segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Ainda o derby

Tive a felicidade de presenciar o derby, e dei por mim na primeira parte a lembrar-me de Camacho e da sua táctica fabulosa do ano passado de chutar a bola para a frente para o fantástico jogo de cabeça de Cardozo e à espera de um rasgo individual que resolvesse o assunto.

Por sua vez, Paulo Bento foi com a nítida ideia de não perder pontos na casa do rival, para assim o deixar a 4 pontos. Correu-lhe mal a ideia.

E correu-lhe mal a ideia porque Quique teve a lucidez de ver que o meio-campo não pegava e que lhe faltava o melhor médio de cobertura que o Benfica tem há três anos e que veio pela indicação de Fernando Santos: Katsouranis.

Com o grego em campo, no seu lugar de origem, o Benfica equilibrou e ganhou o jogo. E ainda bem que o ganhou, para acalmar algumas vozes mais incoerentes que se fazem ouvir sempre que as coisas não correm bem.

Ontem, em conversa de rescaldo, disse que não me importava de ganhar todos os jogos assim: com mestria, ratice e muita classe. Fez-me lembrar alguns jogos com Trapattoni, mas com mais alguma vontade de atacar. O trabalho que está a ser feito deixa-me de certa forma, tranquilo.

P.S. Uma palavra para os sócios do SLB. Mais uma vez, teve de ser a equipa a puxar o público e não o contrário, ao invés da Juve Leo, sempre incansável no apoio à sua equipa. Acho que faz falta uma mudança de atitude...

2 comentários:

Vladimir Kaspov (NãoSeiDaNave) disse...

Vamos no bom caminho. Quique sempre foi a minha escolha, penso que mais adequado ao SLB actual do que Eriksson ou Queiroz (este então nem pintado)

Aproveito para destacar 1 noticia do Record de hoje, segunda-feira:

"90 minutos sem fazer uma falta
MIGUEL VÍTOR E SIDNEI LIMPOS NO DÉRBI"

confiram aqui:

http://www.record.pt/noticia.asp?id=806274&idCanal=11


É muita classe!

Tenera disse...

em relação ao P.S. "uma palavra aos sócios..." no Benfica o público não tem de incentivar a equipa, o simples facto de jogarem no Glorioso, seja na catedral ou fora, contra o Real ou o Leça, basta para que os jogadores ponham todo o seu esforço em campo. o resto são baboseiras de clubezinhos em que os jogadores mal sabem o nome do clube onde dão uns pontapés e que têm ser incentivados a correr e ganhar algo que os Benfiquistas desde sempre esperam de quem veste o Manto Sagrado. deixem essa tretas para clubes sem identidade ganhadora, sem Mistica, sem força interior ou achas que precisamos de um you will never walk alone para sermos o MAIOR....
P.S. Pergunta a quem sente aquela camisola encarnada e entra no estadio da Luz se com ele vazio não lutavam até ao fim pela vitória ?
já sabes a rsposta não sabes?