domingo, 28 de fevereiro de 2010

Obrigado!

A José Rosa Rodrigues, Januário Barreto, Luís Carlos de Faria Leal, João José Pires, Alfredo Alexandre Luís da Silva, António Nunes de Almeida Guimarães, José Eduardo Moreira Sales, Alberto Lima, José Antunes dos Santos Juniór, Felix Bermudes, Nuno Freire Themudo, Bento Mântua, Alberto Silveira Ávila de Melo, Manuel da Conceição Afonso, Vasco Rosa Ribeiro, Júlio Ribeiro da Costa, Augusto da Fonseca Júnior, António Afonso da Costa e Sousa, João Tamagnini de Sousa Barbosa, Mário Lampreia de Gusmão Madeira, Joaquim Ferreira Bogalho, Maurício Vieira de Brito, Fezas Vital, Adolfo Vieira de Brito, António Catarino Duarte, João Ferreira Queimado, António Borges Coutinho, Fernando Martins, João Santos, Jorge de Brito, Manuel Damásio, João Vale e Azevedo, Manuel Vilarinho e Luís Filipe Vieira.

A Cosme Damião, Carlos Lisboa, Mike Plowden, José Carlos Guimarães, Jean Jacques, Steve Rocha, Pedro Miguel, Nélson Évora, Vanessa Fernandes, Pedro Gama, Carlos Dantas, Guilherme Espírito Santo, Paulo Almeida, Vítor Fortunato, Luís Ferreira, José Carlos, André Lima, Ricardinho, Telma Monteiro, Mário Gentil, Pedro Fiúza e outros tantos...

A Bento, Preud'Homme, Costa Pereira, Veloso, Mozer, Ricardo, Germano, Coluna, Eusébio, Águas, Simões, José Augusto, Néné, Vítor Paneira, Isaías, João Pinto, Humberto Coelho, Pietra, Toni, João Alves, Diamantino, Magnusson, Thern, Schwarz, Rui Costa, Simão, Nuno Gomes, Valdo, Cavém, Chalana, Futre, Cardozo, Aimar, Saviola, Luisão e outros tantos...

Aos adeptos, aos sócios (pagantes e não-pagantes), aos que gostam muito, aos que gostam pouco, aos que não gostam nada.

O meu muito obrigado,

É de vocês e para vocês o 106º aniversário do Sport Lisboa e Benfica. O maior clube de Potugal e um dos maiores do Mundo!

PARABÉNS!

10 comentários:

CsA disse...

Agradecer a J.Vale Azevedo ? Não obrigado.

JNF disse...

Não agradeço a JVA. Não sou hipócrita. Agradecer o quê?

inespugnabile disse...

Também não agradeço a Vale e Azevedo, mas não reescrevo a história: se foi presidente, à maioria dos nossos sócios se deve! Para memória futura!

Mister D,

Este teu amigo pede-te que agradeças, também, a um homem que só não foi Presidente porque não quis e é o maior da nossa história: Cosme Damião!


Qualquer obrigado que não inclua só o é pela metade!

Mister D disse...

Já vai ser alterado...

Cosme Damião entra como jogador...

Pedro disse...

Mister, excelente. Grande post. Tiveste a dignidade de manter o nome de Vale e Azevedo. Um dia o tempo encarregar-se-á de repôr a verdade.

Abraços. E parabéns a todos!!!

Mister D disse...

Meu caro Pedro:

As minhas palavras são como as do inespugnabile. A História não se reescreve.

E se Vale e Azevedo foi presidente, por alguma razão foi...

Tony disse...

O título poderia ser perfeito se inumerasse todos menos dois e terminasse com "SHAME ON BOTH THAT DIDN'T MAKE IT".

António disse...

