quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Mais uma pérola regulamentar

Por ocasião dos jogos das meias-finais da Taça de Portugal, é de destacar o seguinte, no comunicado enviado pela Federação:
" (...) No prolongamento os golos do Clube visitante não contam a dobrar; (...)"

É realmente de uma justiça espectacular. Ou seja, durante os 90 minutos, os golos contam a dobrar. Nos restantes 30, isso já não interessa para nada...

E depois digam que não querem polémicas...

13 comentários:

RA disse...

Preocupa-me mais a placagem ao Nuno Gomes, no Mar.

Anónimo disse...

por acaso ate acho justa essa medida.

e ate favorece o espectaculo, pois se fosse com o golo a dobrar, bastava a equipa visitante marcar para que a visitada deitasse praticamente a toalha ao chao.

Tambem nao é preciso criticar por criticar, às vezes convem pensar um pouco. Vais ver que nao doi.

Capo Rosso disse...

Mister D, se não fosse assim era injusto. Por dois motivos:

1. a equipa visitante tinha mais 30 minutos para marcar um golo que vale a dobrar.
2. Em caso de empate a 1 golo no prolongamento, ganhava a equipa visitada.

Para mim, o que devia mudar era:

no campeonato, empate a zero... zero pontos.
Assim obrigávamos a equipa visitante a tentar marcar, pelo menos, um golo.

Saudações.

Rui disse...

Meus amigos eu acho (tenho absoluta certeza mas pronto) que no Domingo vamos vencer.
PORQUE SOMOS MELHORES,SOMOS MUITO MELHORES ,E EM CONDIÇÕES NORMAIS, NÓS SOMOS MUITO MELHORES.
E EM CONDIÇÕES NORMAIS NÓS VAMOS SER CAMPEÕES.
EM CONDIÇÕES ANORMAIS......................................................................................................................................................................................................................TAMBEM TAMBEM VAMOS SER CAMPEÕES.!................................PUUMMM.!bibó Porto

Mister D disse...

Então pomos as coisas desta maneira:

Equipa A x Equipa B (1ºjogo) 2-1
Equipa B x Equipa A (2ºjogo) 1-0

Passa a equipa B

Equipa A x Equipa B (1ºjogo) 2-1
Equipa B x Equipa A (2ºjogo) 2-1 (final dos 90 minutos)
Cada equipa marca um golo no prolongamento, logo o resultado final fica em 3-2 favorável à equipa B. Como os golos marcados fora no prolongamento não contam, tem de se ir para penalties.

É melhor assim?

Anónimo disse...

É

Coglionne Nero

abidos disse...

Já repararam que os Corruptos voltaram a desrespeitar os regulamentos da Taça da Liga, ao não apresentarem no 11 inicial, o minimo de 5 jogadores efectivos, nos anteriores 2 jogos?!!!

Se os Lagartos tivessem perdido o jogo, será que eles iriam protestar?!!!

abidos disse...

Já repararam que os Corruptos voltaram a desrespeitar os regulamentos da Taça da Liga, ao não apresentarem no 11 inicial, o minimo de 5 jogadores efectivos, nos anteriores 2 jogos?!!!

Se os Lagartos tivessem perdido o jogo, será que eles iriam protestar?!!!

Capo Rosso disse...

eu queria dizer visitante...

Pedro disse...

Mister D há aí qqr coisa q não bate certo:

AxB=2-1
BxA=2-1

Estão empatados 2-2. Certo? Vão a prolongamento e cada um marca um golo. Fica 3-3 e não 3-2 como referes...

Mister D disse...

Meu caro Pedro. O resultado final nos dois jogos é 3-3, porque não há vantagem de ninguém nos golos fora. Se as duas equipas marcarem um golo cada, fica 4-4, mas neste caso, a equipa A ficaria com vantagem porque marcava dois golos fora...

Pedro disse...

Ok...já percebi!!!

Capo Rosso disse...

melhor seria não haver prolongamento...
ou então, golo de ouro.

O que acham?

Por mim, era mais simples:

em caso de empate, ganha o Benfica.