quarta-feira, 30 de junho de 2010

A primeira cambalhota da época 2010/2011

Ai os stewards...

Dar troco?

Se eu quisesse dar troco aos argumentos demagógicos e populistas que aqui se aduziram, sempre poderia dizer que o nosso Presidente avisou que alguém sairia abaixo do preço estipulado na cláusula...
Só que não estou para aí virado e, por isso, vou deixar-vos a falarem sozinhos. Até porque parece-me que se estão a "esquecer", nas vossas contas de mercearia, que o valor da alienação prévia de partes do passe de Di Maria também entra para as contas...
Por isso mesmo parto para outra. Melhor, já estou noutra!
Sai, então, daqui um muito obrigado aos nosso dirigentes e equipa técnica, que, num ano, valorizaram a nossa equipa de tal maneira que até os mais cépticos acham que Di Maria vale 40 milhões! Um muito obrigado!
E gostava de acrescentar só mais um pontinho: se eu fosse um daqueles que bradava contra o Di Maria, criticando a sua contratação - que se financiou em um quarto (!) do que foi pago pelo Atlético de Madrid na aquisição de Simão -, comia um chapéu do tamanho do mundo.

Para arrumar a questão...

... que isto já começa a cheirar mal.
Ah e tal que o Presidente prometeu que o Di Maria só saía pela cláusula e afinal não cumpriu.
Pois já que o Presidente não esclarece, esclareço eu.
A cláusula de rescisão de Angel Di Mari era claríssima como água:

O Sport Lisboa e Benfica seria obrigado a libertar o atleta caso algum clube oferecesse 25 milhões de euros mais 5 milhões de euros indexados à utilização do jogador mais 6 milhões de euros relativos a prémios de performance desportiva... mais 4 milhões de euros caso o clube comprador equipasse de azul, verde, preto, amarelo, castanho, cinzento, rosa, lilás, laranja, bordeaux, vermelho ou bege.

Foi um azar do caraças!!!!!

terça-feira, 29 de junho de 2010

Contas, inimigos e talibãs

Di Maria foi confirmado pela SAD do Benfica como jogador do Real Madrid. O comunicado que muitos ansiavam desde ontem, ao início da tarde (para haver motivo de conversa ao almoço) foi divulgado e ficámos a saber que a transferência de Di Maria para o Real Madrid poderá render 36 milhões de euros. 36 milhões de euros que nunca entrarão no Benfica. Como? É simples.

O passe de Di Maria estava dividido em três partes: 70% da SAD, 20% do Benfica Stars Found e 10% da Gestifute (de Jorge Mendes, o Seleccionador Nacional).
O Real Madrid pagou 25 Milhões de Euros, o que dá 17,5 Milhões para o Benfica, 5 Milhões para o Benfica Stars Found e 2,5 Milhões para a Gestifute. Se considerarmos que o Benfica detém 15% do Benfica Stars Found, ainda acrescenta aos 17,5 Milhões mais 750 mil euros, resultantes da sua participação no mesmo. Ou seja, o Benfica recebe à cabeça 18,25 Milhões de Euros pela transferência de Ángel di Maria para o Real Madrid.
Os restantes 11 Milhões de Euros estão dependentes de dois factores: utilização do jogador e prémios de performance desportiva. Quanto à utilização do jogador, não sabemos qual o limite mínimo ou máximo de jogos na Liga Espanhola, Copa do Rei, Champions League ou Selecção Argentina. Quanto à performance desportiva, falta saber se Mourinho conquista alguma das competições atrás referida.
Mesmo assim, estes 11 milhões serão para quem? Para o Benfica? Ou a dividir por Benfica, Fundo e Gestifute? Perguntas que ficam por responder.

E foi a responder a perguntas que Luis Filipe Vieira foi abrindo o livro com célebres frases durante a pré-época sobre a situação do clube. A questão das cláusulas, a questão de afinal haver um jogador que poderia sair por um valor inferior, a posição irredutível, etc, etc. Quantas vezes vimos Florentino Pérez falar sobre Di Maria? Que me lembre, apenas uma. E foi o suficiente para não se chafurdar mais no assunto. Do nosso lado, quem falou? Vieira, Rui Costa e Jesus, e mais do que uma vez, não se sabendo gerir esta questão, uma vez mais.

