quarta-feira, 11 de julho de 2012

Agora, sim, as grandes equipas europeias já invejam!

"Roderick Miranda, ex-Servette, fica com o 3". Quem é que usava o 3, quem era?

10 comentários:

piazzanuova disse...

RICARDO!!!

Constantino disse...

É reconfortante ver que não houve uma corrida desenfreada em direcção ao nome Mozer. Foi Ricardo concerteza, Mozer só tocou no 3 na sua 2ª passagem pela Luz e porque Ricardo já cá não morava, sendo que este o recuperou no seu regresso da cidade luz. Já agora, era tão caracteristico ver o 3 nas costas do Ricardo no meio das omoplatas. Acho que nunca um jogador usou o numero tão acima na camisola.

Abraço

piazzanuova disse...

É verdade, Constantino. É verdade...

Também posso acrescentar que nunca o 3 subiu tão alto como quando se aninhava naquelas omoplatas.

Grande Ricardo! Enorme Ricardo!

JNF disse...

Ufa...

alto, moreno e de cabelo encaracolado como o Roderick e também com o número 3...

Edcarlos.

Passaralho disse...

Roderick ainda tem muito que caminhar para ser aspirante a ser comparável com qualquer dos que lá estão a titulares agora, quanto mais...

Nessuno Dorma disse...

Impressionante como ninguém se lembrou do Emerson...

Luis Rosario disse...

Tentava-se falar de jogadores de futebol aqui ND... Emerson não era jogador.

luis disse...

Dos regressos dos ex-Servette, temos outro produto da Nossa formação que "parece" que entra nas contas das futuras vendas...tempo.

B Cool disse...

o 3 era o número do grande Humberto Coelho, o homem de Ramalde

Barrotes disse...

porra.

MOZER!!!!!!!