domingo, 30 de novembro de 2008

Complicado

Sem Nuno Gomes, Luisão e Aimar o jogo de amanhã afigura-se complicado. Precisamos de uma vitória para alcançar a liderança e ganhando sem estes três ausentes de peso ganha-se confiança. E confiança é o que mais nos faz falta depois de quinta-feira.
Vamos lá rapazes!!!

O meu onze:

Moreira, Maxi, Miguel Vítor, Sidnei, Jorge Ribeiro, Katsouranis, Amorim, Yebda, Martins, Reyes e Suazo.

sábado, 29 de novembro de 2008

Uma questão de exigência

Este post é, digamos, um acumular de situações que se têm passado no nosso clube e que a maioria das pessoas pensa de uma forma diferente da minha, apesar do objectivo comum de gostar do Benfica.

Peço desculpa se vou ofender alguém, mas a minha dose de exigência não se coaduna com o que tem sido dito desde que o Benfica na Europa, foi novamente derrotado, mas com uma goleada a fazer lembrar tempos tenebrosos.

Não preciso de fazer uma retrospectiva muita grande para lembrar que até há bem pouco tempo, e com jogadores de menor calibre dos que os que estão no Benfica actual, conseguimos chegar aos quartos-de-final da Liga dos Campeões e da Taça UEFA.

Podem afirmar que é uma equipa nova, em construção, como foram todas nos anos após termos conquistado o título. Pelo menos, foi sempre essa a ideia que era generalizada.

Alguns dos resultados foram disfarçando as lacunas e este ano, tem sido mais do mesmo. É verdade que este ano, temos individualidades de renome, categoria e classe como não tínhamos há algum tempo, mas pensar que uma derrota de 5-1 com o Olympiakos, após termos perdido com o Galatasaray em casa, faz-me lembrar muitas vezes Carlos Queirós e as recentes exibições de Portugal, com um cínico: "Estamos a melhorar! e "Temos de dar tempo!".

É óbvio que temos de dar tempo, é óbvio que foi mau o que se passou na quinta, e é óbvio que tem havido trabalho (mais interno que externo). Mas se uma equipa consegue ganhar a uma outra que está nos 5 primeiros de Itália, também terá de ser capaz de ganhar a quem jogue na Turquia, na Grécia e na Alemanha, não precisando de fazer as tão famosas "contas" tão portuguesas.

Também não concordo que o Benfica não precise da UEFA. Boa parte do renome e prestígio que o Benfica reconquistou foi à custa das suas recentes prestações na Europa. É uma das boas fontes de receita do clube, para já não falar em notoriedade.

Assim, peço desculpa se a minha exigência se resume a ser campeão em Portugal e chegar bem longe nas competições europeias, como sempre foi na história do Benfica e como assim eu fiquei "bem" habituado.

Hoje, na SIC, o Presidente do Benfica disse que tinha um sonho: criar a Fundação Benfica, para justificar o amor dos sócios e dos benfiquistas pelo clube. Peço desculpa, sr. Presidente, mas o meu sonho é outro, talvez partilhado pelo Director Desportivo (esse sim, verdadeiro benfiquista): ser Campeão Europeu!

Essa sim, é a exigência que se deve pedir a quem veste o manto sagrado!

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Derrotas abensonhadas

(Atenção, o título é uma adaptação foleira de um grande título de Mia Couto)
Há duas formas de encarar a derrota de ontem: ou como uma catástrofe - foi o que aconteceu com a derrota de Vigo, o que nos levou a perder jogos em catadupa, quando caminhávamos, folgadamente, em primeiro lugar no campeonato -, ou como uma derrota anormal, que sucede de 10 em 10 anos.
Só há uma opção possível e a resposta terá de ser dada na segunda-feira, em casa, e no domingo da próxima seman, no Caldeirão dos Barreiros, com a presença de muitos dos que aqui passam!
Primeiro incendiamos a nossa casa, depois transformaremos o Funchal num inferno. Nós, os adeptos, os fanáticos, temos de dar o exmplo!
Tudo para que a derrota de ontem possa servir para virar o jogo.

Frio, como o tempo em Lisboa

Fomos batidos pelo mesmo método que temos utilizado: a eficácia ofensiva. E se hoje apenas marcámos um golo (na verdade foram dois), tal não se deveu a uma má prestação atacante, apesar de por vezes se abusar nos lançamentos para Suazo, ainda por cima mal medidos. O azar é que isto do futebol vive mesmo de dois momentos. E a Europa (mesmo os jogos da Liga em determinados momentos) tem servido para nos mostrar que é na transição defensiva que Quique ainda encontra muitos problemas para solucionar.


Já há por aí uma vaga de fundo a contestar a não utilização de Katsouranis. Não dou para o peditório, mesmo que o grego seja um dos meus preferidos. Bynia esteve bem em Coimbra e hoje, apesar da percentagem de passes acertados, foi seguramente o melhor do meio-campo. Amorim, o meu indiscutível, é que se borrou todo.


Antes do jogo queria uma dupla Vitor-Sidnei. David Luiz terá o seu tempo, mas ainda está a recuperar a sua rotina de jogo. Hoje exigia-se alguma consistência, nunca o teste de nova parelha defensiva. E o outro duo já tinha apresentado bons resultados num embate sempre complicado como é um derby. Ainda assim não esperava tanto erro e precipitação. Como já alguém disse, o David mais parecia querer actuar a trinco, colocando os colegas de sector sobre pressão extra. Sobre o Jorge, mais não digo do que isto: é o que é.


Vamos ser Campeões! A UEFA é uma competição que me passa completamente ao lado. Custa-me perder pelos números de hoje, não gosto de ser eliminado, mas os meus objectivos são outros e, acredito seriamente, bem palpáveis. Metade do trabalho de Quique está feito, o resto será seguramente afinado e o menor desgaste físico só nos trará benefícios.



ps- Há quantas semanas não acerta a Imprensa no 11 de Quique?
ps2- Pensando bem, aqueles três golos de rajada não terão sido uma estratégia do Clube para lixar a audiência à ZON?

5 Razões...

... pelas quais Luisão é imprescindível ao Benfica e outras tantas pelas quais o puto peneirento ainda tem de levar uns tabefes antes de poder ousar vestir a camisola do glorioso.

Se Miguel Vítor fosse brasileiro e não da Silveira talvez hoje a humilhação fosse menor.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Falhanço Total

Foi mau. Muito mau. Péssimo.

Temos que levantar cabeça e seguir em frente, mas devemos reflectir e encontrar respostas para o que se passou. Respostas, não culpados. Soluções!
Hoje falharam quase todos os que entraram em campo e quem falhou mais foi o Quique.
Não discuto o onze inicial, talvez porque fosse muito parecido com o meu, mas nenhum treinador tem culpa quando a sua equipa leva um golo aos 4 minutos de jogo. Começa a errar, quando mexe mal e ainda mais importante, muito tarde na equipa. Demasiado tarde...
Tantas falhas defensivas!
Quanta ingenuidade!
Quantas percas de bola!
Passividade em dose gigantesca...
Que falta de liderança (Luisão?)...

