteve-se com a brilhante campanha na Champions League no ano seguinte, onde o Benfica atingiu os quartos-de-final da competição.
No entanto, a venda de kits tem estado num impasse, muito devido às últimas duas épocas, onde o Benfica não ganhou nada e este ano já está a 11 pontos do FC Porto com apenas 16 jornadas disputadas. O factor de sucesso para a venda dos kits de sócio é o Benfica vencer. Independentemente das vantagens adjacentes ao cartão.
A Solução: Para além de procurar mais vantagens para atingir possíveis sócios “marginais” (seduzidos por algumas parcerias), o clube tem de começar a vencer novamente, senão o objectivo dos 300 mil sócios (número perfeitamente tangível) esfuma-se num ápice e Luís Filipe Vieira fica sem argumentos. Sem o clube vencer (ou seja, uma motivação), não há quem aposte em ser sócio. Porque ninguém aposta para perder.

A venda de bilhetes é outra das fontes de receitas que o Benfica pode potenciar ainda mais. Apesar de já ter um dos sistemas mais modernos do Mundo em Sistemas de Informação, os preços dos bilhetes continuam a ser, em alguns casos, proibitivos para as bolsas portuguesas. Para além disso, a assistência média da equipa, apesar do boom referente à época do Benfica campeão e seguinte, devido à Champions League. Apesar de ter estado também nos quartos-de-final da Taça UEFA na época passada, a cadência de espectadores não foi assim tão grande e com a mesma média da do ano anterior.
A Solução: Apesar de o Benfica ter mais de 166 mil sócios e serem precisos quase 3 Estádios da Luz para todos assistirem a jogos do clube, é possível, através de campanhas específicas chamar mais gente ao Estádio, apesar de o Benfica estar numa tendência negativa de resultados. Só alterando esta perspectiva e efectuando as devidas campanhas, a venda de bilhetes consegue atingir novamente números iguais aos dos anos anteriores.

O merchandising é uma das ferramentas onde o Benfica poderia ter algum lucro mais. Apesar de ter mais de uma centena de produtos, a TBZ é a empresa responsável pela comercialização dos mesmos e como tal, fica com uma fatia das respectivas vendas. A pergunta que se coloca é: da centena de produtos disponíveis, vendem-se todos? E se se venderem todos, quais são os que mais se vendem? É esta pergunta que o Benfica tem de fazer, para que seja possível optimizar o leque de produtos e não cair na tentação de não controlar o ímpeto comercial.

Os direitos televisivos são o grande calcanhar de Aquiles do Benfica. É uma fonte de receitas importantíssima e que está a ganhar cada vez mais a sua importância. Na Europa do futebol, os grandes clubes europeus têm na TV a maioria das suas receitas e clubes como o Lille têm 3 vezes mais dinheiro disponível do que o Benfica. Actualmente, o contrato anual assinado com a Olivedesportos vale 7,5 Milhões de Euros. É excessivamente pouco para o clube que dá sempre mais audiências a qualquer uma das televisões. Para não ferir susceptibilidades, o Presidente do Benfica prefere cumprir o contrato até 2013. Ou seja, são mais 5/6 anos a receber uma ninharia de uma empresa de publicidade que ganha mais do que os clubes.
A Solução: Verificar qual o valor da cláusula de rescisão do contrato e efectuar estudos de mercado para saber o retorno esperado. Se a diferença for positiva, que se avance para a rescisão do contrato com a Olivedesportos. Porque negociando o contrato jogo a jogo, o Benfica consegue facturar muito mais, para além de fazer a verdadeira revolução no panorama televisivo português.

Aqui estão as primeiras ideias para o início de um sucesso financeiro aliado ao sucesso desportivo. É imperioso num clube como o Benfica continuar a vencer, para que a sua massa adepta se mantenha fiel. Só com vitórias, o crescimento financeiro poderá ser sustentado.

domingo, 13 de janeiro de 2008

Coincidências

O mesmo fiscal de linha conseguiu ver em fracções de minutos, que o Nuno Gomes estava fora-de-jogo e com a mesma precisão viu Léo ser empurrado fora da área do Leixões.

NB - Não é desculpar o empate, mas são pequenos pormenores que fazem a diferença...

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

O sucesso desportivo para o Benfica (I)

IDEIAS GERAIS

Esta série de posts que vou colocar sobre o Benfica têm a ver com uma reflexão que fiz, tendo em conta vários pedidos, mas também utilizando os meus conhecimentos da "poda".
Para já, as ideias gerais que podem moldar o sucesso desportivo para o Benfica. Após essa definição, o desenvolvimento de cada uma.

