terça-feira, 31 de julho de 2012

Perguntas da Silly Season (3)

Salvio, pela segunda vez e ainda Roberto. São estes os 2 jogadores pelos quais o Benfica tinha preferência quando Simão foi vendido ao At. Madrid?

Perguntas da Silly Season (2)

Quantos extremos irá ter o Sport Lisboa e Benfica nesta época?

segunda-feira, 30 de julho de 2012

terça-feira, 24 de julho de 2012

Continuas a apoiar?

"O Benfica está bem servido de centrais"

"Os clubes sabem qual é a cláusula que ele tem. Se chegarem cá e pagarem, nada poderemos fazer. Estamos muito felizes com Witsel e não pensamos em vendê-lo"

"Não pretendemos ter novidades. No Benfica trabalha-se muitíssimo bem e com bastante calma. Sabemos o que pretendemos para o Benfica"

"Todos estão em sintonia com os objectivos e com o que pretendemos para a equipa principal e para toda a estrutura"

A sério, ainda apoias?

Apoias?

- Aquele que ganha 240 mil euros / mês e não consegue planificar uma época? 
- Aquele que diz que os jogadores são como os melões?
- Aquele que consegue ganhar um recurso no Conselho de Justiça para favorecer o maior rival do clube?
- Aquele que diz que não é preciso vender jogadores e depois anda à rasca porque não consegue cumprir os valores para pagar de juros a bancos?
- Aquele que diz que estamos em poupança e contrata até mais não?
- Aquele que tem máxima confiança em jogadores que são claramente os "elos mais fracos"?
- Aqueles que dizem que aprendem com os erros e duas semanas depois, os erros mantém-se?
- Aquele que saiu em 2008, incompatibilizado com a Direcção do clube e volta, três anos depois, com a mesma Direcção para outro lugar de supervisão?

Apoias isso tudo? Então és um benfiquista dos bons. Daquele que apoia o clube, mesmo quando ele está sem ganhar, mas que tem um património espectacular e que só não acabou porque apareceu um salvador na altura.

Não apoias? Então és um benfiquista que só sabe dizer mal. Ou então não és. És um abutre. Um gajo escondido com um nick fatela que só sabe falar mal da Direcção. Que não apoias. Que não gostas do clube tal como ele está. Ou um demagogo. Ou um palhaço, que também é um termo bonito.
 
P.S. Um dos meus últimos posts versava a pessoa de Tiago Silvério Marques e a sua capacidade de notar os problemas que versavam um ponto nevrálgico do site do Benfica que são os preços do Red Pass. Quase uma semana depois, o problema mantém-se. Começo a pensar que não é mesmo distracção...

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Alguém que explique

Ao Tiago Silvério Marques, que é o responsável pelo Departamento de Multimédia do Benfica, que para além de andar a perseguir os bloggers do Benfica que não alinham pelo mesmo discurso do que ele ou dos que o mandatam para tal, que convinha que fizesse ao menos, um trabalho minimamente profissional para o que é principiscamente pago.
Como sei que lê o Ndrangheta, fica aqui um reparo. Senhor Tiago, diga aos que trabalham consigo que isto mais abaixo não é nada. Veja lá se muda isto, sempre dá melhor impressão...


terça-feira, 17 de julho de 2012

Pablito, agora a sério!

Faz hoje 4 anos que Pablo Aimar assinou pelo Sport Lisboa e Benfica. Em 2008, esta data tinha o significado de juntar um dos mais virtuosos "10" do Mundo com um dos melhores clubes do Mundo, criando assim uma união que ainda se mantém, pelo menos, durante mais um ano.

Geralmente, gostamos de um clube por aquilo que ele representa ou por aquilo que determinados jogadores fazem enquanto pertencem a essas instituições, e Pablo Aimar (juntamente com Saviola, Gallardo e Sorín, entre outros) fez com que eu gostasse do River Plate e fosse esse o meu clube favorito da Argentina.

Vê-lo no clube do meu coração só me encheu de orgulho, ainda para mais quando um valor do Benfica de nome Rui Costa fez com que o "Payaso" assinasse e ficasse com a sua camisola 10, criando mais um legado ao nível dos melhores do clube.

É fácil explicar a importância de Pablo Aimar para o Benfica. É um dos melhores do Mundo na sua posição original, e com o passar dos anos, até pode desempenhar depois as mesmas funções que Andrea Pirlo desempenha actualmente na Juventus e na selecção italiana. Fora do campo, não há palavras para descrever a humildade do argentino, a facilidade de discurso, a importância de ter um ícone mundial que significa tanto e tanto para os valores e História do clube.

Por isso mesmo, Pablito, obrigado! Obrigado pelo futebol, pelo carisma, pelo talento, pela inteligência, por tudo! És enorme! E espero que fiques por cá ainda mais uns anitos!

