terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Primeiro comentário

O marido da Luciana Abreu (vulga Floribela) já assinou pelo Benfica.
Ao mesmo tempo, reforçamos uma equipa que nos costuma receber com bolas de golfe, agressões, apagões e banhos de água fria.
Até quando as relações pessoais se sobrepõem aos interesses institucionais?

O resto será dito, depois do fecho de mercado...

8 comentários:

Henrique disse...

Não é costume, mas estou totalmente de acordo. Não faz sentido emprestar o Amorim ao Braga.

Saudações Benfiquistas

Alberto disse...

Não percebo...e sinceramente mete-me noja esta ida do Amorim para o Braga.

POC disse...

Mister D, ui, atenção...nada de dar a entender que o Querido Líder se aproveita do Maior nas suas negociatas...nem pensar...

http://simaoescuta.blogspot.com

Zelxandre disse...

O empréstimo é positivo, se a intenção foi fortalecer o Sp. Braga para os que os lagartos não cheguem ao terceiro lugar e consequentemente não vão ao play-off da Champions...

falsolento disse...

Duplamente vergonhoso. Dia triste.

Rodrigo disse...

Zelxandre espero que não seja essa a intenção, que isso são tácticas à Pintinho...

NSC disse...

No início da época emprestámos jogadores ao Leiria. Depois o David Simão foi para a Académica. Agora vai o Amorim para o Braga.
O que é que é comum a todos os clubes? São satélites dos gatunos de Contumil.
Parece estranho? Parece. Mas não é com vinagre que se apanham moscas.

Bcool973 disse...

O sporting ? fosga-se, esses não são do nosso campeonato, deixá-los em paz