sexta-feira, 19 de junho de 2009

Discussão Zero

Enquanto que aqui no blog se vão esgrimindo as preferências (usando links de notícias explanando os seus argumentos), em outros blogs vai-se discutindo as eleições do Benfica, mas as famigeradas ideias nem vê-las.

O Movimento, até mais ver logo às 18h00, mais não é do que um grupo de associados, que procura em José Veiga uma referência de que a contra-informação se encarrega de eliminar.

Bruno Carvalho tem a estrutura de comunicação bem colocada (site, blog, conferência de imprensa para apresentar a candidatura), mas padece do mal de procurar no FC Porto o melhor exemplo que quer para o Benfica.

Luís Filipe Vieira usa o seu amigo Cunha Vaz para ir espalhando pela comunicação social as notícias que lhe interessam, não precisando de aparecer muito e beneficiando do facto de ainda ser Presidente para ir trabalhando como se nada se tratasse.

A Benfica TV (contaram-me ontem pessoas da estação) optou pela neutralidade, ou seja, não vão dar imagens de nenhuma candidatura, segundo "ordens da administração". Basta somar dois mais dois e ver quem é a administração da Benfica TV e porque é que interessa que não haja debate num dos principais veículos de comunicação do clube e de tudo o que o rodeia.

E ideias? Nada!

Ainda na quarta-feira, quando Jorge Jesus se apresentou no Benfica falou no "projecto desportivo" que lhe foi proposto. Mas alguém sabe qual é o projecto desportivo do Benfica? Está em algum lado? Está disponível para nós o vermos?

E o "projecto estratégico" que Luís Filipe Vieira tanto fala? Onde estão as linhas gerais? Onde estão as directrizes que o clube tem de seguir para atingir determinado objectivo (que não se sabe qual é actualmente)?

E a formação de futebol do clube? É preferível formar campeões ou jogadores com capacidade para integrarem o plantel principal? Porque se for para formar campeões, a tarefa não é difícil, porque só na fase final, os 6 jogos é que os tornam campeões, porque na fase inicial, as cabazadas são mais do que muitas e isso não é formação, a meu ver.

E as modalidades? O apoio é feito, sim senhor, mas querendo os melhores, é necessário dotar financeiramente cada secção, e verdade seja dita, apenas o futsal e o basquetebol têm tido esses requisitos. O andebol (e já sei que virão muitos falar) foi construído com uma equipa que Donner pegou na antiga 1ªDivisão (que não tinha nada a ver com a Liga) e que com ela chegou a campeã.

E a vertente comercial? Quais são as linhas orientadoras para potenciar ainda mais a marca Benfica? É vendendo a camisola por um dos valores mais caros da Europa? É lançar todo o tipo de merchandising, como se os mercados fossem todos iguais em todo o lado?

São respostas a estas perguntas e as suas respectivas ideias que este sócio quer ver respondidas para poder saber em quem votar nas próximas eleições. São estes os motivos que levam os sócios a pensar estratégicamente no Benfica. Não é saber se vem o Manuel ou o Joaquim, se A ou B apoia este ou aquele ou se o que o Presidente X fez ou deixou de fazer.

O que é preciso é que se esclareçam os sócios e não peguem neles como se fossem cordeiros num rebanho, onde só um pastor é que terá capacidade para o lidar. A história está cheia desses exemplos errados...

5 comentários:

R. disse...

Segue um "copy and paste" de um comentário meu no post "Adivinha" de Cosimo Damiano a 17 de Junho de 2009:

"Irokumata como tem sido aqui defendido por mim e mais alguns vamos discutir o Benfica e deixar os nomes de lado:

A) Apostar na formação.

B) Dominar claramente o mercado interno e buscar efectivas mais-valias no estrangeiro.

C) Implantar um esquema táctico único em todas as camadas de formação.

D) Apostar em métodos de ponta para optimizar a performance física nomeadamente atráves de software e análise estatística

E) Incutir no plantel sénior um espírito guerreiro e de verdadeira família que faça juz ao lema Et Pluribus Unum

F) Apostar no ecletismo dominando claramente: futsal, basquetebol, hoquei em patins, andebol e voleibol

G) Fortalecer o Projecto Olímpico

H) Apostar forte no merchandising e marketing nomeadamente através do envolvimento dos jogadores em acções de solidariedade e junto dos sócios, aposta em pacotes de jogo tipo: compre 4 veja 5; compre 4 e veja um jogo grande de borla; planos para famílias e acompanhantes


Qual dos 3 é que faz isto? É esse que quero foda-se!"


Número de críticas a isto? ZERO!

LC disse...

Isso são valores que se perderam há muito tempo no interior do nosso clube, para o implementar só começando a ganhar de novo, mas para a SAD é irrelevante, o que lhes interessa mesmo são resultados financeiros.

Há muito que não vejo grandes preocupações com os resultados desportivos (futebol profissional), e vou continuar a não ver, ou então tenho a dizer que é mesmo tudo uma cambada de incompetentes.

Mister D disse...

Então peguemos neles:

A) Apostar na formação - O que é apostar na formação? Terá a ver com o ponto C) Implementar um sistema único nos escalões? E depois? Fazemos como o Sporting, que usa sempre o 4-3-3 e os séniores jogam em 4-4-2 losango? Qual é a real valia do ponto 3? Se calhar não será o melhor. A aposta na formação é efectivamente ver se os jogadores têm melhorias ao longo dos anos e não jogam nas camadas jovens por serem filhos destes e daqueles ou porque têm empresários credenciados. O importante é na formação, os miúdos saberem que nem todos podem ser jogadores de futebol e que têm de preservar o futuro noutras áreas. O importante na formação, é aprender o que é o Benfica, a sua história, valores e ideais. Isso é aposta na formação.

