terça-feira, 16 de junho de 2009

Eis que a montanha pariu um rato!

Sem apresentarem candidatos aos orgãos sociais, sem apresentarem ideias, apresentou-se hoje num hotel de Lisboa um dito movimento que ambiciona apresentar um candidato às eleições do Sport Lisboa e Benfica.
Esperei, sinceramente, que o dito movimento, que trabalha na sombra há mais de seis meses, apresentasse alguém para assumir a liderança do mesmo. Evidentemente que assim não foi: os líderes, os verdadeiros líderes - Veiga e Bibi -, mantiveram-se na sombra.
Sem pessoas com carisma no mundo benfiquista - dos poucos que por lá passaram, um traiu o Benfica ao apoiar Vale e Azevedo por duas vezes, outro traiu ao dizer que preferia ver o Sporting ganhar ao Benfica e o outro ao afirmar que iria trabalhar com Mourinho no Porto com todo o agrado -, sem ideias capazes de galvanizar os sócios do Benfica, como pensam estes senhores ganhar as eleições?

1 comentário:

Passaralho disse...

Se fizeres esse tipo de análise a Vieira e a quem o acompanha, encontras bastantes analogias.
Desde o nº25, a quadros da SAD, a funcionários da prospecção, treinadores camadas jovens, presidente da mesa da assembleia geral... Até no recém apresentado treinador.

Que é o meu treinador a partir de hoje até, pelo menos, 4 de Julho.

É tudo uma questão de perspectiva.
Este tipo de discussões, das pessoas e não dos projectos (falar nisso Vieira também não tem, só se for o tetra-terceiro), é completamente estéril.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!