domingo, 16 de dezembro de 2012

Azia em doses maciças

Há por aí um artolas na internet que não se cansa de escrever sobre os penalties do Cardozo, percentagens de penalties e afins. É o mesmo que passou um defeso inteiro a tentar ridicularizar os 20 golos da primeira época de Tacuara mas que há meses não tirava a mão da braguilha a pensar nos 20 golos da primeira época do holandês do Lumiar. Ontem, em dois jogos consecutivos, podemos perceber a diferença entre acertar ou não na baliza. Entre 3 pontos e 1 ponto conquistado, restou ao do costume vir escrever sobre golos com ajuda, golos com balizas aberta e, claro está, os penalties. E há quem continue a dar-lhe conversa nas caixas de comentários.

No meio disto tudo lamenta-se que Jorge Jesus, mesmo elogiando Tacuara, venha dar argumentos aos críticos do paraguaio. Valorizem-se publicamente os méritos, esqueça-se o resto. E por falar em méritos, leia-se o PB.

3 comentários:

Influência Arbitral disse...

Convido-o a visitar o Blog http://influenciaarbitral.blogspot.pt/

É um trabalho em que estão agregados todas as decisões arbitrais relevantes (expulsões e penaltis) e quais são a sua efectiva influência no desempenho desportivo das equipas. Todas os jogos arbitrados dos 4 candidatos ao titulo pelos 11 melhores arbitros, nestas 5 últimas épocas.

Espero que agrade o critério objectivo utilizado e que possas ser um frequentador assiduo do blog.
Cumprimentos,
http://influenciaarbitral.blogspot.pt/

Pedro disse...

Mas o gajo não fala de arbitragens...

LOL

PB disse...

Obrigado pela referência, Astudillo.

Grande abraço