sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Ai que não pode ser

Ter um dirigente de apoio aos jogadores (e havia tanta história para contar) com droga no escritório do clube é uma vergonha. Facto.

Mas ter líderes de claques que vivem do tráfico de droga, que criam empresas para lavar esse mesmo dinheiro e que são presos e no dia seguinte estão cá fora, isso já pode ser.

Farto de virgens ofendidas no futebol português...

6 comentários:

Nau disse...

Pois...
Se for provado, que vá bater com os ossos na pildra, que é onde deverão ir parar todos os criminosos, independentemente das suas cores clubísticas. E que seja irradiado de sócio do Benfica (se o for).
O Benfica e o seu presidente (é a PJ que o diz) prestou toda a colaboração solicitada (o que outros não têm feito). É quanto me basta saber para estar descansado.

nonameslb disse...

Qual foi o dirigente de apoio aos jogadores que tinha droga no escritorio do seu clube?E que eu nao li essa noticia por isso estou confuso.

Agudez Acefálica disse...

Voltaste á vida, depois do anuncio BC?

Pinheirinho disse...

um dirigente morto no edificio do clube, encontrá-lo no seu escritório com duas balas no peito de porta trancada e sem nenhuma arma lá dentro e considerarem isso suicido, é normal!

águia 35 disse...

Droga no escritorio?

E se fosses polir o anel lá prós lados de alvalixo...

Borrego das Cartas disse...

E dirigentes escoltados por membros da claque afecta ao clube com o intuito de intimidar o juiz?