segunda-feira, 22 de junho de 2009

Jornalismo de Sarjeta



Já estava para comentar o que se tem passado com a campanha eleitoral do Benfica a nível de comunicação, mas a capa d'A Bola de hoje desfaz quaisquer dúvidas que ainda haviam.

Afirmo também que não li a notícia do jornal. Não perco tempo a ler notícias encomendadas.

Começo por criticar a hipótese da SAD poder ser vendida a espanhóis. De repente, lembrei-me da famigerada OPA chinesa que permitiu há uns tempos, quer a Berardo, quer a Vieira ganharem algum no mercado especulativo em que movem as acções do Benfica. Veio-me à ideia a mesma situação, e apesar de hoje não ter havido variação no preço das mesmas, o final da história é o mesmo: "O Benfica sai reforçado e mostra que é uma marca válida em qualquer ponto do Mundo", tal como o Presidente disse aquando dos supostos "chineses".

A seguir, entra em cena "A Bola" e o seu Director-Adjunto José Manuel Delgado. Sempre que é preciso alguém defender Vieira e os seus acólitos, eis que aparece o Director-Adjunto do jornal a esgrimir argumentos ou na última página ou em entrevistas exclusivas, como a do passado Sábado. E é triste que isso suceda. Porque se há quem se sinta indignado com a possível questão editorial de uma televisão privada, também gostaria de ouvir essa indignação com um jornal desportivo diário.

Os direitos televisivos são o próximo passo. Aliás, é o passo que todos falam. Façamos as contas de forma clara e concisa. O contrato com a Olivedesportos termina (oficialmente) na época 2012/2013. Existem eleições agora, sendo que o mandato que tomará agora posse finda no final da época 2011/2012. Haverá ainda um ano para se poder renegociar o contrato dos direitos televisivos, pelo que não sei qual é o "medo" que assola as mentes de muita gente. Segundo se sabe, oficiosamente, o contrato está para ser extendido, inclusivamente, por mais um ano, com a Olivedesportos, em troca dos jogos de todas as modalidades poderem ser dados em diferido na Benfica TV. O sistema continua a minar o Benfica e não foi nem Bruno Carvalho, nem Carlos Quaresma que prolongaram esse contrato.

Finalmente, a Benfica TV e a sua ausência da campanha eleitoral do Benfica. Foi decidido pelo Conselho de Administração da televisão que não haveria cobertura de nenhuma candidatura. Quem manda actualmente no Conselho de Administração são o Presidente e o CEO. Porque razão não quereriam um debate na Benfica TV? O que os levou a terem essa atitude? Medo de discutir as ideias? Medo de debater o Benfica? Medo do quê?

É este jornalismo de sarjeta e estas afirmações que as pessoas pensam como verdades inquestionáveis que me preocupam no Benfica actualmente, reduzindo assim a margem para se discutir o que quer que seja. Se calhar, porque alguém assim o quer...

16 comentários:

Ricardo Chaves disse...

Cska Mosca, Carvalho lascia la Russia e va al Benfica

Fonte: itasportpress.it

Il centrocampista brasiliano Daniel Carvalho si appresta a lasciare nuovamente il Cska di Mosca, destinazione Benfica in Portogallo. A favorire il trasferimento del fantasista avrebbe attivamente preso parte il padre del calciatore, Dani Albio Cravalho, che ne è anche l'agente. E pare sia stato proprio lo stesso a convincere il Benfica della necessità di ingaggiare il figlio, il quale da parte sua da tempo sogna di lasciare la Russia per trasferirsi in un paese dalle condizioni climatiche più miti.

disse...

Então quais são as tuas ideias para um Benfica maior e melhor?

Domingos Soares de Oliveira conduz mal os destinos financeiros do Benfica?

A Benfica TV é um projecto falhado?

O teu candidato é o Bruno Carvalho ou o Manuel Quaresma? É que está mais que visto que não é Vieira.

O teu candidato, vou assumi-lo assim, acaba de dar mais uma vez o exemplo do seu clube, em que despediu Del Neri no período experimental, para despedir JJ.

JA disse...

Oh Mister D,

És fraquinho de ideias rapaz.

Tenho pena de ti.

Mister D disse...

O que vale é que nem todos gostamos do azul (salvo seja), senão o que seria do vermelho...

O que vale é que as pessoas que clamam por ideias, não as vejam escritas como já as escrevi...

O que vale é que a demagogia nunca fez mal a ninguém...

Anonymous Bosh disse...

"Existem eleições agora, sendo que o mandato que tomará agora posse finda no final da época 2011/2012"....

2009/2010+3=2012/2013. Faz muita diferença.

Kaiser disse...

Ó Bosh,

posso não concordar com uma linha do post, como não concordo, mas os três anos de presidência terminam, efectivamente, em 2011/2012.

Kaiser

LC disse...

"2009/2010+3=2012/2013. Faz muita diferença"

se a estupidez pagasse imposto eras um dos que andavam com a cara cagada.

09/10=1 10/11=2 11/12=3

Constantino disse...

Fico feliz por ver que nem todos os benfiquistas estão ainda na fase do beija mao ao LFV. Aliás, não deixa de ser curioso ser a abola a desancar no Moniz, depois do record ter trazido à estampa todo o curriculo dele. E o pior é que todos acham normal o actual presidente do SLB, com 8 anos lá dentro ter como bandeira eleitorar "Benfica vai voltar aos titulos". Depois de 1 campeonao em 8 anos, dizer isto é gozar com os benfiquistas. Não se esqueçam de ir todos em filinha pirilau votar nele, que é o maior e o salvador da nau benfiquista.

LC disse...

