terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Dos direitos televisivos

Antes do texto bruto e duro, algumas considerações:

- O texto de Luís Fialho no jornal do clube (no JORNAL DO CLUBE) está aqui, para o caso de ainda não terem lido (cortesia do blog Novo Geração Benfica
- O mercado publicitário está em déficit no mercado generalista de televisão, mas em crescendo no mercado do cabo
- Os hábitos de consumo televisivo estão a mudar (com predominância do You Tube, Streamings e Downloads)
- Os patrocínios no futebol estão directamente relacionados com os fãs
- O Sport Lisboa e Benfica tem vários meios de comunicação que pode usar para usufruto próprio (Estádio, TV, Site, Facebook)
- O Benfica, actualmente, lucra com as transmissões televisivas, cerca de 8 milhões de euros anuais (tirando 3 meses sem competições oficiais - e já estou a ser simpático, porque há jogos particulares -, dá cerca de pouco mais de 1 milhão de euros por mês, ou se preferirem, cerca de 535 mil euros por jogo [8 milhões a dividir por 15 jogos]). Neste valor de 8 milhões estão consagrados os valores respeitantes à publicidade estática do recinto em dias de jogo. Valor esse que é gerido pela Olivedesportos, com proveito próprio e total
- O contrato com a Olivedesportos acaba no final da próxima época (2012/2013)
- O contrato abrange os 15 jogos em casa do campeonato por época
- A Olivedesportos tem uma cláusula no contrato, a qual lhe dá um direito de preferência numa suposta renovação de contrato

Depois de uma breve introdução, vamos ao principal e que parece, começaram na passada sexta-feira (a cargo do Luís Fialho) a querer fazer passar a mensagem de que não há alternativa à Olivedesportos. Puro engano! Há alternativa. E talvez até mais viável para o clube. 

Imaginamos que o contrato com a Olivedesportos acaba e o Benfica acorda com a PT (através das suas plataformas MEO, Sapo e TMN) que vai passar a transmitir os seus jogos em casa por essas plataformas, através do sistema pay-per-view. É fácil e simples de explicar.
Quem tem MEO, já tem acesso à Benfica TV. Passava a ter de pagar um valor simbólico e até podem ser 2, 3 Euros por jogo, para terem acesso a uma password para cada box (isso é possível) e assim poderem descodificar o sinal para o seu televisor. Tendo em conta que a Meo, no final do 2º trimestre de 2011 tinha 919 mil assinantes, se pensarmos que metade tem a Benfica TV porque é adepta do clube (valor bem plausível), e se cada um quiser ver o jogo, só na plataforma de TV o Benfica arrecadava no máximo mais de 900 mil euros / jogo (valor quase do dobro arrecadado no contrato actual da Olivedesportos). 
Publicidade durante o jogo, partilhado entre Benfica e PT, obviamente, até por uma questão de custos associada à vertente tecnológica.
Passemos ao Sapo. Procedimento igual, para se ver o jogo em streaming. Um valor monetário para uma contra-senha e jogo no seu portátil ou computador fixo, com IP dedicado.
TMN, idem, idem, aspas, aspas, se bem que o consumo de jogos via telemóvel não é dos melhores, nem é um hábito muito comum.
O Benfica teria ainda a possibilidade, via site oficial de dar a transmissão de jogos, como já deu anteriormente e poderia ir gerindo a publicidade associada ao jogo no próprio site.

Vantagens deste tipo de solução:
- O Benfica teria quase a totalidade do controlo das transmissões televisivas na sua casa
- Poderia englobar os jogos particulares, como mais uma fonte de receita
- Teria poder para escolher os patrocinadores para a publicidade estática do recinto de jogo e ter um retorno de 100%
- Os jogos eram transmitidos nas principais plataformas do clube
- Os jogos poderão ser transmitidos internacionalmente (e o Benfica continuar a lucrar com isso)
- Os jogos eram comentados pela "casa"
- E até se poderia experimentar esta vertente durante um ano (2013/2014), curiosamente onde se prevê que este tipo de negócio começa a ser uma realidade maior em Portugal
- Independência total do sistema que vigora em Portugal

Ou seja, a teoria de que a Olivedesportos é a solução única e óbvia cai por terra. O Benfica tem esse poder de querer modificar o panorama. Basta querer. Pensar em renovar com a Olivedesportos, só porque sim, ou só porque foram nossos amigos (não vejo onde, mas enfim) é continuarmos a dar tiros nos pés, a alimentar quem nos quer mal e que só se aproveita do clube, devido ao seu poder e à sua marca.

O Benfica tem força suficiente para fazer uma das maiores revoluções na televisão em termos de desporto em Portugal, se o quiser.

