quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Por Vieira, por um tacho?

Não surpreende a presença de Moniz no jantar, tal como não surpreende a sua visita à tribuna da Luz. Mais um "golpe de rins" (feliz expressão aqui utilizada pelo Luís) que estava "anunciado" nos corredores da Ongoing desde Maio. Como então disse ao Mister D, comentava-se a entrada para o cargo de vice e uma possível relação directa com a questão dos direitos televisivos. Algo que só o tempo poderá confirmar ou desmentir. A grande novidade neste jantar é mesmo a presença do contorcionista Varandas Fernandes. Recordemos que este senhor foi um apoiante de Vieira até ao dia em que Carlos Móia foi anunciado para Presidente da Fundação Benfica. Goradas as suas expectativas pessoais, daí à criação do Movimento foi um curto passo. Ter-lhe-á sido prometido algo? É que à mesa esteve ainda Álvaro Dâmaso, membro do Conselho Consultivo da... Fundação Benfica.

5 comentários:

Pedro disse...

Provavelmente terás toda a razão mas pode ter sido um simples jantar de Vieira com a "oposição" com esta a querer ouvir, directamente, Vieira e as suas ideias.
Num mundo perfeito acho de salutar que estes encontros aconteçam, que se reunam ideias de ambos os lados em prol de um Benfica melhor.Mas, infelizmente, de perfeito este mundo não tem nada.

moleculasdeamor disse...

Não acredito na estratégia do eucalipto pela perpetuação, nem que MOniz queira tacho... vou mais pela teoria de que Moniz quer servir o Benfica e que está disposto a tudo, mesmo a ofensas do passado e também acredito que LFV queira desde já acautelar a sua saída breve... deixando lá alguém da nossa confiança... Moniz, Costa, ou outro qualquer...

moleculasdeamor disse...

... a esquecer ofensas do passado...

...acho tudo isto duma grandeza benfiquista assinalável!

último! disse...

Ou seja acautelar uma possivel alternativa à sporcos TV também já serve de crítica... preso por ter cão preso por não ter... ok, ok!

É tão fácil criticar de fora!

Astutillo Malgioglio disse...

Perfeitamente de acordo. Criticar é fácil.

Embora haja ali uma referência a direitos televisivos, o post não é sobre esse assunto. Tão pouco é sobre Vieira. É sobre quem muda de opinião em função do que pode ganhar com isso. É sobre benfiquistas que se movem em função do que podem retirar do Benfica.