sexta-feira, 20 de maio de 2011

A grande questão

Pensei que nunca mais voltaria a escrever sobre o Benfica. Pensei, na verdade, que o mal que podia fazer ao Benfica, com a escrita, era superior à dedicação e amor que lhe tenho.




Na verdade, desde miúdo que sinto o meu ateísmo como uma mentira, encenada com receio de afirmar que o Benfica é a minha verdadeira religião.




Condicionei todas as grandes decisões da minha vida ao Benfica e até tive o cuidado de escolher para partilhar a vida uma mulher que compreende o que é esta coisa que se sente.






É por isso que estou de volta, encarando esta minha participação neste blog, que está, infelizmente, no mau caminho, como uma arma.






Por circunstâncias que ora não discuto, fui convidado de António Salvador para o jogo da segunda mão, em Braga. Assim que o árbitro apitou para o final, fui de imediato confortado por uma série de bracarenses, que nada têm que ver com os criminosos que habitam nas tribunas de honra de outro estádio mais a sul. Saí, com mais dois amigos benfiquistas, perdi-me, propositadamente, e fiquei à porta da nossa bancada, sozinho e a chorar, à espera que o resto dos meus amigos fosse libertado da agonia em que, por certo, estavam. Foi a hora mais dura da minha vida. Muito mais porque, na verdade, houve centenas de adeptos do Braga que, vendo o estado em que me encontrava, me confortaram e tentaram amenizar a dor, quando o que eu queria era insultá-los... Isto durou o tempo que a polícia quis, considerando que fui expulso daquele local para que pudessem preparar o trabalho americano que se seguiu. Com a nossa rapaziada dentro da bancada e os telefonemas que me faziam de Lisboa, apercebi-me que a coisa, lá dentro, estava negra...




O que se seguiu a isto?




Um chorrilho de telefonemas, sms, mails, mensagem do facebook e, desconfio, tentativas de enviarem pombos correio na minha direcção, todas com um sentido: vinguemo-nos nos jogadores, treinadores e dirigentes. Não sabiam, mas estavam a pedir para nos vingarmos no Benfica...




Fiquei em, como disse António Guterres, confrontado com a maioria absoluta do Cavaco em 91, estado de choque.




Os mesmos que há um ano idolatravam o treinador e lambiam a peida ao director desportivo, andando com os jogadores ao colo, pediam, agora e depois de uma época decepcionante, mas a terceira melhor das últimas 17, sangue imediato, sem darem direito a que um gajo vivesse o seu luto em sossego?




Este é o meu Benfica?




A saga continuou. Os nossos adeptos e sócios cometeram um erro terrível: em vez de se recolherem num profundo silêncio, de reflexão e meditação, analisando, cada um, o que poderá fazer para que melhoremos, decidiram passar duas semanas a atirar postas de pescada para a opinião pública.




O pior ainda estava, no entanto, para vir: entre terça e quarta-feira, não houve alma que não se lembrasse que gostava de estar comigo em Dublin a beber um copo.




O que é mau, muito mau: depois do comportamento lamechas e choramingas de 90 % dos meus amigos, durante mais de 15 dias, quem não queria estar em Dublin com eles, era eu! E isto de ser amado, sem amar, não tem piada nenhuma.




Lá está: uma tempestade e uma crise, depuram o sistema...




Sempre pensei que estava amarrado a uma série de amigos, no que diz respeito ao Benfica. Mas não estou. Estou, isso sim, amarrado ao Benfica...






Tenho tentado passar uma mensagem, nas relações pessoais, que passará a ser a imagem do que aqui escreverei: o nosso inimigo ganhou muita coisa e ultrapassou-nos em importância internacional. Por isso mesmo, não estou com pachorra para aturar quem se quer lamentar. Dei início a um novo método de trabalho: a nossa função é ultrapassá-los. Só o conseguiremos com união, força, pensamento estratégico, capacidade de luta e sofrimento, visão a longo prazo e, sobretudo, se recuperarmos os valores que presidiram a nossa actuação nos primeiros 50 anos da nossa vida.




Não sei, no entanto, se estes sócios têm essa capacidade.