1ªIdeia - Aliar o sucesso desportivo ao financeiro

Com o advento das SAD's no futebol, o sucesso desportivo é a chave primordial para alcançar o sucesso financeiro. É assim com tudo, onde existe um investimento, tem de haver um retorno, e neste caso concreto do futebol e das sociedades a ele envolvidas, o sucesso financeiro DEPENDE sempre do sucesso desportivo. Ainda para mais em Portugal, que é um país pequeno e muito direccionado em termos desportivos para uma modalidade...

2ªIdeia - O Benfica! Do inferno ao céu!

No início de 2000, o Benfica encontrava-se quase em falência técnica. O legado de Vale e Azevedo ia fazendo com que o Benfica desaparecesse e com a eleição de Manuel Vilarinho, o Benfica começou a recompôr-se. De recomposição em recomposição, o clube voltou a ganhar títulos, atingindo uma dimensão da qual tinha ficado arredado durante quase uma década...

3ªIdeia - A organização desportiva

Equipa que se preze de ser organizada tem de ter em conta certas posições-chave: Apoio Técnico, Apoio Directivo, Apoio Médico. Sem estas posições preenchidas, os jogadores não conseguem obter o rendimento esperado e não conseguem cumprir as expectativas que neles são depositadas...

4ºIdeia - A estrutura de um plantel competitivo

Um plantel de futebol profissional não deve exceder os 23 jogadores séniores. Todos os restantes jogadores deverão vir das camadas jovens, após uma formatação desses mesmos jovens a modelos e sistemas de jogo...

5ªIdeia - O futuro do Benfica

Após o estudo, o Benfica não deixa de continuar a ser o Maior Clube do Mundo. Mas para ser o Maior Clube do Mundo, não o pode ser só no número de sócios, mas também afirmar-se como uma das maiores potências futebolísticas do Planeta. Isso é o resultado de apostar realmente numa estratégia conjunta de várias envolventes...


As Ideias estão lançadas. Durante o fim-de-semana, a 1ªIdeia (Aliar o sucesso desportivo ao financeiro) será discorrida no Ndrangheta. Fico depois à espera dos comentários, obviamente...

Resposta simples, prática, concisa e de verdadeiro benfiquista

Rui Costa: "É lamentável cuspir no prato em que se comeu!"

Posso acrescentar? Ok!

"Onde se comeu...e bem!"

Katsouranis

Merece Katsouranis o que lhe estão a fazer? Carregou a equipa às costas uma temporada. Jogou a central - e bem! -, jogou a trinco - e bem! -, jogou a médio centro - e bem! - e, ainda, foi o melhor avançado do plantel até o pequeno bombardeiro abrir a pestana. Se em pouco mais de seis meses desperdiçarmos os nossos três melhores jogadores, será melhor pedir ao Sr. Veiga para voltar...
NB - Katsouranis não esteve bem. Nem em campo, nem na resposta a Luisão. É um facto assente. Mas já muitos erraram. Até Rui Costa, segundo parece, fez uma fita do tamanho do mundo ao intervalo do jogo com o Estrela. Vendê-lo, segundo vem no jornal "A Bola", por seis milhões é uma afronta ao Benfica!
Sr. Vieira, ouça bem: sou um dos seus maiores apoiante, como, aliás, alguém perto de si, que lê este blog, sabe, sem saber que sou quem aqui escreve. Começo, assim, a tremer quando até eu vacilo...

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Katsouranis

A mais do que previsível saída de Katsouranis é o maior erro de política desportiva desde a saída de Deco. Tenho dito.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Diferenças e aparências

Ao contrário do que parece, a minha visão do que é o Glorioso é semelhante à do Mister D. Só que divergimos nos termos para o alcançar...
Defendo, intransigentemente, uma cultura financeira que permita, no prazo mais curto, uma nova dinâmica de vitórias, igual à das décadas de 60, 70 e 80.
Defendo, intransigentemente, a auto-sustentabilidade do Sport Lisboa e Benfica, ao contrário do que sucedeu nas décadas de 60, 70 e 80, quando iluminados mecenas contribuíram para avolumar a nossa grandeza.
Como o dinheiro não vem do ar que se respira, ou da água que se bebe, só alguém que perceba como se criam condições próprias de sustentabilidade pode gerir os destinos do nosso clube.
Felizmente, e por escolha dos sócios, acredito que essa pessoa está com as duas mãos no leme do nosso clube. O que, sublinho, não quer dizer que não se cometam erros. Alguns deles, aliás, bem graves...
Sucede, porém, que esses erros não foram dramáticos, nem geraram situações de descontrolo irremediáveis.
Assim, na entrada de um novo ano civil - os anos, para mim, contam-se por épocas... -, acredito que o nosso futuro, caso não entremos em desvios aventureiros, é risonho, antevendo, em breve, grandes conquistas.
Acredito, também, que o Mister D está comigo, confiando no Exmo. Sr. Presidente do Sport Lisboa e Benfica. Não estando, sugiro que apresente alguma alternativa credível...

domingo, 6 de janeiro de 2008

Tomar por parvos...

"Assumo que há coisas que não se devem fazer na vida e nunca quis ser o homem mais inteligente do futebol, mas posso dizer que sei o que tenho de fazer e o caminho para onde vamos caminhar. No futebol não estávamos bem, não foi por acaso que as coisas mudaram profundamente. As viagens de ida e volta de muitos jogadores terminaram. O Benfica perdeu muito dinheiro na aquisição de alguns jogadores e depois ficou com a batata quente. Isso acabou. Basta olhar para o plantel do Benfica e para os jogadores emprestados. Vai ser difícil resolver alguns casos e aí vamos assumir o prejuízo, mas é a factura por termos dado autonomia a quem não devíamos ter dado."

Por isso, estou convicto que o Benfica vai ser cada vez mais forte e todos vão sentir orgulho no que está a ser feito para o futuro do clube. É a convicção de alguém que tem uma grande responsabilidade nesta casa e que foi escolhido pelos sócios. Não é um benfiquista qualquer que me vai desviar dos objectivos, Luis Filipe Vieira, ontem na apresentação do 1ºTorneio de Golfe do SL Benfica.

Nota: Os sublinhados são meus.

Katsouranis lê este blog e faz mal...

Porque o comportamento de vedeta que teve ontem, em Setúbal, é digno de quem foi escolhido o melhor jogador da época passada.

Mas os bons jogadores têm de saber ouvir e naquele caso, Luisão (apesar de erros que já cometeu...) esteve bem ao reprimir um colega que perde uma bola a meio-campo e criava uma situação de possível golo adversário. Aliás, foi bem perceptível em Setúbal (e eu estava lá) o grito de Luisão para os companheiros começarem a jogar à bola e deixarem-se de "rodriguinhos". Houve quem não gostasse e decidiu assim mandá-lo com o dedo maior apontado...

Se o comportamento de Luisão e Katsouranis é deplorável, o comportamento de Camacho foi digno de um Director Desportivo. Não é como treinador que ele desempenharia o papel no Benfica, mas sim como Director Desportivo, e de preferência, com uma redução substantiva no ordenado.

O dinheiro que o SL Benfica dispende com o espanhol pode muito bem ser aplicado num treinador que saiba ver que o 4-2-3-1 com Cardozo só na frente não dá e que Rui Costa é nº10, mas não para jogar com 1 avançado apenas. Além disso, olhar para o lado direito da equipa encarnada é de meter dó com Luis Filipe e Maxi Pereira a fazerem aquilo que nem dois juniores do primeiro ano fazem.

Poderia estar aqui a discorrer sobre mais do que vi no Bonfim ontem, mas a atitude tomada por dois dos mais altos activos da SAD do Benfica não prestigia ninguém, muito menos os próprios jogadores. Mas o que aconteceu é sinal de muita coisa. E boa não é, de certeza...

o mundo é demasiado pequeno

Na semana em que Nuno Gomes reafirmou as célebres declarações de Toni ("no Benfica nõ há tempo para pedir tempo..."), Camacho demonstrou a fibra de um treinador feito à medida do GLORIOSO: os dois para a rua, entre quem entrar, custe o que custar.
Há jogos assim: perde-se um campeonato, ganha-se uma equipa!
Há homens assim: com cojones!
PS - Petit e Rui Costa agonizaram em campo. Bynia, a grande revelação desta época, vai para o Campeonato Africano das Nações (ei blog?). Que tal um meio campo capaz de discutir a Taça UEFA?
PS 2 - Estive fora, eu sei. Mas, em breve, explico porque é que Jesualdo não provou as passas no Estoril. E não tem nada de privado. Se tivesse, nem uma tentativa... ou uma taça de espumante!

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Vanessa Fernandes, obviamente

Foi eleita a atleta do ano. Ela e Nélson Évora fizeram "descobrir" o Benfica nas modalidades amadoras.

E se estes argumentos podem fazer avivar a memória das pessoas e ser trabalhado em termos de comunicação, como tem sido, o resultado pode ser exponencial.

Também pode haver sempre a teoria do contrário, ou seja, onde só se investe numa pessoa num determinado desporto e depois a aposta sai furada.

Não deixa contudo de ser uma escolha óbvia dos nossos leitores.

Já a seguir, mais uma sondagem. Polémica, de certeza...

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Ano novo, vida velha

Mais um ano, mais um período de recuperação financeira... Este podia ser o lema do post que pretendia escrever. Mas não é.

Os meus colegas aproveitaram a minha presença noutras terras, para, parodiando, mandarem abaixo o trabalho desenvolvido pela direcção do Benfica. Fizeram mal...

Até porque se esqueceram, na análise, da apresentação das contas da SAD, que representam, na essência, um passo de gigante, rumo a um futuro de alegrias...

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008