E é por falar em gestão, neste caso da comunicação, que encontramos os nossos inimigos. Dentro do clube, é onde eles estão! Porque pensam de forma diferente da Direcção e dos seus acólitos. Porque questionam a gestão corrente do clube. E porque não vêem coerência no discurso e nas acções. E porque estamos a falar de um clube que sempre foi, ou pelo menos, tentou ser, um exemplo de coerência. Os inimigos não se esquecem de Simão e dos jogadores do Atlético de Madrid. Os inimigos não se esquecem dos Andrés Diaz, dos Makukulas, dos Balboas, dos Luís Filipes e afins. Os inimigos não se esquecem do Presidente que não servia para Director do Futebol e usou o nº10 para a missão, mas que continua a fechar negócios e a tomar as rédeas, abdicando do nº10. Os inimigos não se esquecem de que se for preciso aumentar o passivo, aumenta-se, porque fomos campeões e a Direcção tem luva branca para o que quiser. Não nos esquecemos e somos por isso, inimigos.

Inimigos e talibãs, porque queremos rebentar com esta direcção e com o Presidente. Talibãs, porque andamos escondidos e não vamos às Assembleias Gerais que se realizam no Camarote Presidencial do Estádio da Luz. Porque andamos armados e usamos os blogs para nos protegermos com nomes fictícios. Porque assim que nos descobrirem, somos linchados em públicos, como eram os infiéis em Cabul. Por isso, também somos talibãs.

Mas acima de tudo, somos do Benfica. Ninguém é mais do que o outro. Ninguém o é por ser sócio há mais tempo do que o outro ou até por não ser. Somos do Benfica porque na altura má, na altura boa, estávamos lá, a apoiar e a puxar, lutando contra as adversidades, contra os verdadeiros inimigos e contra os talibãs de chinelo, que continuam a aparecer e a pulular como papoilas saltitantes, mas cheias de veneno.

O negócio Di Maria foi um embuste. O Benfica ganha perto de 20 Milhões de Euros, quando deveria ter ganho, no mínimo 28 milhões (já a descontar os 30% de 4o Milhões de Euros, o valor da cláusula de rescisão). E foi um embuste, porque, mais uma vez, o Presidente mentiu aos sócios. E isso deveria ser explicado. De preferência, sem comunicado à CMVM...

Sei que percebo pouco de matemática, por isso peço que me expliquem:

25 milhões de Euros, acrescidos de 5 milhões indexados à utilização do jogador e de 6 milhões relativos à performance desportiva, não transformam um negócio de 25 milhões num mais que provável negócio de 36 milhões?

Podem comentar

"A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248.º do Código dos Valores Mobiliários, vem informar que chegou a acordo com o Real Madrid C.F. para a alienação a título definitivo dos direitos económicos e desportivos do atleta Angel Di Maria pelo montante de 25.000.000 de euros, estando igualmente previstos 5.000.000 de euros indexados à utilização do jogador e 6.000.000 de euros relativos a prémios de performance desportiva."

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Dia longo

Garantiram-nos, durante o dia de hoje, que Di Maria não sairia por 25 milhões. À pergunta se seriam 25 milhões mais o passe de dois jogadores do Real Castilla, disseram-nos para esperarmos mais umas horas.
Das duas uma, ou o negócio, como disse a alguns amigos em privado, foi alinhavado em Madrid, no dia da final da Liga dos Campeõs e temos de falar em valores superiores a 25 milhões - era isso que estava em cima da mesa -, ou se veio a ser negociado desde aí e o valor veio a decair...
A verdade é que parte do Di Maria foi vendida a um fundo e outra parte pertence a Jorge Mendes, por troca com parte do passe de ... Sidnei, que custou 10 milhões de Euros.
Parece-me, se não estou em erro, que só entrarão nos nossos cofres 65 % da verba que o Real Madrid pagar. Estou certo?
Assim sendo, será que vender Di Maria por um valor abaixo das duas cláusulas - a do clube e a do fundo - é um bom negócio, mesmo em tempo de crise?
Assumo, desde já, que não.
El Real Madrid C. F. y el S. L. Benfica han llegado a un acuerdo para el traspaso de Ángel di María. El jugador quedará vinculado al Real Madrid C. F. las próximas seis temporadas.

é bonito de ver...

Se já defendi em privado que a contratação de James Rodriguez seria muito boa, não seria agora que o negaria.

Mas perante a investida dos tripeiros, surge uma pergunta evidente: devemos entrar num leilão com aquela gente, que pretende anunciar o jovem como mais uma conquista?

É que se bem os conhecemos, estão prontos a gastar o que for preciso!

Não posso ir de férias?

Vai um gajo de férias, dedicando-se, entre outras coisas, a não ler patavina do que por aqui se escreve e com que é que se depara? Com textos surreais sobre a actualidade benfiquista!

Uns glosam sobre a putativa contratação de Simão Sabrosa - o que a acontecer seria óptimo! -, invocando argumentos dignos de um cartomante. Outros, então, colocam-se na pele de verdadeiros experts de mercado, atacando a contratação de um guarda-redes que nem sequer conhecem!

Por último a questão da gestão corrente. O Mister D decidiu, esta noite, comparar a gestão do nosso clube à do Alverca, avisando o Presidente...

Desculpe???

Luís Filipe Vieira: «Se for preciso vamos endividar-nos mais»

Sr. Vieira, note bem que o Benfica não é um qualquer Alverca...

domingo, 27 de junho de 2010

Esperança

Amanhã, começa oficialmente a época 2010/2011 de futebol profissional do Sport Lisboa e Benfica. E começa uma época que já foi sendo empolgada como uma das mais esperançosas que o clube irá ter, ao nível do futebol.
A época anterior foi um sucesso. Campeões Nacionais, vencedores da Taça da Liga, quartos-de-final da Liga Europa e eliminação prematura na Taça de Portugal.
Para esta ano, a fasquia mantém-se. Se repetirmos o mesmo da época passada, posso dar-me por contente, substituindo a Liga Europa pela Champions League.
Não escondo que o caneco europeu é um sonho que alimenta muita gente dentro do clube e fora dele. É um sonho que muita gente persegue, escriba e escribas deste blog incluídos. Mas temos de ser realistas, e eu, ao contrário do treinador, prefiro ser Campeão Nacional outra vez, do que ser Campeão Europeu.
Ser Campeão Europeu requer ainda alguma coisa que este Benfica não tem. Estabilidade. E essa estabilidade é adquirida ao longo dos anos, com a manutenção de jogadores-chave, com uma estrutura profissional forte, mas sobretudo com um hábito muito grande ganhar. E não é por ganhar um campeonato, ao fim de quatro anos de jejum, que o Benfica tem esse hábito.

Gaitán, Jara, Fábio Faria e Roberto são para já as aquisições. Das saídas, em Julho teremos novidades, porque começa outro ano fiscal. Mas a esperança que tenho é que não seja como exemplos recentes, onde o desbarato reinou e o clube pouco lucrou. Esperança que o Presidente fale quando tem de falar (como o fez na época passada) e que deixe as coisas para quem sabe. Esperança que os nossos jogadores tenham o sentido da responsabilidade do clube que representam e que a pressão está deste lado outra vez, como sempre esteve. Esperança que os adeptos saibam discutir as opções de quem venha, questionando quando devem questionar, de forma cívica e correcta, defendendo os superiores interesses da instituição. Esperança que este ano seja outra vez memorável.

Boa sorte!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

8,5 milhões de Euros

Foi quanto custou o 3º Guarda-Redes do Atlético de Madrid ao Benfica, segundo o comunicado à CMVM.

8,5 milhões de euros por um guarda-redes que esteve no Zaragoza a época passada e que salvou o clube da despromoção.

Das duas, uma: ou estamos perante uma versão Javi Garcia na baliza ou estamos a correr um risco desnecessário.

Foda-se! 8,5 milhões por Roberto? Vai ser preciso muito para o justificares, menino...

Simão Sabrosa

Havia deixado um comentário na caixa do Geração Benfica, e resolvi postar sobre o tema....

Na minha opinião, Simão não deve regressar ao Benfica.

Porquê?

1) salário

2) idade. Aquelas pernas já não se mexem com a mesma velocidade de há 3 anos, Simão não consegue ser o acelerador de jogo que ESTE Benfica necessita.

3)Pô-lo a 10 é abdicar da classe de Aimar, da estroinice imprevisível- e por isso espectacular- de Carlos Martins.

4) Di Maria. A última época de Angelito mudou o paradigma do ponta esquerda Benfiquista. Recuperou tempos idos(embora uns furos abaixo) de um Fernando Chalana. Simão já não é esse jogador.

5) balneário. Não lhe consigo vislumbrar a capacidade de abdicação do Ego que vi em Nuno Gomes( que lição de desportivismo e de trabalho de equipa, meu deus!), Simão como se vê na Escreção e no Atlético não sabe lidar com papéis secundários, não está na sua natureza(rábula da braçadeira de Capitão com o Hélder).

Por tudo isto, eu piazzanuova, sou abertamente contra o regresso de Simão.

P.S- pagar 8,5 M por um guarda redes...tenham lá calma meus senhores...

quarta-feira, 23 de junho de 2010

O Benfica e a tv - 2

Olhando para o post do Astutillo e para os comentários, sinto-me com vontade de esclarecer algumas coisas no que à TV diz respeito.

Em Setembro de 2008, Bessa Tavares, o administrador da Sport Tv dizia que o canal tinha de agradar a 600 mil assinantes. Presumo que o número tenha aumentado, com a implementação do MEO e respectivo crescimento, mas peguemos nestes números.

600 mil assinantes a 25 Euros por mês (Valor da assinatura com direito a Sport TV 1, 2, 3 e HD) dá 15 milhões de euros por mês, pelo que ao final do ano, só a Sport TV em valores de assinatura ganha 180 milhões de euros, fora a publicidade que gera.

Segundo dados do mesmo ano (2008), o Futebol Finance tem um artigo onde fala sobre as diferenças entre outras ligas e a portuguesa, mas o parágrafo que mais me chamou a atenção foi este: "A Olivedesportos paga por ano entre 42/48 milhões de Euros pelos direitos TV de todos os clubes da Liga Sagres. O último classificado da Premier League recebeu 36 milhões de Euros em direitos TV no último ano. O último classificado da Ligue 1 têm garantidos pelo menos 15 milhões de Euros por ano. Os 3 grandes portugueses ganham anualmente entre 8 e 9 milhões de Euros cada em direitos TV. Os direitos colectivos da Liga Grega foram vendidos por 54 milhões de Euros no seu ano de arranque. Só o detentor dos direitos beneficia actualmente da venda dos direitos TV internacionais."

Os três grandes ganham cerca de metade dos valores que a Olivedesportos paga a todos os clubes da Liga Portuguesa. No total, os clubes portugueses recebem cerca de um quarto do a Sport TV recebe só em assinaturas.

Vamos a outro exemplo. A Sport TV é distribuída pela Zon, pela Meo e por todos os outros operadores de televisão por cabo. É possível ver Sport TV em África, através do Sport TV África, que cobre cerca de 50 países. A Benfica TV começa a ser distribuída em África, na Suíça, na Ásia e nos EUA, conforme as recentes visitas de Luís Filipe Vieira confirmam.

E agora, qual o modelo de negócio?

O Benfica acaba o contrato que tem com a Sport TV em 2013. Um contrato vergonhoso que foi feito na altura entre amigos, por causa de Vale e Azevedo, segundo rezam as crónicas. Um contrato que dá ao Benfica por ano, metade do que a Sport TV recebe por mês em assinaturas. É pouco! É muito pouco para aquilo que o Benfica representa SÓ no plano nacional.

E o Benfica recebe esse valor (cerca de 8,9 milhões) pelos jogos em casa só para transmitir o jogo. Ou seja, o Benfica recebe esse dinheiro para a Sport TV contratar a preço baixo de mercado produtoras televisivas para que estas lhes transmitam o jogo. Falta o resto. E o resto numa transmissão televisiva é a publicidade antes, ao intervalo e depois dos jogos. Essa o Benfica nem lhe toca, assim como na primeira linha de publicidade ao nível do relvado. E como o Benfica não lhe toca, tem de ser ressarcido por isso.
Voltemos às contas...
9 milhões de euros por ano (analisemos por excesso) em 15 jogos dá 600 mil euros por jogo. Ainda não há medidor de audiência no cabo, mas peguemos no último Benfica - FC Porto da Final da Taça da Liga que teve cerca de 55% de share, ou seja, em 100 pessoas, uma média de 55 viram o jogo. Isto influencia tudo, senão vejamos para a época passada aqui. Nos jogos transmitidos em sinal aberto, no Top 5 de maior audiência, 4 deles são do Benfica, e desses 4, 2 são fora e 2 são em casa.
E isto paga-se e bem, em publicidade, independentemente de como o mercado esteja, o futebol é imune ao mesmo.

Quando se fala em valores para o dobro do valor, creio que o Benfica terá de ter uma posição muito mais séria do que a que tem tido, especialmente, quando é equiparado aos outros dois clubes, em termos de dinheiro.

E onde entra a Benfica TV?

A Benfica TV entra no universo benfiquista. Obviamente que a própria estação, pertencente ao clube, não tem capacidade financeira para comprar os direitos televisivos. Mas os seus parceiros têm e muito. A PT é um deles. E se efectivamente quer levar o Meo para a frente, nem que seja à custa do Benfica, tem de o fazer mas com os interesses devidamente acautelados. E aí, o dinheiro que se paga para se ter uma Sport TV, pagava-se menos a uma Meo e via-se os jogos do Benfica. Pelo menos, os que são em casa.