E quando aqui chego e me dirijo aos sócios, deixando de parte os dirigentes, tenho o objectivo bem estruturado: se fomos nós que elegemos Damásio e Azevedo, ainda somos capazes de fazer pior, muito pior. É disso que tenho medo...

19 comentários:

pv disse...

Se não temos melhor é porque, provavelmente, não merecemos melhor...

Coglionne disse...

Admiras-te de de haver gente a querer "vingança"? A mim não. Não te devias admirar. Aquando no nosso último encontro, valorizaste o facto de esses mesmos "rapazes" terem ido ao Seixal apertar com os jogadores. Manifestei-te então o meu desacordo, na certeza de que uma acção dessas é um mau princípio. Por saber que esse tipo poder não é legítimo e não ajuda em nada a resolver uma situação de crise. Tem precisamente o efeito contrário.
E também não estou de acordo porque esse é o tipo de acção que, culturalmente, tem mais a ver com a agremiação do freixo do que com a nossa. E isso meu Amigo, é algo que eu acho repugnante.

ad.eternum SLB disse...

http://adeternumslb1904.blogspot.com/2011/05/coragemprecisa-se.html

Saudações Benfiquistas

inespugnabile disse...

Coglione, meu bom amigo, tu tens andado com dificuldade em entender o que escrevo, seja aqui, seja no facebook.

Aqui o que está escarrapachado no meu texto não vem de uma crítica aos NN. Vem, isso sim, de uma crítica aos lamechas e piegas que pululam no meu beiral.

OS NN fazem o que querem e eu não me meto nisso. Mas são muitos, muitos mil e têm, certamente, rapazes lá dentro cujo cérebro tem o tamanho de um amendoim. Mas, se queres que te diga, alguns dos maiores benfiquistas que conheço estão lá e são incapazes de virar a cara à luta.

E é dessa gente de fibra que nós precisamos agora e não de lamechas, piegas e comentadores de pacotilha, que são incapazes de preencher uma mulher para estarem a jogar ps 3.

Enfim, precisamos de Homens e não de miúdos.

E sim, concordei com a ida ao Seixal, que, aliás, não foi violenta e teve resultado evidente...

Ginha disse...

Após a ida ao Seixal, veio a tal serie de vitorias seguidas, e uma vitoria no antro por 2 golos! Não culpem os NN daquilo que não tem culpa... Estou contigo inespugnabile!

L. disse...

a 200%, inespugnabile, a 200%. haja alguém que sabe o que diz, que a pasquinada está a todo o vapor contra nós e tem a ajuda de parte muito grande da blogosfera encarnada, pelo que vejo.

força benfica.

João Duarte disse...

Finalmente o primeiro texto em toda a blogsfera na ultima semana q concordo!

Temos que ser nós a mudar as coisas!! Daqui a um ano há eleições.

Daqui até lá, fechemo-nos. Apoiemos a equipa. Renovemos o Redpass.

E por favor, uma vez na vida, pensemos tranquilamente em quem poderá liderar o Benfica.

A caça às bruxas não vai resolver nada, apenas lançar-nos numa espiral negativa.

Vermelhusco disse...

Nós elegemos Damásio, Azevedo e Vieira. Devias ter escrito assim.
Vê os factos que alguns colegas do teu blogue têm colocado.

União tem havido de sobra em torno desta Direcção e deste Benfica e as tuas críticas a quem tem apoiado incansavelmente o clube são injustificadas.
Então nas eleições não tem havido unidade sempre com votações acima dos 90% na lista de continuidade desde o tempo do Vilarinho??

E basta ver que os assobios e críticas a dirigentes e jogadores só foram feitas no último jogo da temporada!

Cada um apoia como sabe e cada benfiquista tem o direito de discutir a vida do SEU clube nos espaços dedicados a isso, na Internet como na vida real.
Quem não sabe lidar com discussões entre associados do clube não percebe o que é o associativismo e não percebe o que é o Benfica.

Falsas unidades atrás de líderes incapazes nunca foi o Benfica a sério só esta sombra dos dias de hoje.

Quanto aos pedidos de vingança, tens que compreender que se tratam de reacções a quente depois de uma das maiores HUMILHAÇÕES do clube nos últimos anos.

Luis disse...

Concordo contigo. É hora de cerrar fileiras e pensar o futuro com a cabeça fria, não com o coração quente.

