quinta-feira, 2 de junho de 2011

a impossibilidade

Se o nosso inimigo toma a decisão de oferecer sempre mais uma pinga, como se diz na gíria, nós saímos sempre a perder.


Ou seja, se eles pagam sempre acima, nem que seja para chatear, e, por obra e graça divina, têm dinheiro para isso e muito mais, o que fazemos?


Não pensem que analiso algum caso em concreto. Bem pelo contrário, esta reflexão tem-me ocupado parte substancial do tempo.


O que fazer?

23 comentários:

David disse...

Como é que queres que não se pense logo no Maxi?

inespugnabile disse...

Não é o Maxi. São todos, todos mesmo...

Filipe disse...

Depende dos casos. No caso dos empréstimos (C.Rodriguez, Salvio) é porque a cláusula de opção foi mal negociada ou porque quando foi feita se tinha uma exagerada ideia do valor do atleta. No caso do Salvio acho que o Benfica até era capaz de insistir um pouco mais não fora o jogador estar lesionado durante mais uns meses. Teríamos sempre que preparar os primeiros meses da época sem ele.

Noutros casos é irrelevante. Se ao fim de 4 anos o melhor que o jogador arranja é o interesse do Porto não se perde propriamente um craque.

Mr. Shankly disse...

O que fazer? Esticar a corda, obrigá-los a pagar o máximo possível. Baralhar, fazer contra-informação. E atacar com as mesmas armas: ir aos que eles querem, e obrigá-los a escolher: ou os que eles querem, ou os que nós queremos.
Mais: atacá-los onde doi, ou pelo menos ameaçar. Não percebo porque é que não saiu pelo menos a insinuação de que podemos andar atrás do Falcao. E não percebo porque é que, se sabemos que andam a aliciar jogadores com contrato, não colocamos o processo nos tribunais.

Passaralho disse...

E a tendência é para piorar.
Com os orçamentos que eles vão apresentando, com o passivo a reduzir ao contrário do nosso, em 3 a 5 anos estão simplesmente muito longe.

O facto é que actualmente, com ou sem 'aditivos', eles são uma potência e uma referência europeia.
Nós somos um monte de belas memórias, demasiado apagadas no tempo.

E cada dia que passa é menos um que temos para inverter a tendência.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

Passaralho disse...

22M pelo Coentrão? A confirmar-se, com ou sem Garay, com ou sem Kaká, ou até com CR, acho que desisto enquanto lá estiver este... Enfim, este... Coiso...

Caça Gatos disse...

Um dos males de LFV é tratar os jogadores como mercadoria, uma espécie de comprar pneus ou tijolos!!

Na compra: oferça mais nos ordenados, é muito diferente dar por exemplo 1 Milhão e deixar o jogador louco, veja-se o caso dos que sairam do SLB, do que aumentar a parada para valores 4 ou 5 Milhões acima das clausulas onde quem se vai encher são os empresários e os clubes vendedores!!

Na venda: dê-lhes por exemplo parte do seu passe se ficarem mais "X" tempo, vão ver ficam e correm que nem loucos pensando na pipa de massa que vão receber num futuro negócio!! Ou acham que o jogador se vai desvalorizar a si proprio. Quem ganha? O clube é claro, tanto em verba como em rendimento desportivo. (já sei que vão dizer que os passes estão todos hipotecados). Mas é uma ideia.

Um abraço.

Anónimo disse...

o que fazer e simples ! e barato e da milhões !
poderia o S.L.Benfica não comprar jogadores ,poderia, mas não era a mesma coisa .

L. disse...

passaralho, o passivo deles esta abaixo do nosso... nao te esqueças que quando ves os numeros do benfica, ves os numeros de todo o universo benfica: sad, clube, estadio, etc. do porto so ves os da sad.

quanto ao facto de eles darem: deixem-nos dar. tou-me a borrifar. e nao dao sempre. nao deram pelo aimar, ramires, saviola, cardozo, di maria, e todos estes sem excepcao renderam dentro do campo e varios deles renderam muito dinheiro.

quanto ao cebola, perguntem a quem quiserem.

o cebola e o empresario deviam dinheiro ao fisco uruguaio, e exigiram o pagamento numa offhore. o benfica disse que nao, e o porto disse que sim. isto aconteceu mesmo. e e um dos motivos porque alguns negocios foram abaixo.

voces preferiam fazer o jogo desses empresarios e entrar no circo offshore?

