quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Um Estádio... Um Presidente

Mail enviado pelo Presidente do Sport Lisboa e Benfica:

"Estimado(a) Sócio(a) XXXXXXXXX,

Hoje assinalamos o 10.º aniversário da inauguração do Estádio da Luz, mas assinalamos 12 sobre o processo, difícil, muito difícil, que nos conduziu até lá. O dia 25 de Outubro de 2003 assinalou um final feliz numa caminhada cheia de obstáculos que poucos acreditaram ser possível de ultrapassar. 

Conto-me entre aqueles que sempre viram na construção do novo Estádio da Luz o ponto de viragem na recuperação do Clube, uma injecção de confiança e auto-estima absolutamente necessária para salvar um paciente em estado terminal.

Num tempo em que faltava tudo, havia muitas vozes que diziam ser uma loucura avançar para a construção de um novo estádio. Pois bem, eu era um desses “loucos” e orgulho-me de ter acompanhado um homem fundamental na história do novo Estádio da Luz e do Clube, Mário Dias. 

Teve a grande virtude de resistir e de acreditar sempre que era possível, e essa capacidade foi absolutamente notável.

O Estádio da Luz foi uma batalha gigantesca travada em várias frentes. Sempre soube que o projecto era a única via de ressuscitar um clube que vivia amargurado e triste. Em tempos difíceis e de alguma descrença, espero que o 10.º aniversário do nosso estádio nos faça pensar um pouco de onde viemos e onde estamos, a forma estruturada como toda a recuperação do Clube tem sido feita. Ceder aos apelos populistas e demagógicos em tempos de dificuldades é comprometer todo o caminho percorrido.

Correndo o risco de esquecer alguém, não posso – por dever – deixar de agradecer o trabalho, a dedicação e a confiança de algumas pessoas sem as quais não teríamos razões para festejar esta data.

A Pedro Neto, Luís Seara Cardoso, Fonseca Santos, Tinoco Faria e Diogo Vaz Guedes, o meu obrigado por sempre terem acreditado que seria possível. Ao Mário Dias, o meu obrigado por nunca ter desistido! Ao Presidente Manuel Vilarinho, o meu obrigado pela confiança e apoio que sempre me deu as minhas decisões. A todos os benfiquistas e sócios fundadores um agradecimento especial pelo contributo que deram num momento tão decisivo na vida do Clube.
 
E, claro, à minha família, que também foi envolvida e autorizou o meu compromisso com a nova Catedral."



Os comentários são vossos.

7 comentários:

Rusty Ryan disse...

Bonita data. Merece, sem dúvida, ser relembrada e o momento registado. Concordo com a iniciativa, com esta mensagem.

Mas a propaganda está lá. "...nos faça pensar um pouco de onde viemos e onde estamos, a forma estruturada como toda a recuperação do Clube tem sido feita. Ceder aos apelos populistas e demagógicos em tempos de dificuldades é comprometer todo o caminho percorrido..." Não falta nada.

Discurso gasto e acabado.

piazzanuova disse...

Eu, eu, eu e mais eu. Já chega.

Velho do Restelo da Caparica disse...

Um enorme e inequívoco "vai tomar no cu".

Ricardo disse...

Como é que deixámos o Benfica chegar aqui?

Sinto nojo de ter a dirigir o nosso clube uma coisa destas.

luis disse...

"Ao Presidente Manuel Vilarinho, o meu obrigado pela confiança e apoio que sempre me deu as minhas decisões."

Quem escreveu isto, Oh Mister?? escreveste mal???

Homem merece uma Estátua, também em vida, como o Eusébio da Silva Ferreira, pela Obra.
Mas tem que abrir a porta a uma alternativa, pelo desporto , pelo Benfica;)
O imbecil do luis não tem dúvidas que o 33º é o pulso forte da obra. Agora é claro não sabe de bola nem de lidar com operários como o Mário Dias. Esquecer o victor Santos é de uma ingratidão, alto lá com o tipo de zanga deles.

Benfica até debaixo de agua...tempo.

luis disse...

"Ao Presidente Manuel Vilarinho, o meu obrigado pela confiança e apoio que sempre me deu as minhas decisões."

Quem escreveu isto, Oh Mister?? escreveste mal???

Homem merece uma Estátua, também em vida, como o Eusébio da Silva Ferreira, pela Obra.
Mas tem que abrir a porta a uma alternativa, pelo desporto , pelo Benfica;)
O imbecil do luis não tem dúvidas que o 33º é o pulso forte da obra. Agora é claro não sabe de bola nem de lidar com operários como o Mário Dias. Esquecer o victor Santos é de uma ingratidão, alto lá com o tipo de zanga deles.

Benfica até debaixo de agua...tempo.

luis disse...

Desculpem,Foi 2 vezes o mesmo comentário, para sublinhar melhor que o seara.

Vivas B T T