Onde entra a Liga?

A Liga de Clubes entra para dar um murro na mesa e ser equitativamente justa. Se há um clube que consegue encher o Estádio de Leiria, se há um clube que consegue encher os restantes estádios do país, esse clube tem de receber mais do que os outros. É simples e óbvio. Nos países evoluídos é assim que se faz e o concurso deverá ser aberto a todos. E não nesta salganhada jurídica que foi criada para ajudar o amigo Oliveira, para deter o monopólio.

A lógica?

A lógica é dificil de explicar, mas a haver renovação de contrato com a Olivedesportos, estamos a contribuir para que continue a haver o monopólio que continua a haver e a levar com os números que temos levado. Ou efectivamente a Olivedesportos se chega à frente com uma proposta onde o Benfica consiga aproveitar o retorno financeiro da marca que é, ou então existirão empresas dispostas a dar o que é merecido. Disso não tenho dúvidas. Basta o Benfica querer...

terça-feira, 22 de junho de 2010

O Benfica e a tv

Este post vem no seguimento da notícia de capa da edição de hoje do i.

Como leigo, é-me difícil avaliar se os 15 milhões representam muito ou pouco dinheiro, mas parece-me importante sublinhar duas coisas:
. o País é pequeno e não permite, por exemplo, sonhar com os valores praticados em Espanha (bitola normalmente utilizada pelos adeptos cá do burgo)
. tudo o que envolve televisão está sempre dependente do mercado publicitário e este está em crise acentuada há muito tempo, factor agora agravado com os problemas da economia portuguesa

O que sabemos é que o Benfica recebe actualmente 9 milhões e que pretenderia, diz o i, 25 milhões (valores anuais). Mais que os valores, importante, na minha opinião, é que o Benfica se defenda em termos de duração contratual. Só com contratos curtos (2 anos seria o ideal) o Benfica terá margem de manobra para ir aumentando a sua receita a cada renovação. Esta parece-me ser a única forma de rentabilizar os direitos televisivos porque, tal como se previa, só a Olivedesportos se chega à frente. Ou seja, não há concorrência.

Outra coisa importante é restringir os direitos à exibição em território nacional, para que seja o Sport Lisboa e Benfica, e não a Olivedesportos, a lucrar com a cedência do sinal para o exterior. A emigração é um mercado importantíssimo, até por estar habituada a conceitos televisivos que por aqui dificilmente pegariam de um dia para o outro. Aqui falo concretamente da emigração norte-americana e do pay-per-view.

Se o novo contrato salvaguardar estes dois aspectos, acabaria por não ficar chateado com os tais 15 milhões. Pode não ser o valor ideal, mas dada a forma como as coisas sempre foram feitas, seria uma evolução assinalável na negociação dos direitos televisivos em Portugal.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Nada como animar a Silly Season

E eis que numa noite ventosa para os lados de Lisboa e ainda com os ecos das dispensas do Sporting e a começar a entrar na histeria nacional da Coreia, o Benfica decide comunicar à CMVM isto:
"A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248.o do Código dos Valores Mobiliários, vem informar que alienou a título definitivo à empresa Jazzy Limited, 50% dos direitos económicos do atleta, Ramires Santos Nascimento, pelo montante de 6.000.000 euros.
Mais se informa que a Sociedade mantêm a totalidade dos direitos desportivos do referido atleta.
"

Para além dos 50% dos direitos económicos de Ramires, o Benfica Stars Fund ainda deu mais 6 milhões de euros divididos sectariamente, por 40% do passe de Airton e 50% do passe de Kardec.

Na questão Ramires, quiçá a mais importante, é de salientar que o jogador foi assim avaliado em 12 milhões de euros, quando tem uma cláusula de 30 (a informação está aqui). Além disso, quem é a Jazzy Limited? Eu não sei, a internet (fonte inesgotável de informação) também não, mas suspeito que o nome Bertolucci terá alguma coisa a ver. Bertolucci que é como devem saber, empresário de alguns jogadores do Benfica. Lembro que o Presidente do Benfica disse há alguns anos (porque eu não me esqueço das coisas) que não negociava com empresários. E isto tudo, quando o internacional brasileiro está no Mundial e foi utilizado por Dunga nos dois jogos do Brasil na competição.

É imperioso que o Presidente do Benfica diga porque é que alienou 50% do passe de Ramires por um valor de 6 milhões de euros e é bom que o diga para que efeito. Esta é uma informação oficial e não de circunstância como muitas informações têm vindo a ser deitadas cá para fora e por isso, creio que é importante saber em que contexto esta alienação foi feita e com que intuito. Os benfiquistas merecem saber.

