domingo, 27 de junho de 2010

Esperança

Amanhã, começa oficialmente a época 2010/2011 de futebol profissional do Sport Lisboa e Benfica. E começa uma época que já foi sendo empolgada como uma das mais esperançosas que o clube irá ter, ao nível do futebol.
A época anterior foi um sucesso. Campeões Nacionais, vencedores da Taça da Liga, quartos-de-final da Liga Europa e eliminação prematura na Taça de Portugal.
Para esta ano, a fasquia mantém-se. Se repetirmos o mesmo da época passada, posso dar-me por contente, substituindo a Liga Europa pela Champions League.
Não escondo que o caneco europeu é um sonho que alimenta muita gente dentro do clube e fora dele. É um sonho que muita gente persegue, escriba e escribas deste blog incluídos. Mas temos de ser realistas, e eu, ao contrário do treinador, prefiro ser Campeão Nacional outra vez, do que ser Campeão Europeu.
Ser Campeão Europeu requer ainda alguma coisa que este Benfica não tem. Estabilidade. E essa estabilidade é adquirida ao longo dos anos, com a manutenção de jogadores-chave, com uma estrutura profissional forte, mas sobretudo com um hábito muito grande ganhar. E não é por ganhar um campeonato, ao fim de quatro anos de jejum, que o Benfica tem esse hábito.

Gaitán, Jara, Fábio Faria e Roberto são para já as aquisições. Das saídas, em Julho teremos novidades, porque começa outro ano fiscal. Mas a esperança que tenho é que não seja como exemplos recentes, onde o desbarato reinou e o clube pouco lucrou. Esperança que o Presidente fale quando tem de falar (como o fez na época passada) e que deixe as coisas para quem sabe. Esperança que os nossos jogadores tenham o sentido da responsabilidade do clube que representam e que a pressão está deste lado outra vez, como sempre esteve. Esperança que os adeptos saibam discutir as opções de quem venha, questionando quando devem questionar, de forma cívica e correcta, defendendo os superiores interesses da instituição. Esperança que este ano seja outra vez memorável.

Boa sorte!

3 comentários:

Pedro disse...

E pá, eu prefiro ser campeão europeu do q campeão nacional. hehe. Colocaste mal a questão.

Eu prefiro ser campeão europeu mas sei que para ambicionar tal objectivo é necessário fortalecer a estrutura da equipa/clube com várias conquistas seguidas internas. Aí sim acredito que o SLB tenha condições para acreditar nesse fantástico objectivo.

Mister D disse...

Meu caro Pedro,

Eu também prefiro ser Campeão Europeu a Campeão Nacional, como é óbvio.

Agora, se em caso de estarmos em condições de renovar o título nacional em deterimento da Champions, prefiro a Liga Sagres para adquirirmos a tal estabilidade que nos permita arrancar para a conquista europeia.

Quetzal Guzman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.