quinta-feira, 26 de março de 2009

Nervosismo...

Após algum tempo de silêncio no qual me impediu da assiduidade desejada, regresso a minha presença como capo e sinto no ar um nervosismo estranho…

Estranho porque pretendia estar em primeiro e não estou, mas estranho porque me lembro que no inicio se escreveu até mesmo aqui que tínhamos equipa para dar luta, e que não seria fundamental ganhar o titulo já este ano, fundamental seria mostrarmos quem somos e começar um novo ciclo.

A questão baseia-se ai mesmo, pois será ou não fundamental ser campeão???...
Não foram os sócios que aumentaram a fasquia, mas esses mesmo sócios deveriam não criar tantas expectativas depois de termos sido expulsos da UEFA como fomos.

Quique sempre disse que o objectivo passava pela “Champions” sem nunca assumir, e aqui erradamente, o desejo de ser campeão.

Toda a estrutura foi falando (e principalmente o nosso querido presidente) que o investimento este ano era para ser campeão.

Investiu-se cerca de 30 milhões este ano, é verdade, ficamos com alguns presentes envenenados também será verdade, mas alguém dúvida que subimos a fasquia???
Mas então subimos para quê???...ser segundos???...não passar da primeira fase da UEFA?..não chegar sequer às meias da Taça? subimos para sermos campeões, seja de que forma for, tal como da última vez, e não quero ouvir dizer que a culpa de não ganharmos foi dos “lucilios” deste país.

Quero o titulo e quero este ano..e se jogarmos um pouco mais,talvez ,meu caro Rui cheguemos lá, pois também sei que embora demonstres alguma tranquilidade, andas um pouco ansioso, para não dizer nervoso.

Daqui até ao fim não quero ver novelas, nem de jogadores que estão a renovar e nunca mais renovam, de emprestados que nunca mais se compram ou de parvos de Palermo que vivem de nostalgia.

Daqui para frente queria que o Sr. Gabriel usasse as suas influências para eu ler nos jornais porque há contratações no porto que não jogam, quero ver noticias do balneário do porto nas primeiras páginas, quero incomoda-los tal como quero ver a ferver o Sporting que parece um bêbado continuo que desde os 12 alemães anda sempre com azar, pois temos pena, menos eu.

5 comentários:

dissidentex disse...

Com todo o respeito pelo autor do post, mas existe um erro de percepção fundamental no post todo e que está na ultima parte do mesmo.

O Benfica não controla e já desde há muito tempo, o que sai na imprensa.

A imprensa é controlada pelo FC Porto, cujos jornalistas avençados sistematicamente trabalham a informação para que esta saia sempre prejudicial ao Benfica e oculte os problemas no Porto.

Basta, para confirmar isto, perceber qual é a estrutura accionista dos principais órgãos de comunicação social e acima de tudo perceber a enorme guerra que existe para condicionar a actual direcção no que toca às futuras receitas vindas dos contratos de televisão a serem renegociados em 2013.

Portanto, o senhor Gabriel não tem qualquer hipótese de condicionar seja o que for no que toca às notícias de jornais, rádios e televisões que saem.

O mais que ele pode fazer - apenas o que pode fazer é controlar o que sai de dentro do Benfica, e definir quando deverão falar pessoas do Benfica e quando.

Mais uma vez e com todo o respeito pelo autor do post, não perceber o acima é não perceber nada.


O clube está há imensos anos a ser atacado sendo que a imprensa é usada como arma, sistematicamente sendo apontados defeitos a jogadores e treinadores do clube, criticando contratações, sejam elas boas ou más, e os sócios e adeptos do Benfica tem comido esta papa que lhes dão - ano após ano - sem perceberem que estão a ser um instrumento de uso contra si próprios e contra o clube.

Todos os anos se começa de novo, porque todos os anos a imprensa - que ganha imenso dinheiro com as crises reais ou inventadas do Benfica - cria novas crises , inventa novos problemas, quer eles existam quer não existam, para continuar a alimentar esta máquina que apenas beneficia outros clubes especialmente o Porto, e drena recursos ao Benfica.


E a expressão é mesma essa: drenagem de recursos.

Não existirão nunca notícias nos jornais, sobre os balneários do Porto e do Sporting porque os grupos económicos que estão por detrás desses jornais tem medo de um Benfica que seja autónomo ao nível da imprensa, via contratos negociados a preços reais de mercado e não esta parvoíce que actualmente temos.