Adeus UEFA!
Talvez seja uma competição demasiado "pequena" para o Glorioso brilhar.

Na 2ªfeira estarei no sítio do costume, preparado para curar a ressaca com choco frito.

Saudações Benfiquistas

Derrota

Faz parte da vida. Quem nunca perdeu jamais saberá ganhar. Houve erros? Houve.

E então? Acaba tudo? É tudo uma merda? Não. Não e não.

O NOSSO CLUBE FOI CONSTRUÍDO POR GENTE QUE NADA TINHA A NÃO SER AMOR AO BENFICA.

SEGUNDA -FEIRA TEMOS TODOS A OBRIGAÇÃO DE ESTAR NA LUZ A APOIAR.

QUEM NÃO SABE CURAR AS FERIDAS DOS QUE AMA NÃO AMA NADA, NEM NINGUÉM.

EU AMO E AMAREI SEMPRE O SPORT LISBOA E BENFICA.

P.S- Segunda feira incito todos os Benfiquistas a darem um par de lambadas a quem ousar sequer esboçar o gesto de assobio.

NÓS SOMOS O BENFICA! NÓS TEMOS MEMÓRIA E NÃO SOMOS INGRATOS!

o meu onze em Atenas - e não sou louco!

Quim;

Miguel Vítor, David Luiz, Sibnei e Jorge Ribeiro;

Yebda, Katsouranis, Ruben Amorim e Carlos Martins;

Reyes e Suazo.

Visca el Barça!

Mais uma vez, desloquei-me a Alvalade.

Mais uma vez, o Sporting não me decepcionou...

Evidências (I)

Não tenho a mais pequena dúvida sobre a capacidade de Paulo Bento. Mas se tivesse, ontem, em alvalade, ficava esclarecida: o homem é mesmo bom treinador.
Alguém que consegue levar uma equipa daquelas aos oitavos da Chamipons, merece o reconhecimento público!
E não digo isto para irritar ninguém. Bem pelo contrário, uma equipa que se limita a ter dois bons jogadores - ou de nível europeu -, como Liedson e João Moutinho, chegar onde chegou, ganhar uns títulos e continuar a disputar campeonatos, ficando em segundo lugar, tem de ter um bom treinador. Para mais, o homem tem sido treinador, secretário técnico, porta-voz da direcção, porta-voz do plantel e, até, árbitro em jogos de boxe nos balneários.
Quando é que o mandam embora? Gostava de o ver a treinar uma equipa profissional...

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Quando o ridículo mata ... de tanto rir!

Hoje, a meio da segunda parte, enquanto o Barcelona B humilhava o Sporting, os lagartos lançavam uns "olés" a cada passe bem direccionado...

Alguém me pode explicar que raio de clube é aquele?

Sidnei

Quem é que se atreve, agora, a criticar a contratação do jovem craque?

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Benfica... e no fim, assuntos menores

Resultados
Muito bons! O óptimo é inimigo do bom....
Para serem melhores só falta assegurarmos a passagem à próxima fase da UEFA e eu acredito que a vamos conseguir.

Modelos de Jogo/Rotatividade de jogadores
É bom ter um treinador que percebe que para se aguentar uma equipa em várias frentes durante uma época, tem que se promover a rotatividade de jogadores. Só assim, todos estaram habituados e rotinados aos diversos modelos de jogo que a equipa apresenta. Não se vai muito longe só com onze jogadores. É preciso "ter" no mínimo quinze jogadores prontos a entrar em qualquer jogo!

Equipa Técnica
Que aposta acertada do Rui! Começo a ficar preocupado com as pressões sobre o técnico principal tendo em vista uma possível saída prematura do Benfica.... Mas acredito que o homem queira vingar aqui. Que queira levar o Benfica à Champions, realizar uma boa prova nos grandes palcos e depois sair para um ordenado/poder económico maior.
Atenção! A coesão de toda a equipa técnica é muito importante e não gostava nada de ver sair o nosso adjunto. E olhem que o homem já anda a ser sondado para pegar numa equipa espanhola...

Plantel
Acima de tudo, muito equilibrado. Penso que falta um lateral direito, mas só o devemos comprar em Janeiro se despacharmos o Zoro e o Makukula.
Algumas apreciações individuais:
Di Maria - Confirma o que penso dele. É um jogador vedeta! Já sei que tem muito potencial e que é técnicamente excelente, mas eu não gosto dele. Não joga com a cabeça. Não joga com a cabeça levantada. Não gosta de defender e não ajuda a equipa nas recuperações de bola. Tem que ganhar massa muscular porque um jogador de futebol profissional não pode ter aquelas "canetas" muito finas como pernas. Tem que entender que a glória da equipa também será a sua. Espero que volte à selecção alvi-celeste brevemente...;
Pablo - A sua situação física tem que ser gerida com pinças. Se o Paco conseguir ser bem sucedido, o Benfica ganha um jogador de outra galáxia;
Cardozo - Está sem confiança. Tem que aprender a mexer-se mais e a suportar mais cargas. Gostei das palavras do empresário e da forma como ele está a gerir este período do seu cliente.
Ruben - Fui dos primeiros a aplaudir esta contratação;
Sidnei - É um jogador fa-bu-lo-so! Mas não se confundam, o homem não é um Mozer nem um Ricardo. O que não tem que ser obrigatóriamente mau...;
Suazo - Que cavalo! Que puro-sangue! É pena não estar cá para o ano...;
Reyes - Um diabo à solta. Tem que melhorar a parte defensiva das suas prestações;
Nuno - Está a fazer uma época inteligente. Mostra serviço na sua posição preferida e assume-se como o único avançado do Benfica para aquela posição;

Imprensa
Continuem a dizer mal. Continuem a mandar areia para os olhos dos outros adeptos. Pode ser que quando se aperceberem do que toda esta estrutura é capaz, já o Benfica esteja longe demais.

Queiroz/Selecção
O Profº é péssimo! Mau! Não percebe nada de como deve ser um treinador principal! Estamos em apuros e preparem-se para ver o Mundial sem Portugal.
Como é que a FPF aceita jogar à meia-noite?

Sporting - Calimeros! Coitadinhos! Felisbertos Desgraçados! Deixem-se de merdas e parem de choramingar, ou talvez seja melhor não...eh, eh.

Saudações Benfiquistas

Lusa Atenas

Ao contrário do que o onze inicial fazia prever, Quique não chegou à Lusa Atenas a pensar em Atenas.
Bem pelo contrário, colocou em campo um onze preparado, equilibrado, metódico e com instinto de vitória.
É, além disso, evidente que Ruben Amorim se tornou um jogador decisivo: não só por aquilo que faz defensivamente, mas, sobretudo, por dominar o tempo de passe e de pressão, o controlo de bola e a execução.
O melhor em campo foi Nuno Gomes, apesar de Bynia (classificado pelo comentador inglês da transmissão pirata online - obrigado coglionne nero - como o homem do jogo) começar a revelar uma cultura táctica que não se lhe reconhecia. Até aqui, meus caros, um bom treinador vale muito!
NB - faz hoje dois anos que um amigo partiu. Como na altura aqui escrevi, não era só um grande benfiquista: era, acima de tudo, um homem de excepção. Dois anos depois, sabemos o que nem sempre é evidente: o tempo adensa a saudade.
Deixo-te, aqui e agora, um novo abraço!

