domingo, 15 de março de 2009

Quique, ouve bem...

O futebol não é ganho por palavras, mas sim por golos. E de preferência, com mais golos do que o adversário e não o contrário. Aliás, é normal tu saberes isso, já que jogaste num clube como o Real Madrid, que está habituado a ganhar, porque marca mais golos do que os adversários.

É bonito quando vens para as conferências de imprensa e dás o veredicto sobre o que se passa no outro lado da segunda circular, mas nós estamo-nos bem cagando para o que se faz do outro lado, porque dali não se aprende nada, a não ser pintar muros...

Era bom que hoje, no tal treino de descompressão dos meninos, fosses homenzinho de chegar ao pé deles e dizer que estão no Benfica. O Benfica fez recentemente 105 anos. Não é um Newell's Old Boys, não é um Sevilla, não é um Rosário Central, um Vitória da Bahia ou uma merda qualquer parecida com esses clubes. É o Benfica. Que tem uma história, um palmarés, um nome a defender. É o maior clube de Portugal e por alguma razão, ontem, na Luz, com o 8º classificado da Liga, estavam 47 mil pessoas.

47 mil pessoas que vieram de vários pontos do país (bem sei que Portugal não tem o tamanho de Espanha) para verem o Benfica, que é o seu clube, a sua paixão. Que são capazes de o defender até à exaustão numa conversa de café, no local de trabalho, ou até entre amigos. E defendem-no mais do que certos meninos que lá andam pela nossa defesa.

Independentemente de tudo, ou de pensares o que é certo ou errado, ou de ter corrido bem ou mal, o Benfica TINHA de ganhar o jogo de ontem, já que sendo tu um dos gajos que mais tenta apostar na questão psicológica, se o Benfica ganhasse ontem, estava em primeiro, e olhando para a carreira da tripeiragem em casa, os meninos até eram bem capazes de escorregar hoje em casa. Agora, com o brilhante resultado que lhes deste, hoje são capazes de golear. Se tiveres uma caga do tamanho do Estádio que te tem acolhido esta época, pode ser que fiquem só a três pontos de ti e ainda haja esperança de sermos campeões.

Este testamento que está aqui a ser feito não tem como objectivo mandar-te embora, mas sim começares a ter os colhõezinhos no sítio e mostrares quem manda, efectivamente. Fazer ver aos meninos que vão para o campo que estão a depositar as esperanças da maioria do povo português para que o Benfica ganhe o campeonato. Aliás, tens um rapaz ao lado, que ainda o ano passado jogava e sabe bem o valor daquela camisola. Podes-lhe perguntar, que ele responde e diz o que é que isso realmente significa.

Mostrar aos Reyes, aos Di Maria, aos Balboa e aos outros, que o Benfica não é nenhuma montra de jogadores, nem nenhum entreposto, como era há uns anos atrás. Volto a frisar que é o maior clube português e que por isso, tem de estar habituado a ganhar.

Por isso, Quique Flores, começa a dar tino aos meninos, porque ainda faltam 7 jornadas para jogar e essas 7 jornadas são para ganhar e esperar que os outros escorreguem. Mas é para ganhar a sério e não estarmos empatados a zero em casa e tirar um avançado para meter outro.

Para teu bem e para nosso bem...

9 comentários:

O Benfica Sou Eu disse...

Este texto sintetiza bem o nosso espirito. A verdade é que não vamos fazer 21 pontos nos próximos 7 jogos e será importante começar já a pensar no tal único título possivel - Taça da Liga - e na mudança de atitude que se quer no Benfica já a partir de sábado.

O segundo lugar dá acesso a duas perigosas "pré eliminatórias da champions" e neste momento voltamos a ter que assumir a dura realidade de estar com a Uefa no saco.

A nova época começa hoje e vamos ter que pensar nela jogando a Taça Uefa (em novo formato) e tentando que no próximo ano tudo seja diferente, especialmente na atitude e no modelo de jogo que este ano foi inexistente.

Até ao ultimo jogo com Belenenses, ganhar os 8 jogos e reduzir distâncias é o único que se pode pedir. Mesmo assim, temo que mesmo com 21 pontos não fosse possivel ser campeão. Como dizes e bem, de um jogo que poderia ser complicado para o FCPorto a goleada será o desfecho óbvio... Tudo por nossa culpa.

Força Benfica

Passaralho disse...

Sim, tristemente...

Por muito que me custe, porque gosto do homem, gosto do senhor, tens toda a razão. E ainda acrescento mais: o Quique com todo o respeito que me merece e com muito mérito que tem em muita coisa, percebe muito pouco de bola, ou de Benfica, ou de leitura de jogo. Escolham uma.

Para este ano fodeu-se, UEFA e viva, porque não temos futebol para mais.
Já nos lixaram alguns pontos em jogos importantes e a conversa até podia ser outra a esta hora, mas a verdade é que se fizemos dois ou três jogos a sério, à Benfica, desde o início do ano, foi muito. E mesmo esses, devem ter sido uns 10 minutos em cada...

Captain Kid disse...

Faltam 8 jornadas.

Remate Cruzado disse...

tirar um avançado e meter outro é um problema porque...?

se tirasse o luisao e metesse o nuno gomes ja podia ser? cardozo nao estava a produzir.

meter mais avançados nao significa atacar mais nem marcar mais golos...

Mister D disse...

Caro Remate Cruzado:

Meter mais avançados não é sinónimo de marcar mais golos, é verdade.

Mas colocar extremos no lugar de médios-centro sim...

Enfim, são opiniões legítimas como qualquer outras...

Pedro Azevedo disse...

acho que é cedo para campanhas MisterD.

Sublime Benfica disse...

....concordo com o penúltimo parágrafo,onde frisas que o BENFICA não é uma montra nem um entreposto...foda-se trabalhem em campo e joguem em equipa,que é assim que se ganham jogos...não é cada um para si e os 47 mil a ver os palhaços !!!!...concordo Mister D.

VIVA O SPORT LISBOA E BENFICA !!!

piazzanuova disse...

Grande texto! Quando escreves do coração nota-se! Nada a acrescentar, tens toda a razão!

disse...

Normalmente não concordo nem acompanho as tuas críticas ao Benfica, principalmente entre "nossos".

Mas também foste tu que começaste a gritar Benfica, quando sofremos o primeiro golo frente ao Galatasaray.

Mas o teu texto reflecte bem a realidade nesta altura.

Mas não será hora de desistir...nem agora, nem nunca!