quarta-feira, 13 de março de 2013

A memória é uma coisa tramada...

Hoje, na versão online do pasquim do Serpa, pode ler-se "Maré Vermelha chega a Bordéus" (entre 2 a 3 mil).
Há uns anos, escrevia o Serpa, no seu pasquim, por ocasião da gloriosa deslocação a Manchester, sobre "uns míseros 3 mil benfiquistas":

Como pode Jesus mudar a história
Por Vítor Serpa, em Manchester

O Benfica está de regresso ao teatro dos sonhos. Desde o tempo da velhinha Taça dos Clubes Campeões Europeus à neoliberal Liga dos Campeões, os encarnados subiram ao palco de Manchester três vezes e dele saíram sempre derrotados.
Mas depois de um demasiado longo período de afastamento das luzes dos grandes jogos do futebol mundial já o Benfica, em 2005, conseguiu, com notável escândalo, afastar o enorme clube inglês dos oitavos-de-final da competição; no ano seguinte, foi a vez de o Manchester United se vingar, ganhando os dois jogos. A maior curiosidade está em saber como será agora e até pode muito bem acontecer que, independentemente do resultado do jogo de hoje, se qualifiquem as duas equipas.

Onde o Benfica nunca ganhou
A verdade é que o Benfica nunca ganhou neste palco imenso que faz parte da história do futebol. Nem no consulado da «velha senhora» Taça, nem no reinado da novinha «Champions». Será, então, uma missão impossível, aquela que, ao fim da tarde de hoje, que promete, aliás, ser fria e chuvosa, terá pela frente o Benfica de Jorge Jesus?

Aqui, na grande mancha urbana que ganhou espaço para mais de 3,5 milhões de habitantes, divididos entre o United e o City, ninguém acredita que este Jesus seja capaz de mudar a história.
Resta, apesar de tudo, a esperança de uns míseros três mil benfiquistas, que mal se deverão ouvir na imensidade de Old Trafford, para acreditar no milagre de Jesus. E resta a natural fé de jogadores e técnicos que sabem bem - ou deviam saber - que têm muito mais a ganhar num jogo assim do que a perder".

(o link fica aqui - http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=300069 -, mas o texto já desapareceu. Eu, no entanto, já havia guardado a prosa para memória futura)

1 comentário:

Vozes Encarnadas disse...

Lembro-me bem desse texto.

Se calhar em Bordéus 3 mil é mais que 3 mil em Manchester.

O que pesa mais 1 tonelada de metal ou 1 tonelada de algodão.....

O nosso jornalismo é brilhante...