Tema fácil

Chegámos, jogámos o que devíamos ou podíamos. Ganhámos.

Quinta feira não há margem para falhas.

Carrega Benfica!

Coimbra

Há algo melhor que festejar um golo do Benfica marcado por um verdadeiro Benfiquista?
Até Proença se deixou contagiar e (finalmente!) assinalou uma grande penalidade a nosso favor.
Fou uma grande noite de Benfiquismo, com um grande ambiente nas bancadas. Foi bom estar lá por um plantel e uma equipa técnica que nos fazem sonhar bem alto, mas também por alguns amigos que sofrem na pele as mentiras que têm vindo a ser escritas ao longo desta semana.
Foi uma bela viagem e nem as escassas horas de sono me tiram o sorriso.

Pois, está claro!!!

De visita a um blog que aconselho encontrei esta pérola da televisão portuguesa dos anos 90.



Vejam ao minuto 2:11 como o jornalista de serviço avalia o lance.
Perante a "clareza" das imagens o rapaz emite o seu juízo sem a mínima hesitação.

Ai, para quando a "caneta dourada"?

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Não há condições



Meus caros leitores,

Hoje, pela primeira e última vez, chateei-me com um amigo de velha data. Motivo: Carlos Queirós.

Confesso que em primeiras núpcias fui o responsável: nenhum telefonema pode começar com “eu bem vos avisei que o prof. sabe tanto disto como eu sei de marcianos…”. Mas não resisti…

Eu tinha e tenho razão: só um milagre evitará a qualificação para o Mundial e, mesmo que esta aconteça, só outro milagre poderá evitar que a presença no mundial seja pior que a do México ou a da Coreia/Japão.

Por diversos motivos que não vos posso, por ora, explicar, mas por um que já é evidente: quem menos manda na selecção é o seleccionador. Mesmo que percebesse de futebol – e é evidente que não percebe -, tinha de mandar. E não manda!

Manda Cristiano, manda Deco, manda Maniche, manda quem mandar. Mas Queirós está a ver a bola passar-lhe ao lado.

E depois há este comportamento vergonhoso com Nuno Gomes, que esta semana foi o único futebolista profissional português a ter um pingo de dignidade perante o sofrimento dos jogadores do Estrela da Amadora. Se Nuno Gomes, um dos capitães da selecção, ficou em terra, alguém tem de explicar o que se passou. E acho bem que a resposta seja unívoca!

Por outro lado, Queirós meteu o scolarismo na gaveta. O que era, então, o scolarismo?

Como explica o meliante, o scolarismo também teve momentos maus. Scolari agrediu – ou tentou, o que para o caso é o mesmo – jogadores adversários, ofendeu jornalistas, ostracizou jogadores, criou um ambiente hostil aos dirigentes do fcp, etc, etc, etc.

Mas conseguiu construir uma selecção ganhadora e motivante, aglutinadora e eficaz: tudo aquilo que esta selecção não é.

Queirós, ao fechar a gaveta, devia ter-se lembrado do essencial: a selecção, acima de tudo o resto, vive de expectativas. Vive do público, dos portugueses… não vive de camarotes presidenciais, esteja, a seu lado, Vieira, Jorge Pinto – o criminoso – ou Soares Franco. Vive, enfim, de identificação com o povo, o seu verdadeiro suporte.

Em suma, Queirós pode não estar na fase caviar, mas enquanto não descer da lagosta para a sardinha assada, não vai, ao menos em identificação, ao centro do grupo de apoio.

Madail, que devendo muito há inteligência, é fino como um coral, bem sabe que é melhor sair para mijar do que mijar nas calças e aguentar até rebentar. Ao sair da situação de fininho, como se prepara, vai sair a ganhar: Queirós não era aposta de risco, era a aposta possível!

E a Queirós o que resta?

Resta-lhe ter dignidade e assumir o que é evidente: é um bom scout, um bom treinador de juniores. Nunca será um condutor de homens.

Esperemos que ao ver Queirós fechar a gaveta, Madail tenha evitado que o prof. mandasse a chave ao rio…

PS – sempre achei que um jogador de futebol não deve ser um santo. Se quer, nas folgas, beber uns copos, que os beba. Desde que, depois, se apresente em forma! Cristiano Ronaldo, sábado à noite, em Lisboa, portou-se como uma vedeta mal comportada. O seu futuro está quase escrito nas estrelas: será a Paris Hilton do futebol, quando tudo tinha para ser o astro Rei!
O resto? O resto é gente que não interessa.

A minha sondagem!

Campeão pelo Real Madrid - que lhe deve o título -, campeão europeu de selecções pela Espanha - que lhe deve muito do título -, melhor guarda-redes que vi actuar desde Dasaev, Casillas ,merece, mais que niunguém, ser eleito o melhor jogador do mundo.


Esta é a minha sondagem!









quinta-feira, 20 de novembro de 2008

A minha sondagem

O burro era ele?

Mais uma aula do professor

Eu queria era ouvir agora as vozes dos mesmos que aproveitaram a espantosa vitória sobre Malta para, num orgasmo colectivo, elogiarem o professor e amesquinharem o trabalho de Scolari.

Mais uma vez: Obrigado Felipão!

Bastaram 45 minutos

Para ver que Kaká é de longe o melhor jogador do Mundo. Jogando na posição em que jogou, distribuiu classe, golos e espectáculo.

Tudo aquilo que aquele rapazinho da freguesia de Sto. António, no Funchal, não conseguiu.

Para artistas de circo, vou ao Cardinal...

P.S. Já está ali ao lado outra sondagem...

Samba de uma nota só

O título retrata fielmente o que vi ontem.

Gostei de ouvir "A Portuguesa" cantada como se fosse uma música do Roberto Leal.
Gostei de ouvir o hino brasileiro cantado por um rapaz que decerto canta numa dupla sertaneja, o meu palpite vai para o xitãozinho e xororó.

Gostei de ver uma equipa com querer e garra, e não me importei de ver a equipa portuguesa.

Gostei dos golos, e gostei de rever aquilo que muitos descobrem agora: A careca de Queiroz.
Amaciada num gesto, direi patético, após o encaixe do 6! golo. Habituem-se. Porque nem todos os programas e bases de dados XPTO suprem a lacuna do 'Professor', que é a de não perceber patavina de futebol.

"São as águas de Março fechando o Verão, é promessa de vida no meu coração..." Vinicius de Moraes.

O melhor é remeter-me ao silêncio.

Mas antes quero dizer uma coisa: ao contrário do que disse Queirós, não foram só os golos sofridos que foram patéticos. Tudo foi patético.
O que é natural: um treinador patético, gera uma equipa patética. Sem mais.

Tudo o resto são balelas. Balelas.

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Olha, olha, querem ver que a leste há algo de novo?

Os lagartos perderam no sábado, hoje já é meia-note de quinta e ainda não culparam o árbitro!

Tu queres ver...

O melhor é suspender a Democracia por seis meses...

AH...Manela, Manela...

P.S- Messi praticamente assegurou a eleição como melhor do mundo ao endossar o seu apoio à eleição do "eu-acho-que-sou-o-melhor-porque-não-me-canso-de-dizê-lo-a-todo-o-mundo-que-ainda-tem-pachorra-para-me-ouvir-dizer-que-sou-o-melhor-porque-fui-o-melhor-acho."

Os Boys

Pânico total no futebol nacional. Afinal, as claques servem para traficantes de droga, de armas e de fogos-de-artifício.

Aliás, foi um autêntico fogo-de-artifício o que se tem passado nestes últimos dias com uma claque do Benfica. Sim, porque é uma claque do Benfica. Foram eles que fizeram com que o Estádio da Luz gritasse o nome do clube no final do jogo do Galatasaray. Foram eles também que enviaram um very-light para a bancada do Sporting no final da Taça e que provocou a morte de um adepto. Mas são também eles que acompanham o Benfica a qualquer lado, independentemente de estarem legalizados ou não e do dinheiro da droga servir para isso.

Mais a norte ou mais ao lado do Estádio da Luz, também existem boys com nome. Nome com direito a reportagens de televisão, nome com ligações ao tráfico de droga. Mas estão legais.

Legais para quem e para o quê? É isso que importa referir. Se um líder de uma claque está supostamente desempregado, como tem meios para ter dois Porsches? Se os líderes de claques toleram presenças neo-nazis (puníveis por lei), qual é o critério adoptado?

Se as outras claques usam tochas, qual é a diferença de estarem legalizadas?

A história cheira mal. E cheira mal, porque agora é que se lembraram de embirrar com o Benfica e com a claque. É o que se chama ter dois pesos e duas medidas. É a justiça à portuguesa, que funciona ao sabor do vento. É a vergonha de se ter clubes e situações como a do Est. Amadora e outros. É uma tristeza...

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Dá-lhes Gabriel

Comunicado de Imprensa

"Durante todo o fim-de-semana a Agência Lusa teve por especial preocupação e cuidado emitir diversas notícias dando conta de que lhe teriam sido retiradas as credenciais para o jogo ontem disputado no Estádio da Luz. Na véspera, idêntica situação fora relatada em relação ao treino no Caixa Futebol Campus. Na nota distribuída às redacções no passado sábado invocaram, porém, como causa, situação diversa daquela que realmente motivou tal interdição.

Adiantaram nas referidas notas informativas que o Benfica teria reagido assim em consequência de uma notícia publicada pela Agência Lusa, quando na verdade deveriam ter referido como causa única e verdadeiramente relevante, o mau jornalismo praticado e a intencionalidade com que conseguiram distorcer uma determinada matéria de facto.

O jornalismo é uma profissão que deve, em todos os momentos, estar balizada pelo rigor e isenção. Quando isso não sucede, estamos perante uma violação grave do Código Deontológico pelo qual todos os profissionais da classe se regem e que estabelece os seus limites e os seus deveres.

Infelizmente, apesar do Código Deontológico não resultar de nenhuma imposição exterior ao grupo profissional, mas ser antes o resultado do trabalho dos próprios jornalistas, continuam a haver violações graves em função da má fé ou da intencionalidade que as motiva. Quando tais transgressões sucedem na Lusa, a gravidade é incomparavelmente maior.

Nem sempre o nascimento de uma notícia é inocente, facto já de si grave. Mais grave ainda quando tal sucede com intenções desculpabilizantes ou dissimulatórias. Foi isto que se verificou na passada sexta-feira e teve como protagonista um jornalista cuja prática no passado mais recente nos merece a maior desconfiança.

O Departamento de Comunicação do Benfica foi contactado, na passada sexta-feira, - curiosamente um dia depois de uma outra SAD ter aprovado as suas contas, num cenário povoado de enorme celeuma - para prestar esclarecimentos sobre as remunerações variáveis apresentadas no relatório e contas de 2007/2008 da Sport Lisboa e Benfica – Futebol SAD. Foi explicado ao jornalista que as mesmas não estavam indexadas a quaisquer resultados desportivos, mas sim à geração de receitas operacionais do universo Benfica.

Aliás, na Assembleia Geral da SL Benfica SAD de 31 de Outubro passado, em que o Relatório e Contas foi aprovado pelos seus accionistas, um dos pontos que foi salientado foi precisamente a solidez do projecto, uma vez que apesar dos maus resultados desportivos da época passada e sem vendas de jogadores – no final do exercício – o Sport Lisboa e Benfica – Futebol SAD, conseguiu obter, uma vez mais, resultados líquidos positivos, o que revela uma assinalável maturidade da Sociedade em termos de receitas operacionais, não estando assim dependente da ‘performance’ desportiva ou do mercado de transferências.
Tentando, seguramente, comparar realidades diferentes – com o intuito que se adivinha – distorcendo a realidade que pretendia noticiar, o jornalista titulou exactamente o contrário do que lhe fora transmitido: “Administradores do Benfica receberam 180.000 mil euros apesar do quarto lugar”

Desta forma o jornalista conseguiu transmitir a ideia contrária aos factos que lhe forma reportados, bem como interpretou – algo que está expressamente vedado aos jornalistas da Agência Lusa, como resulta da leitura do seu Livro de Estilo – factos, distorcendo com essa interpretação não a narração dos factos, mas o sentido da própria notícia.

"A agência (…) é rigorosamente factual. A sua única missão é informar, transmitindo aos clientes os acontecimentos de que tem conhecimento. Compete ao jornalismo de opinião comentar as informações que tenham sido trazidas ao seu conhecimento através do noticiário da agência. Mas o jornalista de agência não emite opiniões no noticiário que produz. As características de absoluta isenção, rigor e objectividade levam à eliminação de adjectivos no noticiário de agência. Quando um adjectivo aparece, que seja descritivo e não valorativo. Do mesmo modo, a busca de isenção exige o maior rigor na escolha do vocabulário. Devem ser abolidas as palavras com carga política ou ideológica, os termos pejorativos ou elogiosos que marquem uma posição de repúdio ou de preferência". (Livro de Estilo Lusa, “Normas Gerais”, item “imparcialidade”).
Face ao que aqui fica expresso, não podemos chegar a outra conclusão que não seja esta: Na passada sexta feira, a Lusa desinformou!. A preocupação dos responsáveis da Agência Lusa deveria ser a de apurar – até as últimas consequências as causas para tal ter sucedido, assumindo o erro e pedindo desculpas pelo desvio verificado em relação à missão e ao interesse público que a Agência Lusa deveria intransigentemente defender. Nada disto foi feito! Os responsáveis da Agência Lusa preferiram defender e branquear uma manifesta violação dos deveres da Agência Lusa, imputando responsabilidades ao Sport Lisboa e Benfica.

