terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Aí está mesmo o que faltava!

Um argumento formal: o recurso do Belenenses não foi interposto de forma correcta!
Assim, e através do órgão máximo de recurso em matéria desportiva - a Lei de Bases, meus caros, proíbe a tutela jurisdicional efectiva, o que é, patentemente, inconstitucional -, passámos a saber uma coisa curiosa: goal average não é o que significa - e, saliente, por isso é que a expressão foi abandonada -, mas o que a Liga quer que signifique!
Penso que hoje se resumiu um pouco da história do Direito Administrativo português e se explicou porque é que é o acto administrativo ainda anda por aí...

2 comentários:

Anónimo disse...

http://en.wikipedia.org/wiki/Goal_difference

Enviem lá isso à malta da LPFP! Hehehe

Kaiser disse...

Em busca da justiça desportiva...

Para mim, só há uma solução:

- falta de comparência;
- jogo amigável com o Belenenses, à mesma hora dos outros jogos, com transmissão na Benfica TV e patrocinado pela Superbock.

Passámos da incompetência para a má-fé e agora não há volta a dar...