J G disse...

Excelente, Zé!

Bela prosa.

Percebo-te , concordo em geral mas deixa-me dizer que eu queria mesmo ter tido razão na compra da minha viagem a Dublin e apetecia-me mesmo lá ter ido com o SLB. :)

E também não me conformo que tenham dado férias ao plantel desta maneira. Mas sim, entendo-te.

inespugnabile disse...

Pois J G, e tu estás nos 10 por cento... Eheheh!

Sabes que vais ser convidado para o jantar de fim de ano do ndrangheta?

Henrique disse...

Um clube humilde como o BENFICA não é humilhado por perder, mas sim por ter adeptos como o Inespugnabile descreve.

É muito fácil dizer que nos últimos anos o porto fez x e consegui y. É preciso por em perspectiva como estava o Clube, e daí eu dar o beneficio da dúvida (ainda) à direcção do LF Vieira. Não podemos ter as vistas curtas, e não podemos cair no populismo barato de achar que somos mais benfiquistas que o LF Vieira e coiso e tal.

Como aqui têm dito daqui a um ano há eleições. Então aí que alguém "melhor" se apresente, convença os Sócios, e vença as eleições. Mas, e se mesmo assim continuarmos a não ganhar? Ou acham que de facto jogamos apenas contra a nossa inépcia?

Peço desculpa pelo tamanho do post.

GM disse...

Bolas! Essa "space-bar" avariou, concerteza. Revela muito, lá isso revela. Lá mais para o fim do texto (no finalzinho, mesmo) torna-se claro. E muito.

Bem, entre verdades, incompreendidos, desgostos, lamentos pela inexistência dos silêncios dos Adeptos (esta é incrível) e critérios esquisitos para aceitar determinados convites de determinada gente (nem que me pagassem, caralho), chegamos à "grande questão"... A sua mensagem: "Cuidado! É melhor reelegermos o Luìs Filipe Vieira porque pode aparecer aì um MONSTRO como foram Damásio ou Vale e Azevedo!"

"bonito". Só que isso não é estar "agarrado ao Benfica", desculpa lá a sinceridade. Isso é estar agarrado a uma figura, a um indivíduo. Talvez com o projecto. Vínculo? Agenda?? Não sei nem me interessa. O Benfica é feito por muitas pessoas. É BEM MAIOR do que muitos. É a Sua História que nos demonstra.

inespugnabile disse...

Toda a gente que aqui passa sabe o que escrevi sobre Vieira. Näo preciso de me justificar...

@gm, é frequente leres os textos à tua maneira, recriando o que um gajo escreve... Estou habituado e já nem me preocupo. Por isso sugiro ao pessoal que compare o que eu escrevi com o que tu dizes que eu escrevi...

Convites do Salvador? Se soubesses o que já tive de aceitar pelo Benfica... Mas tens todo o direito de criticares! Assim como eu tenho o direito de dizer que és fraquito...

RuiG disse...

Não sei quem és nem o que já tiveste de fazer pelo nosso Benfas... nem isso interessa.
Gostei do que escreveste pq tens toda a razão.
Pela parte que me toca... nunca mais chega a próxima época para tratar de renovar o cativo.

Papoilas Saltitantes disse...

Para mim o LFV esta na no mesmo pacote do vale e do damásio.

Chegou lá pela mesma razão do Vale outros: falta de titulos, falta de organização e desespero dos sócios. Já o Damásio chegou lá porque a luta desigual com o fcporto levou o Benfica quase a uma situação de incumprimento.

Não confio no Benfiquismo do nosso líder. Nunca na vida o ouvi a falar do Benfica com sentimento. Sempre que o oiço parece que está a falar de um produto.

Falta-lhe cultura Benfiquista. O que não admira porque ele nunca participou em nada do Benfica. Nunca o vi numa assembleia geral antes de ser candidatos e fui a algumas no tempo do vale votar contra.

Como é que eu posso como Benfiquista confiar em alguém que durante bastante tempo foi conivente das manobras do pc contra o Benfica no tempo em que ele estava no alverca ?

Como é que posso confiar em alguém que diz que o oliveira foi/é amigo do Benfica ? Com que direito se pode falar contra o sistema e estar com o sistema ? Será que ele não se lembra que a Cosmos pagava as viagens dos árbitros !?