Acho correcto todos os nomes aqui apresentados. Todos fazem parte da história do Clube. Vejo, contudo alguns esquecimentos de Treinadores e de outros atletas que levaram bem longe o nome do GRANDE BENFICA. Dos treinadores deixo à consideração. Dos atletas estou a lembrar-me de Alexandre Yocochi o melhor nadador de todos os tempos, finalista Olímpico de frente a ofertas de muitos escudos nunca deixou de ser nadador do SLB e creiam que ao tempo era muito dinheiro.... para aperitivo fica este.. também sei que só comete esquecimentos quem escreve.. quem nada faz é que nunca comete erros ..
Um abraço deste velho da natação e que lê com atenção este grupo da NDRANGHETA.

JNF disse...

Dizem "obrigado" a Vale e Azevedo, mas agradecem o quê, mesmo? Não percebo. Não se trata de reescrever a História, mas não sei o que há para agradecer nesse trafulha.

padeiro disse...

MUITO OBRIGADO A TODOS ,MAS TODOS OS EX DO SPORT LISBOA E BENFICA .

VIVA O BENFICA SEMPRE ...


Mas este porko q se passeia nas ruas de contumil com os bolsos CHEIOS dele e dos amigos e ainda se ri do povo portugues vergonhoso pais este..

AQUI...Espregueira Mendes condenado a 6 anos de prisão
ADMINISTRADOR DO FC PORTO VAI RECORRER DA SENTENÇA


Nuno Espregueira Mendes, administrador da FC Porto Multimédia e ex-administrador da SAD, foi condenado hoje, no Tribunal de S. João Novo, no Porto, a 6 anos de prisão efectiva por burla qualificada. O seu advogado, Gil Moreira dos Santos, vai recorrer da sentença, pelo que o cumprimento da pena fica suspenso.

O colectivo deu como provado que Espregueira Mendes, na qualidade de gerente do balcão do banco Mello nas Antas, usou avultadas quantias depositadas por clientes, desconhecendo estes os factos, para aplicações bolsistas, usando as mais valias também para uso próprio e para conceder empréstimos com juros abaixo dos concedidos pelo banco.

Por exemplo, emprestou ao FC Porto 2,5 milhões de euros à margem normais do banco e emprestou a Joaquim Oliveira um pouco mais de 10 milhões de euros. A Adelino Caldeira, administrador da FC Porto, SAD, também foi concedido um empréstimo de 2,1 milhões de euros, enquanto António Oliveira, principal accionista individual da SAD portista, foi contemplado com empréstimos na ordem dos 2,5 milhóes de euros.

"Estas pessoas eram das relações do arguido e tinham ligações ao FC Porto e à sua SAD, da qual arguido era administrador, tendo efectuado tais financiamentos usando montantes dos depositantes do Banco Mello, montantes transferidos para beneficiarios daqueles emprestimos", refere-se no acórdão.

Neste esquema que considerou "ardiloso", o colectivo considerou que Espregueira Mendes "geriu a seu bel-prazer mais de 100 milhões de euros e que se enriqueceu "com quantias que não se conseguiram apurar".

O esquema consistia em atrair investimentos que garantia aos clientes serem para aplicações financeiras sem risco e que aplicava, sem estes o conheceram, no mercado bolsista. Os lucros gerados eram geridos por Espregueira Mendes ou para conceder empréstimos ou para seu uso, numa conta a que chamava "bolo".

Como agravante para aplicação da pena que tinha como máximo 8 anos de prisão, o colectivo destacou o facto de o arguido não ter mostrado "o mais ténue juízo crítico" em relação à sua actuação. "Actuou como se tratasse de um banqueiro e não de um bancário que realmente era", sublinha-se no acórdão.

Entre os clientes do banco que confiaram a Espregueira Mendes elevadas quantias contam-se Drulovic, Zahovic, Secretário e Rui Moreira. A todos eles o banco devolveu o capital investido.

as investigações da pj dos pokos nos sabemos como são não e sr roto moreira familiar do espregueira mendes foi depois disso q apareceu tanto euro nas mãos deste mercieiro das antas ,INVESTIGUE-SE pois este grunho das antas ...
O RESTO SÃO AGUAS PASSADAS Q NÃO MOVEM MOINHOS ....