segunda-feira, 23 de maio de 2011

Compreendo o inespugnabile

Estou tão farto da mediocridade de Vieira que dou por mim a pensar que qualquer coisa é preferível a isto.

E isso é de facto muito perigoso.

Entretanto adivinha-se mais um camião de jogadores contratados com critérios duvidosos e para mim é claro como água que se o nosso plantel jogasse de azul-e-branco teria ganho tudo na mesma.

Por estes dias a minha fé tem um nome: Roman Abramovich.

NB: Para que não existam dúvidas. Não quero que o Benfica tenha um dono.
Mais. O ataque à alma do Benfica começou com a constituição da SAD. Ainda espero vê-la um dia dissolvida.
A minha fé é que o referido russo leve o "ruivo"!


9 comentários:

JediVermelho disse...

Dinherio não é solução! A solução está no binómio competência/compreensão plena dos bastidores do futebol! Só assim, este clube voltará a ser O GLORIOSO!

L. disse...

Jedi, este clube nunca deixou de ser O GLORIOSO. quem pensar que deixou, pode rasgar o cartão ou mudar de clube.

nenhuma derrota tira, para um verdadeiro benfiquista, o carácter subjacente de GLORIOSO que o clube tem.

e esse carácter não depende (apenas) de vitórias. é muito mais que isso. pois ser adepto de um clube apenas porque ganha é pobre motivo para ser adepto.

quanto ao post, lamento, mas ainda que haja pilhas de erros, não podemos cair numa histeria de pensar "qualquer coisa é preferível a isto".

primeiro, porque nos últimos 17 anos só houve 2 melhores que este. facto. este teve momento particularmente dolorosos, mas é um facto que foi melhor que todos menos 2005 e 2010.

segundo, porque quem teve deméritos neste ano foram os mesmos que tiveram méritos o ano passado.

terceiro, porque as eleições são em 2012 e entrar numa de"este ano perdemos, exigimos eleições", isso sim é a sportinguização. assim como é sportinguização exigir cabeças porque perdemos com o porto. tanto criticamos os lagartos por se preocuparem mais em ficar à frente do benfica que em ganhar, e vejo muitos benfiquistas a ter atitude equivalente.

QUARTO E ACIMA DE TODOS... quem destruiu uma grande equipa foi damásio, quem levou o poder do futebol que restava em lisboa par ao porto foi damásio. e quem quase destruiu o clube foi vale e azevedo.

como tal, não quero aventureiros. sou constantemente acusado de ser pró-vieira, de fazer felatios ao vieira segundo o mister D, mas ninguém percebe que apenas sou contra ondas negativas que quer queiram quer não afectam a preparação da próxima época.

e ao que parece, muitos desejam uma má época para o ano, para vieira perder as eleições. porque se formos campeões não acredito que ele perca.

se aparecer um movimento credível a meio da época isso pode ser bom. que apareça alguém disposto a dar a cara e a candidatar-se, antes de saber se a época é boa ou má, porque estou memso a ver muito oportunista a avançar, só se o ano for mau.

cosimo, quanto ao abramovich, referes-te a ele querer levar o villas-boas? sejamos realistas, este ano nem com a equipa do ano passado ganhávamos. o porto foi levado ao colo desde o primeiro minuto, foi beneficiado em 8 jogos, prejudicado em apenas 2. e nós prejudicados em 4. não fomos beneficiados em nenhum! se fosse preciso os árbitros ajudarem mais este ano, eles tinham-no feito. até o luís campos tinha sido campeão. e assim é fácil descansar a equipa e papar também as taças.

jedi, compreensão dos bastidores? de que vale compreendê-los se não mandas em nada? estou fartinho da falácia do apoio ao fernando gomes. fica-nos muito mal, mas sem o nosso apoio ele era eleito na mesma, 80% dos clubes votaram nele. os clubes têm medo.

Passaralho disse...

Coitado de ti Benfica, sempre perseguido pelos árbitros...

Pareces quase o zborden... E é para lá que caminhas, com certas mentalidades.

Palhaços, não percebem a competência dos outros e depois vêm falar de humildade. lol

Passaralho disse...

nota: palhaços os que insistem na tecla dos árbitro e não reconhecem a superioridade, evidente e efectiva, de quem nos tem vindo a comer à fartazana.

Cosimo Damiano disse...

Triste mas real, caro Passaralho! O futuro aparenta ser negro.

Passaralho disse...

Infelizmente.
Mas não é enterrando a cara na areia e fugindo à luta que se resolve.

É enfrentando os erros e quem os comete.
É reconhecer o que está mal dentro de nossa casa e não passando a vida a desresponsabilizar quem tanta merda fez, faz e vai continuar a fazer.

O 'ruivo' não sai este ano. Podes escrever.
Nem sai quase ninguém da equipa deles, podes escrever.

Lá trabalha-se em prol do clube e do seu sucesso. Não se trabalha para o próprio umbigo.

Não se endeusam jogadores e falsos profetas, nem se desfazem equipas vencedoras em duas janelas de mercado.

Lá estou eu... Não é nada disso, os árbitros é que são uns malandros.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

Cosimo Damiano disse...

Já escrevi tudo isso que dizes e mais.
Mas, se nunca tive confiança no Presidente, já a perdi também nos benfiquistas.

Pedro disse...

O "ruivo"? Achas mesmo q o problema está no "ruivo"? Sai esse entra outro e tudo fica igual...Jesualo, Fernando Santos, etc...qqr badameco é campeão naquele antro de corrupção.

Eles mudam de treinador mas não mudam de mentalidade, não mudam de folosofia. Isso é q é a mais valia deles. Eles sabem lutar contra nós. Nós não sabemos lutar contra eles. É tão simples qt isso. Enquanto acharmos q o nosso problema é este ou aquele jogador...

Foda-se pá, com arbitragens honestas até o Quique tinha sido campeão ao serviço do Glorioso!!!! Enquanto não perceberem todo o esquema q está montado nunca teremos hipóteses. Vejam só a contratação do Jorge Costa para treinar o Cluj, vejam o q o presidente do clube romeno disse sobre os "amigos do FCP". Vejam quem a académica pensa ir buscar para treinador. Enquanto não perceberem isto e a influência brutal q tem no resultado final não andamos aqui a fazer nada. Gastem o dinheiro q gastarem q nunca saíremos disto.

Iremos continuar a elogiar jogadores banais como Hulks e afins e a criticar os nossos forte e feio.

GM disse...

A ordem que estipulei faz todo o sentido.
Antes de mais, afirmo que também poderia assinar o comentário do Pedro. Indiscutível.

Mas não podemos ficar por aì. Os 3 primeiros parágrafos deste post também são pertinentes.
Estas análises poderiam complementar-se juntamente com outras ainda mais abrangentes. Culpas próprias e a porcaria do costume. Depois do que assistimos esta época temos mesmo de pôr as coisas nesta ordem.

De facto, caso a fé do Cosimo Damiano se concretizasse revelar-se-ia efémera. Todos o sabemos. Isso foi mais um desabafo do que outra coisa. Mesmo que fosse um de nós a treiná-los acho que mesmo assim eles discutiriam o campeonato até ao fim...o Jesus encarregava-se de pôr os infantis a jogar e fora das suas posições.