sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Era só o que faltava

Tenho andado calado.

Tenho andado calado porque, agora que o precipício está à vista, o que não falta são braços dispostos a dar o empurrão final.
Muitos eram os mesmos que há 3 meses atrás chamavam anti-benfiquista a qualquer reparo que se ousasse fazer à programação da época.

Mas adiante.

Perante o que o Manini hoje escreveu tinha de ripostar num ponto:

Era só o que faltava, demitir Luis Nazaré. Uma das pouquíssimas cabeças que pensam por si no actual Benfica. Um dos homens que ajudou a derrotar Azevedo (onde andava Vieira em 2000?).
Fazer dele presidente do Sport Lisboa e Benfica ainda admitia. Agora demiti-lo? Nem a brincar!!! Mas nem a brincar mesmo!

Não se inventem bodes expiatórios para a pouca vergonha a que temos assistido. O descalabro tem UMA, e apenas UMA, cara.

2 comentários:

chefe disse...

MUITO BEM

ian curtis disse...

Sem dúvida... tal Sócrates e o geral da sociedade, para a festa... todos aparecem, mandam os foguetes e apanham os louros (mais vezes imerecidos, do que merecidos). Quando a festa corre mal... é vê-los a fugir, a sacudir o capote e quem apanha as canas... os que acreditam e vivem a causa diariamente e que sofrem. É um mal geral e que está cada vez mais interiorizado dentro da nossa sociedade e que por incrível que pareça, passado 3 dias, já todos esqueceram e por sua vez voltam a ser os maiores. Se faz favor população...bebam menos minis e ponham menos tabaco nisso... pode ser que voltem a despertar para o mundo.