Quanto a Kardec e Airton, curiosamente, a CMVM não dispõe de nenhum comunicado sobre a aquisição de Kardec e Airton, no início do ano. Tendo em conta os valores dos jornais, Airton terá custado entre 2 a 4 milhões e é curioso como é que um jogador que fez 4 jogos na Liga e 1 na final da Taça da Liga tenha valorizado mais do dobro. Ou seja, 40% de 3 milhões de Euros (o mesmo que foi pago pelo Fundo) dá 7,5 milhões pela totalidade do passe. Se custou entre 2 e 4 milhões (números avançados pela imprensa), o jogador quase que duplicou o valor. É no mínimo estranho.

E é estranho tudo isto, baseado em comunicados, sem a devida explicação. No mesmo dia em que soube que Luisão não foi tido nem achado numa proposta do At. Madrid e que fez ver a sua tristeza por tal.

O silêncio que os responsáveis do Benfica têm tido nos últimos tempos merece ser cortado e devemos exigir explicações. É o mínimo num clube organizado.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Até já, camarada!

José Saramago morreu.

Morreu um Homem de feitio truculento que se bateu apaixonadamente pelos mais desfavorecidos, morreu o Herói dos Heróis improváveis.

Benfiquista, Homem de Cultura, provocador de consciências.

Obrigado, Saramago. Obrigado por horas de magia entre Conventos e Cegueiras, entre Evangelhos e Jangadas de Pedra.

Obrigado pela luta. Mas sobretudo, sobretudo, OBRIGADO PELAS PALAVRAS!

Até logo.

De desculpa em desculpa, até à desculpa final!

Esta selecção anda de desculpa em desculpa, até que no fim virá a desculpa final. Como já se começa a tornar evidente, a desculpa final virá da boca do inenarrável Madail, que atirará as responsabilidades para cima de outro qualquer...

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Vénia

Alinhando no mesmo diapasão do Mister D quanto ao Mário Coluna - talvez o grande abraço da minha vida! -, devo agradecer a quem, oportunamente, dele se lembrou.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Um senhor

Tive o privilégio de conhecer pessoalmente o senhor aqui abaixo, há cerca de 20 anos, na Reboleira.

Perto da minha casa na altura, havia um café, onde a visita frequente era outro senhor. Este mesmo:


E foi num dia em que os capitães se preparavam para irem ver um jogo do Benfica à velhinha Luz que eu também fui convidado a ir com o senhor Coluna. De uma educação sublime, de uma presença constante, dos constantes pedidos de autógrafos, a resposta era sempre da mesma forma: educada e simples. Tal como o fazia em campo. Ontem, foi decidido em Assembleia Geral do SL Benfica atribuir a Águia de Ouro a este senhor, que personifica o que é ser benfiquista. Por isso, o meu agradecimento, a quem, há 50 anos, fez com que o Benfica fosse um dos maiores do Mundo e que continuou com essa missão na sua terra.

Obrigado!

Das duas vezes que se falou com mais insistência do nome de Queirós para o GLORIOSO, prometi a dirigentes do Benfica uma manifestação com algns milhares de participantes, seguida de uma greve de fome.
Sei bem que essa contratação seria o equivalente a ter como técnico o que Vale e Azevedo foi como Presidente.
Há pouco tempo essa infeliz ideia esteve perto de se tornar realidade. Mais uma vez insisti com a minha promessa: manifestação seguida de greve de fome!
Ontem recebi o primeiro telefonema...

Imaginem que eu dava em maluco?


De quando em quando - e isto tem sido regra desde que decidimos criar este blog - surgem por aqui uns gajos que pretendem moralizar a coisa, impondo uma certa disciplina na nossa escrita e tentando conduzir o blog.

Sucede que, em primeiro lugar, um blog é um meio de difusão de ideias próprias (e isso, até para esses meliantes, é óbvio)...

É evidente que não tenho a culpa que v. exas. leiam o que aqui escrevo, nem tenho a culpa que este blog seja um dos mais lidos da blogosfera benfiquista. Essa responsabilidade, meus caros, deve ser assacada aos verdadeiros responsáveis: os nossos leitores!

É por isso mesmo que bocas como as que alguns têm tentado mandar nos últimos tempos, sabe-se lá com que objectivos, só terão uma resposta da minha parte:



E se isso não chegar, ou não perceberem o que vos quero dizer, sempre vos posso assegurar que enquanto o meu benfiquismo exigir que aqui escreva - ou, caso me expulsem, noutro lugar -, com 1000 ou zero leitores, cá estarei para enfrentar todos aqueles que querem a nossa derrota!

