segunda-feira, 10 de agosto de 2009

A 6 dias

A euforia continua, ou não fosse provada pelas 62 mil pessoas que estiveram na Luz e as restantes que viram em casa, tornando o jogo o programa mais visto de Sábado.

Apesar do Milan apresentar uma equipa remendada, o Benfica continua a mostrar uma solidez bastante agradável para esta altura da época (veremos se para continuar...).

Quanto aos jogadores que o clube tem disponíveis para atacar o título, há alguns que me deixam inúmeras reservas, e que bem vistas as coisas, em termos de dinheiros gastos, causa alguma preocupação, porque o retorno tem de ser o mais rápido possível.

Se se contratou Patric em Março, porque é que agora se quer dispensar o jogador? E o mesmo se passa com Schaffer? Ruben Lima não era suficiente? É mesmo necessário César Peixoto ser contratado gastando-se 400 mil euros?

E Júlio César? Será mesmo aquele toque de diferença que a baliza do Benfica necessita? Porque para rescindir com Moretto, como já se fez, era mais fácil promover um guarda-redes junior, porque assim sempre se poupava 500 mil euros e mais uns quantos em salários, para além de se preencher requisitos que a UEFA impõe.

Saviola, Keirrison, Ramires, Javi Garcia e Weldon mostram claramente ser mais-valias para o plantel, equilibrando-o, mas olhando para o 11 base, vemos que continua a faltar um nº10 , capaz de minimizar uma eventual ausência ou descanso de Aimar. E talvez um reforço no meio-campo, para um jogador que consiga substituir Ramires de uma forma mais consistente, do que o inconstante Carlos Martins. Não é que tenha qualidade, mas quando se gosta mais da boémia do que do relvado, não é fácil mudar velhos hábitos.

A 6 dias do começo do campeonato, é bom que o plantel do Benfica saiba responder como um todo e que as debilidades (que as há) sejam colmatadas pelo colectivo e não pelo individual.

A 6 dias do começo do campeonato, vejo uma equipa que é apoiada e que tem uma responsabilidade enorme.

Sejam eles capazes de aguentar o fardo e os sonhos podem ser uma realidade próxima...

2 comentários:

TC disse...

Quanto à questão do guarda-redes, concordo.
Na questão meio campo, também concordava assim como Jorge Jesus, daí Cesar Peixoto. Não se pense que é para lateral...

Bruxo disse...

Boas,

Em relação ao Rúben Lima e à contratação de Peixoto, acho indispensável que os jovens que chegam da formação ganhem calo como séniores noutro clube, normal e compreensivelmente de inferior dimensão.
Não só pelo que concerteza vão aprender, mas também para os proteger do imprevisto e exigente terceiro anel.
Defendo que, Formação - Empréstimo - Regresso é o percurso indicado na quase totalidade dos casos. A transição directa para o plantel principal deve ter mais em conta a qualidade e maturidade do jogador que as necessidades da 1ª equipa.

Aproveitando o embalo, não se entende "julio césar", a possível substituição de aimar será mais improvisada que natural. Nas outras posições de meio-campo penso que não haverá problema.

Vamos todos à luta para que o arsenal apontado ao Benfica se mantenha no silêncio em que se encontra.

Chegou a hora ir à luta com fervor!!