sexta-feira, 5 de junho de 2015

Dos regressos

Só mesmo na primeira semana de Junho é que podíamos regressar a 1993 e a esse lindo mês de Agosto, mas já lá vamos. Poderá ser também o regresso à escrita no Ndrangheta, depois de um período difícil e chato em que a vontade era pouca para tal, apesar das vitórias e das conquistas tidas entretanto.

REGRESSO DE JORGE JESUS

Jorge Jesus vai regressar (ao que tudo indica) a uma casa onde já esteve e onde ele já gostaria de ter pertencido mais vezes. Em honra ao pai e a ele próprio, decide acabar com um ciclo de 6 anos no maior clube de Portugal, para "abraçar" outro projecto, talvez até com maior amor do que aquele em que esteve nestes últimos tempos.
Agradeço algum do profissionalismo no tempo em que esteve no Benfica, mas pouco mais. As suas atitudes (para com jogadores, adversários, vice-presidentes e técnicos do clube), os seus desvarios, as suas invenções e o seu comportamento muitas vezes colocaram o nome do clube na lama, mas como ia ganhando, a carta branca que lhe era passada foi "limpando" tudo.
Sai pela porta pequena do maior clube do Mundo na busca incessante pelo dinheiro e pelo ego, características intrínsecas do seu ser, e que várias vezes, as usou para ir renovando o seu contrato, mesmo quando os tempos não eram os melhores.
Sai pela porta pequena, porque como já escrevi, nos tempos em que foi insultado, teve protecção. Foi protegido pela estrutura que várias vezes criticava, para que os objectivos fossem alcançados, como foram.
Sai sem glória, mas sobretudo sem honra...

REGRESSO DE RUI VITÓRIA

Rui Vitória está de regresso a uma casa onde já esteve. Será a melhor aposta? Será uma boa aposta? Será uma má aposta? Neste preciso momento, a exigência é elevada e foi-nos deixada por aquele que antes de vir, também era olhado com desconfiança. É fácil de pesquisar os blogs e os facebooks para se ver o que se disse de Jorge Jesus antes e durante o tempo em que esteve no Benfica. O que é que o suportou? O tal manto e colinho de que tanto falam e que funciona seja com Jesus ou com o "Manel".
Vitória, nestes últimos 4 anos mostrou acima de tudo, competência e saber com as armas que tinha. Não tem problemas em apostar nos mais jovens, não tem problema em adaptar-se às dificuldades e é do clube, um factor sempre importante de sentimento para com a instituição.
Vai precisar de uma dose extra de paciência dos sócios e dos adeptos, assim como houve para com Jesus (mesmo depois dos famosos 5-0). Vai precisar do apoio da famigerada estrutura que o Benfica agora tem neste momento. E será feliz, se assim o quisermos.

REGRESSO DO VERÃO DE 1993

E com estes dados todos, lembro-me de 1993, quando o Sousa Cintra se lembrou de vir pescar à Luz. Sabemos bem como acabou a época. Sabemos bem a volta que o Benfica deu por cima e como conquistou o campeonato e depois como foi o final. De todas as situações, só espero que não se repita a parte final, coisa que não deve acontecer.
A nossa sina é esta. É sermos sempre capazes de nos reinventar, de dar a volta por cima, de sermos a génese do Sport Lisboa e Benfica. Por isso mesmo, não é isto que nos vai mandar abaixo...

6 comentários:

Mats Magnusson disse...

O Jesus teve paciência dos adeptos porque mostrou em 2010 o melhor futebol no Benfica que já vi.

Tu estás a pedir paciencia para um gajo no primeiro ano. Como é que sabes se estás a pedir paciencia para um gajo que não valhe um cavelho?

Bem vindo de volta.

Cosimo Damiano disse...

Desculpa, meu amigo,nas o que Vitória mostrou nos últimos 4 anos foi um futebol banalíssimo.
JJ, com todos os defeitos que possa ter, é um génio na sua arte. O melhor treinador português na minha humilde opinião.

A substituição será sempre difícil porque a bitola está elevadíssima mas com o homem de Alverca Vieira corre o sério risco de acabar em 3º e aí...

Mister D disse...

Mats e Cosimo,
Quem era o Jesus e o que tinha mostrado antes de chegar ao Benfica?
Percebo e entendo que a bitola está elevada (eu próprio refiro isso), mas olharmos apenas para o que se ganhou e não para o que se perdeu.

JJ é bom, sem dúvida, mas também tem os seus defeitos e as suas teimosias. E veremos se em Alvalade terá a "almofada" que teve na Luz nos últimos anos.

Vitória, com todos os riscos que isso comporta, terá de ter tempo, mas sobretudo paciência da nossa parte.

Vamos ver...

Pedro disse...

Ponham lá JJ com a matéria prima que Vitória tinha e vamos ver se repete o excelente trabalho.

Dr. Antonius disse...

E ir buscar um treinador bicampeão nas duas épocas que treinou em Portugal e nunca perdeu contra JJ e teve apenas uma derrota na Liga em duas épocas?

P.S. Acho que não devemos fixarmos-nos apenas no Sporting e esquecermo-nos que existe os Trips... Será um erro!

Sakana disse...

SAKANAGEM...ESTOU DE VOLTA...ihihihihihi.....

sakanagem69.blogspot.com