terça-feira, 9 de novembro de 2010

A inevitabilidade da mudança (parte II)

Tenho dito e escrito que o exercício do poder não pode ser casuístico. Bem pelo contrário, sem uma visão de futuro e a projecção de um modelo, com a sua consequente concretização, o poder e a sua imagem serão sempre um balão de ensaio da correcção de erros futuros.

Vieira apoiou Valentim Loureiro, impondo Cunha Leal na Liga. Mal sabia ao que ia… as funções do segundo eram executivas e o regabofe do apito dourado mostrou, à saciedade, que o nosso Presidente foi enganado. Desde encontros às claras, a provocações permanentes, a árbitros escolhidos a dedo para nos prejudicarem e beneficiarem outros, tudo foi possível. Vieira ficou a ver os comboios passarem, sentado na paragem da revolução financeira do nosso clube.

Depois de uma fase de alguma tranquilidade na Liga, o que fez Vieira? Admitiu que o actual Presidente da Liga viesse dos quadros do Porto, sem indagar o que fizera quando teve responsabilidades no basquetebol – uma nojeira, saliento desde já!

Mais, permitiu que a directora executiva continuasse a ser do Porto – irmã de um director desportivo de um candidato ao título! – e deixou cair Ricardo Costa, o pilar da justiça desportiva!

Bom, podia vir daqui alguma jogada de génio… viram-na? Eu vi: nas primeiras jornadas da Liga só não fizeram o que não puderam! Contra a Académica, Nacional (Pedro Proença fez uma arbitragem vergonhosa, protegendo Orlando Sá do primeiro ao último minuto) e Guimarães meteram a carne toda no assador e nos restantes jogos brindaram os nossos jogadores com cartões amarelos sucessivos e em catadupa.

É evidente que fiquei (ficámos) pasmado e irritado. Calei-me para ver o que se seguiria. Viram o mesmo que eu: uma política errática da direcção, apontando caminhos vazios de conteúdo.

Nem sequer uma crítica à cúpula executiva da liga de clubes…

No meio de tudo isto, o silêncio do nosso director desportivo…

Volto a dizer-vos o mesmo que tenho dito em vários quadrantes: tenho medo que Rui Costa saia chamuscado desta brincadeira!

É evidente que deixei de apoiar Vieira e esta direcção (nem sei bem se temos uma direcção ou um conjunto de seguidores de Vieira), mas que me mantenho na expectativa sobre o futuro de Rui Costa. Sei que o seu caminho será trilhado dentro do Benfica, mesmo que a razão o puxe para fora – e neste momento só um coração do tamanho do mundo o levará a tentar dar alguma orientação a um barco que caminha à deriva.

Veja-se, por exemplo, como permitiram que o capitão da nossa equipa – Nuno Gomes -, desgostoso com o tratamento de que está a ser vítima, viesse anunciar em Outubro que nos deixaria em Junho, sem que se saiba se fica na estrutura do futebol, ou não.

Afinal, há lugar para Nuno Gomes no Benfica? Alguém sabe dizer o que se passa?

Vieira está hoje com a equipa. Está porque a equipa está em Angola e parece que, nas palavras do nosso Presidente, é lá que se sente em casa.

Espero que sim. Que se sinta em casa e que venha unida. Sei, no entanto, que tal não sucederá.

David Luiz, Luisão, Javi Garcia, Saviola, Aimar e Nuno Gomes não conseguem ouvir falar do nome do treinador. O guarda-redes é tão, tão, tão fraco que precisa de dois técnicos para o ensinarem a sair com da baliza sem fechar os olhos. Não temos um defesa direito de raiz no plantel. Fábio Coentrão monta-se e desmonta-se para, em todos os jogos, ser o 12.º, 13.º e 14.º jogador. Sidnei, que custou 5 milhões mais 30 por cento do passe de Di Maria (foda-se, que grande negócio do Jorge Mendes!), é uma pequena amostra do jogador pujante e cheio de força que cá chegou em 2008. Jorge Jesus não tem discurso coerente, manda umas bojardas para o ar e chega a mostrar, em conferências de imprensa, um confrangedor desconhecimento sobre a posição relativa do Benfica na tabela classificativa.

E o nosso Presidente? Será que já reuniu com o plantel e tentou perceber o que se passa? Será que pensa que pagar, em desespero de causa, prémios de jogo em atraso, com promessas de prémios futuros, chega para remediar asneiras do passado? Será que já impôs aos capitães um compromisso de futuro, pactuando nos prémios para esta época? Será que os jogadores acreditaram que a promessa desvendada no jornal “O Jogo” de hoje era séria? Será mesmo que o Presidente julga que esta geração de futebolistas não sabe como pode destruir uma época?

Será que o nosso Presidente já se dirigiu a Rui Costa, desculpando-se pelo erro de cálculo e pedindo-lhe, com humildade (esta é quase para rir…), que volte a assumir as rédeas do futebol do Benfica? Será que Vieira aproveitará a passagem por Angola para sentar o quarteto cimeiro da estrutura profissional do Benfica à mesa e pedir, com alguma moderação, para que os superiores interesses do Benfica voltem a vir à superfície, assumindo as suas responsabilidades no que se passou desde o fim da época passada?

Será que Vieira já impôs uma mudança na equipa técnica (digo mudança na e não mudar a )? Será que Vieira já falou com Jorge Jesus e lhe pediu para voltar à terra? Será que Vieira já explicou a Jorge Jesus que o Sport Lisboa e Benfica ganhara, à data da sua contratação como técnico do clube, 31 campeonatos?

Será que, enfim, Vieira já se apercebeu que os sócios do Benfica, como provaram no passado, não passam cheques em branco?

(continua)
PS - Sei que para muitos dos que aqui passam não sou só o inespugnabile... Sei e assumo-o. Tenho nome, cara, família, profissão e um clube: o Benfica. Só que não sabia que o texto de ontem - que não queria ter escrito! - ia ter tamanha repercussão, que levou a que alguns amigos se chateassem comigo. Temos pena, diria o outro... Sucede que, neste caso, temos mesmo pena! É que se escrevi o que escrevi é porque estou profundamente desiludido, amargurado e, até, um pouco envergonhado. E esses amigos que se chatearam, fizeram muito bem: chatearam-se porque continuam na via sacra! Infelizmente, sei-o bem, há o ponto de viragem. Espero que o deles não seja demasiado tardio...
Viva o Benfica!

25 comentários:

Passaralho disse...

E mais vale tarde que nunca, sem dúvida.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

Carlos Alberto disse...

Venha o 'beiga' e ele que traga o 'octávio machado' que é isso é que vocês merecem...
Entretanto, amanhã no passeio angolano as camisolas gloriosas envergam o símbolo de campeão, do melhor campeão dos últimos 20 anos e isso 'debe' doer a certas teorias.

Cosimo Damiano disse...

Quem é que infiltrou Veiga no Benfica?

Abel Pontes disse...

"David Luiz, Luisão, Javi Garcia, Saviola, Aimar e Nuno Gomes não conseguem ouvir falar do nome do treinador."

Porquê?

Saudações Benfiquistas

Cantanhede disse...

Concordo com algumas coisas, mas acho tremendamente rebuscado que os jogadores citados não possam ouvir falar o nome do Jesus!
Aliás, sei por fonte de um jogador do SLB que assim não é!
Todos conhecem o temperamento explosivo de Jesus, mas todos o respeitam e aceitam o seu conhecimento do jogo e de métodos de treino... Por isso, algo no teu post não bate certo!
O que eu não posso esquecer é o bem estar que senti o ano passado ao ir ver jogos à Luz e fora dela, o orgulho de ver o Benfica jogar como nas minhas memórias do Diamantino, Carlos Manuel, Shéu, Rui Águas, Valdo, Mozer, Thern e tantos outros! Aliás como não via há mais de 12/14 anos, por isso não quero ser mais um profeta da desgraça!
Saudações Benfiquistas

Carlos Alberto disse...

Aí concordo contigo meu caro Cosimo Damiano, o Vieira devia de ser pendurado pelas orelhas por ter feito esse erro histórico. Depois da serpente morder é difícil tirar o veneno.

J G disse...

Siga, Zé. :)
Estou a gostar.

Joao disse...

Caro Inespusgnabile,

De benfiquista para benfiquista, partilho a tua dor e a tua frustração. Pena é que os carneiros não percebam que tomar uma posição destas é um acto de genuína paixão pelo nosso glorioso.

Há muito tempo que critico LFV e a sua trupe. Não foi o fantástico campeonato que me calou, porque até o ano passado LFV foi o elo mais fraco. As vitimas desta semana (Jesus ou Sidnei) são apenas fatalidades colaterais de uma politica suicida de gestão de recursos humanos. Algo que não é de hoje, e que acaba por ser apenas mais visível quanto maior é a queda.

Os carneiros que aqui te criticam, são os mesmos que daqui por 6 anos vão perceber que deram um cheque em branco a algo muito pior que o Vale e Azevedo.

Eu, tal como tu, vejo em Rui Costa o caminho para um novo Benfica. Só ele pode actualmente agitar as massas e criar o espaço para que os benfiquistas encontrem um novo rumo.

O meu sincero agradecimento (e parabéns) pelo teu post.

www.eusebiomais10.blogspot.com

Pedro disse...

A questão que se impôe é o pq de esse mudar de atitude dos jogadores perante um técnico q lhes deu o céu no ano passado?
Q algo se passa está à vista de qqr um, os jogadores em campo não têm a postura do ano passado nem o treinador no banco a tem. Pq a zanga entre jogadores e treinador?

As amizades e apoios de Vieira são sempre um tiro no escuro, é ao sabor da maré, não há nenhuma estratégia delineada. Amanhã chateiam-se e Vieira vem dizer q nunca o apoiou etc e tal.

Rui Costa, um tema estranho. Repito, quem cala consente.

Gostava de perceber realmente o q se passou neste defeso para isto descambar desta forma.

T disse...

Não percebo a protecção dada constantemente a Rui Costa. Foi desautorizado, foi despromovido e apontaram-lhe o dedo na praça pública.
A reacção foi nula.

Por mim, é igualmente culpado por conivência com a situação existente.
Quanto à situação existente, não foi nada que não se previsse. Vieira sempre foi assim: precisa, usa e deita fora.

Ricardo Chaves disse...

Eu continuo a dizer, ao menos no tempo do Vale e Azevedo, o capitão ainda era obrigado a ler comunicados a pedir desculpa aos adeptos.

Agora parece que nada se passa!

CRÒNICAS EXTRA-TERRESTRES disse...

Sem medo, com clareza e categoria....CONTINUA, porque o que se está a passar é mau de mais para ser verdade.

Um abraço

último! disse...

Até respeitaria as tuas opiniões se o fizesses após uma vitória assim não deixas de ser um oportunista que fala sem conhecer a realidade, fazer tudo perfeito é impossivel não procurem utopias! Afinal estamos a falar de futebol, nem está tudo mal porque perdemos nem está tudo bem quando ganhamos.

Pegar em mentiras para justificar crédito nas criticas não abona nada a favor e eu por ter conhecimento do balneário sei bem que não é como afirmas, há frustração como é habitual pela derrota mas continua o mesmo grupo unido que nos deu uma das melhores épocas de sempre o ano passado, não sou contra os criticos, sou apenas contra mentirosos

Pedro disse...

último, a questão é: em quem acreditar? Tu dizes q sabes, eles tb dizem q sabem...como ficamos?

A verdade é q algo se passa pq muito está diferente e não é preciso saber, basta ver os jogos, as atitudes, as posturas.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Por acaso posso concordar com algumas coisas, mas no fundo também não concordo com nada.

De uma coisa te garanto: Parabéns, és um benfiquista típico!

Como cresci a ver a bola no anel dos cativos do mítico Estádio da Luz, conheço a espécie muito bem.

Acontece que estes são os mesmos que, quando o Toni subia a (antiga) escadaria de acesso ao relvado, gritavam assim: "Bêbedo. Já está bêbedo!"

E depois, quando vinha o Pacheco, toma lá mais fruta: "Ó Pacheco, pareces um peixe-seco!"

Mas depois, quando o Pacheco acertava (e era quase sempre) um livre na gaveta... Ai. A casa vinha abaixo.

Ali, naquele mítico anel dos cativos, até o Valdo levava na pinha como se não houvesse amanhã.

Enfim, eu limitava-me a disparatar e a gritar os golos, que eram muitos, e fizeram feliz a minha meninice imberbe, pontuada pelo Veloso, Jonas Thern, Mozer, Ricardo, Valdo, César Brito, Paneira (bem o Paneira... epá, um dos melhores jogadores que vi jogar no Benfica, que ainda hoje é completamente esquecido, e que na altura não passava, mesmo!, no crivo do anel dos cativos)...

Mas enfim, a história é mesmo assim.

Quanto ao conteúdo destas tuas mensagens, concordo quando se diz que a época não foi devidamente tratada. Mas isso já todos sabíamos e não foi preciso o FC Porco nos espetar cinco batatas para perceber.

Agora, acho que mentes descaradamente quando, no texto em baixo, dizes que o LFV não conhece, por exemplo, o Ramires... Se foi o homem que o contratou, sem o Rui ao barulho!

Já aqui te foi dito, não só por mim como por outros colegas, que o Rui Costa teve de assumir internamente as falhas que cometeu e que lesaram o Benfica em, pelo menos e por exemplo, 4,5 milhões de euros - "apenas" porque foi comido de cebolada com o Shaffer e com o Patric...

O Rui Costa é um senhor do Benfica e não pode, ou não deve, ser crucificado por isso. Os erros fazem parte do jogo e dos sapos que terá de engolir. Deve, nesta fase, ser mais resguardado e ser defendido dos holofotes.

A época passada veio dar razão ao LFV.

E digo isto perfeitamente à vontade, sabes porquê: porque eu não sou, desde as últimas eleições (antes disso também não o era, pelo menos entusiasticamente), apoiante e apreciador do seu trabalho. Da sua maneira de ver o Benfica, sobretudo isso!

Este ano alguma coisa aconteceu e sou levado a considerar que essa "alguma coisa" teve a ver com... dinheiros! Mas digo isto apenas especulando, porque não tenho informações precisas sobre o assunto.

Mas vê (vejam) só esta: eu vivo em Luanda e aqui diz-se que, só para vir jogar no 11 de Novembro (estádio e comemoração), foram desembolsados 1,8 milhões de euros. É muita massa.

P.S. Quanto ao jogo de domingo, apenas isto: o JJ (que aprecio e já me deu várias alegrias e em pouco tempo) que vá inventar a roda para um sítio que eu cá sei.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Por acaso posso concordar com algumas coisas, mas no fundo também não concordo com nada.

De uma coisa te garanto: Parabéns, és um benfiquista típico!

Como cresci a ver a bola no anel dos cativos do mítico Estádio da Luz, conheço a espécie muito bem.

Acontece que estes são os mesmos que, quando o Toni subia a (antiga) escadaria de acesso ao relvado, gritavam assim: "Bêbedo. Já está bêbedo!"

E depois, quando vinha o Pacheco, toma lá mais fruta: "Ó Pacheco, pareces um peixe-seco!"

Mas depois, quando o Pacheco acertava (e era quase sempre) um livre na gaveta... Ai. A casa vinha abaixo.

Ali, naquele mítico anel dos cativos, até o Valdo levava na pinha como se não houvesse amanhã.

Enfim, eu limitava-me a disparatar e a gritar os golos, que eram muitos, e fizeram feliz a minha meninice imberbe, pontuada pelo Veloso, Jonas Thern, Mozer, Ricardo, Valdo, César Brito, Paneira (bem o Paneira... epá, um dos melhores jogadores que vi jogar no Benfica, que ainda hoje é completamente esquecido, e que na altura não passava, mesmo!, no crivo do anel dos cativos)...

Mas enfim, a história é mesmo assim.

Quanto ao conteúdo destas tuas mensagens, concordo quando se diz que a época não foi devidamente tratada. Mas isso já todos sabíamos e não foi preciso o FC Porco nos espetar cinco batatas para perceber.

Agora, acho que mentes descaradamente quando, no texto em baixo, dizes que o LFV não conhece, por exemplo, o Ramires... Se foi o homem que o contratou, sem o Rui ao barulho!