4 Anos! MUITO OBRIGADO

domingo, 15 de julho de 2012

Curtas

- O Benfica venceu o primeiro teste da pré-temporada frente a um Marselha em fase mais adiantada e logo surgiram as paragonas de "Autoridade", "Supermacia" e afins. Para primeiro jogo não está nada mau, mas do dia 13 de Julho até ao início de Maio de 2013 ainda falta muito...

- Bruno Carvalho, o mesmo dos aviões e do Carlos Azenha deu uma entrevista ao "Cabelo de Aimar". Para além do que Carvalho representa (zero, ou mesmo, abaixo de zero), houve umas quantas boas respostas que mostram alguma atenção com o que se passa no Benfica. Não vou buscar os aspectos pessoais que tem com o Presidente (para isso estou cá eu), mas disse o seguinte, que eu acho bastante pertinente:
 
 
Como é óbvio, tudo o resto que disse tem a sua importância (para quem a quiser dar), mas estas quatro frases acima mostram muito do que se tem passado no clube.
 
- Rui Gomes da Silva encetou uma nova luta n'O Dia Seguinte. Na passada segunda-feira, atacou ferozmente Tiago Craveiro, secretário-geral da Federação, por causa da sua cor clubística. Também falou que, curiosamente, e há pouco tempo é que o sabia, que o mesmo Tiago Craveiro tinha sido chefe de gabinete de um ex-Secretário de Estado que tinha pertencido ao Ministério que Rui Gomes da Silva tutelava no governo de Santana Lopes (o seu eterno líder).
Alguém acredita que de consciência tranquila, Rui Gomes da Silva não sabia que Tiago Craveiro tinha sido chefe de gabinete de um seu Secretário de Estado?
Alguém acredita que o Benfica, depois de ver a cagada que fez ao apoiar Fernando Gomes, use agora este argumento de porcelana (cor clubística de um secretário geral) para retirar o mesmo apoio?
Alguém acredita que continuamos com uma Direcção altamente competente?
 

sábado, 14 de julho de 2012

Perspectivas e equivalências...

Quando o substantivo relva volta a ter mais com couro do que com "coiros", há que retoricamente indagar: não devia já ser o Glorioso declarado curricularmente campeão?

Perspectivas à parte, e parafraseando Camacho - sem saudosismos ou sentimentos de outra espécie - é , sem dúvida, importante "salir a gañar".

Entre camarão da costa, perceves, ameijoa à bolhão pato, bom e fresquíssimo vinho branco antes e durante um arroz de lingueirão no fantástico pôr-do-sol da praia do Vau, penso que a pré-época do Benfica - e também a minha de férias - não podia ter melhor estreia.

Confesso que não vi tudo com atenção (ainda vou ver a gravação) mas gostei da movimentação atacante que vai para familiar há quatro anos, gostei de Luisinho (personalidade e sabe centrar), gostei de atitude guerreira nas picardias e, sobretudo, gostei da justiça poética do enorme golo do Carlos Martins.

Porque merecia: não ter saído, ter voltado, renovar, alegrar os nossos valorosos adeptos emigrantes (eternos peões do tabuleiro de início de época) e, sobretudo, ajoelhar-se e dirigir-se aos céus para - não tenho dúvidas - agradecer a quem ele lá entender o facto de - todos esperamos - este já ser mais um ano do Gustavo Campeão.

Penso vê-lo por lá, ao colo do pai, já em finais de Abril.

Este ano não se pode brincar com coisas sérias. Assim tenham humildade de perceber as iluminadas mentes mandantes.

Acabada a pré-época, o Glorioso volta à Catedral, eu volto ao meu (quase luxuoso) lugar no terceiro anel (ele existe) e à roulotte que, aliás, penso dever merecer honras de sede social deste blogue.

Mas isso ficará para o próximo jantar que não poderá tardar.

P.S.: No doutro dia vi "grafitado" o dizer "Avante, avante p'lo Benfica"... Gostei! Revela erudita cultura do Maior.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

And now the end is near...

Há alguns (dolorosos) anos, o presidente ladrão deu-nos um tiro no pé numa guerra que até era justa - não me recordo muito bem dos contornos mas tinha a ver com a calendarização de jogos - e acabou com o vólei profissional do Glorioso.

Começámos da terceira divisão e numa década ou pouco mais passámos a ganhar, a ser campeões, crónicos candidatos ao título e, por arrasto, a galvanizar a modalidade em Portugal.

Isto é honrar o ecletismo e, nesse particular, honra seja feita às sucessivas direcções do Benfica (de Vilarinho a Vieira) e entusiastas das modalidades amadoras.

E os porcos? Não conseguem lidar com o título que lhe esfregámos no focinho e pura e simplesmente acabam! Investiram como se não houvesse amanhã e perante o insucesso, acaba-se com o basquete.