Já agora e porque no jornalismo não há coincidências convém lembrar de quem falamos, em relação ao autor da notícia. Trata-se de um jornalista que integra a editoria de desporto da Agência Lusa desde o dia 1 de Novembro deste ano, vindo dos quadros do Jornal de Notícias. Nada de mal até aqui, não fosse o histórico das convicções que foram expressas pelo referido jornalista ao longo do tempo que exerceu responsabilidades naquele jornal. Apenas alguns exemplos recentes:

“O denodo com que João Leal, director do departamento Jurídico da FPF, escreve que o F.C Porto não recorreu e omite que o recurso de Pinto da Costa pode ter óbvios efeitos sobre a condenação do clube caso venha a ser considerado procedente pelo CJ indicia uma inaceitável tomada de partido. Diabolizando o F.C Porto, claro!” Francisco J. Marques 04/06/2008

“Há em Portugal uma abissal diferença de tratamento mediático dos jogadores do F.C Porto e dos jogadores de Lisboa. É uma verdade tão evidente quanto inconveniente, mas basta uma leitura superficial da imprensa para observar como os jogadores do Benfica e do Sporting beneficiam de uma imprensa muito mais simpática.” Francisco J. Marques JN 3/12/2007

“No Dragão, o F.C Porto manteve a cadência (…) mostrou uma diferença para a concorrência que é quase pornográfica” Francisco J. Marques 10/3/2008

“O jogo da Luz serviu para perceber definitivamente a hierarquia actual do futebol português. O F.C Porto mostrou quem é o patrão da Liga” Francisco J. Marques 3/12/2007

Estes apenas alguns exemplos – muitos mais poderiam ser citados – que motivam a desconfiança do SL Benfica em relação á pratica jornalística do novo editor de desporto da Agência Lusa. Não basta sê-lo, é preciso parece-lo, no jornalismo muito mais!

Por tudo o que atrás ficou exposto o Sport Lisboa e Benfica irá apresentar queixa a ERC, aguardando a retratação pelo trabalho realizado pela Lusa na passada sexta-feira!

Estranha-se, igualmente, a celeridade do Sindicato de Jornalistas em condenar o SL Benfica sem ouvir das razões de ambas as partes. Não é assim que o Sindicato protege os jornalistas, apenas generaliza o pecado de alguns por toda a classe. Fraca maneira de actuar!
"

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Master - tu és dos nossos!


Falta pouco...

Já conto os dias há 4 semanas, porquê? Porque dia 19 de Novembro marca a estreia do GÉNIO como seleccionador da minha equipa preferida ( e se o é, a ELE o deve).
Que fará DEUS à frente da Alvi-celeste? Não sei. Se calhar pouco me interessa, mas ter o privilégio de vê-LO tão perto do rectângulo de jogo, pertinho, pertinho, faz-me recordar tempos felizes em que até guerras ilegais eram vingadas em campo, em que uma equipa não chegava para suster o desígnio de um homem, em que se calhar, uma pessoa podia mesmo fazer a diferença.
Está tão próximo este tempo, e por contraste o outro subsiste cada vez mais longínquo.
Poderá um dia ser recuperável? Dia 19 veremos.

Última hora!

Os meus colegas do blog que me desculpem, mas este post deve ser universal:
O GOLO DO SUAZO EM GUIMARÃES, NA OPINIÃO DOS SENHORES DA RTP, NÃO É DIGNO DE FIGURAR NO TOP DOS GOLOS DA TEMPORADA!
Como mandá-los para a puta que os pariu só insulta a mãe, os contactos da RTP estão aqui! Não podemos hesitar: nós também pagamos aquilo!
Força!

Assunto da máxima importãncia!

Telegrama: vitória normal do Benfica. STOP
Assunto:
O Vitória Futebol Clube prepara-se para escolher a mascote. Se forem ao site do clube, apercebem-se que o golfinho está com alguma vantagem - apenas porque um ex-presidente do clube, que pouco o ajuda, saiu hoje em declarações lamentáveis contra o choco.
Sucede que o choco é uma das imagens de marca da cidade de Setúbal. Não só por causa do "Rei do Choco Frito" - em portugal há sempre um Rei -, mas, sobretudo, porque o molusco é digno de ser a mascote de um clube como o Setúbal.
Assim, meus caros, não podem deixar de votar e evitar que o Vitória Futebol Clube passe a ser representado por um animal como o golfinho!
NB - imaginem o que vai ser o Vitória representado por um animal gay... EHEHEHEHEHEH!

domingo, 16 de novembro de 2008

Ponto de situação

Já não escrevia um post há uns tempos..... dificuldades logísticas.... muita gente a agradecer esse facto... preguiça.... falta de inspiração....

Estou a ver o Azenha a abrir o Domingo Desportivo e a ouvi-lo dizer que o Benfica não tem estofo para ser campeão... Que mais cedo ou mais tarde vai "encostar"... AZIA! FILHO DA PUTA! VAI-TE SENTAR AO COLO DO PROFº!

O Benfica ainda não convence. O Benfica ainda está em crescimento. O Benfica e o seu treinador ainda não encontraram o melhor sistema de jogo. O Benfica não "gosta" de equipas pressionantes na primeira fase de construção do seu jogo(Naval, Gala, Hertha, Penafiel...). O Benfica, como equipa que normalmente tem que assumir as despesas de jogo, não pode gostar só de jogar em contra-ataque. O Benfica tem momentos de desinspiração total. O Benfica já teve resultados muito pesados e muito negativos(Gala).
Mas....
O Benfica está a cinco dos lagartos e a quatro dos tripeiros! Se ganhar ao Metal e empatar com os gregos (talvez não seja preciso empatar), passa à próxima fase da UEFA! Tudo está em aberto na Millenium e na Carlsberg!

Como vai ser quando esta equipa se encontrar? Quando ganhar confiança e estabilidade no modelo táctico? Quando a poeira assentar?
Garanto-vos que vamos ser muito felizes! Todos! Mesmo aqueles que nesta altura já se fartaram de choramingar, assobiar e protestar!

Saudações Benfiquistas.

Estrelinha? Não. Trabalho!

Como se sabe, quanto menos se tem, mais se quer ter. Pensar a priori que o Estrela por ter problemas gravíssimos a nível de salários viria fragilizado à Luz significou sofrer hoje um despertar cruel para o postulado acima explanado.

Com um meio campo honesto e trabalhador deram-nos água pela barba e nem Aimar na sua posição natural pareceria(aparentemente) suficiente para dar a volta à coisa. C.Martins em dia de passe extraviado aparentava dificuldades acrescidas, mas... e há sempre um mas, o reencarnado (e bronzeado) Ricardo sob a forma de Sidnei a passe do eterno estratega Nuno colocou-se no segundo posto dos melhores marcadores do GLORIOSO. Em boa hora o fez.

A coisa não estava fácil, e nem o rasgo de Reyes facilitou, mas como disse, houve trabalho e quando todos remam para o mesmo lado, a coisa afinal resolve-se. Reencarnada ou simplesmente vermelha desta vez a vitória não fugiu.

5 e 4 pontos à frente dos "crónicos"e 1 ponto atrás dos "Bebés"- dos quais se espera uma infantilidade na jornada próxima- deixam antever uma época natalícia mais calorosa apesar da crise, mas com esta entrega até dá vontade de perguntar: Crise? Qual crise?

Porque a memória costuma ser curta

Ainda bem que Sidnei custou 5 milhões de euros e que houve logo, na altura, quem dissesse o seguinte:

"Tem 19 anos e acabou de ser adquirido pela SAD do Benfica por 5 milhões de euros por metade do passe. Por este preço, oxalá seja um novo Ricardo Gomes, o melhor central que já vi actuar em Portugal.
Actualização 16.49: Fiz uma busca num especialista brasileiro que aqui está nos links e a primeira entrada encontrada inclui este texto, escrito a 26 de Junho:
"* Enquanto isso, o jovem zagueiro Sidnei foi negociado com um grupo português e deve defender o Recreativo Huelva. Bolívar pode ser o substituto. E o Inter ganharia com isso."
Nas outras entradas do blog jogo aberto relativas a esta época do Brasileirão há referências a um golo marcado, uma presença no onze ideal da primeira jornada e uma expulsão.
"

Pois bem, em 8 jogos na Liga, 3 golos e convém que se diga, mostra uma maturidade fora do vulgar. Pode não ser o futuro Ricardo Gomes, mas tem qualidade.

Ainda bem que existem arquivos e ainda bem que existem "especialistas brasileiros" que preferem um Bolívar no Internacional, ao invés de um Sidnei.

O Benfica agradece...

Lagarto é lagarto até ao fim

No fim de um célebre jogo em Penafiel, no ano em que fomos, contra tudo e contra todos, roubados em casa e fora, com golos-que-entraram-mas-não-entraram, CAMPEÕES, depois de uma arbitragem nojenta do Sr. Dr. Pedro Proença - quem é o benfiquista que não se lembra? -, o guarda-redes do Penafiel, Beto de seu nome, teve a seguinte saída: "esta vitória servirá para dar a liderança ao meu Sporting! Estou duplamente contente!"
Para infelicidade do meliante, o Benfica, na semana seguinte, derrotou o Sporting e, uma semana depois, sagrou-se, no porto, campeão! Ali bem ao pé de Penafiel...
Como é evidente, o talentoso guarda-redes singrou e é, agora, guarda-redes do Leixões. Não só é titular como, a meu ver, está a fazer uma das melhores épocas que vi algum guarda-redes fazer. Sem mais.
Mas como lagarto é lagarto, o homem ontem não podia hesitar: toda a gente sabe que o pior que podia acontecer a qualquer lagarto era, na segunda-feira, abrir o jornal e ver o Sport Lisboa e Benfica em primeiro lugar. Era, evidentemente, o pior!
Assim e com esta super-motivação, como é que o Sporting podia derrotar, ontem, os lagartos?

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Foi ao lado...

Afinal vamos a Matosinhos, é perto e provavelmente mais difícil. Indiferente.

Força GLORIOSO!

Tal como o Cosimo e o Mister D avisaram, também eu afirmo que esta jornada será fértil...Muito fértil...

É tão certinho como alguns professores deste país merecerem levar com bem mais do que um ovo nos cornos:

Que anda muita gente preocupada com o desfecho da jornada deste fim-de-semana.
Todo o cuidado é pouco. Na Luz e não só...

P.S: Só para demonstrar que no Ndrangheta a unanimidade se resume ao Benfica.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Tão certinho como a Ministra levar com um ovo nos cornos e ser eu a atirá-lo:

Amanhã o sorteio da Taça leva-nos às Antas, e vai ser do melhor que nos aconteceu nos últimos tempos!

P.S- Obrigado pelo título, inespugnabile. Abraço!

É tão certinho como a Ministra da Educação levar com um ovo nos cornos:

o jogo Benfica - Olhanense vai ser uma festa das antigas!

Como há, pelo menos, um assíduo leitor que virá de Olhão, sem petisco não ficamos...

Uma aposta?

Bastos vai ser a grande aposta de Inverno...



Tenho informações nessa sentido. Mas há mais um dado: as declarações de hoje.



Por outro lado, não posso deixar passar o aniversário de Quim em lhe deixar um abraço e um obrigado especial. Há jogadores que merecem um pouco mais. Quim merece muito mais!

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Liga Intercalar

Lá me dirigi pertinho de casa ver o que os reservas rendem.

Destaques:
David Simão (visão de jogo e joga simples)
Miguel Vítor (sereno a jogar e a cortar)

Nulidades:
Makukula (apesar do golo, é uma nulidade total. Não defende, não ataca, não se desmarca, nada)
Balboa (claramente um erro de casting)

Quique bem viu o estado das coisas. Ele estava lá. Portanto, não se admirem do futuro...

Hoje já é quarta...

E aí não ouvi ninguém dizer que o Estrela da Amadora vai "facilitar" o jogo ao Benfica no próximo fim-de-semana.

Não me espanta se as "carpideiras" do costume comecem a usar a baixeza para tal...

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Grande Benfica!

No programa 30 minutos da RTP, de hoje, dia de S. Martinho, ouve-se uma reclusa de 52 anos, ex-dependente de heroína (não há ex-depend~encia de nada...), dizer o seguinte:
"Eu disse: se o Benfica for campeão, nunca mais fumo um charro! Assim fiz, fumei um na noite, mas nunca mais fumei!"
Que grande clube o nosso!
Estou cada vez mais dependente do bem que o Benfica faz!
PS - o meliante já passou de charutos para "pinceladas de génio de Aimar". Foda-se, querem ver que ainda nos cruzamos numa esquina, vestidos á Benfica?

Bruno Paixão

Alguém quer analisar os jogos em que o Sporting foi beneficiado por Bruno Paixão? Alguém se dá a esse trabalho de escravo?
Paulo Bento fez mal em papaguear: o homem, embora não seja lagarto, passou toda uma carreira a beneficiar o Sporting. De tal forma que se não fosse a sua arbitragem em Campo Maior, a agonia se tinha prolongado mais uns anos.
Agora, num jogo em que o Bruno, antes de outra coisa qualquer, fingiu que não viu um penalti do tamanho do mundo sobre Hulk - aquela entrada de Patrício pode ser risível, mas é uma entrada que se vê tão bem da lua como a muralha da China -, o Paulo Bento cai em cima do homem!
Não há direito!
NB - Marcar grandes penalidades a favor do Benfica é que não. Ontem, mais uma do tamanho do mundo...

O homem do charuto

É melhor parares com esses espectáculos que tens provocado aqui neste "mundozinho" tão particular das equipas que vêm jogar em contra-ataque.

Com passes de letra e passes de calcanhar, os jornais vão falar de ti e a azia vai começar a grassar.

Pablito, faz só os passes normais. Esses chegam...;)

Sem história

O golo madrugador e a fraca oposição do Aves transformaram o jogo de ontem num simples treino com bilhete pago, o que não permitiu tirar grandes ilações relativamente a elementos menos utilizados. Saudades dos tempos em que estes jogos nos garantiam 5 ou 6 golos...
Única novidade: o reaparecimento do losango em determinadas fases do jogo, com Aimar a assumir a batuta nas costas dos avançados. Dada a carência (qualitativa) de extremos, é um modelo que deve ser sempre considerado.

