sábado, 30 de julho de 2011

Por falar em referências...

Quando, a 28 de Maio de 2001, Luís Filipe Vieira, partia para um "projecto que o motivava", estava longe de dizer que Maximiliano Pereira seria uma "referência" (nas palavras dele) do maior clube português.

Esse projecto que o motivava era liderar o Sport Lisboa e Benfica, que, depois de ter sido director para o futebol, chegou a Presidente. Não vou voltar a mexer na história. Apenas gostava de saber da seguinte lista de jogadores contratados pelo Benfica, desde que Vieira para lá foi (época 2001/2002), quais os jogadores, que a par de Maxi, poderão ser considerados "referências do clube":

Armando Sá, Argel, Cabral, João Manuel Pinto, Zahovic, Drulovic, Andrade, Tiago, Simão, Mantorras, Sokota, Fernando Aguiar, Quim Berto, Jankauskas, Toni, Andersson, Júlio César (ex-Real Madrid), Caneira, Pesaresi, Porfírio, Cristiano, Éder, Ricardo Rocha, Hélder, Peixe, Roger, Petit, Nuno Gomes, Féher, Geovanni, Alex, Luisão, Fyssas, Zach Thornton, Quim, Nuno Assis, Yannick, Amoreirinha, Bruno Aguiar, Delibasic, Manuel dos Santos, Karadas, Everson, Paulo Almeida, Alcides, André Luis, Carlitos, Beto, Marco Ferreira, Manduca, Laurent Robert, Miccoli, Karagounis, Anderson, Léo, Karyaka, Nélson, Marcel, Moretto, Derlei, Manú, Rui Costa, Katsouranis, Paulo Jorge, Kikín Fonseca, David Luiz, Bergessio, Manuel Fernandes, Cardozo, Butt, Di Maria, Sretenovic, Andrés Diaz, Freddy Adu, Gilles Binya, Luís Filipe, Cristián Rodriguez, Edcarlos, Sepsi, Makukula, Zoro, Fábio Coentrão, Halliche, Ruben Amorim, David Suazo, Pablo Aimar, Jorge Ribeiro, Miguel Vítor, Carlos Martins, Balboa, Urretaviscaya, Sidnei, Reyes, Ramires, Patric, Shaffer, Saviola, Javi García, Weldon, Keirrison, Júlio César (ex-Belenenses), César Peixoto, Felipe Menezes, Alan Kardec, Airton, Éder Luís, Gaitán, Fábio Faria, Franco Jara, Roberto, Oblak, Salvio, Jardel, Fernandez, Carole, Rodrigo, Élvis, Léo Kanú, Bruno César, Artur, Eduardo, Matic, Wass, Nolito, Enzo Peréz, Nuno Coelho, Garay, Mika, André Almeida, Axel Witsel, Mora, Emerson e Capdevilla.

Contaram todos? São 133 jogadores em 10 épocas. Dá uma média de 13,3 jogadores por época!

Relativamente ao link mais acima, gostaria ainda de realçar uma parte do artigo:
""O Centro de Estágio e o projecto empresarial, com uma praça pública junto, que irá ser erguido no campo nº 2 vão ser uma realidade dentro de 36 meses. São projectos muito importantes para esta instituição", salientou Luís Filipe Vieira, que assistiu ao derradeiro embate da equipa do Alverca nesta edição da I Liga, frente ao Campomaiorense, depois de fazer as honras da casa no almoço com que o clube ribatejano presenteou a comitiva de dirigentes do emblema raiano."

Todos nós sabemos o que aconteceu ao clube ribatejano...

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Jesus, pá,...

...minuto 2:58.



Não merecem o ar que respiram!

O gang do assobio, já o disse aqui várias (e demasiadas) vezes, vá p’ra puta que o pariu.
A malta que não foi ao estádio, porque acha que o Glorioso não merece: temos pena!
Aos dois grupos de alimárias aqui referidos, sublinho o óbvio:
- O GLORIOSO NÃO PRECISA DE VOCÊS!

O assobio é uma coisa que a mim não me assiste

Ontem, durante o jogo, o gang voltou a atacar. Não há dúvida que há gente que se desloca ao Estádio da Luz com o intuito de descarregar as suas frustrações pessoais sobre alguém que supostamente está ali para lhe dar gozo ou prazer, vestindo as camisolas rubras.


Luisão então foi um dos alvos, mas mesmo assim, mostrou porque é o capitão do Benfica e porque é que Jesus lhe dá esse título.


Nunca assobiei nenhum jogador do Benfica, porque simplesmente, nenhum jogador do Benfica é para ser assobiado. Deveria vir inscrito no Cartão de Sócio essa medida. Como todos nós, nos nossos locais de trabalho, de lazer e de vida, existem sempre dias maus. Quem não entender isso, não entende nada. E o futebol, o jogo e os seus intérpretes, não escapam a essa máxima.


Não vou mandar o gang para onde o Nessuno uma vez mandou, mas continuo sem entender porque continuam a fazer.


Quanto ao jogo, o resultado foi bem melhor que a exibição. Se Jesus deixar de ser tão casmurro e optar pelo sistema de jogo em função dos jogadores que tem, se calhar terá ainda melhores resultados. O primeiro passo de quatro em direcção à Champions está feito. Tenhamos a mesma atitude e as coisas começam a encarrilhar...

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Hoje

É importante que se tenha a noção da importância do jogo frente ao Trabzonspor. Para se chegar à Champions, tem de se eliminar os turcos e ainda outros que nos calharão.


Hoje não jogam o Luisão, o Maxi, o Manuel ou o Joaquim. Joga o Benfica. E é com este pensamento que o apoio tem de estar focado. No Benfica.


Apesar de tudo o que se passou e tem passado na pré-época, o Benfica é mais importante do que isso.


Hoje, joga o Benfica e isso é o suficiente. Vamos a eles!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Comentário do dia (é este!)

MISTER D




"(...)


Já agora, e fazendo aqui um off-topic, toda a gente (incluíndo o Benfica) sabia que o Luisão chegava a Lisboa naquele dia, aquela hora. Porque raio o Benfica não enviou ninguém ao aeroporto para ir buscar o Luisão e assim evitar todo este chinfrim que houve? Os clubes profissionais, com gente dita profissional, deveriam saber estas coisas. Mas como sou eu que vejo mal em tudo o que o Benfica faz, o problema sou eu.


Era muito simples: funcionário do Benfica à espera do jogador no aeroporto, avisava previamente os jornalistas de que o jogador não falava e estava resolvido o assunto. FODA-SE, é assim tão difícil????


A não ser que alguém do Benfica quisesse que Luisão ficasse com o ónus de ser "o mau da fita"..."

Os comentários do dia são:

Blogger "CM disse...

Realmente...

Será que disseram o mesmo quando tivemos Argel, JMPinto, Zahovic, Drulovic e outros certamente que não me recordo?

Se ele vier, será de certeza absoluta para defender a camisola que lhe paga o ordenado...

3:17 PM

Blogger Mister D disse...

Curiosamente, quem é que foi que trouxe Argel, João M. Pinto, Zahovic e Drulovic???

3:21 PM


Blogger CM disse...

Pois não me lembro, diz-me tu!"