Quanto ao resto, já muito se falou de Luís Fialho e das suas mudanças de opinião. O artigo é claro no assunto, no tema e a "limpeza" que se faz da Olivedesportos, é uma forma de preparar os sócios para o que aí vem, ou seja, mais do mesmo.
O Benfica é uma marca forte, e portanto, os patrocínios não hão-de faltar. E muito importante até, é pensar se queremos ter 4 ou 5 patrocinadores milionários ou 20 mais ou menos que nos conseguem dar mais ou o mesmo que os milionários. Seria também útil pensar desta forma.

Os dados estão lançados, também aqui.
Assim o queiram, para bem do Benfica!

Viva o Benfica!

ADENDA - Atenção, que mesmo se o Benfica avançar para um eventual negócio com a PT, Oliveira também ganha porque é accionista da operadora através da Lusomundo. Ganha, mas muito menos do que actualmente...

39 comentários:

Mr. Shankly disse...

"se pensarmos que metade tem a Benfica TV porque é adepta do clube (valor bem plausível), e se cada um quiser ver o jogo, só na plataforma de TV o Benfica arrecadava no máximo mais de 900 mil euros / jogo (valor quase do dobro arrecadado no contrato actual "

Mas isto dá 13,5 milhões por ano. Achas suficiente? Fala-se em contratos de 25 milhões...

M disse...

fala.se em 25 milhoes, que fazem, por obrigaçao contratual (acho)aumentar o valor pago ao FCP...

o que ja de si é mau....

ora se temos 7 milhoes atualmente e cá nos vamos safando, 13,5 parece-me interessante..podiamos ganhar mais é certo, mas nao damos de ganhar a outros nem alimentamos um sistema que nos prejudica...

acho...

falsolento disse...

Parece já óbvio que vamos renovar com o Oliveira. Digo isto com muita tristeza, deveria ser sempre a nossa última opção. Tendo nós a Benfica TV e uma relação preferencial com a PT não entendo porque é que não exploramos as possibilidades que isso nos oferece. Ou então, que nos expliquem MUITO BEM porque é que não é viável fazê-lo. A Olivedesportos é uma das principais peças da engrenagem corrupta e um insulto permanente ao Benfica e aos Benfiquistas. Renovar com eles, depois de todos estes anos de agonia, sem sequer explorar as alternativas nem que seja durante só uma época, é inaceitável. Era uma oportunidade única de dar uma machadada naquela escumalha. Também eu não acredito que esta direcção tenha como prioridade absoluta a defesa dos interesses do Benfica.

falsolento disse...

Outro ponto que ninguém refere é a duração do novo contrato. Com sorte ainda assinamos por mais uns 10 anos...

Mister D disse...

Mr.Shankly,
A questão dos números metidos em cima da mesa tem a ver com o negócio em si (uma fasquia determinada para se atingir um fim) e com o "buzz" associado, ou seja, saber até que ponto, nós (sócios e adeptos do Benfica) gostamos ou não dos números.

Mesmo que ganhemos 13,5 milhões com a Benfica TV, imagina quanto deixa de entrar no sistema e esse é que é o ponto e objectivo principal.

M.,
A Olivedesportos só aumenta o contrato do Porto se renovar connosco. Ou os ajudamos ou não...

falsolento,
Acho que é óbvio esse teu comentário...

Ricardo disse...

Luís Fialho acaba de anunciar, por debaixo dos panos, que o Benfica assinará por vários anos.

Estamos fodidos.

E há quem goste.

Calantrao disse...

Costumo concordar com a maioria dos teus posts (acho até que é o primeiro comentário que faço e muito se deve ao facto de concordamos muitas vezes).

Contudo, desta vez estamos em desacordo.

1) Dinheiro - 13.5M é quase metade de 25 milhões e o Benfica precisa de dinheiro sob pena de termos que alienar cada vez maiores percentagens dos passes (logo, menor retorno nas vendas) ou, pior ainda, ficarmos sem fundos. (Nota: e esses 13.5 milhões não são certos. Uma má época desportiva e terás jogos com muito menos retorno que o esperado. E indo mais longe, os nosso rivais e/ou a Olivedesportos até poderiam comprar uma pass e libertar streams aos montes para que menos pessoas comprassem...)

2) Sistema - é verdade que há que combater quem nos tanto mal tem feito mas não os podemos por acima de nós. Na minha opinião, preocuparmo-nos em primeiro lugar com eles (n fazer o contrato pra n aumentar o dos corruptos) é um caminho perigoso e nada recomendado. Para além disso, se isso for uma preocupação, podemos fazer um contrato nestes moldes:
- 20milhoes (n aumenta o dos corruptos)
- para compensar a diminuição no dinheiro, maior percentagem na publicidade ou outra benesse do género.

3) Patrocínios: numa altura destas, esse é um risco enorme. 20 patrocinadores médios é mt complicado arranjar, ainda para mais dispostos a pagar a horas certas. o mundo empresarial tá de rastos.

4) Solução: sinceramente, n acredito na solução de ficarmos com os nossos direitos. Se isso fosse solução, clubes com públicos maiores por todo o mundo já a teriam seguido. Não havendo outro comprador, o negócio com a Olivedesportos ainda me parece o melhor, mas com cautelas: Verbas bem negocidas, duração de contrato reduzida (3-5 anos) e parcelas maiores da publicidade estática.

Um abraço e continuação de bom trabalho

Pedro disse...

Mister, choca-me saber que há quem discorde de ti.

Eu prefiro claramente 13 milhões nossos do que 25 milhões da Olivedesportos. Dar dinheiro à Olivedesportos é dar dinheiro ao fcp e ao sistema, não percebem isso?

E 13 milhões pq? Basta o SLB abrir o canal à ZON e o mercado potencial duplica (para ser simpático). E se o PPT for de 5 euros (valor perfeitamente lógico e acessível que daria 10 euros por mês) faz as contas e facilmente chegas perto dos 25 milhões e ainda tens a publicidade e revenda das imagens. E nem sequer entro na discussão da vantagem psicológica que é ter as imagens em nosso poder e controlarmos as imagens que são disponibilizadas às outras operadoras...adiante.

"Se isso fosse solução, clubes com públicos maiores por todo o mundo já a teriam seguido"

FALSO.FALSO.FALSO. Os outros clubes que têm canal próprio recebem valores astronómicos pelos seus jogos não precisando de recorrer ao seu canal. É esta a grande diferença. E, parece-me, que a Olivedesportos lá do sítio deles não usa e abusa do seu poder para beneficiar sempre o mesmo clube...

Como a Olivedesportos não dá ao Benfica o devido valor e se algum dia der tem que dar 80% desse valor ao fcp acho que está tudo dito sobre o que é esta sanguessuga!!!!

Calantrao disse...

Pedro,

Compreendo que o que te move é a imensa paixão pelo nosso clube. Mas os teus argumentos finais são facilmente refutados:

1) FALSO.FALSO.FALSO. Os outros clubes que têm canal próprio recebem valores astronómicos pelos seus jogos não precisando de recorrer ao seu canal.
R:Primeiro, misturas ligas em que os direitos são vendidos em bloco com ligas em que são vendidos individualmente.
Segundo, achas mesmo que se o Real ou o Chelsea ganhassem mais vendendo os seus jogos nos respetivos canais do que vendendo os direito, não o fariam? Dinheiro é dinheiro. E o futebol é um negócio.

Para além disso, volto a frisar que, se o teu problema é aumentar o contrato dos corruptos, poder-se-ia negociar por 20 milhões (n aumentava em nada o valor que os corruptos já recebem), ficamos a receber mais do que eles (o que é importante para sermos mais competitivos) e negociamos o resto do valor na publicidade.

Defesa do Benfica, sempre. Mas há que ver que um clube não se sustenta só com amor e paixão dos adeptos e o dinheiro é fundamental.

Mas ok, cada um com a sua opinião. O importante é que, de forma cada vez mais sólida, o Benfica continue a crescer e a retomar o seu lugar enquanto melhor clube nacional.

Pedro disse...

"achas mesmo que se o Real ou o Chelsea ganhassem mais vendendo os seus jogos nos respetivos canais do que vendendo os direito, não o fariam"

Não percebeste o que quis dizer. É claro que o Real ou Chelsea optariam pelos seus canais se assim ganhassem mais dinheiro mas como não ganham não preciso de recorrer ao canal deles. O SLB não está na mesma situação. Eu acho (e ainda ninguem me provou o contrário) que o SLB ganharia muito mais com os jogos na Benfica TV do que na Olivedesportos. Mas se aparecer uma operadora a dar-nos 40 milhões então vamos em frente. Se for a Olivedesportos não obrigado. Prefiro ganhar menos mas atacar forte e feio o sistema e no futuro colher frutos do que embolsar mais uns milhões mas continuar a ser roubado e prejudicado sistemáticamente na vertente desportiva...

i-man disse...

Subscrevo este post na íntegra.

Saudações Gloriosas.

Matute disse...

E os custos associados à transmissão???

Parece-me que se estão a esquecer de todos os meios envolvidos necessários para uma transmissão de qualidade...

Apostar em equipamento e profissionais de alta qualidade , bem pagos, para transmitir 15 jogos por época?

Acho que é um ponto importante e que ninguém refere...

Uma coisa é recebermos determinada verba, limpinha, sem esforço.

Outra completamente diferente, é receber determinada verba, mas termos a despesa associada a uma equipa com pessoal e equipamento para transmitir...

Não podemos pensar em transmitir um jogo do campeonato como se fosse uma partida dos iniciados no Seixal...

Matute disse...

Digo isto porque para a solução que apontas, não me parece que seja a PT a garantir a filmagem dos jogos, uma vez que me parece que não têem esse tipo de estrutura.

Jota Pê disse...

Fartos estamos nós de ser preparados para os direitos caírem nas mãos do mesmo. Se não é por escritas encomendadas (como a desse Luis Fialho), é o próprio a dizer que o olibeiredo foi nosso amigo, que nos salvou disto e daquilo e que quase nos faz pensar que o Benfica, pela grandeza da sua marca, não sobreviveria se não fosse o "amigo".

Portanto, já preparados, quando o orelhas enfiar as transmissões no cú do "amigo", não se esqueçam de ir lá votar nele outra vez. Ou melhor, perpetuem-no lá e batam palmas às boas amizades que ele tem cultivado.

Com o engodo da obra feita, do estádio novo, do centro de estágios, da BenficaTV. Campeonatos é que 'tá quieto, em dez anos foram só dois. E mais uns títulos sem importância. Mas nas entrevistas não se ouve falar disto.

Será que, com um Benfica regularmente campeão, precisaríamos que andar metidos com o cangalheiro do futebol português?

Olivedesportos, o caralho!

Mister D disse...

Caro Matute,
O custo não ultrapassa os 25 mil euros / jogo. Creio que é um custo irrisório para uma transmissão.

LC disse...

Interessante o ponto de vista, mas como sempre Mr. D, com contas feitas na escola primária.

Então quer dizer, a Benfica TV que é autonoma ganhava bolachas, as plataformas só ganhavam publicidade... vives onde? Achas que a Alice e o país das maravilhas existem mesmo?

450mil pagavam 2€ e o Benfica mamava tudo, as tuas empresas haviam de ser uma mina mas era para fechar no dia seguinte.

Além de que, se o Oliveira tem direito de preferência, se 900mil X 15 = 13,5milhoes, logo a preferencia sobrepoe-se e quaisquer 20milhões servem para exercer esse direito.

aA ideia não é má, mas tens de pensar um pouquinho mais que assim ninguém te pode levar a sério.

LC disse...

Pedro, também tu com essa ladainha idiota? Foda-se, sabes o que é direito de preferência? Sabes o que são 10 milhões de euros por ano? É uma idiotice fazerem contas destas pah, acham mesmo que alguma plataforma vai negociar sendo o Benfica a receber em bruto as vendas PPV?

Menos pah, menos...

João Duarte disse...

Obrigado LC.

Estou farto desta conversa sem sentido com contas e numeros perfeitamente disparatados.

Entao vcs acham q só se paga 25,000 para "produzir" um jogo? E para distribuir meus caros?

Quanto é q a Sportv paga por 10 canais pela distribuição na Zon e no Meo?

Porra! a adenda no post então é prova de que não se sabe do que se está a falar. A Lusomundo é 100% da Zon, onde (NA ZON!!!) o Oliveira tem uma percentagem importante, mas não decisiva, deve andar na casa dos 5%.

Depois tem uma percentagem irrelevante na PT. Nem é accionista de referência, ok?

Depois tem 10% da REN. Os chineses têm 20%, o M Champalimaud outros 10% e o Filipe Botton outros 10%.

Depois, tem 50% da Sportv. A outra metade tem a Zon. E garanto-vos que a relação não é pacifica.

MAs vcs querem saber dos factos ou o que interessa é fazer uma careta inócua ao Oliveira?
Então onde é q acham q vão passar os outros jogos do Benfica? Na TVI??? lolololol

450 mil pagantes? Nunca. A Sportv anda na casa dos 600.000 (a cair) e transmite Liga dos campeoes, liga europa, liga portuguesa e orangina, inglesa, espanhola, italiana, alemã, formula 1, tenis, golfe, campeonatos de modalidades, etc etc.

Qtos sócios pagantes temos? Não, não são 200,000. A minha filha tem 2 anos, é sócia e nao paga quotas. Como ela deve haver 20% dos "socios".

Era tão fácil montar um negócio de canal desportivo que um dos maiores empresários deste pais, e um tipo altamente competitivo em tudo o que se mete, teve q meter marcha atrás.