CM disse...

Sempre podemos começar a dizer que vamos comprar um grande jogador, grande referencia...e afinal...o gajo nem correr sabe...e assim o gajo vai para o FCP e ficamos a rir!

Agora a sério...esse é um caso complicado e a unica hipoteses é nos baixarmos a fasquia e começar a procurar soluções mais baratas mas que nos rentabilizem profissionalmente, e assim crescem como jogadores e não irão para o FCP , pois irão achar que o negócio não será benéfico para eles!!!

Uma coisa é certa...aquele reino...está para durar infelizmente para nós! Mas também enquanto continuarmos nesta rotina, só caimos nós e eles ainda se levantam mais! Podemos lutar sozinhos, mas se tivermos aliados seria muito melhor! Mas a politica é de emprestar para fora, ainda assim nao joguemos contra eles nas competições europeias!

JNF disse...

O que fazer?

Se calhar começar a gerir melhor o nosso. Parecendo que não, pouparíamos muito em não ter Jorges Ribeiros, Zoros, Balboas...

Passaralho disse...

-Investir mais e melhor em portugueses. Nos nosso, de preferência.

-Compensar os jogadores quando merecido e no devido tempo.

-Não deixar de pagar os prémios prometidos nem deixar as renovações prometidas por fazer. ter palavra e cumprir.

(Quantos saíram a bem ou de bem com LFV?)

Já agora, o que acham da contratação do Paulo Machado?

Sim, porque tenho para mim que está garantida, só que só a devem anunciar depois do jogo da selecção.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

inespugnabile disse...

Esta discussão é relevante, meus caros, e parece que desde há muito tempo que não tínhamos uma sem troca de insultos...

Ginha disse...

E é uma discussão, sem solução aparente... Qual a solução? Ir dando sempre mais, apenas pra lhes dificultar o negocio? Não me parece?

Perder bons jogadores para um rival, para poupar uns milhões que depois são gastos em dois ou três jogadores, que todos juntos não fazem aquele que se perdeu? Também não me parece...

Havia uma solução... Apontar o alvo, chegar com o dinheiro que se saberia que sem interferências, seria o necessário e fechar o negócio! Á minima tentativa de tentaviva de enrolar e ganhar tempo, da parte do empresario ou do clube vendedor, sair de cena, sem deixar rasto!

Xenrik disse...

Solução:
-Mais 65.000 sócios (para atingir os 300.000 mil socios)
-40 Milhões pelo contrato televisivo
-5 Milhões pelo Naming do Estadio.
-aumentar a média de assistências no estádio
-facturar mais em merchandising
-Triplicar o nº de lares onde a BTV chega
-reduzir o risco das contratações, apostando mais no fundo.

Irons disse...

Podemos começar por uma solução óbvia, despedir o Jorge Gomes como Scout chefe da América do Sul, ou pensam, que muitos dos desvios de jogadores Sul Americanos não são por culpa dele?
Quando ao resto, pensar em nós e deixar os outros em paz, querem gastar balúrdios, que os gastem!! Eu cá penso, que quando o PdC bater as botas, aquilo vai tudo abaixo, porque haverá muitos a querer lutar pelo poder daquela cadeira!!

Rui disse...

Em que medida isto é diferente se fosse um Barcelona ou Real Madrid? A unica diferença é que o porto, aparentente, contrata jogadores por despeito, e nao so ao Benfica. Jogadores como rossato, ruben micael, paulo assunçao, cebola, alvaro pereira, falcao etc etc etc. O Benfica tambem nao pode concorrer com grandes clubes europeus no que diz respeito a ordenados e valores de transferencias. Tem de aprender a viver com isso. Tentar acompanhar a parada do que é oferecido pelo porto é errado. Quem nao tem dinheiro, nao tem vicios. O Benfica tem menos dinheiro, gasta menos dinheiro.
A historia esta fartinha de exemplos que nao é o dinheiro que vence competiçoes. Apenas ajuda.

Didiman disse...

O que fazer ?

Na minha opinião melhorar a planificação da época é o 1º ponto.

Começar mais cedo, detectar melhor as necessidades da equipa, para ser o Benfica a ir ao encontro do possível clube vendedor e do jogador, em vez de meter intermediários, comissionistas que abrem a boca aos concorrentes para subir os valores.