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

O AMANHECER DE UMA NOVA ERA

Assim se verá daqui a uns anos o real alcance da marca e do Clube!


ComunicadoBenfica TV fora da plataforma ZON/TV CaboÉ público o empenho que Direcção do Sport Lisboa e Benfica sempre colocou no lançamento da Benfica TV. Trata-se de um projecto estruturante para o Clube, cujo arranque representa um factor de inovação no meio audiovisual português e que, acima de tudo, vai permitir uma comunicação mais fluida com todo o universo de adeptos benfiquistas, bem como a maximização e defesa da marca Benfica.Após o acordo de distribuição assinado com a MEO em finais de Agosto e, mais recentemente, com a AR Telecom, o Benfica foi contactado por responsáveis da ZON com o intuito de reabrir um processo negocial que, em face de propostas anteriormente apresentadas e consideradas insuficientes, tinha sido dado por encerrado em Maio passado.As novas propostas apresentadas pela ZON/TV Cabo não preencheram as condições consideradas essenciais pela Direcção do Sport Lisboa e Benfica. Acresce que durante a fase negocial, a ZON/TV Cabo não teve a postura desejável para que um entendimento fosse alcançado. Por estes motivos damos por encerradas as negociações visando a disponibilização da Benfica TV na plataforma ZON.A Direcção do Sport Lisboa e Benfica considera que esta é a decisão que melhor salvaguarda os interesses de curto, médio e longo prazo do Clube, da SAD e da Benfica TV. A Benfica TV e os direitos televisivos são activos fundamentais do Benfica que não podem nem devem ser desvalorizados por ninguém. Ao contrário do sucedido num passado, ainda bem presente na memória de todos, seremos intransigentes na defesa dos interesses do Sport Lisboa e Benfica. Esta é uma ‘mudança’ que esta Direcção introduziu, da qual se orgulha e que vai manter sem inflexões.O Sport Lisboa e Benfica congratula-se pelo apoio que todos os restantes operadores têm dado a este projecto, sendo justo destacar a MEO e a Portugal Telecom, main sponsor da equipa de futebol desde 2005 e principal suporte da Benfica TV.

Embora sem estar em Lisboa e enquanto me preparo para uma almoçarada com um dos mais assíduos visitantes deste blog...

... tenho de vos dizer uma coisa: para perder assim, antes perder o jogo de ontem!
Não faltou equipa, faltou coração, razão e emoção. Faltou carácter e força. Faltou, em suma, tudo aquilo que tem sido o Benfica de Quique.
Compreende-se, assim, que o jogo tenha acabado com um coro arrepiante: Benfica, Benfica, Benfica!
Se os jogadores perceberam a mensagem, sabem que a história está ao virar da esquina!

Eu gostava de acreditar

Que foi apenas uma noite má...

Ao lado

Pela primeira vez acho que Quique anteviu mal o jogo.
O Benfica ainda não tem equipa para jogar com dois extremos. Pelo menos contra equipas como o Galatasaray.
Depois, era de esperar um Galatasaray mais retraído na primeira parte pelo que a velocidade de Suazo não seria tão decisiva. Era preferível apostar em Cardozo para desgastar os centrais turcos.
Junte-se a isto uma completa desinspiração geral, em especial na segunda parte, e o resultado está à vista.
Quique, do meu ponto de vista, começou o jogo com a equipa com que deveria atacar a segunda parte.
Os turcos fizeram, e muito bem, o seu jogo. Mais contidos no primeiro tempo para arriscar mais no segundo. Jogaram sempre muito juntos e manietaram por completo o nosso meio campo. Lincoln esteve extraordinário.
Resta-nos agora ir ganhar à Grécia. A nossa equipa ainda se sente melhor a jogar em contra golpe. Pode ser que seja mais fácil vencer em Atenas.

P.S: Toda a gente aqui sabe que sou um admirador de Di Maria mas hoje ele foi um dos principais responsáveis pelo mau jogo do Benfica. Entregou dezenas de vezes mal a bola porque não tem calma no seu jogo, põe os olhos no chão e não pensa. Respira fundo rapaz!!!!
Ou Quique o põe numa posição mais avançada do terreno onde não tenha de ligar tanto o jogo ou temo que se perca um óptimo jogador.

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

A ser verdade

A ser verdade que David Luiz está de volta, venha de lá essa boa dor de cabeça!

Todavia...estará o Universo Benfiquista preparado para ver Luisão no banco e permitir assim uma defesa alta, menos atreita a falhas quando avança em campo?

Melhor assim. Tempos houve em que até médios tinham de ir para a defesa...

P.S- Nesta época dificilmente acredito que Luisão saia do onze. Para o ano, e mantendo-se a recuperação de Luiz, já outra música tocará.

P.S1 - FORÇA BENFICA!!!É PARA GANHAR!ONZE: Quim,Maxi, Luisão, Sidnei, J.Ribeiro. Katso, Yebda, Reyes, Amorim. Aimar e Suazo.

Olá!

Mal refeito da vitória de Obama, deparei-me com um dupla vitória inimiga na Liga dos Campeões. Uns ficaram chateados, outros indiferentes. Eu fiquei satisfeito: quanto mais jogarem, melhor.
Por outro lado, parece-me que o jogo da Taça entre lagartos e tripeiros vai ser interessante. Muito interessante. Muito mais será se, como prevejo, um de cada lado for expulso...

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Entretanto...

Um dos piores árbitros de que há memória no nosso futebol, e olhem que concorrência não falta, foi condenado a 20 meses de prisão por corrupção passiva.
É bom lembrar que neste como noutros casos houve sempre gente a defender o indefensável. Que ontem, como hoje, errar é humano e que o árbitro nunca erra premeditadamente. Pois sim!

Durante anos levamos com este e outros artistas do apito e sempre que protestávamos éramos acusados de mau perder, inventar desculpas e outras histórias que tais.
Afinal sempre havia razão. E, como pudemos ver no Domingo, continua a haver.

O Rei do charuto

5 boas razões para ver um jogo da UEFA na Luz

- Não nos calha o Carlos Xistra para apitar o jogo

- Com sorte, conseguimos ver outro charuto do Aimar

- Com sorte, vemos outra arrancada do Suazo que dá um golo

- O estádio é lindo

- E ao menos podemos usar o nosso símbolo (ele até pode fugir de vez em quando, mas não serão precisos jaulas, fogos ou armaduras)

Por isso, vão lá amanhã. Vamos "borrar" os turcos...