Não conseguiu garantias bancárias para suportar a oferta que fez (e ganhou) para comprar a Liga dos Campeoes. Isot apesar de ja ter garantido os direitos da liga espanhola...

Outra questão. O Benfica é um "portento" de gestão, como todos sabemos. Como ia gerir este negócio? Com dinheiro que NÃO tem? Com o know-how que NÃO tem? com os quadros técnicos qualificados (Não estou a falar de cameramens malta!) que NÃO tem?

Tenham juizo e metam na cabeça que o pais está na banca rota. Assinamos com o Oliveira e o gajo tem q pagar todos os anos os 20 e tal. Tenha ou nao receitas na Sportv, o risco passou a ser do gajo.

Mais, metam ainda na cabeça que temos juros para pagar da cascata de emprestimos obrigacionistas que temos para feito e bovinamente aprovado nas AG.

E por fim, metam na cabeça que os bancos não nos deixam avnçar para o ppv e correrem o risco de não lhes conseguirmos pagar as contas.

Ya, a Sportv vai fechar portas pq perde 15 jogos do Benfica...Mais rapidamente fechamos nós.

santiago disse...

e estão a esquecer-se do mercado no estrangeiro, onde muita gente não se importava de pagar para ver na net ou em qualquer outra plataforma, com melhor qualidade que os streamings que vemos e temos hoje em dia.

Mr. Shankly disse...

Portanto, preferem perder 12,5 milhões do que dar as transmissões à Olivedesportos. E querem que o Benfica se endivide ainda mais para poder produzir e distribuir os jogos, com os riscos daí inerentes.

Depois queixam-se quando vendemos jogadores, ou de que o passivo não baixa.

Pedro disse...

É lá...que grande confusão.

"E para distribuir meus caros?"

Calma lá. O SL Benfica JÁ TEM um canal em funcionamento. Já transmite programação, já transmite jogos, já transmitiu jogos da equipa principal de futebol. Não precisa de pagar mais seja o que for. Já tem um canal a emitir, se decidir passar jogos ou um programa de debate é exactamente o mesmo. Que confusão é essa? E, mais, lembram-se quando apareceu o canal Benfica a disputa que houve? O SLB não teve que pagar nada, bem pelo contrário, até recebeu da MEO para ficar por lá. Acho que não estão a ver bem as coisas.

LC, o direito de preferência só existe se o SLB vender os direitos televisivos. Se estiverem outras propostas de outras operadores na mesa como no caso do Paes do Amaral ou da SIC ou da TVI, etc. Ficando os direitos em "casa" não há qqr direito de preferência.

"450 mil pagantes? Nunca"

Nunca???? Por um PPTV de um jogo do SLB??? Não é por assinar um canal como se assina na Sporttv...é para ter UM jogo do SLB de cada vez.Eu acho que tem pernas para andar, ainda ninguem me conseguiu provar que não é um modelo com capacidade para ter sucesso.

E custa-me ver que os benfiquistas não percebam o quanto ganhámos se saírmos debaixo do jugo da Olivedesportos...

Pedro disse...

450.000 mil pagantes de PPTV a 5 euros por jogo dá 2.250.000€. Vezes 15 jogos dá 33.750.000€.

É assim tão utópico????

Há milhares de pessoas que se recusam a dar 25 euros por mês para a Sporttv mas dariam, na boa, 5 euros para verem o Glorioso no conformo do seu lar.

E em certos jogos concerteza que não seriam só benfiquistas a aderir em massa a esta modalidade. 5€ é um valor perfeitamente aceitável.

Imagino só quanto é que a MEO não se chegaria à frente para garantir exclusividade da Benfica TV.E ainda temos que adicionar as receitas de publicidade e revenda das imagens (jogos e resumos) para outros canais, estrangeiro, etc.

L. disse...

não, não há altgernativa à olivedesportos. pensar o contrário é acreditar em mundos cor de rosa e paisagens idílicas. ser ingénuo.

se a olivedesportos der os tais 25 milhões, é de assinar. é muito mais do que conseguimos com a benfica tv.

e o porto so tem que ter 80% disso, nao 90 como alguns dizem. logo, se forem 25M o porto nao sobe um centavo, pois ja tem 20 (80%).

João Duarte disse...

Distribuir não é só passar o sinal.

É efectuar a venda. Quem vende a Sportv é a Zon e o Meo, e fazem-se cobrar bem por isso.

Mais tens o custo de activação e desactivação das boxes qdo passa o jogo.

Não é um processo simples, e quem faz ppv são os operadores.

EM Portugal simplesmente nunca foi feito, portanto, nem a tecnologia está montada do lado dos operadores. (não confundir com o video clube)

Mais, quem são os clubes que o fazem a ninguem mundial?

