sexta-feira, 29 de maio de 2009

Identidade

Confesso que para mim a época tem dois momentos muito dolorosos. Um já se calcula, o outro é a cerimónia de entrega da Taça dos Campeões Europeus. Desde criança que sonho em vê-la entregue a alguém envergando o Manto Sagrado.
Já estive perto, tão perto, de realizar esse momento que me vêm lágrimas aos olhos só de recordá-lo. Mas não foi assim.

Todos os anos faço o repetido exercício de imaginação e transponho para as imagens que vejo na TV, as imagens que a minha mente forma. E todos os anos pergunto: Quando? Quando?

Depois, avidamente, estudo o percurso dos clubes que a venceram. Em todos os que realmente contam- há um ano em que nem vi, nem estudei- há uma identidade própria da equipa. Desde os magníficos 'blancos', passando pelo BENFICÃO de 60, ao Ajax de Cruiff, ao Milan de Maldini até ao Barcelona de anteontem, o denominador comum é a existência de muitos elementos formados no clube.

Putos que começaram nas escolas e foram subindo escalões, entrando aos poucos nos jogos dos seniores, mas identificados com a realidade em que estão inseridos: o grau de exigência, a pressão, a língua, enfim, todos os factores que servem para ganhar o que vulgarmente se denomina por 'tarimba'.

Há efectivamente uma questão orçamental-que permite manter os melhores épocas a fio- a ser observada, mas não é menos verdade que tem de haver pelo menos 3 épocas em que a maioria dos jogadores treinem e joguem juntos para criar essa identidade.

Serve esta posta um duplo propósito, primeiro: Eu e todos os Benfiquistas sonhamos encontar um substituto ao José Águas!

Segundo: Agora que finalmente começamos a ter formação de jeito, há que contratar menos fora e acarinhar mais dentro. A crise até nisso ajuda. Podemos tomar Miguel Vítor como ponto de partida e seguir daí.

Gostava que o Director Desportivo que sabe melhor que todos o que é chegar à Luz com as botas na mão e um sonho na Alma, fosse inflexível nessa muito necessária inflexão ao nível da filosofia do Benfica.

21 comentários:

ilha_man disse...

Concordo plenamente que se deva dar mais importância à formação e que esta é fundamental para ensinar o que se chama "sentir o peso da camisola". Mas discorco completamente que o sonho de todos os benfiquistas é encontrar um substituto ao José Águas.Eu nunca o vi jogar, a única imagem que tenho dele é a levantar as duas Taças, o que não sendo coisa pouca, é insufuciente para me identificar. Estas constantes chamadas ao Benfica dos anos 60 são confrangedoras. Parece que me estão a dizer que em quase 50 não conseguimos vencer nada. Gosto do Benfica pelo que aprendi da sua história, mas principalmente do que o vi jogar! A equipa que mais identifico com o BENFICÃO é o Benfica dos 4-4 com o Leverkussen. Uma equipa aguerrida e com muita vontade de vencer.
Ainda ontem falaste no Mozer. Idenfico-me a 100% com ele como imagem do que dever ser um jogador do Benfica a jogar à Benfica e de quem me lembro, e bem, de ver a jogar!

Abraço

Diogo disse...

Concordo totalmente com o post, mas quando olhamos para os orçamentos das equipas que costumam estar nas últimas fases da LC, faz esfriar um pouco esse sonho. Só num ano muito atípico, como o do fcp em 2004, é que nos faz poder sonhar.
Posso-te dizer que me custa mais ver a entrega da UEFA porque acho que podemos perfeitamente ganhá-la.

Abraço

piazzanuova disse...

A refrência ao José Águas prende-se apenas com o facto de querer voltar a ver um Benfiquista a erguer a Taça.É nesse contexto que deves colocar a afirmação. Não tenho saudades do passado, apesar de venerá-lo, tenho é ânsia na sua substituição pelo futuro.

Abraço.

ilha_man disse...

Claro que há sempre a possibilidade de eu ir ver os jogos fora do Benfica...tu sabes do que eu estou a falar .)

piazzanuova disse...

Exacto. Vai pôr flores à campa, s.f.f. chateia o Homem todos os dias. Pode ser que pegue...

sigmund disse...

Há 2 grandes Benficas na Europa: o Benfica da década de 60, que venceu duas Taças dos Campeoes Europeus, e o Benfica da década de 80, que só nao venceu outras duas porque nao calhou. E se o primeiro só tinha portugueses, muitos deles formados no clube, o segundo tinha muitos estrangeiros, especialmente brasileiros. O da década de 60 pode ter sido mais demolidor, mas o da década de 80 tb conseguiu ir a 2 finais. Acho que é nesse que devemos pôr os olhos, pois está mais próximo da nossa realidade actual. Se conseguirmos manter jogadores durante 5 ou 6 anos, alguns até mais, poderemos chegar a esse patamar novamente.

Constantino disse...

ilha_man - penso que o conceito de "encontrar substituto do Jose Aguas" é mesmo ao nivel do levantamento da Taça de Campeão Europeu.

Concordo plenamente com o texto e esta é uma das criticas que faço ao Rui Costa. Ele que afirmou que queria um Benfica mais portugues, insiste em encher o balneario de estrangeiros. Na temporada passada entraram apenas Vitor, Martins, Amorim e Ribeiro e esta época a coisa começa a seguir o exemplo de outros anos. Já temos 2 brasileiros confirmados, preparamo-nos para confirmar mais 1 uruguaio, a imprensa fala tambem no Nene e há 90% de probabilidades de vir mais um GR estrangeiro. Neste momento a equipa que se preve para o SLB na proxima época é: GR estrangeiro; Maxi, Vitor, Luisao, Pereira, Ramires, Amorim, Medio direito estrangeiro, Di Maria, nene e Cardozo. Há que tirar as devidas ilações e ver se é este o caminho que queremos para o nosso SLB.

Pedro disse...

Concordo...penso exactamente no mesmo qd vejo alguem q não corrupto levantar aquela taça.

piazzanuova disse...

Mas alguma vez isso ocorreu? Não devo ter visto, é como Alésia.

MM disse...

Concordo com o post. Não acompanho os nossos miudos e portanto falo apenas do que oiço, e o que sei é que desde há 3~4 anos para cá, todas as épocas surgem 3~4~5 nomes de juniores que se diz terem sem sombra de duvida qualidade para integrar o plantel sénior. E no entanto, em termos prácticos, muito pouco se tem visto. Os miudos têm sido emprestados e acaba por nunca mais se ouvir falar deles. Os ultimos exemplos para mim são o Romeu Ribeiro e o Dabao.
Mas parece-me que de facto existe nesta altura matéria prima para uma maior aposta nos produtos da formação. Mas como tudo, no meio está a virtude, e acho que isso deve ser contrabalançado com contratações adequadas. Um bom exemplo para mim é a posição de lateral esquerdo. Parece-me óbvio que necessitamos contratar alguém que venha para ser titular. Mas não haverá nos juniores um miudo que possa ficar como 2ª opção? É que reparem que assim até despachávamos o j. ribeiro! Matavam-se 2 coelhos com uma só cajadada!

Quanto ás conquistas europeias, de facto a maioria dos clubes que as tem conseguido apresentam orçamentos bem superiores ao nosso, e conseguem investimentos que para nós seriam inconportáveis. Mas há exemplos de clubes que demonstram que conseguem lá chegar apostando na formação. E o caso paradigmático é o Ajax. Um clube claramente de ciclos, que joga num campeonato em tudo semelhante ao nosso, e em que a sua aposta numa academia de formação dá os talentos que todos reconhecemos.

Aguia disse...

Concordo com tudo mas frizo devemos apostar na formação

Kaiser disse...

Via sms, manifesta o piazzanuova o seu desagrado por não me dar ao trabalho que comentar tão douta posta. Pois bem, aqui vai nada.