Já aqui te foi dito, não só por mim como por outros colegas, que o Rui Costa teve de assumir internamente as falhas que cometeu e que lesaram o Benfica em, pelo menos e por exemplo, 4,5 milhões de euros - "apenas" porque foi comido de cebolada com o Shaffer e com o Patric...

O Rui Costa é um senhor do Benfica e não pode, ou não deve, ser crucificado por isso. Os erros fazem parte do jogo e dos sapos que terá de engolir. Deve, nesta fase, ser mais resguardado e ser defendido dos holofotes.

A época passada veio dar razão ao LFV.

E digo isto perfeitamente à vontade, sabes porquê: porque eu não sou, desde as últimas eleições (antes disso também não o era, pelo menos entusiasticamente), apoiante e apreciador do seu trabalho. Da sua maneira de ver o Benfica, sobretudo isso!

Este ano alguma coisa aconteceu e sou levado a considerar que essa "alguma coisa" teve a ver com... dinheiros! Mas digo isto apenas especulando, porque não tenho informações precisas sobre o assunto.

Mas vê (vejam) só esta: eu vivo em Luanda e aqui diz-se que, só para vir jogar no 11 de Novembro (estádio e comemoração), foram desembolsados 1,8 milhões de euros. É muita massa.

P.S. Quanto ao jogo de domingo, apenas isto: o JJ (que aprecio e já me deu várias alegrias e em pouco tempo) que vá inventar a roda para um sítio que eu cá sei.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Por acaso posso concordar com algumas coisas, mas no fundo também não concordo com nada.

De uma coisa te garanto: Parabéns, és um benfiquista típico!

Como cresci a ver a bola no anel dos cativos do mítico Estádio da Luz, conheço a espécie muito bem.

Acontece que estes são os mesmos que, quando o Toni subia a (antiga) escadaria de acesso ao relvado, gritavam assim: "Bêbedo. Já está bêbedo!"

E depois, quando vinha o Pacheco, toma lá mais fruta: "Ó Pacheco, pareces um peixe-seco!"

Mas depois, quando o Pacheco acertava (e era quase sempre) um livre na gaveta... Ai. A casa vinha abaixo.

Ali, naquele mítico anel dos cativos, até o Valdo levava na pinha como se não houvesse amanhã.

Enfim, eu limitava-me a disparatar e a gritar os golos, que eram muitos, e fizeram feliz a minha meninice imberbe, pontuada pelo Veloso, Jonas Thern, Mozer, Ricardo, Valdo, César Brito, Paneira (bem o Paneira... epá, um dos melhores jogadores que vi jogar no Benfica, que ainda hoje é completamente esquecido, e que na altura não passava, mesmo!, no crivo do anel dos cativos)...

Mas enfim, a história é mesmo assim.

Quanto ao conteúdo destas tuas mensagens, concordo quando se diz que a época não foi devidamente tratada. Mas isso já todos sabíamos e não foi preciso o FC Porco nos espetar cinco batatas para perceber.

Agora, acho que mentes descaradamente quando, no texto em baixo, dizes que o LFV não conhece, por exemplo, o Ramires... Se foi o homem que o contratou, sem o Rui ao barulho!

Já aqui te foi dito, não só por mim como por outros colegas, que o Rui Costa teve de assumir internamente as falhas que cometeu e que lesaram o Benfica em, pelo menos e por exemplo, 4,5 milhões de euros - "apenas" porque foi comido de cebolada com o Shaffer e com o Patric...

O Rui Costa é um senhor do Benfica e não pode, ou não deve, ser crucificado por isso. Os erros fazem parte do jogo e dos sapos que terá de engolir. Deve, nesta fase, ser mais resguardado e ser defendido dos holofotes.

A época passada veio dar razão ao LFV.

E digo isto perfeitamente à vontade, sabes porquê: porque eu não sou, desde as últimas eleições (antes disso também não o era, pelo menos entusiasticamente), apoiante e apreciador do seu trabalho. Da sua maneira de ver o Benfica, sobretudo isso!

Este ano alguma coisa aconteceu e sou levado a considerar que essa "alguma coisa" teve a ver com... dinheiros! Mas digo isto apenas especulando, porque não tenho informações precisas sobre o assunto.