É o que eu digo, são só facilidades mas não há ninguem a oferecer uma alternativa à Olivedesportos.

O Benfica anda há 3 ou 4 anos a negociar com a PT e a Zon e nenhuma se chega à frente para montar o sistema. É caro e está por provar a rentabilidade do projecto.

Só vos vejo a fazer contas de multiplicação, mas não vos vejo a fazer subtracção de custos...

O Pais do Amaral está fora da corrida, a SIC/Impresa dá prejuizo nos ultimos anos e a TVI não tem necessidade de ter mais do que 1 jogo por semana.

A vedna de resumos para fora não faz sentido. O Eurosport nao vai querer comprar só os resumos de um clube, mas sim de um campeonato.

450 mil pagantes dá uma audiência igual às transmissões em sinal aberto, logo não faz sentido.

Com o país num caco economicamente e com o número de pessoas em dificuldades financeiras, assumir o pagamento de 10€ por mês para 2 jogos é, na melhor das hipóteses, ingénuo.

Como dizia o Vilarinho: "benfiquistas mesmo somos uns 20". Temos umas dezenas de milhar de sócios pagantes (NÂO SÃO 200.000!!), umas centenas de milhar de adeptos e sim, muitos milhões de simpatizantes.

Mister D disse...

Alguns apontamentos sobre os comentários recentes:

Não há clubes mundiais a usarem a sua própria televisão.

É verdade, mas se olharmos assim para os diferentes campeonatos, temos o seguinte.
Espanha, França e Itália, os direitos são vendidos clube a clube.
Inglaterra e Holanda, direitos partilhados.
Os clubes que detém TV's próprias têm também contratos milionários assinados e por isso, não compensa.

Os custos de produção de uma transmissão de futebol tomou valores baixos, devido às empresas que estão habilitadas para tal. Lembro-me de repente, assim de três, o que num mercado como o nosso, facilita a prática de preços baixos para os custos de produção.

O Benfica, usando os seus meios próprios, poderia experimentar esta opção, nem que fosse por uma época.

LC disse...

Pedro (Mágico),

decididamente entraste em espiral descendente, não vou discutir mais este assunto contigo, vives no mundo da Alice apenas e só.

Utopias não obrigado.

VIVA O BENFICA!!!

Pedro disse...

"450 mil pagantes dá uma audiência igual às transmissões em sinal aberto"

Como???

Há jogos do SLB com audiências acima de 1 milhão de espectadores...

LC disse...

Mr D,

já mudaste o discurso o que não é mau de todo, pelo menos já deixaste para trás a contabilidade primária.

"O Benfica, usando os seus meios próprios, poderia experimentar esta opção, nem que fosse por uma época."

Sim, claro que sim, caso nem 5 milhões de lucro se consiga nesse ano, foram 15 ou 20 que se deitaram para o lixo e para o ano volta-se à Olivedesportos...

Mestria e sapiência.

VIVA O BENFICA!!!

Edson Arantes do Nascimento disse...

Irra... Há gajos que, desculpem a expressão, são burros. Sim, burros.

Quando se fala em custos NÃO ESTAMOS A FALAR de "produção"! A produção são peanuts, é uma merda que não vale nada.

Quando se fala em custos, como explicou e bem o João Duarte (obrigado por existires) - ainda não vi um comentário a rebater qualquer dos argumentos que ele deu - estamos a falar de estrutura, know-how e cérebro. Caralho.

Porque se o Benfica assumir o bébé nas mãos terá forçosamente de restruturar todo o sector comercial da SAD. É difícil perceber isto? Terá de INVESTIR! Em pessoas, em meios, etc, etc, etc...

Quem não percebe isto deveria se calar. Quem vai gerir a publicidade estática? Ou terceirizas ou então contratas alguém para o fazer, que terá de ser alguém altamente competente e rodeado de pessoas altamente competentes também. Que não são baratas. O clube terá necessariamente que reformular toda a estratégia e isto custa dinheiro.

Ao contrário do que diz o autor destas fracas linhas o PPV não é um modelo de negócio de sucesso. Basta ver o que aconteceu em Espanha! É evidente que tem algum potencial e que os espanhóis não pensaram bem quando investiram nesse formato - e depois recuaram.

Entretanto concordo a 100% com os comentários do João Duarte. É golo.

João Duarte disse...

O Benfica Tv foi-nos "oferecido" pela Meo por duas razões:
1. Diferenciação em relação à ZON
2. Porque não tinha modelo de negócio envolvido

A partir do momento em que começas a por o canal a facturar pedem-te dinheiro.

Até porque é a Zon e o Meo que iriam fazer as vendas.