Não tenho a acrescentar.

Piso 3 Superior disse...

Desculpem perguntar aqui, mas alguém sabe o que se passou com o blog "Geração Benfica"?

"O blogue foi removido

Lamentamos, mas o blogue em geracaobenfica.blogspot.com foi removido. Este endereço não é válido para blogues novos."

Constantino disse...

Piso 3 - foi a CMVM que mandou suspender o blogue por falta de posts relevantes.

Piso 3 Superior disse...

Constantino, não seja mauzinho... cada um contribui com o que sabe e com o pode na defesa do nosso clube. E "irrelevante" seria o último adjectivo que aplicaria a este blog :p

Saudações Encarnadas

conspiracaodosiguais disse...

Caro piazzanuova:
Faltou-lhe falar do mega-Bayern München dos 70's, provavelmente a equipa mais dominadora da hitória do futebol europeu.
E quanto a garra e amor à camisola, é sempre de ralçar o magnífico Nottingham Forest de Brian Clough, bi-campeão da Europa, onde jogavam homens que um ou dois anos antes eram amadores.

Em relação ao tema central do seu post, a minha opinião é a de que esta direcção apostou na formação meramente para poder dizer que o fez, para se poder pavonear com as suas vitórias. Nunca houve uma aposta clara, exceptuando o Manuel Fernandes e o Moreira, num único jovem. Em vez disso foram já contratados mais de 100 jogadores por LFV. Acho que este dado é elucidativo.
Outro problema é que os nossos jovens nem sequer são emprestados a clubes onde se possam mostrar. A dada altura um dos clubes com mais jovens emprestados pelo Benfica foi o Gondomar!
E outra questão que deve ser colocada: para quê ir buscar jovens ao estrangeiro? Já vimos Chineses, Eslovenos, Brasileiros, Chilenos, Africanos (fora dos PALOP), Hong-Kongenses e etc nas camadas jovens do Benfica. A nenhum foi dada a oportunidade de se mostrar na equipa principal, nem sequer em equipas da I Liga.

Em resumo, acho que esta aposta de LFV na formação foi apenas "para inglês ver".

LC disse...

"Desculpem perguntar aqui, mas alguém sabe o que se passou com o blog "Geração Benfica"?"

Viu que a veracidade não era a que escreveu nem a das suas fontes e fez aquilo a que se comprometeu, fechou a tasca.

Piso 3 Superior disse...

Bolas, e parte assim, sem uma palavra para os seus leitores? Isso não faz muito sentido.

Thanks anyway LC ;)

LC disse...

Piso 3, querias uma melhor resposta do geracao antibenfica?

Foi dada hoje em vagos, acho que ele agiu da melhor maneira, fugiu... é assim que fazem os cobardolas.

Piso 3 Superior disse...

Basquetebol do Benfica em 94/95:
http://www.dailymotion.com/video/x2c0a8_final-do-playoff-basket-9495_sport

Vamos encher novamente o nosso pavilhão nesta final!

"Força Benfica!

aqui está o calendário desta final;

Jogo 1: Benfica-Ovarense (sábado, às 17h)
Jogo 2: Benfica-Ovarense (terça-feira, às 21h)
Jogo 3: Ovarense-Benfica (5 Junho, às 20.30h)
Jogo 4: Ovarense-Benfica (6 Junho, às 16h)
Jogo 5: Benfica-Ovarense (10 Junho, às 16h)*
Jogo 6: Ovarense-Benfica (13 Junho, às 15h)*
Jogo 7: Benfica-Ovarense (17 Junho, às 21.30)*

* Se necessário

se não for possível o sonho de 'darmos' 3-0 que se faça a festa no feriado 10 de Junho para termos o pavilhão cheio que nem um ovo e todos nós revivermos isto....."


in colunadaguiasgloriosas.blogspot.com



Saudações Encarnadas

LC disse...

Não é 3-0, é 4-0, a famosa vassourada