domingo, 1 de dezembro de 2013

Das carraças desta vida

A entrevista de António Carraça ontem ao Record não podia ter sido mais esclarecedora sobre várias situações que se passam no Benfica. Para além de ter ido lavar roupa suja para um meio de comunicação numa altura em que o Benfica se aproxima do FC Porto, serviu também para ser a voz do dono. 

António Carraça apostou as fichas todas nos desaires em que o Benfica esteve envolvido numa única pessoa: no treinador do clube. Mesmo assim, conseguiu ser contraditório. Carraça conseguiu dizer que o clube tem a melhor estrutura do clube e que o próximo treinador só tem de trazer um adjunto para o clube ganhar. 

António Carraça conseguiu fazer uma entrevista onde só falou dos seus prós e de nenhum contra. Carraça conseguiu dizer na mesma entrevista que, no fundo, não mandava nada na estrutura do futebol do clube. 

A entrevista foi um chorrilho típico de discursos feitos, com agenda própria e com um destinatário muito simples. Repare-se que, em nenhum momento, o papel do Presidente é posto em causa. Repare-se que até a hipotética candidatura de Rui Gomes da Silva nas próximas eleições foi colocada em cima da mesa, numa situação típica de anos anteriores para que Luís Filipe Vieira vá já anulando hipotéticas oposições.

Carraça desempenhou bem o seu papel ontem, no Record. Como aliás, desempenhou sempre bem o seu papel enquanto esteve no Benfica, servindo de subserviente a tudo o que lhe era imposto, sem sequer contestar. Funcionários destes, qualquer patrão com a agenda preenchida gosta. Desde os tempos da formação até à ida para a equipa principal, Carraça foi sempre o "bom mandante".

Confesso que não estranhei a entrevista do adepto do Sporting, profissional de futebol que o Benfica gosta muito de acolher, sem que tenha o completo conhecimento do que é a história do clube e os seus valores. O papel a que se prestou ontem foi bem claro: o responsável pelo Benfica não ganhar nada este ano está escolhido. E não é aquele que está lá há mais tempo...

4 comentários:

luis disse...

Uma questão de lideres...
A febre da carraça é forte, entre linhas até relega o Maestro para outra posição.
Lançou as achas para a fogueira, mas também queimado por queimado a lenha que sobrou tem 2 bicos.
Será loucura ou para a história da época o emplastro sabe tanto como carraça. Ele parvo de todo é que não é :)

https://www.youtube.com/watch?v=LiwoVW2W_LI

nota: ainda não era fim de semana e caiu aqui nesta casa outra preciosidade como um segredo desvendado ;)

https://www.youtube.com/watch?v=AzrkihKit-I

Carraças à parte, milhões($$$$) de pessoas são enganadas com muito humor;)...

...mais de 10 anos é muito tempo.

J. disse...

Sou assíduo leitor deste blog há bastante tempo por considerar que, acima de qualquer divergência de opinião, o benfiquismo de quem aqui escreve é inatacável. E é por esse benfiquismo e pela defesa do nosso Benfica que se regulam os seus administradores. No entanto, tenho de confessar que nos últimos tempos me têm desiludido imenso. Concordo com as falhas na gestão do nosso clube por parte de LFV, e que vocês tão bem apontam, tal como concordo com as falhas de carácter do nosso actual treinador. Mas apesar dos defeitos evidentes, também não posso deixar de considerar que, neste momento, não vejo - e digam-me quais, então, se é que existem - melhores alternativas para estas duas posições (a de presidente e a de treinador). Essa vossa luta (justa, sublinhe-se) tornou este blog um conjunto de posts que maldizem direcção e equipa técnica, ou tudo aquilo que orbita à volta do nosso clube, mas nunca de regozijo pelos feitos, grandes ou pequenos do nosso clube. Reparem na voissa página inicial: uns parolos a ofender uma comitiva do FCP;um dedo do meio do actual melhor jogador do Mundo; uma crítica à política de aproveitamento das nossas camadas jovens; uma crítica ao ego do treinador; e uma crítica ao presidente por um sportinguista criticar o ego do treinador: Lamento dizê-lo: mas mais parecem uns benfiquistas com quem me cruzei na vida que, para me provarem que o Cardozo era pior que o Martin Pringle, ficavam encarnados de raiva sempre que o Tacuara marcava de manto sagrado vestido - e eu, ao berros, mandava todos (esses ditos benfiquistas incluídos) para o C****. Abraço.

luis disse...

"Encarnados de raiva" contra azuis de inveja. O Bip bip era um tosco puro, bem pior que 7, isso não há dúvidas e tens toda a razão.

Por causa da luta, o Nuno Salvação Barreto manda-te um abraço Bem forte.

Pressão, B T T

Mister D disse...

Meu caro J.,

Antes de mais, agradeço a forma como fez as críticas aos conteúdos dos nossos posts, ao contrário de outros leitores, que para criticarem aquilo que nós escrevemos, também nos insultam.

Relativamente aos conteúdos, que eu saiba, os vários escribas têm as suas ideias de Benfica e de benfiquismo, e como estamos, ainda , naquilo a que se chama democracia, somos livres de ter opinião, sejam elas aos olhos e ouvidos de outros, das mais incoerentes que sejam.

Alternativas para o Benfica não faltam. A história do Benfica não se resume a um Presidente e a um Treinador, que, olhando para o seu próprio passado, nada fizeram para engrandecer o clube, com as suas acções e atitudes.

Os problemas que aqui colocamos são aqueles que julgamos ser pertinentes para o nosso entendimento do que é o Benfica. Não precisamos de elogiar o que de bem é feito, porque é essa a história inata do Sport Lisboa e Benfica. Podemo-nos regojizar, como fazemos, mas não podemos tolerar o que de mal fazem. E aí, vão continuar a ter-nos à perna.

Cumprimentos,