Constantino, já deves ter percebido que não sou a favor de Vieira, mas classificar apenas o trabalho dele no tempo que ele esteve no Benfica com um campeonato não é de forma alguma justa.

Mesmo não gostando da pessoa em causa como presidente do nosso clube, por vezes entendo certas alarvidades que diz como a frase "se calhar não deviamos ter sido campeoes", é que assim ele poderia argumentar que ainda não tinha condições.

O clube veio do zero e foi preciso muita cabeça para o estabilizar.

Já disse e volto a dizer, mais que ninguém gostaria que todos os anos o Benfica fosse campeão, mas para isso acontecer sem hipotecar o clube, muito trabalho de suporte teve e tem de ser feito, o que me fode é ver que toda a gente é dona de uma opinião muito vincada mas ninguém tem colhões para se lá meter.

Kaiser disse...

...só para recomendar a leitura da página 14 da edição de hoje do Diário Económico...

Abraço,
Kaiser

LC disse...

Kaiser, é disto que falas?

"Media Capital afunda 12% com possível venda da TVI"

passo a publicidade:

http://economico.sapo.pt/noticias/media-capital-afunda-12-com-possivel-venda-da-tvi_13504.html

Kaiser disse...

Nope.

É da estratégia PRISA/Mediapro para a entrada no mercado português dos direitos televisivos dos jogos de futebol.

Constantino disse...

LC - não estou a avaliar as direcções vieiristas em numero de titulos. Estou apenas a avaliar o seu discurso absolutamente azevedista. Prometer titulos ao fim de 8 anos em que só se ganha 1... pela logica isto tinha que ser discurso de oposição. A 1ª pedra que a oposição pode sempre atirar é a falta de titulos (e estes são fundamentais à estabilidade economica do SLB). Ele assume que não ganhou nada e utiliza isso como bandeira eleitoral, o que é maravilhoso e os socios seguem-no o que ainda é mais fascinante. Isto é a mesma coisa que um Governo prometer baixar os impostos se for reeleito, depois de estar 4 anos a aumenta-los e as pessoas darem-lhes a maioria absoluta. Que é que o LFV pode prometer mais? Se for eleito cumpre os 3 anos de mandato sem eleições antecipadas? Ao menos já se deixou do "SLB Campeao Europeu em 3 anos", que essa era mesmo atirar milho aos pombos. E essa da recuperação economica do clube.... 150 milhoes de passivo....
Por outro lado gostava que me explicassem como é que o SLB sem vender jogadores e sem ir à Champions 2 anos seguidos ainda investe 10 milhoes no Ramires e no Patric, e ainda tem dinheiro para mais contratações (sabendo-se que a folha salarial não é brincadeira). De onde vem tanto dinheiro?

LC disse...

Volto a dizer que não sou a favor de Vieira nem votarei nele, mas foi ele que lá esteve e lá está, por isso ainda é quem eu respeito.

"A 1ª pedra que a oposição pode sempre atirar é a falta de titulos (e estes são fundamentais à estabilidade economica do SLB)."

Tivessem aparecido mais cedo para endireitar a casa (é a resposta que quem faz esse tipo de oposição tem de ouvir), pois só assim se pode começar a querer ganhar.

"Ao menos já se deixou do "SLB Campeão Europeu em 3 anos""

Se calhar o Luís Filipe Vieira é como tu, eu e todos os outros, ambicionamos sempre mais e melhor, eu também contava mudar de carro de 3 em 3 anos (para melhor) mas nem no ano passado nem este ano o consigo, já lá vão 4 a caminho de 5 anos sem títulos.
Deu para entender a ideia?

Constantino, eu percebo muito pouco ou praticamente nada (de assuntos financeiros), por isso é-me complicado falar de passivos.

Mas e os activos?
Querias um estádio novo sem aumentar passivo?
Querias um centro de estágio sem aumentar passivos?
Queres contratações sem aumentar passivo?
Queres tudo não é?

Eu também, mas nem tudo é possível ao mesmo tempo.

O que eu vejo é que as pessoas, mesmo não tendo conhecimentos sobre determinados assuntos opinam porque leram aqui e ali, esquecem-se é de tentar perceber como realmente se devem avaliar as situações.

E isto é válido não só para o Benfica, Vieira, Manuel, Joaquim e afins, é válido para tudo e todos.

PS: Não metas políticas nisso que fico com vontade de fazer uma nova revolução.

Sempre disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:

http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

Coglionne disse...

Ainda há quem continue a achar que foi jornalismo de sargeta?

Veja-se os ultimos desenvolvimentos dos negócios PT / TVI / Média Capital.

Para além da despudorada tentativa de controlar uma linha editorial incómoda (e não há encobrimentos de branqueamentos que não sejam mais ridículs do que as próprias tentativas em si), o resulta deste negócio de contornos obscuros, é que o Glorioso estava mesmo para ser tomado de assalto.

Os dados vindos a público continuam a confirmar o que o "Jornalismo de Sargeta" tornou público. Leia-se hoje o "insuspeito" correio da manhã.

Estava tudo de acordo, o sócrates (esse Benfiquista), até a sic (onde já se esfregavam mãos de contentamento pela saída do moniz como se isso fosse garantia de recuperação de hegemonia de audiências). Era bom para todos (menos para o SLB, digo eu): livravam-se de uma linha editorial incómoda, da botóxica manela que disparava rajadas para todos os lados, às 6as feiras no jornal nacional, ganhavam a possibilidade de "vender" os direitos televisivos da melhor marca portuguesa.

Até outros grandes benfiquistas e amigos do moniz, como o APVasconcelos e o NBreyner eram a favor. Um já tem um guião preparado para o filme que o outro já realizou ou realizará.

Jornalismo de sargeta??? Deixem-me rir (infelizmente).