Tal como com a Sportv, quem faz a venda são a Zon e o Meo, e q por isso cobram uma percentagem elevada. São tb eles que fazem a activação/desactivação dos clientes, e por isso cobram tb uma percentagem. São eles que tb fazem o controlo da facturação, e...cobram uma percentagem.

Mas a plataforma técnica para ter um pay-per-view, onde a volatilidade dos clientes é elevadissima não está criada, testada e a funcionar.

É aqui que reside o busilis. Na distribuição, não na produção dos conteúdos.

Há potencial para a criar, mas demora tempo (que não temos!!) e custa muito dinheiro (que não temos nem nos emprestam).

Sinceramente, acho q o ppv podia ser uma aposta se:
1. Pensada com tempo
2. O mercado não estivesse numa crise tremenda
3. Tivessemos dinheiro para investir
4. Os sócios estivessem disponiveis para pagar uma quota extra para compensar as eventuais perdas

Sem isto, era um projecto que poderia matar e exaurir financeiramente o clube.

Caraças, o clube é para gerir uma equipa de futebol. Se até isso é na maior parte das vezes mal feito, vcs querem por o clube a gerir uma empresa de media?

Qtos anos ia o Vieira demorar até "montar as bases sólidas do projecto"? Outros 10???

Queremos destruir o sistema? Muito bem. Toca a encher o estádio, mesmo nos jogos da Taça da Liga. Ganhemos vários campeonatos de seguida e o monstro morre.

Não podem é esperar um passe de mágica para destruir um sistema corrupto há mais de 20 anos a estender raizes.

Pedro disse...

Claro que sim LC, claro q sim.

LC disse...

Pois é Pedro, claro que sim e claro que não, é esse o ritmo do vosso discurso, "associaste-te" à ideia do Mr. D que como disse na 1ª frase que escrevi tem uma ideia interessante, mas logo de seguida peca por entrar nos campos do desconhecido falando como se apenas existisse o Benfica neste assunto, a negociar assim nenhuma empresa dele teria futuro amigo.

Bem haja que apareceu alguém que sabe da poda (e me agradeceu sem eu saber porque) e vos explicou ponto por ponto tudo aquilo que precisam de saber para pararem com esta conversa de quem muito diz sem nada dizer de concreto.

Conheces-me de outros blogs e sabes como sou defensor acérrimo dos interesses do clube, mas quando começam a divagar em mares desconhecidos sem a minima noção daquilo que estão a dizer tenho de me opôr.

Acho que todos temos vontade de mandar o oliveiredo para a puta que os pariu, mas isto não é só estalar os dedos, a melhor imagem é o estádio, já perguntaste a ti mesmo porque não está o estádio cheio sempre que o Benfica joga em casa? São só 65 mil lugares porra. Agora transporta isso para um canal de TV.

ravanelli disse...

apesar do duo aí de cima ter-me dado bastante q pensar e rever muitas ideias pre-concebidas, há questões que ainda não tenho esclarecidas.

Em relação à fraca ocupação do estádio é sabido que as causas são múltiplas sendo que na minha opinião uma das causas principais é... os jogos não serem à tarde. Exemplo (impossível de provar mas fácil de imaginar): muitos benfiquistas por estes blogs fora se têm queixado da fraca assistência no jogo de domingo à noite com o marítimo, um jogo decisivo para a competição de menor importância, mas certo, um jogo decisivo. Primeiro é fácil imaginar as pessoas (quantas por esse país fora?) que deixam de vir por ser domingo à noite. Depois, nós vivemos num país abençoado pelo sol que abundava na tarde antes dessa noite de domingo (uma das noites mais frias do ano) como abunda em quase todas as tardes. O sol não faz milagres mas dá para imaginar muito mais (um terço, o dobro?) da ocupação.

Isto não é romantismo. Romantismo é pensar em encher o estádio domingos à noite com 3, 4 (ou muitos mais) graus, aos preços q infelizmente se praticam também no estádio da luz.

E com quem isto se negociaria? E se estão de acordo, aqui já seria aceitável perder um milhão, dois milhoes para impor condições?

ravanelli disse...

outra questão: o benfica não é nem pode tornar-se uma empresa multimédia. Mas porra, então as estruturas que já existem, benficatv + benfica multimédia (onde o oliveiredo já deteve pelo menos 25% e n sei se ainda detém a quota...), não dariam conta do recado, enquanto obviamente bem reforçadas em meios técnicos e (sobretudo) humanos?

ravanelli disse...

Gosto que ao contrário de outros não pretendam passar uma esponja em todo o mal que o oliveira representa para o futebol português e para o benfica.

E por fim, acabo por concordar com a maior parte dos argumentos que escreveram. Será muito mais seguro (seguro em muitas vertentes, por exemplo, na óptica dos credores ;)) prolongar com a olivedesportos.

Agora, desde que por um valor acima dos 20M e com algumas condições importantes e difíceis de negociar, por exemplo, editoriais. A sporttv há anos que faz "spin" de opinião sobre jogos de futebol. Está na primeira linha porque controla as imagens e muitas (tantas) vezes os comentadores fazem o resto. Só neste país.

E por um prazo curto ou médio. O negócio da distribuição, sim, está a mudar. Exemplo claro, 2.1M de pessoas viram o superbowl em streaming pago. Claro que não teremos esse número nunca, mas serve de exemplo. Quantos benfiquistas por esse mundo fora pagariam 2, 3, 4 euros para ver o jogo online. Também não é romantismo. Isto, com ou sem oliveirinha, é o futuro. E no presente, estou certo q a PT terá os meios e o know-how. É uma questão de querermos (e concedo, podermos) chegar lá mais cedo.

No fim vender um jogo será como vender outro produto. Marketing, publicidade, promoções, presença activa nas redes sociais, e tudo o mais que angarie "clientes". O primeiro teria de ser à borla para todos os sócios ;))

LC disse...

ravanelli, aquilo que escreves julgo ser o desejo de todo e qualquer benfiquista, mas isso requer muitos recursos que o Benfica não dispõe e que poderiam vir a ser proveitosos daqui a 3 ou 4 anos.

A final do Superbowl é um péssimo exemplo, é uma final, é a final do desporto nº2 dos USA, a população é superior a 300 milhões, a visibilidade para o mundo é inumeras vezes maior.

Um contrato a 5 anos com a próxima época a ter valores actualizados é um bom negócio, ninguém consegue assinar um contrato destes época a época, e tudo o que entra é lucro.

Para um espaço de 2 anos não há nem haverá outra solução, isto é um caso sem nunca o ter sido, é apenas a paixão e o amor ao clube a falar mais alto, tipo coração ao pé da boca e dessa forma não há o mínimo de racionalidade para abordar esta questão que é demasiado importante.

Ver o Oliveirinha na merda é um sonho para mim, mas para o conseguir temos de ganhar dentro de campo e trabalhar no sentido de os podermos mandar Às malvas.

ravanelli disse...

LC, novamente, não deixo de concordar em quase tudo. E concedo que neste momento não é possível alterar grande coisa. Também concordo que a maior parte das análises são apaixonadas e por isso pouco racionais. Mas isso não pode reduzir as alternativas a pó.

É um caso e sempre o foi, porque para a maioria é contabilizável (muito emocionalmente mas também racionalmente) o que se perdeu nos últimos anos ao assinar com o oliveira. E isso transporta-nos facilmente para o que se pode vir a perder ao assinar novamente.

A final do superbowl + milhoes de espectadores em streaming não eram um exemplo de rentabilidade, erro meu. Eram e são uma evidência gritante de que o negócio da distribuição está a mudar muito e AGORA e também um exemplo de que a tecnologia EXISTE. E é só um exemplo, há muitos mais. Nesta perspectiva e apesar dos milhoes em caixa, qualquer contrato imutável (como o anterior) e a um prazo maior que cinco anos será um erro.

Enfim, é como dizes, LC, trabalhar no sentido de os mandar às malvas, mas se por dinheiro assinas por 10 anos, quando afinal os mandas às malvas?

LC disse...

Daí ter referido que um contrato de 5 anos era um óptimo negócio, enquanto esses anos passam vamos construindo aquilo de que precisamos para por em marcha aquilo que todos pensamos ser a melhor opção para nós.

Pedro disse...

LC, os números que apontei são baseados em números reais, quer de clientes da Sporttv, ZON, Meo, quer de sócios e adeptos do SLB. E com esses números equacionei um cenário que me parece plausível. A argumentação contra esses números veio numa óptica do "eu não acredito" que choca com a minha de "eu acredito". Volto a dizer que 5€ por PPTV teria sucesso. Para lá de tudo o que isso representa de não estar debaixo da Olivedesportos.

Fala-se aqui em custos de produção e como não domino a área não opino sobre o assunto mas ouvi de quem tb conhece essa realidade que isso não é relevante tendo em conta a ordem de grandeza que estamos a falar. e tendo em conta q o SLB já tem canal e que já transmitiu jogos parece-me aceitável essa info que me transmitiram.

E, LC, muito importante. O próprio Vieira não nega essa possibilidade o que me faz acreditar que existe forte viabilidade nesse projecto senão era logo posto de parte...