quinta-feira, 5 de janeiro de 2006

Os profetas

Para quem passou e eu li em alguns blogs futebolísticos as críticas que se fizeram relativamente à contratação de Fonte antes do jogo com o V.Setúbal, convém explicar algumas situações:

Dia 19 de Dezembro - Fonte rescinde o contrato com o V.Setúbal, alegando 4 meses de salários em atraso, juntamente com mais colegas, casos de Tchomogo, Diakité e Fabien...

21 de Dezembro - O Benfica ganha em Setúbal, com um golo de Nuno Gomes, mesmo a acabar a partida. Houve logo protestos e um "caso" que não exisitu, quando se alegou que antes de rematar, o jogador tinha ajeitado a bola com a mão. No entanto, passaram despercebidos vários foras-de-jogo, um deles de Miccoli que poderia ter dado golo.
Logo, vários profetas disseram que se Fonte lá estivesse, Nuno Gomes não marcaria golo, mas também se estivesse Diakité, Geovanni não teria feito o passe para o avançado benfiquista...

28 de Dezembro - O Benfica anuncia oficialmente a contratação de Fonte, com o intuito de o emprestar a outro clube. Logo, os arautos da desgraça vieram comentar a falsidade do resultado e as "máfias" que existem no futebol, envolvendo o V.Setúbal e o Benfica...


Como a memória é curta no futbol, convém não esquecer há precisamente um ano atrás, houve um clube que pugna pelo respeito no futebol, aliciou um clube da 3ª divisão por causa de um jogo da Taça de Portugal, para que o seu avançado pudesse jogar contra o maior rival na jornada seguinte. Curiosamente, nesse jogo, esse jogador marcou os dois golos da vitória.

Esta semana, estranhamente Diogo Valente apareceu lesionado nos treinos do Boavista, curiosamente na semana em que antecede o confronto com a sua futura equipa, o FC Porto.

Estranhamente, ou talvez não, os profetas andam calados...

Sem comentários: