quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Contingente português na Bósnia? - com uma pequena adenda no final!

Cá vamos:
a) durante grande parte da fase de apuramento não acreditei que Portugal fosse ao Mundial. Disse-o várias vezes, nos mais diversos círculos. Não só porque considero que esta selecção está uns furos abaixo da selecção de 2004 e 2006 - e também de 2000 e 2002 -, mas, sobretudo, porque entendo que Queirós não tem unhas para a guitarra que lhe deram.
Nada disto me impede de vos dizer outra coisa: sempre torci pela nossa selecção e sempre torcerei - sem laivos de nacionalismo!
b) estive pouco tempo na Bósnia. Muito pouco tempo... mas estive o tempo suficiente para perceber que há ali qualquer coisa de errado. Mesmo que não tenham interesse em perceber o problema das balcãs - o que admito -, percebam que a Bósnia é composta por duas entidas políticas diferenciadas: a Federação da Bósnia e Herzegovina e a ... República Sérvia - que nada tem a ver com a Sérvia propriamente dita. Muitas vezes aqui não se obtém boa informação, mas quanto a este assunto podem lá ir à vontade!
Como sei que ali, por diversas razões e com os mais variados responsáveis, se sofreu muito, muito mesmo, não compreendo como é que um dos poucos países que nada teve a ver com o que ali se passou e que enviou tropas - ou polícias - em auxílio da sua população, é tratado daquela forma!
c) o porco e chulo holandês, que vive à conta do petróleo usurpado ao povo russo e gerido por meia dúzia de mafiosos, que não teve vergonha na cara no Mundial de 2002 e festejou o apuramento da sua selecção até às meias finais, roubando todas as selecções que defrontaram, ficou à porta do Mundial da África do Sul, orientando uma das melhores selecções da Europa.
Não posso deixar de rasgar um sorriso...
NB - aquele beijo da morte que o papa deu a Queirós, no passado domingo, perdeu todo o efeito. Bem sei que a selecção era o sítio ideal para mandar o prof. basualdo passar uns anos, até que se reformasse. Mas terá de inventar outro espaço... pelo menos mais uns tempos!
PS - Entretanto os franceses eliminaram a Irlanda com um golo absolutamente ilegal! Absolutamente ilegal... Foda-se!
PS 2 - Como o chulo holandês tem por aqui grandes adeptos, recomendo este link, uma vez que não permitem a incorporação. Sim, sim, defendo que os treinadores, quando participam nestas coisas, também têm de ser chamados à demanda.

12 comentários:

Sérgio_alj disse...

Martin Hansson vai ser condecorado na Torre Eifel!

http://visaodemercado.blogspot.com/2009/11/portugal-mundial.html

LC disse...

Tenho raiva aos franceses, mas achas mesmo que a selecção do país do Platini ia ficar de fora do Mundial?

Este árbitro e estes fiscais de linha vão ter uma vida bela no que respeita à arte do apito... desengane-se que só cá há maus árbitros, foi a vergonha mundial, um lance precedido de fora de jogo, depois Henry controla a bola com a mão e nenhum dos 3 artistas viu.

PUTA QUE OS PARIU.

JNF disse...

1 - Hiddink é dos 3 melhores treinadores do Mundo. Gostes ou não, é um génio. É ele que tem culpa da Coreia ter sido ajudada?!

2 - Malditos franceses. Havia de lhes acontecer o mesmo que em 2002.

3 - Os bósnios deviam levar com uma exclusão das provas da FIFA. Assobiar o hino, estádio sem condições e sobrelotadíssimo e agressões à equipa de arbitragem...

Pedro disse...

O golo da frança é das coisas mais escandalosas q vi. Se fosse o Trap partia aquela merda toda. Já não tem nada a perder...

Uma vergonha... estou chocado.

inespugnabile disse...

O Hiddink é um chulo! Um chulo! Agora também me podes dizer que há chulos que são competentes noutras áreas, que não a chularia. Aí, talvez aceite que o chulo é um bom treinador.

Mas só aí! Aceitar o que se passou na Coreia?

Rosmano disse...

Inespugnabile, entao espero que tambem consideres o Guardiola um CHULO de TODO O TAMANHO, depois da vergonha que foi a passagem do barcelona a final da Champions League no jogo contra o Chelsea do treinador que consideras um "chulo".

JNF disse...

mas não me explicaste por que é que Hiddink é um chulo e por que é que tem culpa daquilo no Mundial.

Kaiser disse...

Ó Rosmano, como diria outro: Ladrão que rouba ladrão, tem cem anos de perdão.

Deixa lá o Guardiola (alegadamente ladrão) em paz.

inespugnabile disse...

Há uma diferença tão grande entre o Guardiola e o Hiddink, que nem vou perder tempo a caracterizá-la.

Mas opinião é opinião e cada um tem direito a debitá-la.

Agora que o Hiddink é um grande chulo, lá isso é! E não me deixa de dar um certo gozo saber que o homem abdicou de treinar o Chelsea para ser principescamente pago na selecção russa - pelo mesmo dinheiro sujo que receberia no Chelsea - e, no fim, é eliminado pela nova Suíça da Europa...

M. Preud'Homme disse...

a. Ao contrário de ti, sempre acreditei no apuramento de Portugal para o Mundial. Bastava, em determinda altura - mais complicada - analisar o calendário e perceber que o segundo lugar estava ao alcance. Nem foi preciso vencer na Dinamarca e nem foi preciso esperar por grandes escorregadelas da Suécia, em muito pior posição que nós e que até "sobreviveu" com duas vitórias nos últimos minutos, na Hungria e em Malta.

b. O que eu acho incrível, e provavelmente sinal de atraso civilizacional, é um povo inteiro pensar que alcança mais facilmente o reconhecimento internacional da sua jovem nação apenas por estar presente numa fase final de um Campeonato do Mundo. Admitindo a visibilidade que a competição garante, não se compreende como se opta, para lograr esse objectivo, por ofender e cuspir os representantes de um dos mais antigos Estados europeus. Pior, um país e um povo sensíveis à questão dos Balcãs (tal como à de Timor e outros povos oprimidos) e que integraram e integraram as forças internacionais de paz. Ou seja, aliados contra uma tentativa de genocídio dos croatas e dos próprios bósnios.

c. De facto, Mundial 2002 foi uma vergonha. A FIFA patrocinou a equipa da casa, tal como já o fez e continua a fazer com a França. É a lei dos mais poderosos. Parece-me, no entanto, excessiva a forma como classificas Guus Hiddink. É um excelente treinador, que gosta de dinheiro. Aliás, conheço poucos treinadores e até mesmo poucas pessoas que não gostam de dinheiro (e será que conheço mesmo alguém que não goste?). Um é russo, outro é do Usbequistão, e outro nem sequer vem do petróleo...

D. Quanto à França... mais do mesmo...

JNF disse...

Só admito que lhe chames chulo pelo que ele nos fez na final da TCE, de resto...

Então também consideras o Maradona, o Domenech, o Guardiola, o Fernando Santos, entre outros como uns chulos?

Kaiser disse...

Tentar comparar o que se passou no Munidal com o Barcelona e o Chelsea e, pior ainda, tentar colocar o corrupto holândes ao nível do Guardiola: é ir bem além dos limites bom-senso e do razoável.

Guardiola, ao pé do corrupto holândes, é uma religião!