quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Apesar do 1-4

Gostei muito mais do homem dos balões que não tem culpa da tempestade como diz o homem da espingarda.
A realidade é a tempestade e não os balões ou o homem que os tira. Tão pouco o é o homem da espingarda.
Ou será ao contrário?
A culpa será do homem da espingarda que é afinal real ao contrário da tempestade e dos balões do homem que os tira?
Explica lá outra vez Carvalhal. E muito obrigado por existires.

Sem comentários: