terça-feira, 25 de agosto de 2009

Cardozo - Weldon, Carlos Martins e Maxi

Ou traduzindo para resultado ao nível dos afectos da maioria dos benfiquistas será um 1-3,sendo que o 1 representa o mais querido e o 3 os 'mal-amados'.

Cardozo está a atravessar uma fase complicada, é semelhante à fase que aquele pugilista que ganha todos os combates por Knock-out passa quando leva o primeiro murro nos queixos. Foi-se a confiança. Jesus faz bem em apoiá-lo, mas sejamos pragmáticos, esta ajuda não pode durar muito mais. Força Tacuara.

Weldon trouxe consigo a aura que senti à volta de Ailton, expectativa baixa e rendimento alto. Está a fazer falta, e calou todos os que bramiram sacrilégio por se deixar cair Reyes.

Carlos Martins é um mal amado por excelência, poucos se desapegam dos seus verdes anos e, como um atrasado mental que tem o cativo ao lado do meu não perdoam a mínima falha. Faz falta. Porquê? Porque com as 'zonas' impenetráveis que se anunciam para o Campeonato precisamos de alguém que tenha a saudável loucura de tentar aquele remate de fora da área que poucas ou nenhumas hipóteses tem, só que...às vezes entra e desengata jogos que se poderiam, e vão, complicar muito.

Maxi, o guerreiro, teve o condão de ter lesionado três jogadores: ele próprio, Ruben Amorim que é desaproveitado na lateral e Miguel Vítor que cria pó no banco ou bancada, algo que achei improvável no início de época.

Serve a posta para ilustrar que até os "patinhos feios" têm a sua utilidade, nem que seja a de fazer os outros brilhar. Equilíbrios...é disso que se fala.

Mas enquanto o resultado afectivo for uma derrota por 1 - 3, poucas hipóteses há de encontrar o tão almejado equilíbrio.


P.S- O nervosismo é palpável noutras paragens. Vide a notícia seguinte:

"O motorista de Pinto da Costa atropelou, à saída do Tribunal de S. João Novo, o repórter fotográfico do Jornal de Notícias, José Carmo, no momento em que este tentava enquadrar a passagem do carro - onde também seguia o presidente do FC Porto -, com Carolina Salgado, que se encontrava na via pública.

O automóvel passou uma tangente à advogada da ex-companheira de Pinto da Costa, Raquel Dantas, tendo Carolina Salgado, passado por um grande susto.

Carolina Salgado abandonou o Tribunal de S. João Novo sob proteção polícial." in record

8 comentários:

MM disse...

Acho que nesta altura, nem Maxi (depois da época passada), nem Weldon (depois dos golos), são patinhos feios. Quanto a Martins, esse não deixa duvidas, infelizmente.

Bruno Venâncio disse...

gloriosachamaimensa.blogspot.com

novo blog sobre o nosso Benfica

Mr. Shankly disse...

Concordo com o MM. O resultado é 3-1 e não 1-3. Maxi já era admirado o ano passado, e Weldon entrou com o gás todo.

piazzanuova disse...

AGORA n são patinhos feios, mas há muito pouco tempo eram, falhei na narrativa do tempo verbal.

Mas continuo a defender que o CM n é assim tão mau.

Mister D disse...

Meus caros:

Como se vê, a Palermo, nada de novo. Quanto ao Carlos Martins, se ele tivesse em número de neurónios o que ele tem vontade de rematar à baliza, poderia ser um caso sério, não só no Benfica, mas no futebol mundial.
Relativamente ao Maxi Pereira, pode ser um guerreiro, pode ser um equilíbrio, mas para mim, é demasiado limitado, especialmente a defender. Mas isso também é a minha opinião.
Weldon é claramente uma boa aposta para este campeonatozinho e pode ser a grande surpresa.
Cardozo está nitidamente a atravessar uma crise de confiança, que até poderá ser pessoal (o seu filho costuma ter muitos problemas de saúde). Veremos como será lidado esse problema.

LC disse...

Mister D, isto é sério e gostava de uma resposta séria também se possível.

O que te aconteceu para mudares do dia para a noite em termos de opinião?

Atenção que é bom, porque agora dá um certo gozo ler os teus posts sendo que chego ao final e digo para mim: "És cá dos meus".

avomaltine disse...

Peço desculpa por ter postado a minha opinião sobre o martins no post acima.

Mas eu continuo na minha, o Carlos "ai-se-ela-passa" Martins, não passa daquilo, com muita pena minha, mas há jogadores que não aguentam o peso da camisola, este é um desses casos, Nuno Assis era outro.
Um jogador para jogar com a camisola do Benfica, não lhe basta ter talento, também não se pode eclipsar quando a pressão dos adversários e a responsabilidade do jogo aumenta.
Exigir menos que isto e esperar mais é uma utopia.

PS: Posso dizer mal do homem, mas nunca me irão ver assobiar ou apupar um jogador do Benfica no estádio.

JNF disse...

Maxi é limitado, mas compensa e sabe disfarçar bem. Neste momento há algum defesa-direito na nossa Liga melhor que o uruguaio?

Weldon não é patinho-feio nenhum.

Martins é um jogador que aprecio, se bem que, como diz o Mister D, faltam neurónios