É a diferença entre receber 7 milhões de euros por ano que temos actualmente e receber 50 ou 60.

Mas não só: é a transferência de poder que isso implica.

Por isso existe uma guerra de persuasão feita sobre os sócios e adeptos do Benfica para que estes questionem sempre o que qualquer direcção faz.

Se as direcções caírem ou os técnicos de futebol saírem, o clube não estabiliza e assim é mais fácil - a partir de fora - continuar o Benfica a sustentar os outros, mas os outros a ganharem troféus.

Continuar o Benfica a ser desestabilizado.

Isto não implica que não se perceba e se critique as más decisões que sejam tomadas no clube.Note-se.

Mister D disse...

Meu caro dissidentex:

Dizer que o Benfica não controla a imprensa é o mesmo que dizer que nestes últimos dois dias, o Benfica não preencheu as três capas dos jornais.

Obviamente que as influências externas que mandam na comunicação social também têm a sua influência, mas não terá impacto também o facto dessas influências também estarem presentes no Benfica???

Giuseppe Morabito disse...

Meu caro Dissidentex,

Eu não percebo nada....por isso é que gostava de perceber, talvez por isso sugeri que se fizessem uma coisa que eu não tinha perebido que não se faz e agradeço a tua explicação pois assim fiquei esclarecido, e eu até acho que tal como eu o Mister D ainda deve estra intrigado (acho que deve ser por tambem não perceber nada) porque sairam as noticias do luxemburgês e do Palermês (dito assim tem mais piada) no mesmo dia.Eu não percebo nada...mas lá está, gostava de perceber o porquê?..não de não perceber nada, pois isso ja sei e fui informado por ti, mas o porquê de ..foda-se não vou dizer e vou esperar que advinhes..esta será para queijo..e tu percebeste?

... disse...

mister D

a capa do carlos martins foi uma capa contra o benfica.

e a capa do reyes... eu pensei que voces ja soubessem, mas o porto falou com o empresario dele, porque sabe que o benfica so consegue dinheiro para reyes depois de vender di maria. é que o lisandro ameaça sair da mesma maneir que o assuncao, mas nao para o atletico...

dissidentex disse...

Mr D/Giuseppe Morabito

O facto de o Benfica fazer capas de jornais da maneira que faz, e com a frequência que faz, não é bom para o clube, a maior parte das vezes.

Capas de jornais não significam que o Benfica controla o que sai nos jornais, mas sim que, quem faz capas( e notícias fabricadas) e abre telejornais com o Benfica, beneficia em exclusivo disso.(E ganha dinheiro com isso, não o Benfica...que só ganha desgaste...))

Faço minhas as palavras do 4º comentário: a capa do Carlos Martins é uma capa que parece ser a favor do Benfica, mas é uma capa contra.
----
Quanto à questão das influências estarem ou não presentes dentro do Benfica, não conheço o assunto em profundidade para dizer frontalmente que sim ou não.

Mas na minha opinião, o clube está mais blindado actualmente(nos últimos anos) do que esteve no passado.

Se isso chega?
Não não chega.

O clube precisa de ser totalmente blindado.

Depois existe outra questão.
Os jornais, rádios, televisões mandam barro à parede para ver se pega.

O problema é que os sócios do Benfica e os adeptos a maior parte das vezes comportam-se como se o barro pegue...

Também queria acrescentar que nada do que digo significa apoio ou desapoio à actual direcção.

É apenas como observador que está farto de ver esta palhaçada acontecer nos últimos 25 anos e ver que quem mais contribui para isto - para a desestabilização interna do clube são os sócios e o adeptos que acreditam nas tretas que a comunicação social e os interesses por detrás dela lhes vendem.

Como adepto estou cansado disto e de as pessoas( não necessariamente vocês)parecerem não entenderem isto.

Isto tem custado tremendamente ao clube.
Porque eu ainda sou do tempo em que se comprava o Jornal "A bola" sem ser em formato tablóide e liam-se análises a futebol.

Agora lêem-se "encomendas" e jornalismo feito de encomenda. E não só na Bola, mas nos restantes órgãos de comunicação social.

E o maior alvo é o Benfica. Sempre o Benfica.


Por isso não se juntem vocês (mesmo que involuntariamente)a essa "lógica" da comunicação social...