B)Dominar o mercado interno é fazer ver aos jogadores portugueses que o Benfica está presente para lhes dar a credibilidade que eles querem. Se o Benfica ganhar, eles também ganham e vice-versa. Mas um dos problemas do Benfica dominar ou não o mercado interno é descobrir jogadores noutros escalões de competição. Foi assim que veio Paneira, Bento, Chalana, Diamantino, Álvaro, entre tantos outros. Notar que existe potencial, mas que existe também querer.

D) A parte o software e análise estatística já existe e a isso podemos dever a Quique Flores que construiu um Laboratório capaz de ombrear com outros da Europa. O problema é que como não ganhou o campeonato e não dava votos, ficou com o trabalho a meio. Esperemos que Jesus saiba aproveitar o que tem à disposição...

E) Creio que já respondi a essa pergunta no ponto C

F) A aposta no ecletismo está a ser feita, mas depende sempre do factor principal: dinheiro. O investimento que se requer para ter os melhores tem de ser elevado e a prova disso é que os jogadores do futsal e do basquetebol são dos mais bem pagos do país. Por isso são também campeões, mas é necessário haver um background financeiro que o suporte. O voleibol tem um problema que em vez de ter sido melhorado, o processo foi invertido, ou seja, depois de termos sido campeões, reduziram-se os custos e o resultado está à vista. O hóquei em patins é uma modalidade que ao longo dos tempos está a desintegrar-se e caminha para o fim. O FC Porto chegou à 8ª vitória consecutiva no campeonato porque o Benfica não quis desistir. Essa é que é a verdade, senão também o FC Porto já tinha desisitdo da modalidade.

G) Fortalecer o Projecto Olímpico como? Com atletas singulares como temos tido? Se assim for, voltamos ao mesmo problema de capital, para termos os melhores. E o que é que o Projecto Olímpico representa para o Benfica como clube?

H) Apostar no merchandising envolvendo os jogadores, com o actual plantel é complicado, porque a percentagem de jogadores portugueses no mesmo é reduzida, o que torna complicado a realização dessas acções. Quanto aos pacotes promocionais, existem outras vertentes que podem ser utilizadas e que deveriam ter em consideração o papel dos sócios que vão sempre ao Estádio da Luz. Não basta aproveitar as regalias do Kit Sócio.

Fui claro nalguns pontos? :)

R. disse...

Quando digo em apostar na formação é, e deixa-me roubar a expressão, ter a "espinha dorsal" das camadas jovens da selecção nacional. Ou seja ter a nata dos possíveis futuros grandes jogadores portugueses e já se provou que até temos jeito para a coisa. Por outro lado é necessário acabar com este vedetismo que grassa hoje em dia nos jogadores portugueses. Já estou pior do que o outro (desculpa LC): "Queres ter o cabelo comprido e brincos? Primeiro és campeão 3 vezes e depois logo deixas crescer o cabelo e furas a orelha!"

É evidente que a implementação de um sistema táctico únic tem os seus handicaps, mas no long run entendo que pode ser benefico na formação de um jogador! Ars longa, vita brevis - prefiro ter um grande defesa esquerdo a jogar em 4-3-3 do que um que seja mediano em 3 ou 4 esquemas diferentes...

Ainda em relação à política desportiva, é necessário entender que ou temos (cenário impossível) um reinado à Fergunson ou então tem de ser o DD a ditar as contratações - É que depois é o Benfica que fica com os "elefantes brancos", a não ser que Quique e companhia aceitem ser indemnizados com o passe de Balboa...

Quando falo em dominar o mercado nacional, não falo exclusivamente de jogadores portugueses! O exemplo mais notório que deste será o de Paneira que salvo erro veio do Vizela da antiga segunda divisão! Mas repara na gestão que é feita sobre o defesa esquerdo do Benfica e desde já peço desculpa se o Shaffer for muito muito bom. O Benfica dispensou Leo. Tem Jorge Ribeiro, Sepsi e dois jogadores da formação à espreita. Tem Alonso - experimentado no campeonato nacional e vai investir num argentino? Como já disse... Era mais uma perna do Reyes... E se ele for muito muito bom... Bolas, então para quê o investimento no Sepsi? Um dos dois é necessariamente injuntificado!

Quanto às modalidades estamos totalmente de acordo! O caso do voleibol é flagrante. A falta de continuidade na aposta! Será melhor o Benfica apostar sério em 3 modalidades de forma a vencer de forma sustentada, sincronizando os horários dos jogos com o futebol e galvanizar a massa associativa para outras modalidades do que ter a equipas ad aeternum a andar pelo meio da tabela - essa não é a matriz do Benfica!

Last but not least... O projecto olímpico será das coisas pelas quais estou eternamente grato a LFV! Não posso sequer exprimir o orgulho que senti em ver Nélson Évora campeão olímpico! Os Jogos são o momento mais alto que existe no desporto! Um clube eclético como o Benfica tem de lá estar!

E quanto a financiamento... Podemos ver as modalidades como um sorvedouro de dinheiro do futebol! Mas esse sorvedouro hipoteca jogadores como Amorim ou Reyes ou estamos a falar de Andrès Diaz e Eversons?

no merchandising/marketing è claro que colei as ideias à NBA mas è algo perfeitamente exequìvel ainda mais com a Benfica TV

RA disse...

"Liderar"