quinta-feira, 3 de julho de 2014

Começou a época

E com o final do Mundial a aproximar, vai haver mais do que tempo para o folclore habitual que alimenta todos os dias a comunicação social portuguesa. Aliás, basta olhar ali para o lado e vemos a lista de nomes ventilados para vestirem o Manto Sagrado. E neste começo de época, estão aqui duas palavras que valem a pena desenvolvermos algumas coisas sobre o assunto: comunicação e Manto Sagrado.

Sobre a comunicação, faz-me um bocado de confusão como é que a comunicação do Benfica continua a ser gerida. Não é preciso ir muito longe no tempo para se ver que já nem as apresentações de jogadores são feitas pelo próprio Benfica. Os escudeiros de serviço, sentados nas suas secretárias alimentadas a trabalho precário e à espera de um ou outro telefonema, são presas fáceis para serem utilizados como mensageiros da propaganda, mediante o pagamento generoso e com a promessa de informação privilegiada, que no dia seguinte, passa a ser de toda a gente.
Não é preciso relembrar que o Record teve acesso à composição do departamento de scouting do Benfica, responsável por muitos dos jogadores que foram aparecendo nos últimos anos no clube e que deram retorno financeiro. Sabe-se bem quem foi a fonte que revelou os nomes e as fotografias das pessoas, que deveriam continuar anónimas, a executar o seu trabalho da mesma forma até então. Curiosamente, a mesma fonte ter-se-á sentido ameaçada com mais uma campanha, com mais de 7 anos, para a mandar embora do clube. Entre a espada e a parede, a fonte preferiu a espada. Só tenho pena que dentro do clube, não tenha ainda havido ninguém para empurrar a espada de vez, mas isso são contas de outro rosário.
Os jogadores que vão aparecendo a conta gotas, com o bombeiro-sugador de serviço a ir buscá-los ao aeroporto, havendo sempre meios de comunicação social no local, faz com que as fugas continuem e não haja sequer o dom de saber preservar um eventual falhanço no negócio.
Bem sei que o director de comunicação do Benfica, que vai acumulando o cargo com as suas agências de comunicação, pode não ter tempo para responder aos pedidos, mas para isso é que deve haver um departamento de comunicação pronto a intervir em situações mais complicadas. 
O mais grave até é nem sequer a Benfica TV ter o exclusivo das imagens dos jogadores e usar as de outros canais, como se de uma exibição de um troféu se tratasse.

Quanto ao Manto Sagrado, é escusado voltar a falar do que quer que seja quando no início desta semana foi apresentado o equipamento alternativo para a época 2014/2015. Para os mais esquecidos, os estatutos do clube dizem o seguinte, no Cap. II - Símbolos do Clube:

Artigo 5º
Símbolos

1. Constituem os símbolos tradicionais do SPORT LISBOA E BENFICA a águia, que simboliza a elevação das aspirações do clube, isto é, independência, autoridade e nobreza, e as cores vermelho e branco que significam a bravura e a paz, respectivamente.
2. O Clube adopta como condição primeira da sua grandeza a divisa “E Pluribus Unum” para definir a união entre todos os associados.
3. Como símbolos específicos do Clube, cuja composição e descrição constam do regulamento, existem o emblema, o estandarte, a bandeira, os galhardetes e os guiões.

Artigo 6º
Equipamentos

Nas diversas competições desportivas, os equipamentos a usar pelos atletas, técnicos e demais pessoal de apoio, devem adoptar as cores tradicionais do Clube, previstas no Artigo 5º, nº 1, sem prejuízo do uso de equipamentos alternativos, quando necessário, cuja escolha compete à Direcção.
 

Há aqui qualquer coisa que me escapa: ou sou eu que não percebo português ou a Direcção do Benfica escolheu um equipamento alternativo para esta época do Benfica que não segue os símbolos tradicionais do clube. E já há 5 anos que faz o mesmo.

A Direcção de Marketing e a Adidas deviam olhar um bocadinho que seja só para as opiniões dos adeptos, sócios e simpatizantes do Benfica. Não é preciso pesquisar muito. Há a página de Facebook do Benfica, há os blogs, há pessoas que falam umas com as outras e há depois os números das vendas, que mostram que este tipo de equipamentos alternativos fica sempre aquém do esperado, por causa do quê, mesmo? Se calhar, é por causa da cor. Mas isto sou eu a falar, ou melhor, a escrever...

Vermelho e Branco, é tão simples e é tão isto! O preto com rosa, o amarelo com azul e todos os outros equipamentos alternativos que surgiram podem ficar para 3º equipamento. Ninguém se chateia e nós ficamos contentes, porque vemos que ainda continuamos a ter um bocadinho de Benfica.

Sem comentários: