terça-feira, 10 de dezembro de 2013

5 Anos

A Benfica TV é uma grande aposta do Sport Lisboa e Benfica. É um dos actuais projectos do clube que fazia falta e que, paulatinamente, vai fazendo o seu caminho. Como em tudo, tem as suas "ovelhas negras" e os seus momentos menos bons, mas faz parte. Só cabe a quem vai mandando na Benfica TV, que o profissionalismo comece a ser efectivamente a condição primária para se ser funcionário da dita televisão.
Por isso, os meus parabéns!

Como não podia deixar de ser, Domingos Soares de Oliveira deu uma entrevista à Benfica TV onde só vê as virtudes da coisa. A principal razão para o desenvolvimento de qualquer projecto passa por ver os pontos fracos, melhorá-los e depois desenvolvê-los em prol do objectivo final.

Soares de Oliveira não consegue perceber isso.
Vamos por partes:

“Por enquanto não está previsto um aumento. Mesmo quando lançámos a emissão nos dois canais que hoje estão disponíveis perguntaram-nos se queríamos actualizar o preço e, na altura, achámos que isso era defraudar as expectativas dos benfiquistas e não benfiquistas que aderiram à Benfica TV. Nesta fase e até ao final deste ano não vamos aumentar o preço. Esse pode justificar-se com a entrada de outros conteúdos”

Ou seja, a Benfica TV vai aumentar o preço. Apesar de já ter perdido o Brasileirão (para o ano é da Sport TV novamente), e de ter criado o segundo canal, por razões óbvias de programação não planeadas, quais serão os conteúdos que farão a Benfica TV aumentar a mensalidade? A Liga Espanhola? A Bundesliga? 

Chegámos a pensar fazer uma ligação entre a quotização e a assinatura do Canal. O modelo é complexo porque nós não dominamos o assinante. Quem tem a relação com o assinante é o operador e não conseguimos saber quem tem a assinatura. Abandonámos essa ideia e colocámos o preço mais baixo do que o que desenhámos inicialmente” 

Quando falamos nos sócios do Benfica, o problema é sempre complexo para as hostes da SAD do Benfica e do seu CEO. Mas se falarmos em clientes com um cartão vermelho e que tem o símbolo do Benfica lá estampado, já é diferente. Aí, a linguagem é a mesma. Se é complexo saber quem é que é sócio do Benfica e que tem MEO, ZON, Cabovisão, Vodafone ou outro operador qualquer, basta criar um campo no preenchimento de qualquer formulário a perguntar se é sócio do clube. Após a resposta positiva, é apenas um trabalho de comprovação. Não é nada complexo. Não é nada do outro mundo e olhando para os relatórios e contas do Benfica dos últimos anos, o valor dispendido em CRM (Customer Relationship Management - Gestão de Relação com o Cliente, em português) serve para quê, exactamente?

Ou seja, para o Benfica, ser-se sócio ou não, é igual. Conta é o número de "clientes". Uma linguagem bonita e moderna para se adaptar aos novos modelos de negócio do futebol contemporâneo, onde os jogadores são activos e valorizados para fundos de investimento sem qualquer critério.

Na altura, foi amplamente discutido aqui a questão da Benfica TV e da sua vertente "premium", que é a escolha indicada para o modelo do negócio da Benfica TV. Agora, abdicar de pessoas, que todos os meses contribuem para o Benfica, já é uma falta de respeito.

Sem comentários: