sexta-feira, 3 de abril de 2009

Precedente aberto?

Numa noite de 24 de Abril, célebre por um raro golo de Bruno Basto (com o pé direito!!!), Karel Poborsky isolou-se pela direita do velhinho Estádio da Luz. E perante a saída de Vitor Baía estatelou-se ao comprido. O árbitro assinalou penalty, Nuno Gomes desperdiçou. Semanas depois veio o castigo. Um jogo de suspensão para o checo por simulação. Jesualdo, que ainda era benfiquista, devia recordar-se.

ps- Agradeço ao vermelhovzky e ao clov o facto de terem corrigido a minha falha de memória, mas o essencial mantém-se: já existiu punição anterior.

ps2- Miserável a exibição na Reboleira...

3 comentários:

VeRMeLHoVZKy disse...

É verdade que Poborsky foi punido, mas acho que só com multa.

http://www.record.pt/noticia.aspx?id=00000862-3333-3333-3333-000000000862&idCanal=00000002-0000-0000-0000-000000000002

Penso que Poborsky foi suspenso logo a seguir por ter visto o 5º amarelo num jogo contra o Campomaiorense.

E se fosse hoje Poborsky também não seria suspenso, pois do penalty não resultou golo logo o erro provocado sem que a equipa beneficiasse disso (o penalty foi falhado).

http://www.lpfp.pt/SiteCollectionDocuments/Regulamento%20disciplinar.pdf

Artigo 122º pontos 2a) (caso do Lisandro) e 3 (caso do Poborsky).

clov disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
clov disse...

o Poborsky foi punido com um amarelo, que por acaso ( :) ) era o ultimo de uma série e fez com que ficasse de fora um jogo.
Lembro-me que este caso foi a pedido do peidoso que veio reclamar para os jornais a simulação do Poborsky.