Pois bem, é fácil: Luís Filipe Vieira. E curiosamente, continuamos a tentar existir a esta guerra Benfica - FC Porto histericamente, sem vermos o cerne da questão. Para além do Bruno Alves, ainda se fala em Ricardo Costa e Hugo Almeida, como se falou em Paulo Machado. Parece que tudo o que vem ou esteve no FC Porto fosse a melhor coisa do Mundo e contribuísse também para a melhoria colectiva que o Benfica necessita. Esta teoria aparvalhada de querer comprar ou adquirir quem tenha estado no FC Porto será apenas mais um episódio na história longa em que se tornou esta "guerra". Teve epílogos bastante diferentes, especialmente no ano passado, em que a honra e a história do Benfica desceram tão baixo (por ex. o apagar das luzes e o banho) que nem é preciso comentar.
O Benfica não precisa destas guerras para se alimentar. Os outros é que precisam do Benfica para se alimentarem, e portanto, quantas mais histerias tivermos, pior.

Para além disso, a memória é sempre curta, e quando as pessoas não se lembram de quem trouxe Argel, João M. Pinto e os "ic", também não se lembram de que foi Luisão que esteve nos principais momentos do Benfica da última década. Só para relembrar os mais distraídos:
- Golo frente ao Sporting em 2004 / 2005
- Golo frente ao Liverpool em 2005 / 2006
- Golo frente ao Braga em 2009/ 2010
- Golo frente ao PSV Eindhoven em 2010 / 2011

Quando se fala em "amor à camisola" e "outros vôos", é bom que se saiba do que se fala...

Sério aviso

Se se confirmar a saída de Luisão e a hipotética ideia de vir Bruno Alves para o seu lugar ser uma realidade, teremos um sério problema...

domingo, 24 de julho de 2011

Da Inabilidade (II)

A causa tem um nome: Daniel Wass. O jogador dinamarquês foi emprestado e vai para França.
Sabe-se isso porque o Departamento de Comunicação do Benfica preferiu delegar essa responsabilidade no Departamento de Comunicação do Évian. Depois informou os jornalistas que o negócio estava descrito no site do clube francês e está feita a notícia e o anúncio.
No site do Benfica, no meio dos famosos comunicados sobre desmentidos, nem um a referenciar o facto sobre o empréstimo do defesa-direito dinamarquês.

Daniel Wass teve azar. É a única palavra que encontro para resumir o último mês e meio do jogador. Titular no Europeu de Sub-21, o jogador estava referenciado pelo departamento de scouting do Benfica e assim, juntando o final de contrato à qualidade do jogador, optou-se pela sua contratação.
Lesionou-se no Europeu, o que por si só já é um passo atrás na adaptação ao clube, à cidade, ao treinador e à nova época, sempre recheada das melhores intenções. Apanhou a pré-época a meio, mas mesmo assim, não desistiu. Mas uma coisa é certa: jogando apenas 20 minutos por partida, não consegue alcançar a máxima forma necessária a convencer quem quer que seja, especialmente Jesus, tão hábil como é na gestão dos recursos humanos.

O provável substituto de Maxi Pereira terá assim de procurar novas forças na vila de Évian, conhecida pela sua água. Pode ser que os ares montanhosos dos Alpes sejam bons conselheiros. Quanto ao resto, ficam as perguntas:

- Se Wass foi contratado para defesa-direito, quem deu anuência à sua contratação? A SAD? O treinador? O gabinete de prospecção?

- Quem for que tenha sido, qual é a sua importância na política de contratações do clube?

- Tem sentido AGORA ir buscar um novo defesa-direito?

A inabilidade para certos assuntos tomou conta do Benfica, definitivamente. E quem não aceitar isso, estará certamente, noutro patamar de inteligência diferente do meu...

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Da inabilidade

Quanto ao resto, nada a dizer?

À margem de pasquins e linhas editoriais

Concordo, na íntegra, com o post do piazza.

No entanto, não alinho na total desculpabilização do novo capitão do Glorioso.

Luisão partiu de férias a 15 de Maio e integrou o estágio da selecção brasileira a 20 de Junho (dois dias antes do início da pré-época do Glorioso): por que carga de água é que ainda não regressou?

Digo e repito: o não regresso imediato de Luisão é uma inacreditável falta de profissionalismo e o pior exemplo que o novo capitão podia dar aos seus colegas de equipa.

Dito isto, e regressando ao princípio, a gestão inábil do assunto Luisão não ajudou...estamos de acordo.

Luisão

Por 8 anos que leva de Clube a jogar a um nível SUSTENTADO de alto rendimento, Luisão MERECE ser Capitão.

Porque em 8 anos que leva de Clube ter sido o jogador que mais decidiu partidas importantíssimas a favor do Benfica, Luisão merece outro reconhecimento.

Porque se trata de um jogador que não só joga, como ensina outros a jogar, Luisão merece ser remunerado como tal.

Se a SAD não entende que para Luisão ficar, tem de o colocar como um dos jogadores mais bem pagos do Plantel, não entende nada de nada. E no fim, quem fica na merda é o do costume...

quinta-feira, 21 de julho de 2011

E o comentário do dia é:

"MS disse...

Falar em humildade quando temos LFV a presidente, JJ a treinador, LN na AG e RGS a vice parece-me no minimo caricato."


Realmente parece-me caricato quando pedimos humildade a Luís Filipe Vieira, Jorge Jesus, Luís Nazaré e Rui Gomes da Silva e ao mesmo tempo temos gente a passear e a pavonear-se nos corredores da SAD e do clube como trabalhando no Benfica e por isso mesmo, são, como se costuma dizer, "os maiores da cantareira".

O problema da humildade vinda de cima influencia os que estão mais abaixo numa cadeia hierárquica como a do Benfica, mas olhando bem, parece que esse é um mal menor. Enquanto as pessoas não aprenderem que estando a trabalhar no Benfica, estão a trabalhar no seu clube, no clube do seu coração (que também as há e são muitas) e quererem ganhar mais do que aqueles que estão nos campos ou nos pavilhões deste país e do estrangeiro, a história será bem diferente do que tem sido agora...

A confirmar-se...

Maxi, Luisão, Garay e Capdevilla é uma boa defesa para o Benfica desta época.
E os substitutos, quem serão?
Por mim, podem ser Wass, Miguel Vitor, Jardel e Emerson.
E para vocês?

Presentes!







quarta-feira, 20 de julho de 2011

Palavra aos leitores

Desabafo de um benfiquista sofredor

Eu como já vivi no estrangeiro durante 2 anos na área de desporto e trabalhei com jovens entre os 20 e 30 e poucos anos fiquei alarmado quando percebi que conheciam mais o Porto que o Benfica.
Mostrava-lhe o símbolo dos clubes, e reconheciam o Porto imediatamente e o Benfica ficavam a pensar e era raro o que acertava. Talvez 2 em 15 acertaram. Isto é Verídico. Senti uma dor e um peso.... ou aquelas pessoas eram todas burras ou que a realidade era essa... que estávamos a perder nome e respeito.

E explicar-lhes das histórias do Padrinho, da corrupção, etc? Respondiam-me com títulos europeus, se também compravam tudo... e chegava uma altura que os argumentos acabam. Não dá para continuar sempre a atirar a areia de cima dos nossos ombros.

