quarta-feira, 21 de março de 2012

O momento do jogo

O Benfica, como já vai sendo habitual, estava mentalmente bloqueado (não consigo fugir ao verbo) pela reviravolta no marcador. Até que ele, no seu estilo sozinho-contra-o-mundo, pegou na bola junto à nossa área e arrancou. Galgou terreno por entre vários adversários e ganhou a falta. O Benfica afastou os seus fantasmas e voltou ao jogo. Quem mais poderia ser? Maxi Pereira.

Sem comentários: