terça-feira, 14 de setembro de 2010

Quem não entende sou eu!

Então agora que se está no dealbar de uma medida que vai agitar os (podres) alicerces deste futebol, é que se começa com meias medidas?

Não andam os escribas deste blog há quase 7! anos a clamar por uma revolução no futebol?

Imaginam o que é levar 30000 adeptos para a porta de um estádio e não entrar?

E agora a preocupação é não antagonizar os "pequeninos"? Os mesmos que nos fodem em AG's da Liga e recebem camiões de jogadores dos corruptos? É desses que devemos ter pena?

É de guerra que se trata! A diplomacia já ficou para trás!

Parece que têm medo de mostrar músculo. Quem não entende sou eu!

12 comentários:

Filipe Rodrigues disse...

Se formos para a porta dos estádios fora a nossa equipa percebe perfeitamente que estamos lá, a apoiá-los mas que não entramos porque não queremos dar dinheiro a quem se senta à mesma mesa que os corruptos. Basta ouvirem as declarações do presidente do Portimonense hoje à Antena1 para perceberem logo o que representa um jogo contra o Benfica sem espectadores. Ele diz "é uma catástrofe..." Meus caros, chegou a hora de sermos nós a dizer basta... o povo português tem de perceber que o Benfica não quer ser mais beneficiado que os outros. O que o Benfica quer é que não haja benefícios nem prejuízos para ninguém. E os lagartos se olharem bem para eles em vez de começarem a vir falar de pressões...

Nessuno Dorma disse...

"Imaginam o que é levar 30000 adeptos para a porta de um estádio e não entrar", lá está a utopia.

piazzanuova disse...

Depois de todas as manifestações que já viste do Benfica, da sua capacidade de mobilização, ainda duvidas?

Eu não. E vou lutar por isso!

Abraço!

Manuel disse...

Concordo com piazzanuova. E com o Filipe.

Como muito bem disseram, não queremos ser ajudados, o que queremos é não ser prejudicados.

Custa? Pois custa. Como também custa ir ao dentista.

Vladimir Kaspov (NãoSeiDaNave) disse...

Sim não é hora de simpatias, acabou o prazo.

O caminho agora é levar avante todas as iniciativas.

Espero que todos os pontos do comunicado/reunião sejam rigorosamente cumpridos.

Entretanto Van Der Gaag já foi.

Valco disse...

Concordo.
Quando o Benfica vier a Coimbra, não irei ver o jogo ao estádio. Chega de dar $$$ a esses vendidos.
Irei apoiar a equipa mas no lado de fora. Irei receber a equipa ao hotel. Mas não ao jogo.
Espero que a casa do Benfica em Coimbra saiba gerir esta situação.

troza disse...

Mas, por exemplo... ao estádio do Portimonense deviamos ir. Para dar vantagem aos clubes do sul em vez dos do Norte. Quanto mais clubes o sul tiver, pior para o Porto.

Mas o resto dos clubes... e que tal também fazer assim: jogos da taça na Luz à porta fechada? Já que a receita é a dividir pelos dois clubes... eu apoiava isso

Pedro disse...

Ao estádio do portimonense é que NÃO!!

Haja memória, sff!!

Cumps

subem! disse...

Então proponho divulgação no facebook, blogs, sms, e afins. TODOS A PORTIMÃO! Ficamos cá fora a ouvir no rádio e a gritar pelos nossos.

Astutillo Malgioglio disse...

A única preocupação é ter os pequenos clubes na esfera de influência do Benfica. Nada de "pena".

A proposta dos adeptos à porta dos estádios poderia ser interessante, mas será viável? O grosso dos benfiquistas é comodista, mais facilmente assobia e apelida os jogadores de "chulos" do que se faz à estrada para manifestar-se. E uso o termo manifestação porque tal acto configuraria realmente uma manifestação. Ou seja, as coisas terão que ser bem preparadas, dentro do previsto pela Lei, ou acabará por transformar-se numa batalha campal quinzenal com os robocops. E já agora, quantos benfiquistas estarão realmente disponíveis para levar no lombo durante uma "acção de desmobilização" da polícia? Eu não tenho problemas relativamente à desobidiência civil, mas, repito, quantos estão disponíveis para meter o lombo em risco? É que se for para lá esteram as claques e meia dúzia de bloggers, o acto torna-se irrelevante.

A guerra Norte vs Sul já não faz sentido no actual momento. Quem está mais próximo do Benfica? Portimonense ou Vitória?

zacariasbudapeste disse...

E se à entrada do estádio fosse colocado um ecrã gigante e todos os benfiquistas vissem o jogo e com megafones para apoiar a equipa e eles sentirem que não estão sozinhos?
E o que seria a recepção aos árbitros por 30000 ou até 50000 em estádios sem essa capacidade? Com cartazes do género "Ou te portas bem ou à saída estaremos todos à tua espera?", será que não seriam cumpridores das leis do jogo? Senão, também duvido, que a polícia conseguisse fazer algo para evitar que o pessoal lhe chegasse a roupa ao pêlo...
E já agora, acho que os clubes submissos é que deveriam sofrer nos bolsos a nossa revolta e não aqueles que estão desalinhados com o sistema, pois esses lutam com dignidade.
E porque não apoiar esses software piratas que permitem ver a sporttv sem custos para o utilizador? Se todos os benfiquistas tivessem uma solução para não pagar e ver, duvido que alguém pagasse e isso sim começaria a ser o fim da macacada e em meio ano fazia-se um arrozinho de polvo...

Saudações

DeVante disse...

É isso aí!
Tudo depende de nós!
E como é bom saber que tudo depende de nós!

Se cumprirmos tudo será diferente!