terça-feira, 15 de setembro de 2009

O nosso Benfica?

Uma das coisas que mais me irrita é cruzar-me com um amigalhaço, que não vejo há muito tempo e que, sabendo do meu fanatismo, me pergunta pelo "nosso Benfica", mesmo não sendo sócio, não se deslocando ao Estádio e passando a vida em casa à espera de um desaire para ir ao café tomar uma bica e arrotar mil postas de pescada.
Esses benfiquistas de pacote, ainda que sejam meus amigos, podiam fazer um favor à humanidade e dedicarem-se, em exclusivo, a desportos sociais, deixando o futebol para quem sabe e sofre.
É que cada vez que num momento de euforia, como aquele que vivemos, aliás, me cruzo com um desses amigos, vejo na pergunta "e o nosso Benfica?", acompanhada com um profuso sorriso, a preparação da mesma pergunta, repetida ad nauseam, mas nos maus momentos.
Desculpem lá este desabafo...

11 comentários:

piazzanuova disse...

mesmo sendo um excelente exercício de desmascaragem, acho que foste muito parcimonioso com o grau de adjectivação.

Astutillo Malgioglio disse...

Esse "nosso Benfica" que tantas vezes passa a "o teu Benfica". E deixa-me adivinhar: não são sócios, nem vão ao estáido, porque não estão para "dar dinheiro a chulos".

Bruno e Carla disse...

Nao vou ao estadio (Vivo no porto e n tenho dinheiro que me sobre), n sou socio (esse dinheiro faz me falta para outras coisas) mas n permito que falem mal do Benfica à minha frente e tou com o Benfica nos bons e maus momentos. N vejo em que é que tu es mais benfiquista que eu. O benfica n é so ir ao estadio e ser socio O Benfica é mt mais, é um sentimento que habita aqui dentro e que me faz sentir bem smp logo esse teu desabafo é foleiro e desapropriado para a maior parte dos benfiquistas em que me incluo.

Ricardo Chaves disse...

Fico à espera da tua definição de verdadeiro benfiquista.

Eu que vivo no Algarve, raramente vou à Luz. Mas por outro lado, sou sócio há mais de 15 anos, com as quotas em dia, os meus filhos são também ambos sócios do clube. Tenho ainda os títulos da operação coração lá na arrecadação, as acções é que tive que vender.

Não me considero mais benfiquista que qualquer outro, mas não admito que ninguém se considere mais benfiquista do que eu, nem sequer o Eusébio!

Kostag disse...

acho que percebo que queres dizer, eu sinto o mesmo relativamente a pessoas que moram na zona de Lisboa e é isso mesmo que dizes, aliás, no meu blog ( http://atsiuqifnebres.blogspot.com
) já tive umas pegas com individuos que morando aqui não pagam quotas nem vão a jogos, logicamente não podem votar mas passam a vida a cagar postas de pescada.
Não te referiste às pessoas que moram longe e os que não podem pagar quotas, há sempre excepções, mas sim, como eu compreendo o teu desabafo.

Saudações Benfiquistas

Gaspar Costa, sócio 8338

Glorioso11385 disse...

Bruno e Carla e Ricardo Chaves,

O desabafo do inespugnabile não era dirigido a pessoas como vocês, mas àqueles benfiquistas (só) das horas boas. Aqueles que residem em Lisboa ou arredores, não são associados apesar de terem meios financeiros mais do que suficientes, raramente se deslocam ao Estádio da Luz, mas são os primeiros a criticar sem se preocuparem em saber o que poderão fazer para ajudar. Infelizmente, também conheço alguns assim...

PlanetaEncarnado disse...

O NOSSO Benfica? Curioso ver isso quando esses são os primeiros a voltar-lhe as costas quando aparecem as derrotas e te abordarem com piadas azuladas nesses momentos.

Contra esses:
http://planetaencarnado.blogspot.com/

inespugnabile disse...

Pá, se vivem no Algarve, no Porto, na China ou na Checoslováquia - como gosto de dizer isto -, é natural que não se cruzem comigo na rua...

Por outro lado, o post também é dirigido a todos aqueles que estão à espera, na esquina, e que vão arrotar mil postas de pescada aos cafés da zona.

É evidente que não é dirigido a quem não vai porque não pode.

E mesmo que não fossem, simplesmente..., porque não quisessem, o post também não ia na vossa direcção. Vai, isso sim, na direcção que lá vem!

Leiam de novo...

inespugnabile disse...

Pá, se vivem no Algarve, no Porto, na China ou na Checoslováquia - como gosto de dizer isto -, é natural que não se cruzem comigo na rua...

Por outro lado, o post também é dirigido a todos aqueles que estão à espera, na esquina, e que vão arrotar mil postas de pescada aos cafés da zona.

É evidente que não é dirigido a quem não vai porque não pode.

E mesmo que não fossem, simplesmente..., porque não quisessem, o post também não ia na vossa direcção. Vai, isso sim, na direcção que lá vem!

Leiam de novo...

R. disse...

Eu não me sinto mais Benfiquista desde que sou sócio. Vibro com as vitórias e sofro com as derrotas exactamente da mesma forma.

Também não me parece que o post fosse na direcção que alguns comentadores quiseram dar!

Pessoalmente, tenho um amigo que um dia escreveu no seu blog sobre o fim do seu grande amor, em que explicava as razões para deixar de ser do Benfica (!!!!) - não concordar com a política desportiva e a banalização da derrota que o clube viveu nos últimos longos e penosos anos!

Isto aconteceu em vésperas de arrancarmos a vitória em Guimarães com o passe soberbo do Aimar para a cavalgada do Suazo...

No dia seguinte lá veio post exultante sobre, e citando o Inespugnabile, "o nosso Benfica"

Sinceramente, bardamerda!

Tiago disse...

também sou contra todos os que usam o Benfica como saco de boxe contra as suas amarguras e em vez de darem força nos momentos maus só sabem criticar e tudo para eles é motivo de crítica começando com os salários que a dor de corno é muita!