quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Sem contemplações!

1 - A campanha persecutória a que se assistiu esta semana nos diferentes debates televisivos merece uma análise séria e honesta;
2 - O Sport Lisboa e Benfica não pode ser, em consonância com a sua Gloriosa história, vítima de ataques truculentos, vindos de pessoas sem carácter e que se passeiam pelo corredor da fama a expensas do mediatismo do nosso clube;
3 - Por exemplo, pessoas que outrora se viram envolvidos em processos que nada dignificaram os organismos que geriram - para mais, organizações sindicais que visam a defesa de trabalhadores -, deram-se ao luxo de glosarem com a participação de associados do nosso clube, envergando bandeiras, numa das mais corajosas manifestações contra o regime fascista, no fim da Segunda Geurra Mundial;
4 - Bem sabemos que nesses tempos de má memória, felizmente derrotados pela fúria revolucionária de grandes democratas, o clube de que são adeptos era o símbolo do regime fascista;
5 - Só assim se compreende, aliás, a ânsia revisionista;
6 - Por outro lado, numa semana em que os do Porto ganham com um golo em fora de jogo e os viscondes conseguem uma pequena vitória graças a um golo de um jogador que agrediu barbaramente um adversário, virem falar de arbitragem não revela apenas falta de carácter: revela, isso sim, um programa, direccionado e com o objectivo de desestabilizar a nossa equipa de futebol;
7 - Bem sabemos que os tempos são de mudança. Sabemos, também, que a mudança implica processos de ruptura. Mas não é garantido que o silêncio seja a eficaz arma dos audazes.
8 - Defendemos, assim, que os nossos representantes nesses debates - ao contrário do que defendem outros companheiros, nenhum tem sido capaz - passem a actuar com a coragem e audácia dos nossos Fundadores, denunciando a urdidura e apontando o dedo às manobras de bastidores que já são, a todos os títulos, visíveis.
9 - Como é evidente, a guerra ainda nem começou!

11 comentários:

Captain Kid disse...

Caro amigos do "ndrangheta",
Escolhi o vosso blogue para receber o "Prémio Relíquia da Internet" (verificar aqui: http://somosbenfica.blogspot.com/2010/01/premio-reliquia-da-internet.html).
Só precisam de seguir as regras.
Saudações benfiquistas,
Captain Kid

ricardo84 disse...

Passem pelo meu blog... Deixei-vos lá um presente em forma de selo!

Abraços Gloriosos!

http://espacovermelho.blogspot.com/

Constantino disse...

A mim não me revolta haver nesses programecos de tv (sim, com letra minuscula) badamecos que se dicirtam a achincalhar o SLB; a mim não me revolta que nesses mesmos programecos estejam tipos que supostamente deveriam defender mas que, na segurança de que recebem o mesmo, não o fazem; a mim não me revolta que o alinhamento desses programecos seja invariavelmente virado para o abandalhamento da maior instituição desportiva e social portuguesa; a mim o que me revolta é ainda haverem benfiquistas a verem e discutirem esses programecos atras referidos. Numa altura em que a vida e morte dos programas televisivos se define pelo share de audiencia, cada televisor benfiquista ligado nesses canais de pseudo televisão apenas funciona nos entido de perpetuar essas palhaçadas e sustentar tipos cuja actividade profissional se limita a exibir pequenez e inveja em relação ao Sport Lisboa e Benfica. Fodasse à hora desses programas sintonizem na Benfica TV pah!!!

Mr. Shankly disse...

O constantino disse tudo.

Passaralho disse...

Constantino, PARABÉNS!

Há anos que não perco um segundo sequer com essa corja de carneiros.

É esse o caminho, é essa a atitude.
Fossem todos como você, e perdoe-me a imodéstia, como eu, e essa cambada de proxenetas há muito tinha ido trabalhar para ganhar algum.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

inespugnabile disse...

Meu caro Constantino,

As guerras nasceram para serem travadas. Compreendo o que escreves. Mas não concordo. Temos adeptos suficientemente corajosos para os enfrentar, ali ou noutro qualquer lugar.

O que não se admite é passividade.

Passaralho disse...

Aquilo não é guerra nenhuma.
Aquilo só existe porque há quem não tenha mais que fazer na p*t* da vida para lhes dar ouvidos, atenção e share.

Permite-me concordar plenamente com o Constantino e discordar completamente de ti.

Até porque se fossemos para essa 'guerra', se ela existisse, perdíamos de caras.
Se alguém conseguisse baixar ao nível desses cagalhões, perdia na mesma por falta de experiência na merda.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

Mr. Shankly disse...

Como alguém disse, "Do not argue with an idiot. He will drag you down to his level and beat you with experience."

Ou seja, concordo plenamente com o constantino e o passaralho. Eles que falem sozinhos.

Constantino disse...

Caro Inespugnable,

Não vejo isto como uma guerra. Alias considerar os programecos como uma guerra é dar importancia a pessoas que não a têm. Aliás eles falam de nós porque nós sim, somos importantes e grandes. Comentar palavras de um poncio (a quem o alfredo farinha um dia disse tudo o que havia a dizer) ou de um dias da cunha é descer a um patamar que sinceramente não nos iria dignificar em nada.
Por outro lado, na versão belicista da coisa, não vislumbro como possamos travar uma guerra a olhar para o televisor sem podermos dar resposta imediata. Chegar depois aos nossos blogs e lançar umas palavras de desagrado é marcar golos na propria baliza, desligamos do SLB, concentramo-nos em clubes e pessoas que nao o merecem em vez de discutirmos assuntos importantes do nosso clube, e eu acredito piamente que o que é escrito nos blogs benfiquistas é levado em conta por quem lidera o clube. É este "desconcentrar" do clube por parte dos adeptos benfiquistas que os paineleiros querem. Afinal de contas eles já viram que a grande força do SLB são os adeptos (os anonimos, não os pseudo notaveis) e o que fazem na tv é apenas e só tentar desconcentrar os adeptos do Sport Lisboa e Benfica.
Sinceramente e espero que não fiques ofendido, penso que a teoria da guerra é demagogia. Não sejamos como eles.

Abraço

Woody disse...

Mas o que é que se passou exactamente?

RA disse...

Rui Oliveira e Costa. Passou-se Rui Oliveira e Costa, esse filho de uma puta de merda.

Verdade seja dita, o Vasconcelos defendeu-se bastante bem. Até me surpreendeu.