quarta-feira, 24 de junho de 2009

O jogador que ainda não conseguimos substituir



Diz o adágio que os cemitérios estão cheios de insubstituíveis, mas desde que o "profeta" deixou a Luz que andamos à procura doutro igual. E se não andamos, devíamos!

15 comentários:

Irokumata disse...

Bons velhos tempos...

Eu ia mais longe, desde que Damasio entrou e os camioes de jogadores comecaram a vir e a ir, andamos a procura de um rumo!

HMF disse...

Que saudades de Isaías.

Passaralho disse...

De Isaías e dos outros!
No fundo, que saudades do Benfica!

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

Coglionne disse...

Já que estamos em maré bíblica, aqui vai o meu voto de esperança:

Já que os profetas anunciaram a vinda de Jesus, talvez hierarquicamente este seja um ano bom. Se as hierarquias forem respeitadas... :-)

Este ano vai ser o ano de todos os trocadilhos, piadas e capas de jornal de matriz bíblica.


Isto de Jesus treinar na Luz, tem muito que se lhe diga.

inespugnabile disse...

Falcão?

piazzanuova disse...

Passaralho, 10 anos de damásio e vale deitaram tanto, mas tanto por terra, que é um milagre que nos tenhamos mantido minimamente competitivos. Sendo a palavra mínimo, a operativa.

Agora, há pouco tempo ouvi o Gobern a contar que o trabalho de ginásio antes dos jogos era de musculação. Do ponto de vista técnico do treino, isto revela mais que incompetência, é negligência pura e dura. Se isto for verdade, penitencio-me por ter defendido Quique.

piazzanuova disse...

E $$$$? inespugnabile? Mandamos o aimar devolta e pomos o Amorim a dez?

Passaralho disse...

piazza:

Não tenho dúvidas de que Damásio e Vale nos desfalcaram de uma forma terrível e atroz. Isso é indesmentível.

Assim como a brilhante década de 80 começou a cavar o fosso financeiro, embora com gente de bem e com boas intenções e com grandes resultados e uma pujante presença europeia a ofuscarem esse facto.

Mas já vai sendo tempo de se dar a volta ao texto. De haver coerência e união, de ser fiel ao que é o Benfica.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

R. disse...

Ah.. O Isaías... Benfica-Parma em 93/94... Vim de Braga de propósito e ainda hoje tenho esse bilhete... No verso vinha uma imagem do museu do Benfica... Foi a única vez que estive no antigo estádio completamente cheio... Ainda hoje não consigo ter o mesmo sentimento em relação à nova catedral... Este pode ser mais cómodo, mas o antigo... Ui... Os adversários já entravam borrados...


Acho que perdemos uma boa oportunidade de encontrar um substituto quando o Derlei andava a passear em Leiria...Podia faltar o remate de longa distância mas a força estava lá...

Irokumata disse...

Epá mas sempre o Vieira nos trouxe 7 magnificos atletas do Alverca e o Ronald Garcia... podemos-lhe agradecer isso.

Éter disse...

O inesgotável Isaías! Que saudade...

GM disse...

O Isaìas...que jogador!

Marcou aos submissos e aos corruptos por inumeras vezes e com grandes golos, em grandes jornadas europeias inclusive.
Naquela tarde de Taça na LUZ (jogo de desempate) em que partiu os rins do tarzan da paula seguido de um golo monumental que meteu o tóbia dentro do galinheiro, foi um extase. E eu assisti Aquilo mesmo ali por detras da baliza! Um show!

Mas teve muitos mais..foi um craque de mao cheia mas nunca considerado o melhor, tanta era a qualidade naquelas equipas (90/95)..

Constantino disse...

Numa altura em que tinhamos Joao Pinto, Rui Costa, mais tarde Futre,e tc etc Isaias era o maior idolo do Terceiro Anel e isso diz tudo.
De qualquer forma toda a equipa era boa (ate o Paulo Madeira era um jovem de grande futuro) e só em Portugal é que uma equipa destas podia ficar em 2º atras de Vlk's, Antonios Carlos, Kikis e afins.

PS - o segundo golo é fantastico. Foi após aquele tunel que o Tony Adams se tornou alcoolico.

PPS - há 3 anos encontrei um adepto do Arsenal no hotel onde eu trabalhava que me disse acerca do SLB: "eu estive no estadio na vossa vitoria de 3-1. Aquele Isaias era fantastico. Passados 5 anos quando foi jogar para o Coventry tornei-me fã deles por causa dele". (atenção que isto não é inventado e no final da estadia deu-me 31 Euros de gorjeta)

Diogo disse...

Esta foi, para mim, a camisola mais bonita que tivemos. Já a do Arsenal...
Grandes tempos em que maioritariamente tínhamos jogadores portugueses e dávamos luta a qualquer colosso na Europa.

Arthur Dayne disse...

Mas nao so o Isaias... que falta (e que grande, grande erro foi a sua dispensa...) nos faz um Kulkov.