segunda-feira, 20 de abril de 2015

Não pode ser só a bandeira?


Se elogiamos, também podemos criticar.

E se a campanha do colinho estava bem feita, bem direccionada e bem promovida, entrarmos na banalização do termo desmistifica o próprio conceito.

Eu abdicava do cachecol e promovia só a bandeira. 1 euro por bandeira e o Benfica teria 60000 euros de receita e as mesmas, com os nossos movimentos, dariam um colorido ainda maior ao Estádio da Luz, num jogo de enorme importância, como é o do próximo Domingo.

De certeza que não pode mesmo ser só a bandeira?

Sem comentários: