quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Entrevista de Luis Filipe Vieira

Ontem o nosso Presidente falou à antenna 1 e falou bem.
Mais do que atacar o sistma ou a justiça portuguesa, Vieira colocou o acento tónico naquilo que todos podemos observar: há, de novo, poder de influenciar resultados e campeonatos no futebol português.
Sucede, porém, que algo mais grave se passa: se antes essas influências serviam para o gozo pessoal e o exercício de poder, hoje, com o exponencial aumento de custos do futebol profissional, alguns clubes aperceberam-se que sem serem campeões vão á falência...
E isto, meus caros, vai gerar uma guerra sem quartel, em que todos os silêncios são omissões. Não podemos deixar ninguém sem resposta.

4 comentários:

MS disse...

Achei escusada a referencia ao Vilas Boas, nomeadamente ao dizer o que ja todos sabemos: o seu comportamento foi ridiculo e caricato. Toda a gente sabe que foi, ate o proprio Vilas Boas.
LFV devia ter atendido a razao e nao falar directamente do treinador do foculporto, em vez de ceder ao impulso. A ultima coisa que precisamos e ter a capa do Jogo colada no balneario portista para os motivar mais quando ja estamos com 7 pontos de atraso.

VHugo disse...

Mas eles precisam de capas de jornais para se motivarem?

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2010/10/andamos-brincar.html

aj disse...

ora ai esta mais uma boa noticia para os Benfiquistas o LFV disse e muito bem [podem ate por na porta da liga esse pasquim] ,porque ele merecia esta resposta de LFV que para mim foi pouco agressivo deveria DIZER " então os olhos do villas boas são de gente daltonica farroleira" e pouco seria ..

essa sim deveria ficar colada[nojo] nos currais do ladrão ..

Algarviu disse...

Não sei como é que a proclamação de que o treinador é ridículo e caricato, afixada no balneário e reconhecida como correcta pelos que testemunharam os factos, pode motivar seja quem for, por muito broncos que sejam!