Infelizmente as coisas são como são, os tempos mudam, e é mas é tempo de abrir os olhos e voltar a fazer que as coisas voltem a mudar para como foram no passado a nosso favor. Começa por organização por dentro, por deixar de culpar tudo na corrupção e jogarmos com as mesmas armas contra eles. O bicho papão tem de acabar (O Padrinho não é eterno, e se não mudarmos eles continuaram a ganhar mesmo quando este falecer), nós precisamos é de uma direcção forte, com rumo, com amor ao clube, BENFIQUISTAS ACIMA DE TUDO! Se formos fortes, os outros vão respeitar-nos e sabem que não puderam brincar connosco como brincaram durante os últimos anos.

O Benfica é o Clube do Povo, era a alegria de um povo durante o regime que vivia mal, com dificuldades e as suas alegrias eram as vitórias das papoilas saltitantes. O Benfica fazia parar a guerra colonial quando jogava, os nossos soldados viravam o rádio para a selva com o relato e os disparos nem se ouviam,... podemos ir mais longe,o 3ºanel foi feito com o povo a doar sacas de cimentos e afins... e não foi feito com estes "profissionais" cagarolas que lá temos que só nos enterram e acham que estão a fazer muito e que temos de estar gratos a eles todos como se fosse salvadores. Haja respeito sim pelo que fizeram Cosme Damião, Borges Coutinho, Adolfo de Brito, António Fezas Vital, entre tantos outros verdadeiros BENFIQUISTAS, esses sim, motivo de orgulho de todos nós por tudo o que nos deram e ensinaram.

Eu quero um Benfica dominador como foi nos anos 60/70, respeitado em toda a Europa e não quero continuar a sofrer como quase de há 20 anos para cá que ganhei 4 campeonatos.

Só com uma nova mentalidade, força, união e HUMILDADE (que já nos começa a faltar e é preciso) é que se calhar vamos voltar ao que fomos.

É tudo o que eu desejo. Ver o Benfica a ganhar vários campeonatos seguidos novamente e um título europeu.

E não quero desculpas porque adeptos temos (infelizmente nem sempre unidos ao contrário dos de lá de cima), estádio temos, centro de estágio temos, falta-nos é um líder para arrumar a casa de vez e nos guiar à glória novamente.

E eu espero não morrer até ver esse dia.

Viva o Benfica

O gozo é grande

Alguma vez pensariam que numa transmissão televisiva de um jogo do FC Porto ou do Sporting na RTP, um dos comentadores seria um ex-director de comunicação do Benfica?

Bolas...

E eu a pensar que o clube do freixo era dos galegos...

"No comunicado enviado à imprensa, o clube português não informou se o jogador vai se apresentar logo [no] clube catalão ou após o Mundial de Clubes, em dezembro, como quer o Santos. Em meio ao impasse sobre a venda do atacante, o Santos tentava comprar os 37,5% do passe do atleta que o grupo DIS teria direito, ficando, assim, com 75% dos direitos econômicos. Com a venda do lateral, quem lucrará é o América, que ainda possui os 25% restantes".

No fundo, é isto:

Recebido por SMS ontem:

"Somos maus a negociar e o peso do Benfica já não é tão grande como era quando um jogador pode escolher Benfica ou FC Porto. Os títulos dos clubes nos últimos tempos contam muito para os jogadores quando optam e não é só a guita. Enquanto não aceitarmos também esse facto e crescermos na mentalidade e voltarmos a ser um clube ganhador ano após ano e ganhar algo na Europa, esta merda vai acontecer muita vez mal eles saibam que queres alguém que lhes possa interessar."

Ora bem.

Tendo em conta o teor do comunicado enviado à CMVM, fica a questão: o clube do freixo pagou 13 milhões por que percentagem do passe?

blhERC!

Morra a ERC, morra! Pim!

terça-feira, 19 de julho de 2011

Guerras do Alecrim e Manjerona

Parece que o tal brasileiro que há-de ser a nova coqueluche do futebol mundial assinou pelo FC Porto. A imprensa "especializada" rapidamente foi pegar nas achas que alimentam as suas mãos para as colocar na lenha com que coze diariamente os bacocos que os lêem, assumindo que o FC Porto "ganhou" a corrida ao Benfica na aquisição de Danilo.

Para as posições em que Danilo joga, o Benfica tem Maxi Pereira, Daniel Wass, Ruben Amorim, Axel Witsel e ainda pode colocar Carlos Martins ou André Almeida. Creio que a vinda deste jogador, ainda por cima por 10 milhões de euros era um tiro no escuro, como muitos os que já se fizeram nestes últimos tempos.

O FC Porto consegue assim o seu objectivo de "roubar" (segundo os especialistas) mais um jogador ao Benfica. Veremos em quanto tempo Danilo dirá os minutos que demorou a assinar e a escolher o FC Porto. Começam a restar poucos, depois dos 5 de Rodriguéz e dos 4 de Pereira.

E nós, lá iremos vociferar mais uma vez contra a Direcção. Que não soube negociar, que não sabe escolher os alvos, que tem os espiões dentro do clube, etc, etc, dando azo a que mais uma vez o nome do BENFICA seja lavado e lavado e lavado.

Ao Benfica e à sua direcção compete-lhe fazer o melhor que sabe. Identificar as fragilidades, colmatá-las e empreender um caminho que o leve ao sucesso. E para isso, antes de ter os jogadores, precisa de ter uma estrutura competente. Coisa que lhe falta, em comparação com os senhores com quem gostamos muito de nos comparar.

Amanhã, a meio da tarde e não pela boca do Director de Marketing, já se saberá que deverá haver mais reforços. Eduardo, Emerson e Capdevilla, só assim de rajada, para saberem que não é um Danilo qualquer que leva a melhor sobre o Maior Clube do Mundo.

E iremos continuar nisto, até pelo menos final de Agosto. Circo após circo, notícia após notícia, Benfica e FC Porto mais as suas acções serão o alimento para a silly season e para a imprensa "especializada" em olhar só para quem lhe dá de comer. E aí, nenhum dos clubes pode ter queixas de razão...

Benfica x Toulouse ou o papel da Benfica TV

O Benfica x Toulouse de amanhã é o jogo de apresentação aos sócios. Bem sei que o 8º classificado da Liga Francesa do ano passado não é um dos melhores cartéis de apresentação de uma equipa com o estatuto do Benfica, mas é melhor não se questionar porque é que o jogo de apresentação não é contra um Chelsea ou um Real Madrid, cujos jogos estão acertados aquando das transferências de David Luiz e Di Maria. Também podem alegar que uma equipa está na Malásia e a outra nos EUA, mas já vi jogos de apresentação em Agosto, portanto, não seria nada de extraordinário.


Se bem que, e tendo em conta a cadência de contratações desta época, o jogo de apresentação da equipa poderá servir para não apresentar TODA a equipa.


No meio disto tudo, sabe-se hoje que será a RTP a transmitir o jogo. A Sport TV, só com muita boa vontade, é que poderá transmitir jogos da pré-época na Luz. SIC e TVI estão reféns da publicidade que tem vindo a diminuir o seu investimento em 20% ao mês. Ou seja, restavam duas hipóteses de o Benfica encaixar dinheiro ou investir no seu próprio interesse.


