quinta-feira, 29 de abril de 2010

Da Catalunha com amor...(ou como o paralelo, é mesmo um paralelo)

Barafunda e barulho à porta do hotel da equipa adversária, noite dentro e na véspera do jogo.

Escoltas policiais que se "enganam"(ups, desculpe, não sou de cá...)no trajecto para o estádio.

Aspersores que se ligam durante os festejos do adversário.

Obsessão mórbida com o clube da Capital.

Como diria o Sérgio Godinho:" e o porto aqui tão perto..."

1 comentário:

Irokumata disse...

hehehehe concordo completamente