Isto traz-me à ideia, de imediato, uma série de questões:

a) quem é o próximo freguês? Hóquei? (lembra-se do Pedro Gil mostrar que tinha fome...);

b) Nuno Marçal terá direito a reforma antecipada?

c) João Santos saberá o resultado de uma multiplicação por zero?

Uma coisa é certa! Uma já foi à vida! Para mim é um dia feliz!

O que pensarão os tripeiros do que se passa? Não sei. Que se lixe. Eles que se ponham... à tabela! E sempre se dá utilidade ao equipamento desportivo.

Viva o Benfica!

quinta-feira, 12 de julho de 2012

UM TIRO NO PORTA-AVIÕES!!!

Há sempre que começar por algum lado...

Para o final , deve ficar a secção dos deficientes - passe o pleonasmo - e a sanita da penhora.

Ahhhhhhhhh...

A rir há 2 semanas

Kali ma. Kali ma. Kali ma shatide!!!

Obrigado lagartos! Muahahahhaahahaha!

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Vou ali e já volto.

Malta, na medida em que ninguém acertou no "3" de que eu falava, vou de férias.

Até Agosto!

Saudações Gloriosas

Agora, sim, as grandes equipas europeias já invejam!

"Roderick Miranda, ex-Servette, fica com o 3". Quem é que usava o 3, quem era?

É impressão minha?

Ou desde que existe a Equipa B, o desvario de contratar estrangeiros à pazada disparou para níveis nunca vistos?

Como não há a visibilidade da Equipa A, pensa-se que ninguém vai notar?

Para que é que temos formação?

domingo, 8 de julho de 2012

A melhor das vitórias

Aqui no tasco, o Astutillo Malgioglio foi Pai de um rapaz. Mais um benfiquista, que se seguir as pisadas do Pai, estará sempre no sítio do costume.

Parabéns!

sexta-feira, 6 de julho de 2012

É fazer as contas

Época 2008/2009 (Treinador Quique Flores) - Balboa (4 milhões de euros)
Época 2009/2010 (Treinador Jorge Jesus) - Shaffer (2 milhões de euros) + Júlio César (1 milhão de euros) + Filipe Menezes (1 milhão de euros)
Época 2010/2011 (Treinador Jorge Jesus) - Franco Jara (5,5 milhões de euros + renovação de contrato)
Época 2011/2012 (Treinador Jorge Jesus) - Emerson (2 milhões de euros)

Total: 15,5 milhões de euros gastos em jogadores que só vestiram a camisola do Benfica durante uma época e a seguir foram dispensados ou emprestados.

São 15,5 milhões de euros gastos em jogadores de qualidade duvidosa e que não provaram o que quer que seja para vestirem a camisola do Benfica.

São 15,5 milhões de euros que poderiam ter sido gastos em muita melhor qualidade.

A quem calhará a fava este ano?

segunda-feira, 2 de julho de 2012

2012/2013 - Objectivos

Por ordem de prioridade:

1º - Ser Campeão Nacional de Futebol pela 33ª vez
2º - Conquistar a 25ª Taça de Portugal em Futebol
3º - Chegar, no mínimo, aos oitavos-de-final da Champions League
4º - Conquistar a Taça da Liga pela 5ª vez

Administração da SAD, Equipa Técnica e Jogadores:
Esta época é vital!
Esta época terá de servir para que no final não venham as desculpas com os árbitros, o azar, o sistema e os erros que foram corrigidos, época após época, e que só nos tem dado uma mísera Taça da Liga.

A História (com H grande) do futebol do Benfica é muito mais do que uma Taça da Liga ou do que queixas sobre aspectos exógenos à organização. A História do futebol do Benfica é feita de triunfos, de conquistas, de vitórias. É isso que alimenta o ego dos seus sócios e simpatizantes. É isso que lhes dá vida!

Por isso, este ano, em todos os jogos, o suor é para sair todo, independentemente de estarmos na Madeira, no Porto, em Coimbra ou no Algarve. A História do futebol do Benfica é feita disso: do suor e da entrega dada em cada lance, em cada disputa de bola, em cada remate ou passe que se faça. 

É fundamental que a "estrutura" do Benfica tenha isto em conta. Que para onde quer que vão, existe sempre Benfica, existem sempre benfiquistas. Para o bem e para o mal. Para o bem, para gritarem os golos, para aplaudirem as jogadas, para gritarem bem alto o nome do clube. Para o mal, para exigirem que aqueles que representam o SPORT LISBOA E BENFICA têm uma causa a defender e uma História a respeitar, assente numa cultura de vitória!

A ordem de prioridades está assente lá em cima. Não invertam os objectivos, porque a exigência estará cá sempre, a bem do Benfica.

E PLURIBUS UNUM!

2012/2013

Simples, muito simples: temos que ser campeões.