A parte do encaixar dinheiro foi a que o Benfica preferiu, ao invés de pensar em aproveitar a sua própria estação de televisão para a transmissão do jogo de apresentação da equipa. Quaisquer 20 mil euros resolviam a questão e se os há para gastar em muito jogador, também o deveria haver para a Benfica TV ter essa oportunidade.


Não se percebe como se conseguem os 180 jogos das mais variadas competições e torneios (o que se saúda, naturalmente), mas desprezar esta oportunidade de transmitir o jogo de apresentação do Benfica no canal do clube não mostra, pelo menos, uma grande coerência.


Se a RTP ofereceu um grande valor pela transmissão do jogo, então que seja explicado porque é que os portugueses continuam a ser um sorvedouro do Serviço Público de Televisão...

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Bem sei que o dia ainda não acabou...

...mas, para mim, este é o Comentário do Dia:


"Pedro disse...
Estava a ver a 1ª parte de ontem e só me lembrava dos comentários que vou lendo, aqui e noutras paragens, sobre o Saviola.

Recordei-me ainda de um grande Benfiquista que quando estava a assistir a um jogo do Eusébio saia ao intervalo para comprar outro bilhete porque o que tinha só "valia" para a 1ª parte, tanto era o talento e o futebol que tinha visto.

Seu nome era José Maria Tudela.

Como é possível tanto talento? Quando Aimar e Saviola saírem do SLB vai ser uma perda difícil de colmatar".

Eduardo e Urreta

Olhamos para o rescaldo do fim-de-semana e vemos que o Benfica conquistou o terceiro Torneio do Guadiana consecutivo. Um dos objectivos da pré-época está conquistado. Venham os da época.


No mesmo fim-de-semana em que vemos chegar Eduardo para a baliza do Benfica, supostamente, com um ano de atraso, para competir com aquele que o foi substituir para Braga. De uma assentada, três guarda-redes contratados para outros três serem despachados. Um saíu, ao fim de 12 anos. Os outros dois, são uma incógnita, não deixando de ser uma ironia o provável regresso de Roberto a Madrid. Na minha opinião, Eduardo não vem acrescentar muito mais, quer a Júlio César, quer a Roberto. Se no início da época passada queríamos um guarda-redes que garantisse pontos, este ano queremos um guarda-redes, que ao menos, não perca tantos pontos como os que perdemos o ano passado...


Urreta é claramente um caso. Foi graças a ele que Ndrangheta ganhou a sua credibilidade, mas parece que os treinadores do Benfica não quiseram muito com ele. De empréstimo em empréstimo, prepara-se agora, para ir para Itália. Ao ver o jogo de ontem, Urreta é capaz do melhor e do pior. Capaz de marcar um golo como o que marcou, mas também capaz de falhar um passe a 5 metros ou de fazer um cruzamento decente. Mas a explosão está lá, a verticalidade, objectividade e jogo directo, que muitas vezes é necessário a um extremo, quer se jogue em 4-4-2 ou 4-3-3. Por isso, é estranho que Jesus, embirrando uma vez, tome essa decisão como definitiva e não aceite dar segundas oportunidades. Às vezes, é o suficiente para se passar ao lado de uma grande carreira...

sábado, 16 de julho de 2011

Basquetebol

Das duas, uma: ou ser-se Treinador do Benfica não dá trabalho nenhum, ou o cargo de director - geral das modalidades não passa de um verbo de encher!

Acumular cargos? Eis como se retira todo o prestígio a ambos.

É uma vergonha. Uma vergonha!

sexta-feira, 15 de julho de 2011

A caminho da Champion's League

Os turcos do Trabzonspor.

1,92m de irritação

Estranhei as declarações de Jesus a propósito de Luisão e de uma eventual saída do capitão. Fez-se luz com as notícias que começaram a circular no dia seguinte. A confirmar-se a vontade do Benfica vender, num "mandato desportivo" que parece ter-se esgotado em 9 meses, já que a expressão mais ouvida passou a ser "valorizar activos", Vieira pode começar a limpar o gabinete. O argumento da estabilidade esvai-se por completo. Que raio de estabilidade directiva é esta que patrocina a instabilidade na principal modalidade do clube?

Que seja mentira, tudo falso, que um desmentido seja rapidamente emitido. Façam-me ter vergonha do que escrevi. Caso contrário, peçam para entregar já as faixas. Estamos, mais uma vez, a entregar o campeonato numa bandeja.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

E o comentário do dia é:

"karlos disse...

A história de uma ingratidão.

A história de Jesus sempre nos é passada como uma história de abnegação, de amor, de entrega e resignação. E é, de Jesus para nós. Agora, se formos inverter o sentido da interpretação, podemos muito bem concluir que a história de Jesus é uma história de ingratidão, do povo para com Jesus, e um exemplo perfeito de como o povo, sob o “efeito manada”, sabe ser fdp."


Antes de mais, gostava que o karlos fosse mais explícito: o que é um "efeito manada"? E ao invertermos o sentido da interpretação, temos:

abnegação = sacrifício; desinteresse INVERTENDO A INTERPRETAÇÃO temos interesse
amor = afeição; paixão INVERTENDO A INTERPRETAÇÃO temos ódio
entrega = acção de entregar; rendição INVERTENDO A INTERPRETAÇÃO temos desleixo
resignação = submissão; demissão voluntária do cargo INVERTENDO A INTERPRETAÇÃO temos revolta

Em nada encontramos ingratidão.

Se o karlos queria falar de Jesus, o Jesus que treina o Benfica, podemos estar-lhe gratos pelo campeonato que nos deu em 2009/2010. Mas para isso, também temos de estar gratos a Lajos Czeizeer (1963/64), Milorad Pavic (1974/74), Mário Wilson (1975/76), Lajos Baroti (1980/81) e Giovanni Trapattoni (2004/2005) que fizeram o mesmo que Jesus fez: ganhar 1 campeonato pelo Benfica. Outros houve que ganharam mais do que uma vez e a esses também nós estamos gratos.

O que é necessário entender nisto tudo é que estamos a falar no Benfica. No Sport Lisboa e Benfica. Não estamos a falar do Benfica de Vieira, do Benfica de Jesus, do Benfica de Rui Costa, do Benfica do Manuel ou do Benfica do Zé. Estamos a falar do Benfica que é de todos nós e ao qual ninguém é superior, nem mesmo aquele que o karlos diz que somos ingratos. Deveria ser um privilégio treinar o Benfica e parece que Jesus ainda não sabe o que isso é...

O Pac já cá canta!



Só falta o Virgul...

quarta-feira, 13 de julho de 2011

E o comentário do dia é:

Blogger Barrotes disse...

chamem-me o que quiserem....

o saviola não é jogador para o Benfica.....
começam os falhanços incriveis...



A resposta de Saviola é esta:


Comentário do Dia

Por sugestão, abre-se espaço aos intervenientes que vêm cá comentar. Para além do destaque dado na caixa de comentários, cada escriba do Ndrangheta está à vontade para escolher o comentário que mais gosta e porquê e assim colocá-lo no local onde merece, ou seja, na página principal.


Dêem todas as vossas forças...