Até porque os nosso maiores inimigos, como o passado recente se encarregou de demonstrar à saciedade, estão cá dentro!


terça-feira, 15 de junho de 2010

Chitos

O quadro competitivo da segunda divisão só serve para uma coisa: estratificar a subida às Ligas Profissionais, impedindo a progressão das equipas do Sul do Tejo.
Se por um lado estas equipas se defrontam com as da Madeira, por outro confrontam-se com as de Lisboa.
Esta situação é aberrante, gera desigualdades incríveis e a breve trecho matará qualquer ambição de termos futebol a Sul do país.
É evidente que escrever este texto quando o Algarve se apresenta a competição com duas equipas, pode parecer bizarro. Mas não é. Bem pelo contrário, o Olhanense e o Portimonense, para voltarem ao convívio dos grandes, precisaram de água benta...
O Sul do país precisa - deve! - fazer qualquer coisa com urgência.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Patético!

O professor, o jogador e o empresário. Todos patéticos. Todos patéticos... enfim, quem vai pagar, no final, é Portugal!

Exigimos a verdade!

Espero bem que tenhas razão...

1 - Eliseu considera que Roberto é o melhor guarda-redes da liga espanhola... Esperamos que não se engane...

2 - A novela em torno de Di Maria já começa a enervar... o jogador. Quem o viu, apático e com pouca vontade, contra a Nigéria interrogar-se-á sobre os motivos...

3 - David Luiz também vai sair. Não pelos 50 milhões da cláusula, mas por um valor perto dos 40. O que será, em todo o caso, um grande negócio!

4 - Entretanto virá, na senda de Aimar e Saviola, mais uma estrela do futebol europeu. Quem será?

domingo, 13 de junho de 2010

The plot thickens...

Nani à chegada: «Numa semana já estou bom»



Hão-de explicar então os responsáveis, a razão da dispensa. O dito "caso humano mais complicado em 30 anos".


Isto é dos encobrimentos mais toscos que vi na vida!

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Campeões

Benfica! Benfica! Benfica!

Dois seguidos já estão! 4-1!

Dúvidas? Zero!

PARABÉNS CAMPEÕES!

Faltam menos de duas horas

e conto festejar na Luz mais um título de Campeão Nacional!!!

Um passo atrás

Não desprezando tudo o que vai rodeando a LPFP, são as questões directamente ligadas ao Benfica que me preocupam. E o defeso, que na minha perspectiva se afigurava calmo, mesmo com as possíveis saídas de um ou outro jogador nuclear, subitamente complicou-se.

Muitos foram os que há 3 anos desconfiaram da existência de uma célebre cláusula na venda de Simão Sabrosa. Eu, ingénuo, apesar de muitas discordâncias com o rumo seguido por Vieira, confiei na sua palavra. Bastou um ano para que as dúvidas também se apoderassem de mim, depois daquele empréstimo de Reyes com obrigatoriedade de aquisição de 25% do passe. Surge agora, depois de uma época inteira de discussão benfiquista sobre a necessidade de dotar o nosso clube de um guarda-redes de categoria internacional, a notícia da aquisição de um jogador que, além do físico, não é superior a Quim em absolutamente nada. (oxalá me engane...) Ainda não é (algum dia será?) um dos dois jogadores que o Atletico nos deve(?) e, segundo consta, o Benfica até devolve a percentagem do passe de Reyes para obter um abatimento no preço, pelo que a eventual tese de aquisição em conta cairá por terra.

Mais que os Gomes desta vida, preocupa-me que se aponte uma pistola ao próprio pé. E espero, naturalmente, que tudo não passe de uma cortina de fumo muito bem erguida.

Mistério...

A "lesão" de Nani, bem como a cronologia de acontecimentos é no mínimo bizarra.


Vejamos:

1) O "professor" alega que Nani se lesionou em Lisboa.

2) Nani realizou todos os treinos até segunda feira.

3) Um traumatismo é das lesões de mais rápida recuperação( ao contrário das luxações, p.ex.)

4) Drogba mantém-se em competição apesar de uma FRACTURA.

5) O "professor" já havia dado sinais de que Nani era peça fundamental, o que por definição o torna dificilmente substituível.

6) Para substituir Nani vai o Grande Ruben, que não colmata a vaga posicional.

7) Hoje houve um controlo anti doping surpresa...

Tanta coisa estranha...

Dizer não!

O esperetalhão do prof. Queirós quer, agora, puxar os benfiquistas para a beira da selecção. Percebeu que sem nós, qualquer vitória será uma derrota.

Chegou a hora de dizer não!

terça-feira, 8 de junho de 2010

Filhos da puta dizem filhas da putice...

Digam lá se nós não temos de mostrar, em campo e através da nossa equipa, a este filho da puta o que é humilhação?

NB - Sabendo que João Santos já assinou pelos corruptos, não seria bom dar-lhe uma oportunidade de se despedir do seu clube do coração em beleza e dar-lhe (impor-lhe) o direito de resposta?

A propósito do apoio a Fernando Gomes

Já noutra sede afirmei que "Roma não paga(va) aos assassinos dos seus generais" - expressão que se aligeirou para "Roma não paga(va) a traidores" -!
Esse é um princípio sacrossanto do correcto exercício do poder.
Considero, assim e sem mais delongas, que o apoio a Fernando Gomes foi um autêntico disparate!
NB - uma nota de regozijo pela saída de Valentim Loureiro. Dos três estarolas, Pimenta e Valentim já lá vão. O outro é mais difícil...

sillier season

Estou completamente de acordo com o Mister D acerca de toda esta névoa de apoios que colocou fernando gomes na cadeira de poder da Liga.

Já o tinha escrito há vários meses que considero um erro apoiar este truculento e pelos vistos, despudorado portista.

Qual é o alcance? Um tipo assume um cargo desta importância e a primeira coisa que lhe ocorre proferir é: sou portista!

Vieira e a Direcção terão muito que explicar aos sócios se se mantiver a pouca vergonha azul que é o futebol português de hoje.

Temo estarmos perante um novo e estúpido erro histórico...

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Silly Season

Como silly season que atravessamos, andamos distraídos com certas coisas. Com um guarda-redes competente, com o anormal do agente do Cardozo, com as declarações do Di Maria aos colegas e esquecemo-nos que hoje há eleições na Liga de Clubes.

Não é preciso relembrar porque é que Hermínio Loureiro saíu. A disparidade dos castigos dados por Comissão Disciplinar da Liga e Conselho de Justiça da Federação fez com que o oliveirense saísse da Liga, mas as ameaças de que foi alvo pela parte de Adelino Caldeira também terão contribuído para a sua saída.

E quem entra agora? Fernando Gomes, ex-administrador da FC Porto SAD, que segundo os nossos amigos jornalistas, saíu incompatibilizado da SAD. Segundo o Papa, queria experimentar outros territórios. E mesmo assim, o território que escolheu tem sede no Porto.

O problema agora é que o candidato que se apresenta goza do apoio de todos os clubes e isso é mau. Porque o consenso em Portugal tem dado resultados muito pouco rentáveis para os próprios clubes, alimentando o mesmo de sempre, mais a norte.

Por isso, é com apreensão que vejo esta eleição e que vejo um consenso "estranho" à volta do candidato e futuro Presidente da Liga. Porque não saíu chateado da SAD do FC Porto e porque o legado não vai ser fácil.

Atenção, muita atenção é preciso ter. Espero que desta vez, estejamos atentos a tudo o que se vai passar...

Especulação

O clube do norte de Lisboa desmultiplica-se em observações e notícias para a imprensa... A grande incerteza, porém, é esta: não vendendo pode comprar? E mesmo vendendo?

sábado, 5 de junho de 2010

Mulheres boas, ascendência e descendência...

... o novo treinador dos corruptos vem da nobreza para treinar um clube burguês - burguês mais burguês não há -. Então do que se lembrou? De dizer que se é clone de alguém, é-o de Robson, porque tem "nariz grande, descendência inglesa e gosta de beber vinho...". Foi a forma que encontrou de sair do reduto do ex-chefe com quem se incompatibilizou...

Bom, como o que sabemos que tem é ascendência inglesa e um nobre que se preze - e queira ter piada - não dá erros desta dimensão, o que é que o sr. visconde quis dizer com descendência inglesa? Sabe qualquer coisa que nós não sabemos?



terça-feira, 1 de junho de 2010

Mulheres boas


Contratar um treinador que levou um par de cornos do anterior chefe moraliza o balneário?




tudo parado...

Enquanto João Gabriel se prepara para viajar até Macau, acompanhando o Presidente do Sport Lisboa e Benfica, a obsessão de alguns continua a vir ao de cima, encontrando fumo onde não se vê, sequer, fogo.

O que até é bom... imaginem que pegavam a sério...