terça-feira, 31 de maio de 2011

Falas tu ou falo eu

Várias coisas a reter na entrevista de ontem de Luís Filipe Vieira (LFV) à TVI:
- Entrevista muito curta (15 minutos)
- LFV levou documentos do clube a público, uma coisa rara para os "senhores do futebol"
- Judite de Sousa percebe tanto de futebol, como eu de Pesca Desportiva

O importante da entrevista era esclarecer a "cortina de fumo" que actualmente grassa nos meios de comunicação desportivos.
Cortina de fumo que foi criada desde a derrota com o FC Porto para a Taça e que tomou proporções extremas depois do episódio da newsletter da Sportinveste.

Sejamos claros: O Benfica está a negociar os direitos televisivos com Pais do Amaral e por isso, não é estranho que a entrevista tenha sido dada na TVI.
A grande guerra que está a acontecer prende-se com a eventualidade, repito, eventualidade dos direitos de TV dos jogos do Benfica em casa mudarem de mãos.
Os interesses são muitos e a guerra suja vai continuar a poluir as mentes menos preparadas.

No entanto, o resultado final não me parece que seja surpreendente. As capas dos jornais de hoje já o demonstraram, chegando ao ponto de mostrarem os documentos da transferência de Roberto. As capas d'A Bola e do Record são taxativas: "Investigue-se o FC Porto", escolhendo assim um tema totalmente diferente do que foi o cerne da entrevista. João Gabriel, pelos vistos, continua a dar-se bem com Delgados e Pais.

A principal questão é se a Olivesdesportos vai ganhar mais uma corrida. Não é preciso andar muito para trás para verificar a amizade de Vieira com Oliveira. Igual à que tem com Salvador. Igual à que tem com Fernando Gomes. Os resultados, todos nós conhecemos.

É notório que a política de comunicação do Benfica, não cumpre os requisitos mínimos, para quem tem critérios de excelência, hábito de vencer e uma história a defender, como são os pergaminhos do Benfica.
Para as massas, cumpre o essencial, atiçando quem deve atiçar, nos momentos próprios, desviando-se do essencial. É a tal cortina de fumo que vai emanando da porta 1 do Estádio da Luz.

Para concluir, notamos o verdadeiro imbróglio em que está colocada a SAD neste momento:
- jogadores que são como "melões"
- jogadores que juram amor esta semana e que na próxima pedem compreensão
- discursos falsos e retóricas falaciosas, quanto a valores de cláusulas de rescisão
- esvaziamento de funções das pessoas, adaptando o discurso conforme convém

É necessário uma volta muito grande na SAD do Benfica, nomeadamente na sua estrutura. Com uma estrutura equilibrada, metade dos problemas comunicacionais estavam resolvidos. Queiram eles isso mesmo...

3 comentários:

L. disse...

só tenho uma coisa a apontar desta vez.

o pais do record... ele é director. mas o editor chefe é o antónio varela. e esse só vê porto. é daqueles pseudo-isentos que não conseguem disfarçar.

Manuel disse...

Eu também só estou preocupado com os melões. É um verdadeiro imbróglio.

- disse...

mas que valente batatada levou o VARELA do...

Terça-feira, 31 de Maio de 2011Estão Todos Convidados
VARELADAS (IV)
O Senhor Varela do Record, não o faz por menos. Para ele o futebol só por convites. Pudera! Quantos bilhetes teria ele pago para assistir, em Portugal, a um jogo ou a uma prova desportiva?! Aposto que menos de um! A vida de jornalista mandão é tramada…

O Senhor Varela tem muita sorte em trabalhar num jornal português onde protegem (e até promovem) a ignorância. Se fosse noutro país da Europa Ocidental, eu até sei o que andam os “Varelas” desses países a fazer…

O Senhor Varela tem tanto poder no Record que até tem o poder de poder dizer disparates, em barda. Não se cure, não…

Alberto Miguéns

aqui:http://em-defesa-do-benfica.blogspot.com/