O Corno

O corno é aquele que é traído, deixado, abandonado e apenas consegue racionalizar o abandono através do assassinato de carácter de quem o deixou a chorar.

Estas palavras definem o que é um corno:"O líder dos dragões também se referiu à saída do treinador André Villas-Boas, precisamente para o Chelsea. "Foi um camião de libras que lhe parou à porta", disse Pinto da Costa, justificando ainda a saída do técnico português com o eventual receio deste em que o sucesso da época passada não se repetisse.

"Ele tem um complexo e está sempre a pensar no fantasma do Mourinho. Como o Mourinho ganhou a UEFA e a Champions, ele não quis continuar porque teve medo de não ganhar o mesmo", revelou.

MUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!

Resposta

Pergunta-se como é que a malta resolvia a questão da defesa:
- Wass
- Jardel
- Miguel Vitor
- Shaffer
Curiosamente, um defesa-direito, dois centrais e um defesa-esquerdo, todos de raíz.
É claro que há quem prefira jogar com o Fábio Faria à esquerda (deve ser do nome), toda uma pré-época, para quem sabe, depois, o colocar a central no final do mês...
É a solução ideal? Não. Mas tendo em conta o capital humano que se encontra na Suíça...
Já agora, uma vez que a Copa América parece ter apanhado o Jesus (e não só) de surpresa, fica o aviso de que pode acontecer uma final Argentina-Brasil. Percebeu, Mister?

Portanto,

Está tudo bem, não é?

terça-feira, 12 de julho de 2011

Entretanto,...

...seguem as comemorações: "Este livro traduz uma época de sucesso do futebol português e deixo aqui as felicitações aos seus autores"...

Perspectivas

A grande maioria dos comentadores deste blog entende que a pré-época está a ser bem conduzida e que o que importa é apoiar a equipa. Mais do que isso, entendem que nós, humildes escribas, somos (praticamente) anti-benfica. Espero, genuína e sinceramente, que tenham razão (no que toca à primeira parte, uma vez que a segunda é um profundo disparate).




Sucede, porém, que este estado de espírito assenta, a meu ver, em dois pressupostos errados.




Em primeiro lugar, a condução da pré-época, a par do que sucedeu no ano passado, aproxima-se do desastre. A mais ou menos 15 dias do primeiro jogo a doer, o nosso Sport Lisboa e Benfica não tem linha defensiva. Pior: não se sabe se a mesma (a existir) sequer chega a tempo desse primeiro jogo, absolutamente fundamental no caminho de glória que esta época 2011/2012 tem que percorrer!




Em segundo lugar, desafio um qualquer elemento da estrutura do Sport Lisboa e Benfica a demonstrar um momento que seja de falta de apoio à equipa do Glorioso. Eu e muitos de nós (alguns, por razões geográficas - no meu caso, nem sempre desculpáveis -, às vezes mais do que eu) estamos sempre presentes. Outra coisa, bem diferente e que não é condição de validade da premissa anterior, é concordar cegamente com os disparates com que sucessivamente vamos sendo brindados. Apoio, sempre! Seguidismo, não.




Hoje, pelas 20h00m, jogamos o nosso terceiro jogo, encontrando pelo caminho uma equipa que, jogando esse mesmo terceiro jogo, vem de uma derrota e de uma vitória: espero que a mostarda nos caia bem!

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Cuspir no prato

Rui Santos acaba de dizer na SIC Notícias que "Jorge Jesus está no corredor da morte".

Da próxima vez que o sr. Santos quiser uma entrevista exclusiva com o sr. Jesus no piso 1 do Estádio da Luz, para alimentar o seu programa, que se lembre bem destas palavras. E já agora, que o Departamento de Comunicação do Benfica, tão lesto nos seus comunicados, se lembre também que existem valores no nosso clube (um pouco esquecidos, mas enfim) que contemplam as faltas de educação e cortesia, e que neste caso, a resposta seja um rotundo "NÃO".

Em cima do joelho

Fábio Coentrão foi vendido ao Real Madrid e o Benfica continua a procurar uma solução para o seu lado esquerdo da defesa. Em duas semanas de trabalho, ainda não se consegui ter uma estrutura base que permita à equipa trabalhar em tranquilidade e com segurança para se preparar para uma temporada que se quer grande, condizente com o nome do clube.

Poderia haver as ausências pontuais (como as há) de Carole, Luisão e Maxi, mas ainda haver 30 jogadores em estágio, andar a ver quem fica e quem vai e a fazer adaptações nunca foi um bom augúrio.

Relembro aqui as palavras do LF, num texto recentemente reproduzido no Jornal do clube:
"Façamos um pouco de história.
Em 2003-2004 Luisão chegou ao plantel benfiquista com três rondas já decorridas, demorando algum tempo (e alguns pontos) a adaptar-se. Em 2005-2006 chegaram Miccoli e Karagounis sobre o fecho do mercado, já o Benfica tinha perdido cinco pontos. No ano seguinte foi o “fica-não fica” de Simão Sabrosa até ao último dia de inscrições, com consequências no modelo de jogo adoptado por Fernando Santos, e com cinco pontos perdidos nos primeiros quatro jogos.
Em 2007-2008 saíram Simão e Manuel Fernandes às portas da primeira jornada, entrando Cristian Rodriguez e Maxi Pereira, com o Campeonato em andamento, e já com quatro pontos desperdiçados.
Em 2008-2009 saiu Petit e entrou Reyes em pleno Agosto, e mais tarde ainda chegaria David Suazo, quando já tinham voado quatro pontos.
Em 2010-2011, chegou tardiamente Sálvio para colmatar a também tardia saída de Ramires, e no dia em que o argentino se estreou estávamos já a seis pontos de distância do primeiro lugar.
Se repararmos bem, nestes últimos tempos, apenas em duas temporadas o plantel benfiquista ficou definido atempadamente: 2004-2005 e 2009-2010. Em ambas entramos muito bem no Campeonato (treze pontos nos primeiros cinco jogos), em ambas nos viríamos a sagrar campeões.
"


É pos isso fundamental, que se dê prioridade à planificação final da temporada. E rapidamente se chegue à conclusão de quem é realmente importante para a equipa. É isso que se pede. Para que os erros não se repitam...

sábado, 9 de julho de 2011

Obrigado...

e um grande abraço ao inespugnabile, o meu padrinho do Ndrangheta.

ps: isto não foi um soco, foi um pontapé no estômago!

sexta-feira, 8 de julho de 2011

A vida continua...e Ndrangheta também

Confesso que não estava à espera deste desfecho de final de tarde. As pessoas são, no entanto, maiores e vacinadas e se tomaram as respectivas opções, há que respeitar.

No entanto, e sendo amigo dos dois, custa-me ver, ainda por cima, um dos fundadores, sair de um projecto que começou a ser desenhado e imaginado no Alto Alentejo, sempre com o intuito de defender o Benfica.

As opções de vida e as respectivas ambições e quereres pessoais a isso proporcionam. O inespugnabile quis seguir outro caminho, com toda a legitimidade. O Cosimo quis sair, para não prejudicar, mas eu digo que a porta deste tasco está sempre aberta aos dois, como sempre estará aberta para se discutir o Benfica.

Não há grande coisa a dizer. Esperar que os outros escribas tomem uma posição também seria pertinente. Da minha parte, continuarei. Custe a alguns, alegre a outros. Porque a pergunta clara é esta: Conseguimos viver sem o Benfica?

Até sempre

Desde que aceitei o convite do Mister D para participar neste espaço tive sempre presente que eu seria isso mesmo, um convidado.

O blog era, e continuaria a ser, uma criação do Mister D e do inespugnabile e eram eles os "donos do tasco".

Assim, e tendo a noção de que o inespugnabile se afasta do blog que criou por algo que eu escrevi (ou pelo que escrevo) cabe-me tão somente retirar-me deste espaço pedindo ao inespugnabile que se mantenha.

Este espaço que ele ajudou a criar é hoje uma referência da blogosfera benfiquista e sem ele não será o mesmo. É ele a alma do Ndrangheta.

Digo-o de forma sincera e peço-lhe que reconsidere a decisão que tomou.

A todos os colegas de blog e leitores do Ndrangheta, ,muito obrigado por tudo, aprendi com todos.

Até sempre.

Viva o BENFICA!!!





novo projecto

em setembro, quando voltar a lisboa, iniciarei um novo projecto na blogosfera, assinando os posts com o meu nome, que sera devidamente publicitado.

deixo, assim, este projecto.

aos que aqui ficam, boa sorte. espero que consigam, diariamente, perceber como se constroi o benfica.

a todos, um abraco.

História e Respeito

O Sr. Ferreira faleceu a semana passada. Era um homem movido pela paixão do associativsimo e pela mobilização das gentes da sua terra sempre no prol da cultura, do desporto e da sociedade.


Era um dos bons amigos do meu avô, que tem nesta altura a "bonita" idade de 87 anos. Também ele estava sentido, como se algo estivesse a mudar e como se estivesse a ver o fim a chegar.

Foi com o meu avô que em 1984 fui ao Estádio do Restelo ver o Benfica pela primeira vez. Empatámos 1-1 e ganhei uma bandeira do Benfica, ainda em madeira, que guardei religiosamente durante anos e anos. Todos os dias olhava para a bandeira e para o rubro nela presente. Foi assim que fui ensinado a olhar, respeitar e valorizar o Benfica e os seus valores e história.


Ao longo do tempo, a "vacinação" foi do melhor: meias-finas da Taça dos Campeões, meia-final da Taça das Taças, vários campeonatos e Taças de Portugal. A história continuava a ser escrita e a partir de certa altura, passei a ir eu sozinho à catedral, demorando duas horas para Lisboa em três tipos de transporte diferente, para voltar a demorar outras duas no regresso a casa.
Acompanhei o regresso de Rui Águas, vi a temporada gloriosa de 1993/1994, vi a Final da Taça de uma das melhores equipas do Benfica que vi jogar em 1992 e acompanhei os anos negros de Manuel Damásio e Vale e Azevedo, no antigo terceiro anel.
Sempre com o mesmo respeito, amor e carinho que o clube merecia e merece.

Não é fácil ser do Benfica hoje em dia. Depois do desbaste que levou noutro tempo, parece que houve um salvador e o nosso clube, ao invés do país, tem um D.Sebastião. Nada de mais errado. Ninguém está acima do clube. Repito: NINGUÉM! E por isso, as discussões estéreis em ser do Benfica resumiram-se a ser pró ou contra Vieira. E isso é mau, porque o clube está sempre acima de tudo, inclusivé dos seus Presidentes (e aqui englobo todos os Presidentes).

O clube foi criado pelo povo e para o povo. E apesar do povo ter as suas limitações, como todos têm é soberano nesse aspecto. E com ele, são transportados todos os sonhos, alegrais e frustrações próprias.

O meu avô, quando teve a possibilidade de pisar o novo relvado da Luz, em 2004, teve a seguinte frase:" Por terem um estádio destes, não mereciam perder nunca!". É de uma humildade tão grande e tão genuína, só ao alcance daqueles que aprenderam a gostar do clube e a perceber a sua missão.

Nestas últimas semanas, muito se tem falado de como se tratou da dispensa de Nuno Gomes e agora da saída de Moreira. Juntos, representam mais de 20 anos de Benfica. E apesar da regularidade no campo não ser a mais desejável, entendiam e sentiam o Benfica como muitos não sentem. Há outros, é óbvio e a lista já foi esgrimida nos diferentes comentários que por aqui pululam. Mas os "cortes" que são feitos com a importância de ser e saber o que é o Benfica não pode ser feita assim, de forma tão abrupta. Há valores que têm de ser respeitados e esses não são, de todos, seguidos por quem manda no nosso clube, ou pelo menos, por quem tem responsabilidade.

Moreira

Ao Moreira, o nosso muito obrigado por tudo. Na verdade, fez tudo aquilo que lhe foi exigido, com competência e rigor. Provavelmente, como muitos sabemos, já não tinha condições para ser titular do Benfica e preferiu ir lutar pela titularidade para um clube que lutará para não descer, mas num campeonato espectacular.

A sua saída não repugna.


A entrada de Michael, no entanto, é uma excelente notícia: nota-se que o nosso departamento de prospecção está atento. O jovem titular da selecção de sub - 20 tem tudo para se afirmar, a curto prazo, no Benfica.

Hoje é um bom dia para o Benfica: um velho conhecido sai a bem, um jovem de futuro entra sem grandes discussões.

Facto e nada mais

- O guarda-redes que conquistou o único troféu o ano passado foi embora.
- Os que perderam o resto continuam.
- O central cuja titularidade coincidiu com o início do descalabro fica.
- O central que enquanto jogou manteve o Benfica em todas as frentes foi para a Turquia.
- O avançado mais eficaz a época passada saiu.

Haverá gente que concorde e gente que discorde. Mas os factos são estes.

A hierarquia dos capitães

Há um ano era assim:

Nuno Gomes
Luisão
José Moreira
David Luiz


Desportivamente não há nada a apontar à dispensa de Moreira. Muito provavelmente, o próprio jogador queria sair para jogar com mais regularidade. E quem me conhece sabe que não morro de amores pelo guarda-redes. Nunca correspondeu ao que dele quisemos fazer e sempre me causou uma certa urticária a infundada paixão das bancadas que quase sempre se materializou em absurdas campanhas contra outros guarda-redes do Clube. A verdade é que o Benfica vê sair 3 dos seus capitães no espaço de 6 meses. Não está em causa a capacidade de outros jogadores do plantel assumirem o posto, mas faz-me alguma impressão esta ruptura tão forte na liderança do balneário. E a situação pode-se repetir dentro de 12 meses, pois parece-me óbvio que Luisão será secundado por Aimar e Maxi. E estes, até prova em contrário, só têm mais 12 meses de contrato com o Benfica.

post actualizado às 13:10

E ter um bocadinho de Benfica, que tal?

Moreira no Swansea; Michael no Benfica

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Um apelo à nação Benfiquista - com correcção, verificando-se que não houve aumento no Red Pass

Hoje é o último dia para exercer o direito de opção sobre o Red Pass.




Muitos amigos Benfiquistas manifestaram-me a intenção de, por esta ou aquela razão, não o adquirirem.