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Ainda mal recuperado da ansiedade... (com adenda)

... começo por celebrar o golo 5000 do Sport Lisboa e Benfica, homenageando a obra de arte. De letra, como é bonito, escreveu-se um belo poema!
É bom que os palhacinhos do costume lhe chamem charuto de Aimar. O que até pode ser verdade... mas não foi um charuto qualquer: foi um puro, de vitola elevada e sabor intenso. Talvez um Churcchill do velho Robaina. Talvez...
Quanto ao jogo, pouco mais há a dizer: Quique foi informado - Gabriel, Paulo Gonçalves e Rui Costa começam a fazer uma bela equipa - que com Xistra a apitar tinha, quanto muito, 30 minutos para ganhar o jogo. E assim foi: nos cinco primeiros ataques, um remate perigoso, um penalti, dois golos e uma desmarcação limpa para Suazo brilhar. Depois foi o habitual: 14 jogadores contra 10 e o campo completamente inclinado.
Não posso, no entanto, deixar de agradecer a Xistra e ao seu cunhado Coroado: sem a sua ajuda, nunca perceberia a extraordinária equipa que apoio!
NB - O Sport Lisboa e Benfica, clube centenário da velha Lisboa, chegou ao golo 5000 quando so seus rivais se ficam por cerca de 4500. Não sendo uma diferença que surpreenda, impressiona!
São anos e anos de luta, conquista e sofrimento, sendo que nos últimos 30 vivemos numa guerra sem quartel. Sobrevivemos e sobreviveremos a todos os ataques, externos ou internos, e a todas as provações.
Nessa guerra, para a qual não estávamos preparados, ganha-se se for por por bem. E gostava que todos tomássemos boa nota disso. Todos mesmo.
Mesmo sabendo que a vitória está à vista, sei que as batalhas finais, que se avizinham, serão brutais. Ontem nem foi uma batalha, foi um episódio. O que aí vem será bem pior.

És tu e eu

«Gostaria de poder voltar a ver, num futuro próximo, os jogos do Benfica na Luz às três da tarde, ou às quatro da tarde, como acontecia quando eu era novo.»

Luis Filipe Vieira

ORGULHO!

Em ser Benfiquista!!!

É difícil conter a euforia depois do que vimos ontem. Uma equipa com "a raça, o querer e a ambição" que lhe pedem os adeptos benfiquistas através dos seus cânticos. A primeira meia hora foi absolutamente sensacional, com Yebda, Aimar e Suazo em grande plano. Mas se em 3 minutos o Benfica parecia ter sentenciado a partida, em 3 minutos Reyes tratou de nos colocar à beira de um ataque de nervos. Passei a segunda parte a oscilar (por esta ordem precisa) entre os temores da perda de pontos, a irritação com Xistra e a certeza que aquelas águias guerreiras não nos iam deixar ficar mal. Envelheci 10 anos, perdi as unhas, mas acabei em pé, braços erguidos e com um enorme sorriso nos lábios.

Hoje não tenho medo de arriscar: vamos ser Campeões! Acentuo o 'hoje', porque já após a eliminatória com o Napoli tive essa sensação e algo me obrigou a calar o sentimento. Quis esperar pelo jogo com Leixões, de forma a confirmar se as boas prestações nos grandes jogos se estendiam aos embates frente aos menos poderosos. Naturalmente, a ida a Matosinhos representou uma seta espetada no coração e uma dor que Sporting e Porto fizeram o favor de ir aliviando. Ontem o Benfica apagou todas as minhas dúvidas. Haverá jogos menos bons, certamente, mas esta equipa só pode crescer e trazer-nos imensas alegrias. E quando isso se conjuga com uma forte empatia entre jogadores e adeptos nada pode falhar. Ontem, como após a dupla vitória frente a lagartos e napolitanos, sinto que nós também estamos a criar as condições essenciais para o sucesso, porque voltamos a perceber que podemos ser o 12º jogador e que da bancada também podem sair assistências para golo. Basta lembrar a ponta final de 2005 e a caminhada europeia na época seguinte. Enquanto lagartos e tripeiros se atiram aos seus, nós amparamos os nossos. E essa empatia crescente com a equipa só pode contribuir para o sucesso.

Que fique bem clara uma coisa: independentemente do investimento feito, Quique e Rui Costa não têm a obrigação de nos dar o título já este ano. Mas sinto que o vão fazer. E essa é a segunda melhor sensação que um adepto pode ter. A melhor fica para Maio. Eu acredito!

Xistra é um palhaço. Ponto final. Mas serviu para alguém voltar a sair de toca no que toca a arbitragens e tentar convencer-nos do impossível: o Benfica não foi prejudicado. Fica a sugestão para que Andrézinho tenha direito a um post-scriptum naquela coisa do Rodin. É que aquele charuto na face de suazo... é de artista!

ps- Aquele brilho nos olhos de JVP quando lhe pediram para abordar o golo do Benfica... Porra! Já se fazia um jogo de homenagem ao homem...

domingo, 2 de novembro de 2008

Assustaram-se

Guimarães e Xistra assustaram-se com o futebol do Benfica e resolveram acabar com o jogo aos 20 minutos.
Penso que isto é o que melhor define o que se passou esta noite no berço da nação.
O que hoje vimos foi uma vergonha que só neste nosso futebolzinho de merda passa impune.
Aimar e Suazo foram espancados o jogo inteiro. Aimar então foi um verdadeiro saco de pancada e acabou por ver ele o amarelo.
Xistra, essa merda de homem, ao ver que nada derrubaria o Benfica, persistiu e insistiu no escândalo.
Faltas inventadas a favor dos da casa, faltas por assinalar a favor do Benfica, amarelo a cada um dos nossos de cada vez que espirrava, amarelos poupados repetidamente a quase todos os jogadores de Cajuda (outro bandalho), cantos transformados em pontpés de baliza, 5 minutos de descontos... enfim, hoje tudo valeu.
Mas o que valeu no final foi a grande equipa que temos. Os grandes guerreiros que são e o sangue frio que souberam demonstrar.

Fico à espera que João Gabriel venha expôr esta vergonha que, sem dúvida alguma, outros tentarão branquear.
Viva o Benfica!!!

P.S: O passe de Aimar vai perdurar no imaginário de qualquer benfiquista por muitos anos. O nosso novo 10 também é um deus da bola.
Van Basten, desta vez antecipaste-te. Ia-me meter contigo... mas estou confiante que o Pablo me vai dar muitos mais motivos para isso este ano... e o cebola também. :)

Contra tudo e contra todos

Não podem ver o milhafre ou a águia ou o que lhe quiserem chamar lá em cima, que fazem logo de tudo para a colocar cá em baixo. O ramalhete já estava composto com a nomeação do Xistra, mas depois de ontem os corruptos se terem afogado num mar nada certo, eis que o homem da Covilhã (talvez influenciado pelo seu conterrâneo Sócrates) decide roubar (é mesmo este o termo) o Benfica mais uma vez. Não contesto a expulsão do Reyes que é justa, apenas contesto o critério e aí, meus amigos, o Xistra que vá para o caralho.

Grande jogo de Aimar (o mais sacrificado da noite) e grande jogo de Suazo.

Em jeito de provocação, hoje vi uma cotovelada em Guimarães e juro que não foi o Cardozo que a deu.

Boa vitória, contra tudo e contra todos!

75 minutos

Acredito que vamos ganhar, mas estou revoltado!
Aos 25m se o fiscal de linha não anula o lançe do Suazo, era o 3-0.
O pontapé na boca do Suazo, sem falta e sem amarelo, é vergonhoso!
E há muitas mais....

Mas este vamos ganhar! Contra tudo e contra todos!
GARRA Benfica!

Saudações Benfiquistas