Mas vê (vejam) só esta: eu vivo em Luanda e aqui diz-se que, só para vir jogar no 11 de Novembro (estádio e comemoração), foram desembolsados 1,8 milhões de euros. É muita massa.

P.S. Quanto ao jogo de domingo, apenas isto: o JJ (que aprecio e já me deu várias alegrias e em pouco tempo) que vá inventar a roda para um sítio que eu cá sei.

Cosimo Damiano disse...

É impressionante como algumas pessoas apenas conseguem discutir a espuma das coisas.

Ou então não conseguem ler mais de duas linhas de enfiada!!!

Manuel disse...

Um chorrilho de insinuações, algumas delas topes e inadmissíveis, é tudo o que se obtém depois de espremer, com alguma força de vontade, tudo aquilo que foi aqui escrito. Não vale o papel em que está escrito!

Porque não vão bater na mulher, como faziam os benfiquistas de antanho? É que já não há pachorra.

Olheiro disse...

Manuel,

Às tantas porque é socialmente inaceitável e é um acto criminoso. Antes tonto que criminoso...

Manuel disse...

Olheiro, LOL!

xenrik disse...

Estádio da Luz, Caixa Futebol Campus, revitalização do Jornal O Benfica, Revista Mística, Kit Sócio, Benfica TV, Campeonatos de Futebol de 2005 e 2010, dois Pavilhões Desportivos, Piscinas, 235.000 sócios e reconhecimento como maior clube do mundo, restruturação da financeira e menor dependencia da banca(fundo de jogadores, emprestimos obrigacionistas), Marca Benfica anos seguidos nos Superbrands, Fundação Benfica, Projecto Olimpico, Restruturação das Modalidades estrutural (regresso de figuras históricas) e financeira (patrocinios e equilibrio financeiro), Campeonatos em quase todas as modalidades, Campeão Europeu de Futsal, Campeão Olimpico de Salto em Comprimento, Campeã Mundial de Triatlo.

É pouco para 7 anos? E estivemos na penúria financeira.

Nos próximos 2 anos há a renegociação dos direitos televisivos, finalização do pagamento do estádio e possivel naming do mesmo.

Temos um plantel valioso e cobiçado, um treinador que percebe de futebol, um Director desportivo que percebe de futebol, um Director Geral e um Presidente que percebem de Finanças/Empresas.

Vamos esperar pelo fim do mandato e depois avaliaremos nas urnas.

Estão todos demasiado nervosos. é triste perder um jogo assim e perder um campeonato por uma epoca tão mal preparada, mas não vamos começar uma guerra civil.


Saudações Benfiquistas,


Xenrik

Cantanhede disse...

Suco bem espremido é o que o Xenrik disse... O resto são conversas! Senti bem na pele esta derrota, mas custou-me bem mais levar 3 secos da Académica na nossa casa e no ano seguinte levar de novo na tarraqueta, a jogar pior que o clube da minha terra que milita nos distritais!
O que não nos mata apenas nos torna mais fortes...

Astutillo Malgioglio disse...

Xenrik, nem o mais critico dos Benfiquistas negará esses méritos.
A questão aqui é simples: este não era o mandato das vitórias desportivas no futebol? Recua até Junho, recorda a força do Benfica comparativamente a outros clubes, recorda algumas análises então feitas, o que o futuro poderia reservar ao Benfica. Posto isto, e dado o contexto dos últimos 20 anos, o que era fundamental este ano? Ser bi-Campeão!! O Benfica não fez o que era preciso para inverter verdadeiramente o ciclo e está a pagar por isso.
E permite-me contrariar-te: o Benfica não tem um plantel valioso, o Benfica tem jogadores valiosos, alguns extremamente valiosos. Mas o Benfica deste ano não corrigiu as deficiências que já trazia do ano passado e ainda as acentuou.

xenrik disse...

Não concordo. O que é fundamental ao Benfica é aumentar a frequência com que ganha o campeonato. Fundamental é manter as idas à LC, limpar o sistema, intimidar os satélites da estrunfalhada, melhorar a sua estrutura, melhorar as suas condições financeiras. A hegemonia virá naturalmente.

Era optimo ter o bi-campeonato, mas este ano não vai ser possivel.

saudações,

Xenrik