Nota-se, nos adeptos, descrença, desconfiança e, por absurdo, um certo alheamento da nossa equipa. As causas têm sido debatidas por todos os blogues e eu não vou perder mais tempo. Estamos, é evidente, num fim de ciclo, que só pode culminar de uma de duas formas: ou Vieira varre o lixo que por ali anda, ou os sócios varrerão Vieira...




Sucede, porém, que o mais grave ilícito para um Benfiquista é virar as costas a quem, dentro de campo, melhor ou pior, nos representa. Esse virar de costas permite tudo e permite que o Benfica se deturpe (sim, em si mesmo).




Os sócios do Benfica, até mais ver, são os donos do clube e da sua identidade, da sua história e da sua glória. Os sócios são a alma e a razão de ser da coragem da sua fundação. Os sócios, na vida e no Clube, representam os valores do Benfica!




Por isso mesmo, renovar Red Pass ou adquirir um de novo, para quem não possui, não é só um direito; é, sobretudo, uma manifestação de confiança na capacidade que o Benfica tem de se regenerar em todo e qualquer momento. Comprar, descontente, um red pass, é assumir, para todos e, essencialmente, para cada um de nós, que ser do Benfica é a grande conquista da nossa vida.




Nos não abandonamos quem nos representa.




Não deixem de adquirir o vosso Red Pass!

Fábio Coentrão

Estou-lhe agradecido: deu tudo por tudo em todos os jogos, rendeu uma bela transferência e percebeu o que era o Benfica.


O que sucedeu no último mês, pressionando os dirigentes, era mais que esperado e, não sei mesmo, talvez com o acordo de todos os interessados - nomeadamente o Benfica, que o queria, obviamente, vender e precisava de justificar aos sócios a venda do menino bonito.


Atacar Fábio Coentrão não é justo.



Como não gosto do Real Madrid, o máximo que lhe desejo é que volte depressa...



Como não escreverei mais sobres este tema, quero só deixar uma mensagem aos colegas de blog: quando vos avisei, naquele jantar, que Coentrão sairia para o Madrid em Julho e que os merengues não pagavam mais de 23 milhões de Euros em cash, alguns ficaram incrédulos. Mas eu afirmei que, dependendo do jogador que viesse, seria um grande negócio. Se vier Garay, é mesmo um grande negócio...

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Insistir com a cmvm!

A CMVM é uma verdadeira entidade reguladora? É que, insisto eu, por Lei é obrigada a, após o conhecimento das parcerias dos lagartos, exigir esclarecimentos...

cmvm

o nosso clube comunica tudo, cumprindo, alias, a lei, a cmvm. mas e os outros?

estou pasmado com o silencio da cmvm sobre os ditos fundos que estao a ajudar os lagartos. quem sao, que percentagem dos passes possuem, de onde vem e para onde vao? a cmvm so obriga o glorioso?

a concorrencia desleal, meus caros, tambem deve ser atacada...

Na expectativa

Como confio 100% no Rui Costa, e dizendo ele que o negócio Coentrão é excelente, resta-me acreditar que assim é até prova em contrário.

Esperemos calmamente pelos próximos dias até conhecermos todos os contornos do negócio.

Coisas dos 30...

O inespugnabile equacionou (mas não afirmou). Eu afirmo: o Comunicado da Sport Lisboa e Benfica, SAD, é um embuste. Um embuste que, de resto, serve na íntegra (ou quase) os seus propósitos, ou seja, salvar o Sr. Presidente.
Ora, e um embuste porquê?
Por um lado, ninguém no seu perfeito juízo acredita - ou pode acreditar - que um clube como o Real Madrid passe mais de um mês a negociar um jogador, que tem um cláusula de rescisão fixada em € 30M, para depois, passado mais de um mês, “negociar” a aquisição desse mesmo jogador pelos mesmos € 30M. Sempre se poderia perguntar que raio estiveram a negociar?
Por outro lado, ninguém no seu perfeito juízo acredita - ou pode acreditar - que o Sr. Presidente andou mais de um mês a negociar a venda de um activo pelo exacto valor da respectiva cláusula de rescisão. Se foi o caso, andou a perder tempo e dinheiro. Espero, no entanto, que tenha a decência de reembolsar o Sport Lisboa e Benfica...
Por fim, eu, que posso não estar no meu perfeito juízo - mas acredito que sim -, só percebo o “acordo”, tal como referido no Comunicado - rectius encontro de vontades -, se as partes tiverem acordado prestações recíprocas, para além da simples cedência de um activo mediante o pagamento do respectivo valor. Assim, e bem compreendendo o “atraso” de tal comunicação, fico à espera de saber o valor da prestação do Sport Lisboa e Benfica - tal como “acordada” com o Real -, para perceber se foram 25 ou 20.
Sr. Presidente, entre a falha e o embuste...eu prefiro a falha.

Olha...

...então o Santos não foi a Madrid?

terça-feira, 5 de julho de 2011

Sobre Garay

E sobre a preocupação em torno do que o Benfica possa gastar na aquisição do argentino.

Ezequiel Garay chegou a Santander em Janeiro de 2006. Os números variam ligeiramente segundo os vários sites disponíveis na net, mas em duas épocas e meia terá disputado perto de 70 jogos. De salientar que perdeu os últimos dois meses da temporada 07/08 por lesão.
No Verão de 2008 o Real pagou 10 milhões de euros pelo seu passe. O central permaneceu em Santander durante mais um ano contabilizando 29/30 jogos oficiais.
Em duas épocas no Bernabéu o argentino somou 31 jogos oficiais, sendo que disputou apenas 8 com Mourinho.
O central conta apenas com 3 internacionalizações, sempre em jogos particulares, Duas delas foram já este ano. A estreia fora em Agosto de 2007.

Tudo somado, quanto valerá o passe deste argentino? Sem projecção na selecção, em queda no número de presenças pelo clube, não poderá valer o mesmo que por ele o Real pagou há 3 anos. No entanto, essa contratação foi feita em baixa, porque o jogador se encontrava a recuperar da lesão no joelho direito, porque o Racing assegurou o empréstimo por um ano. E assim sendo, serão 5 milhões pouco? Seguramente.

Ponto de ordem na minha cabeça




1 - Coentrão é bem vendido se o negócio real (diferença entre o valor atribuido contabilisticamente e o valor real pago em dinheiro, somado ao valor real do passe permutado) for superior a 25 milhões de euros (quanto vale, aliás, o passe de Coentrão).

2 - O valor atribuido pelas partes ao negócio (30 milhões) é fundamental para podermos aferir quanto tem a receber o Rio Ave (5%) e os restantes proprietários do passe do atleta.

3 - Deste modo, no final do negócio, pagas as respectivas percentagens, se o Glorioso encaixar um valor perto dos 18 milhões e outro atleta de rendimento elevado, o negócio é da China.

Esperemos para ver o que aí vem, sendo certo que Garay anda pela Argentina...


Presumindo que o Benfica contrata em Madrid

Seja Garay, Drenthe, o primo do Alípio, o novo Rodrigo ou todos eles...
Desta feita saberemos o real valor dessa(s) transferência(s). A Marca fala em 10 milhões para o argentino e insiste no empréstimo do holandês. Coentrão já está confirmado na CMVM por 30.

"Por um valor"...