No fim do jogo do braga decidi que não voltarei a fingir achar que o lfv tem as qualidades minimas exigiveis para presidente do Benfica. A mim não me volta a enganar.

Não acredito na totalidade dos elementos da estrutura (lfv, jj, rcosta).

Não irei assobiar, não irei deixar de pagar quotas ou o cativo e não vou querer que o Benfica perca para que o lfv saia mais cedo.

Agora vou esperar que apareça alguém que consiga no médio prazo liderar um projecto que ressuscite o Benfica à Benfica. Um Benfiquista.

GM disse...

Eu leio os textos "à minha maneira"? Peraì, oh inespugnabile. EU não envieso os escritos de ninguém, nem procuro defender nenhum partido. Ponto. Esta foi a 2ª vez que alguém me acusou de tal. E na 1ª, quem o fez, fê-lo de má-fé. Fingindo que nao entendeu o eufemismo que utilizei. Porque simplesmente ficou todo irritadiçozinho pelo facto de eu ter defendido os jogadores em detrimento do Richard Gere da Buraca, que ele fez questão de proteger como se um Deus intocável se tratasse preferindo malhar fortemente nos jogadores como se marujos duma nau Quinhentista se tratassem. Depois foi baixo, foi..e registei-o. Mas aqui até nem foi o caso, fui bastante concreto e tu não foste incorrecto. Saíste-te com essa do "fraquito". Eeh..não quiseste especificar.

E é óbvio que estás preocupado, caso contrário nao farias tanta questão de sublinhar que "sugiro ao pessoal que compare o que eu escrevi com o que tu dizes que eu escrevi..."

Eh pah, mas acima disto quero deixar-te muito claro o seguinte: eu não me considero um "blogger". Pelo menos nos termos de alguns "supinos" que constam na Blogosfera. Nao quero concorrer ao Prémio Camões nem sonho com o Pulitzer. Há quem ache que o benfiquismo se mede pelas conjecturas acerca dos problemas existenciais da amante do Conde Vronski? Que seja, pah. Que seja!! O que é que uma pessoa pode fazer quanto a isto? Quem se vai rindo às pregas destas patetices sei eu quem são. E muitos outros que me enchem a mail-box de tão pasmos que ficam. Tenho uma carreira que procuro optimizar (que ao contrário do que possam pensar me preenche muito do meu tempo), pago ordenados em barda e já cumpri o meu sonho de menino.
Da mesma forma que apareci, desapareço, rapaz. Basta-me um "click". Pacífico.

Agora, alguns de vocês, que se propõem comentar e discutir o Sport Lisboa e Benfica através de blogues para o efeito..das 2 uma: ou não têm coragem para o fazer correctamente, primando pela verdade, ou então desconhecem-na em boa parte. E por aqui me fico que é para não levantar ondas. Mas deixo-te uma "grande novidade": nos próximos 2 anos (mediante as fraquíssimas probabilidades de surgir uma inversão no curso dos acontecimentos isto já é certo) o Benfica não voltará a ser Campeão. Agora pensa sobre isto se quiseres. Vais ter oportunidade de o comprovar.

P.S. "se soubesses o que já aceitei pelo Benfica..." se bem entendi esse contexto..e cá eu, alguma vez, quis pôr em causa o teu benfiquismo???

APLANE disse...

Bem vindo de volta "amigo"...

Pergunto te eu...
-terá a direção isto que tu falas:"união, força, pensamento estratégico, capacidade de luta e sofrimento, visão a longo prazo e, sobretudo, se recuperarmos os valores que presidiram a nossa actuação nos primeiros 50 anos da nossa vida. "

O maior receio que tenho do Benfica não sao os outros, é saber se temos alguém à frente do nosso clube que tenha a memsma vontade de vitórias , que nós adeptos...?

PS: Se alguém souber explicar o silêncio do Rui em relação a isto tudo, e quais as suas funções hj em dia, agradecia...

VIVA O BENFICA

inespugnabile disse...

Estamos com dificuldade a entendermo-nos, mas há uma coisa que te digo: quem arrisca, aqui, somos nós, que temos escrito o que queremos e defendemos!