Disse.

Passaralho disse...

Tomemos como exemplo o possível empréstimo de Sidnei:

É jovem, tem imenso potencial, precisa de jogar muito e com frequência para 'deitar tudo cá para fora', para evoluir.

Espero que o acompanhem, sempre, e o apoiem no seu crescimento. Que ele sinta sempre que tem a 'família' à espera dele quando estiver pronto.

Que façam de Miguel Vitor, este ano ou no próximo, um bom exemplo para Sidnei e outros. E de David Simão ou Romeu Ribeiro um bom exemplo para Nélson Oliveira e outros, tantos, jovens de valor que vamos criando e adoptando.

Para mim é aqui que está o segredo, nunca virando a cara a outras situações e outros mercados, mas com outro critério.

Olhar para nós, corrigir por nós. Pensar pela nossa cabeça, mas para nosso proveito.
Que não seja para desbaratar.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

Pedro disse...

Uma das opções é ser muito mais pragmático nas acções de negociação, não deixar o assunto marinar. É chegar e bater o dinheiro, quer quer não quer adeus e até à próxima.

Para responder da mesma moeda é preciso ter contactos no mundo do futebol que eles têm e nós não temos. É uma luta muito complicada pois não a sabemos lutar. Fazer ofertas pelo Falcao? Como? Ele já recebe o mesmo q Aimar como é q o podíamos sequer por a pensar em vir para o SLB??? Essa táctica não é a melhor.

Anónimo disse...

isto e bem muito mas muito pior pois o SISTEMA funciona sempre em beneficio dos mesmos....

PROCESSO DE INQUÉRITO N.º 20-10/11 – arquivar os autos do processo de inquérito instaurado na sequência de denúncia da Comissão de Arbitragem da LPFP, para averiguar a identificação dos agentes e eventual responsabilidade jurídico-disciplinar face à divulgação do conteúdo do relatório do Observador do jogo n.º 12208 "Sporting Clube de Braga - Futebol, SAD // Sport Lisboa e Benfica - Futebol, SAD", realizado em 2011.03.06, a contar para a 22ª Jornada da «Liga Zon Sagres», pelos jornais "A Bola" e "Record", nas respectivas edições de 13 de Março de 2011, e no programa "Tempo Extra", da SIC.

GM disse...

É relevante, oh se é!
Somos muito lentinhos. Porra, até chateia.

Agora já começamos a ponderar as nossas impossibilidades em lhes fazer frente. Eu acho que isto é óptimo. Temos de atingir este estágio para sentirmos o perigo que eles representam. Só lamento que estejamos a levar tanto tempo a fazer estes raciocínios.

Chegaremos aonde temos de chegar, não tenho dúvidas. Mas depois de muito "banho"... Mas vai custar-nos muito caro tamanha lentidão. Do que temos "levado", para já, estamos a sair-nos "lindamente".

Erro 1º: este principio. "impossibilidade". Apesar de toda a teia que eles têm bem tecida, nós temos armas que eles não têm. Temos sim, senhores.
Nada é impossível. Absolutamente nada.

Soluções? Deixemo-nos de tretas. Blindemos o Clube a quem não é Benfiquista. Nao façamos quaisquer negócio com quem lhes é (ou foi) próximo. E joguemos COM TUDO. Mas é mesmo TUDO, não é andarmos aqui a brincar ao desporto feitos "superiores" e "meninos bem comportados".

E nao me venham com conversas de bons costumes que não é disso que se trata. Nao me lixem. Contam-se pelos dedos das maos quantos "santos" existem em Portugal. Ninguém pode falar de cadeira. Deixemo-nos de fingimentos e assumamos a GUERRA como deve ser.

Nao tenho jeito para as artes gráficas. Pormenores e ideias concisas não as exponho na net.

Mr. Shankly disse...

"Fazer ofertas pelo Falcao? Como? Ele já recebe o mesmo q Aimar como é q o podíamos sequer por a pensar em vir para o SLB??? "

Não falei em fazer ofertas, falei em lançar o pânico. Quem diz Falcão diz os outros. O certo é que eles andam sempre em cima dos nossos jogadores em fim de contrato, o que nos obriga a subir a parada- Nós nunca ameaçamos sequer. É hora de mostrar que a A1 tem duas vias.