...não é "bater a cláusula de rescisão". Resta, como digo, saber quais as contrapartidas assumidas pelo Presidente. Embora, não posso deixar de sublinhar, muito estranhe que quem venda um activo - e que activo... - se obrigue a prestar contrapartidas. O comunicado refere "acordo" e "por um valor", repito...


(actualizado)

a prova dos nove...

antes que seja tarde, aqui vai a minha posta, directamente do bb: se o presidente informar hoje, ja, que nao contrata ao real madrid, tiro-lhe o meu chapeu, se no fim vier algum jogador, o comunicado de hoje torna-se num embuste.

ate la, presuncao de grande negocio... so nao percebo porque e que se o madrid bate a clausula, ha negociacao...

30 Milhões?

Permitam-me que espere para ver quanto vai pagar o Benfica por Garay ou outro jogador do Real antes de dar - e não duvidem que o farei - os parabéns ao Presidente.

Por fim!

30 milhões! Desta feita há que elogiar o Presidente do Sport Lisboa e Benfica!

Agora...

...resta saber a dimensão do "negócio".

A outra face do diabo

Os tripeiros negoceiam com tanto sucesso na Madeira, que um gajo corre o risco de dar um show de black jack no Casino Madeira e ser contratado para partner de Reinaldo Teles...

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Falsos Argumentos

. Que o atraso da renovação de Maxi é da exclusiva responsabilidade do empresário do jogador.

Pode o dito ser um caloteiro da pior espécie que isso não apaga alguns factores importantes.
Se detém parte do passe é porque o Benfica em tempos não se esforçou para o adquirir na totalidade. Talvez o Clube não tivese outra possibilidade naquele momento, mas ao deixar o tempo correr, sujeitou-se à actual situação.
Se detém parte do passe deixa de ser um mero gestor de carreira para ser parte interessada em qualquer negócio. Assim é legítimo que queira recuperar e capitalizar o seu investimento. Podemos discutir o valor (se soubermos o que está em cima da mesa), mas é ridículo achar que o Benfica só deve pagar em função do valor despendido há 4 anos. O Maxi terá atingido o pico da sua valorização, a não ser que algo de extraordinário e altamente improvável aconteça nos próximos anos: o Benfica vencer um título europeu; o Uruguai superar a prestação do Mundial da África do Sul.



. Que não temos central porque aguardamos a conclusão do negócio com o Real.

Esta eu poderia aceitar (esquecendo todas as teorias em torno da recuperação financeira do Clube e a sua liquidez), não tivesse o Benfica prolongado o EMPRÉSTIMO de dois atletas a um clube que detém o passe de um central que interessava ao nosso treinador.

Crónica de um Fim Anunciado?

É notório que a pré-época do Benfica está a decorrer como NÃO deve decorrer. E continua a ser impressionante a incompetência que grassa numa simples planificação de uma época onde se pretende conquistar um campeonato e diluir o domínio do FC Porto do ano passado.

Mais de 30 jogadores, para depois se escolher. Não ter já uma alternativa válida e credível a Fábio Coentrão (prometido desde Novembro ao Madrid), não conseguir arranjar um parceiro para Luisão e até mesmo Maxi Pereira. Estarmos a menos de um mês da entrada em competiçõs oficiais e nem sequer se vislumbram sinais do que possa ser a equipa do Benfica esta época.

Não sou mais um dos fatalistas ou "bota-abaixos" (esses impropérios deixo para os do costume), sou apenas um realista. E a realidade mostra que na fase em que é necessário criar rotinas, definir sistemas de jogo e estratégias para as diferentes competições, andamos a fazer experiências e a ouvir o discurso do "deste ano é que é".

Espero que este post tenha de vir ser desculpado no final da época, após conquistarmos, no mínimo, o campeonato, mas pelo andar da carruagem, não estou a ver isso acontecer...

Parabéns ao Sport Lisboa e Benfica

A secção de atletismo do Sport Lisboa e Benfica alcançou um duplo objectivo: campeã nacional em seniores, no fim-de-semana passado, sagrou-se, de novo, campeão nacional de sub-23.


Os meus parabéns a todo o staff, aos atletas, aos dirigentes e, em especial, ao Presidente do Sport Lisboa e Benfica.

Saudações Gloriosas!



sexta-feira, 1 de julho de 2011

Nuno Gomes longe do Benfica por rumar a Braga?

É certamente um apontamento requintado de humor do meu estimado inespugnabile.

Amigo, o Presidente do nosso clube foi presidente do Alverca, é/foi sócio dos andrades e dos lagartos, passeou pelas Antas de braço dado com SS, "perdeu" o Deco e é hoje a figura principal do nosso clube.

O que é isso comparado com um jogador rumar ao Braga do Salvador, grande amigo do nosso Presidente?

O Nuno é nosso e voltará um dia.

Notas Soltas

- Nuno Gomes decidiu rumar ao Minho e assinar pelo Sporting de Braga, clube que equipa de vermelho por causa da simpatia clubística de metade dos seus fundadores. Alguns amigos sentiram-se atraiçoados e outros, ainda, ficaram magoados. A mim é-me verdadeiramente indiferente. Só que sei como as coisas são: depois desta opção, o futuro de Nuno Gomes será longe (muito) da Luz. Não percebo, por isso, como é que o deixaram (os conselheiros) tomar essa decisão.



- Villas - Boas quer Coentrão. A comunicação social fala em conversas entre os dois e numa derradeira tentativa de o levarem para Londres. Compreende-se porquê: Coentrão está entre os três melhores defesas esquerdos do mundo e ainda faz na perfeição o papel de extremo. O Real Madrid não parece sentir-se incomodado pelo assédio a um jogador que já considera seu... A ver vamos se o que aqui se escreveu tem alguma lógica.


- Rui Costa apareceu, no dia em que, sem o próprio de aperceber, levou uma entrada a pés juntos de Manuel Sérgio (PFF, não resisti...), no sorteio da Liga. Parece que as suas novas funções, considerando, até, que o dito Sérgio assumiu que o futebol do Benfica, tendo apenas duas pessoas a mandar (Carraça e Jesus), "está agora blindado. Mas bem blindado...", são de representação e vinculação em matéria de organização. Admito que Rui Costa aceite isto e tudo mais. Admito, mas não compreendo...


- Ontem fui ao Seixal ver o treino e gostei de ver aquela alegria que se via há dois anos...


- A pergunta que toda a gente faz (toda, senhor Jesus e senhor Presidente...): Miguel Vitor?

uma adenda a todos os posts sobre Coentrão

Já aqui escrevi que se o Benfica precisa de realizar dinheiro todos os anos, se o Coentrão pretende ir para Madrid e se o clube da capital de Castela se chegar à frente com 24/25 milhões em el contado e ainda mandar um jogador, digamos, para lutar pela titularidade na Luz, o negócio é da China.


Isto não discuto.


E, para mais, o Presidente do nosso clube deve negociar como entender ser melhor.


Agora o que também tem sido escrito é que Coentrão está comprometido com o Madrid há muito tempo - e a informação, ao contrário do que muita gente alega, vem de Madrid, o que até pode indicar que o Madrid tem interesse em divulgar que Coentrão não irá para outro clube, ainda que esse clube bata o valor da cláusula...