sexta-feira, 17 de agosto de 2012

E agora?

Agora, vamos ter que nos defender de uma mentira que nem pernas tem.
Repito e fá-lo-ei até à exaustão: tudo isto podia (e devia) ter sido evitado; tudo isto podia (e devia) ter sido estancado.

1 comentário:

Henrique disse...

Caro Nessuno,

Sinceramente não vejo forma de isto não acabar da forma que acabou. Acreditas que se o Benfica tivesse pedido desculpas públicas, o árbitro, que esteve sempre de má-fé nisto tudo, não enviaria o seu relatório à FPF?